Blog do Romilson Cuiabá, 30 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a 2010

Apressados, pré-candidatos realizam propaganda fora de época; MP ignora

Afoitos, pré-candidatos fazem propaganda extemporânea; MPE ignora

 Fernando Ordakowski
Silval Barbosa (PMDB), que assume o governo no próximo mês, conduz de forma afoita a campanha ao Paiaguás, assim como o prefeito Wilson Santos (PSDB), o senador Jayme Campos (DEM) e o empresário Mauro Mendes (PSB)

   Os quatro principais pré-candidatos a governador se mostram afoitos e, no desespero por votos, acabam por infringir a legislação eleitoral, com propaganda extemporânea. A quatro meses das convenções e a sete do pleito, que marcará escolha do novo presidente da República, de dois terços dos 81 senadores, de 1 governador, 8 deputados federais e 24 estaduais mato-grossenses, o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB), o senador Jayme Campos (DEM) e o presidente da Federação das Indústrias do Estado Mauro Mendes (PSB) começam a cometer o que se chama de excessos. O Ministério Público Eleitoral não apresentou ainda nenhuma representação quanto à propaganda fora de época para frear os virtuais candidatos apressados. Por enquanto, está no campo das análises e emitindo sinais de alerta, embora alguns já tenham ultrapassado o sinal vermelho.

   Silval, por exemplo, encaminhou cartas personalizadas a eleitores e crianças com o auxílio de dados específicos dos destinatários (nome, idade e opção religiosa). Essa estratégia foi colocada em prática pela equipe de assessores do peemedebista desde o final do ano passado. Além disso, o pré-candidato que assume a cadeira de governador em 31 de março e terá a máquina sob seu comando na campanha à reeleição ainda se beneficia eleitoralmente das visitas aos municípios para entrega de 705 máquinas pesadas adquiridas pela Estado e que estão sendo distribuídas as 141 prefeituras.

  Wilson, por sua vez, usa a estrutura do Palácio Alencastro para reforçar seu nome junto aos eleitores. Alguns de seus assessores ligados diretamente à pré-campanha e que dão expediente no QG já instalado estão lotados no gabinete do prefeito. O tucano tenta tira proveito político de suas ações enquanto chefe do Executivo. Jayme, que fechou pacto com Wilson para o nome que tiver melhor desempenho nas intenções de voto vir a ser o candidato a governador, também colocou equipe do gabinete a serviço de sua pré-campanha. Ele tem recorrido também aos prefeitos do DEM para ajudá-lo a cooptar aliados nos municípios.

   Mauro Mendes passou a usar o trunfo da tal "Caravana 40", alusão ao número do PSB, seu novo partido, para percorrer vários municípios, já pedindo votos. Além disso, Mendes, derrotado à Prefeitura de Cuiabá em 2008, pelo PPS, usa também o trunfo de presidente da Fiemt para buscar apoio logístico a sua campanha.

   De acordo com a legislação, a deflagraçao da campanha só é permitida a partir de julho, quando os partidos e seus dirigentes já terão escolhidos oficialmente os candidatos proporcionais e majoritários e as composições. Até lá, movimentação como a registrada pelos quatro postulantes à cadeira de governador apresