Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RDNEWS EM BRASÍLIA

Dilma conclama união do povo pelo desenvolvimento do país

Por 31/10/2010, 22h:35 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

 
Dilma Rousseff chega no Hotel Nauom, em Brasília, neste domingo, para 1º pronunciamento como presidente eleita

 Num pronunciamento carregado de emoção, a presidente eleita do Brasil, Dilma Rousseff falou à imprensa agora a pouco, na Central de apuração do Comando Geral de sua campanha, no Hotel Nauom, em Brasília. O que era para ser uma entrevista coletiva acabou se resumindo a um discurso lido pela petista.

  Dilma comentou o resultado da eleição, falando da “missão mais importante que recebi na vida”. E exaltou o fato de, pela primeira vez na história do Brasil, o povo escolher uma mulher para dirigir o país. “Gostaria que os pais e as mães pudessem, a partir de agora, olhar nos olhos de suas meninas e dizer ‘sim, elas podem’”, diz  Dilma, ressaltando o fato de que sua eleição valoriza a liderança das mulheres no país.

Dilma com lideranças, entre elas Marta Suplicy   Reafirmou compromissos de campanha, frisando “valorizar a democracia em toda a sua dimensão e zelar pela mais ampla e irrestrita liberdade de imprensa e de culto religioso”. Prometeu observar “criteriosamente os direitos humanos, desde o direito à liberdade de expressão até os direitos sociais e zelar pela Constituição”. Dilma falou também sobre a confiança e esperança que o povo brasileiro lhe deu durante a campanha, observando “a sua capacidade de ao mesmo tempo agarrar uma oportunidade e construir um mundo melhor. "É incrível a capacidade de o povo criar e empreender”.

    Em várias partes de seu discurso, Dilma enfatizou a sua principal meta de governo, a erradicação da miséria no Brasil. Mas ressaltou que essa “meta não será só a vontade do governo, mas um chamado à nação, aos empresários, aos trabalhadores, igrejas, entidades civis, governadores, prefeitos e imprensa". "A erradicação da miséria é uma meta que assumo, mas para a qual peço humildemente a ajuda de todos”.

   Dilma enfatizou ainda que sua meta não é apenas teórica, “mas que pela experiência e a imensa mobilidade social do governo Lula”, será possível concretizá-la. Para isso, no entanto, ela frisou diversas vezes a necessidade de dar continuidade ao projeto de desenvolvimento do Brasil iniciado pelo governo Lula. “Reconheço que eu e meu vice Michel Temer teremos um duro trabalho para edificar o desenvolvimento”.

    A presidente eleita se pronunciou ainda sobre economia e macroeconomia, assegurando a prioridade de concentrar forças na capacidade interna, sem “fechar o país ao mundo”. Teceu comentários sobre a crise econômica mundial, que impôs desafios ao país, e da inflação, a qual o “povo não mais aceita”. Reafirmou seu compromisso com a lisura na administração pública, com a melhoria da qualidade do gasto público a qualificação dos serviços públicos, descartando, no entanto, a visão de ajustes que impedem os ”necessários investimentos para o país”.

     Comprometeu-se ainda com a busca do “desenvolvimento de longo prazo, zelando pela poupança pública, a excelência do serviço público” e com a criação de “mecanismos para estimular a capacidade empreendedora, o micro empreender individual, ampliando os limites do super-simples”. Assegurou que todos os grandes temas de seu plano governamental serão levados ao debate com a sociedade e se comprometeu com a estabilidade, os contratos firmados e as conquistas estabelecidas.

   Meio ambiente e Lula

   Ela se pronunciou ainda sobre o meio ambiente, o pré-sal e as riquezas naturais. “Trataremos os recursos naturais sempre com pensamento de longo prazo”, assegurou. E se comprometeu a priorizar os recursos do pré-sal com as realizações sociais. “Definitivamente não alienaremos nossas riquezas e não deixaremos para nosso povo só a migalhas”, acrescentou. Em seu pronunciamento, ela fala também brevemente sobre sua equipe de governo. “Nomearei ministros e equipes de qualidade para realizar esse trabalho, mas acompanharei pessoalmente. Registro que construirei um governo onde a capacidade profissional, a liderança e a dedicação ao país serão os critérios fundamentais”, enfatizou.

   Ao final, Dilma agradeceu aos eleitores brasileiros que nela votaram, a sua equipe e lideranças dos partidos que a apoiaram, além de outros dirigentes partidários e personalidades. Agradeceu ainda a imprensa nacional e estrangeira, tecendo comentário sobre o seu descontentamento com alguns veículos. Mas ressalvou: “Prefiro o barulho da imprensa ao silêncio das ditaduras”. Ela agradeceu ainda “aos que votaram em outros candidatos e fizeram valer a festa da democracia.

   E, por fim, dedicou seu agradecimento ao presidente Lula, se emocionando em diversos momentos ao mencionar a sua confiança a ela depositada e a “honra de seu apoio e o privilégio de sua convivência”. Ressaltou ainda a “qualidade do presidente” como um “governante justo e líder apaixonado pelo seu país e sua gente, um homem de tamanha grandeza e generosidade. A tarefa de sucedê-lo é difícil e desafiadora”, conclui a presidente eleita.


Dilma Rousseff destaca, em discurso, compromisso com as riquezas naturais e faz uma série de agradecimentos
Fotos: João Negrão

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Com Covid-19, deputado se transfere para isolamento em Sorriso

Por 05/07/2020, 21h:53 - Atualizado: 05h atrás

faissal 680

Uma semana após anunciar que está com Covid-19, Faissal Calil (PV) decidiu se transferir provisoriamente de Cuiabá para o hospital 13 de Maio, em Sorriso, uma forma de se separar e evitar contágio do vírus aos pais, que são idosos.

Postar um novo comentário

PT CUIABANO

De oposição a todos prefeitos ao isolamento político e social

Por 05/07/2020, 18h:43 - Atualizado: 09h atrás

pt 680

O PT, que no campo municipal foi oposição a todos os prefeitos, hoje está literalmente calado. Acéfalo, perdeu força, discurso, quadros, representatividade em cargos eletivos e adotou o isolamento político e social.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Edmilson | Domingo, 05 de Julho de 2020, 22h14
    0
    1

    Edmilson, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

EFEITO-PANDEMIA

O drama das academias em Cuiabá sem perspectivas de reabertura

Por 05/07/2020, 12h:17 - Atualizado: 05/07/2020, 12h:24

Romilson Dourado

smart fit 680

Assim como outras atividades econômicas, as mais de 100 academias em Cuiabá, fechadas desde 19 de março por causa da pandemia, não vão poder reabrir tão cedo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • tonhaobocadura | Domingo, 05 de Julho de 2020, 14h54
    0
    1

    As academias inteligentes mudaram o conceito e fizeram chegar todos os públicos, antes tudo era elitizado. Mais mesmo com a pandemia com índices elevados , um outro segmento animal abrirá 2 unidades a capital que prometem mudar também esse conceito

  • Emerson Nunes de Oliveira | Domingo, 05 de Julho de 2020, 13h47
    6
    2

    Entreviste academias menores a realidade não é essa da reportagem

AULAS ONLINE

O pulo do gato do Farina em tempos de pandemia

Por 04/07/2020, 20h:21 - Atualizado: 04/07/2020, 20h:25

farina 680

O empresário e professor de Física, Sidney Farina, aproveitou a crise sanitária e econômica na esteira da Covid-19 para lançar o pulo do gato da Escola do Farina, tradicional instituição privada de ensino em Cuiabá com duas décadas no mercado.

Postar um novo comentário

COMPOSIÇÃO POLÍTICA

2 sexagenários da política vão se unir na corrida a prefeito de Sinop

Por 04/07/2020, 10h:47 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:54

jorge yanai 680

A disputa pela Prefeitura de Sinop deve unir dois veteranos da política mato-grossense, o ex-deputado federal Roberto Dorner (Republicanos) e o suplente de senador Jorge Yanai (Podemos).

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Dionasbrasil@hotmail.com | Domingo, 05 de Julho de 2020, 05h31
    1
    0

    É notório que o objetivo dessa matéria é menosprezar os pré candidato por questões de idade. Senhor Ronilson qual é o limite de idade para uma ótima gestão no seu ponto de vista ?

  • João Carlos Vicente Ferreira | Sábado, 04 de Julho de 2020, 18h42
    5
    1

    Porque a depreciação? Não os conheço, não são meus amigos, nas acho errado querer tirar sarro de outrem. Expondo-os. Sexagenário é vivência, experiência de vida que pode ser útil à sociedade. Todos envelhecem, lembrem -se disso.

  • Davi | Sábado, 04 de Julho de 2020, 13h06
    1
    4

    Quem colocar com o DEM do Mauro Mendes perdeu o meu voto.

SAÚDE PÚBLICA

2 empresas vão tocar UTIs de hospitais regionais por R$ 31 mi

Por 04/07/2020, 09h:56 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:01

gilberto figueiredo 680

Após pregão eletrônico, feito em abril, a secretaria estadual de Saúde, sob Gilberto Figueiredo, contratou nesta semana duas empresas para tocar, por R$ 31,1 milhões, as UTIs de quatro hospitais regionais.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Jovem da baixada | Sábado, 04 de Julho de 2020, 14h22
    3
    0

    Trabalho no Metropolitano e posso afirmar, com toda a segurança que a terceirizada que está atendendo no hospital tem mais baixas por covid que o próprio hospital, na guerra contra a pandemia, apenas os magnatas da saúde saem ganhando.

  • Amaral antunes | Sábado, 04 de Julho de 2020, 11h15
    5
    1

    É treta. Empresa particular nesses locais é profissional sem qualificacao em intensivo, equipe reduzida, medicamentos de 5 categoria(o mais barato e com menos eficacia). Esses mandatarios nao visam a cura, visam lucro. Ate o secretario sabe disso, o historico desses hospitais e/ou setores terceirizados sao escandalosose nao sei porque insiste nisso.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2566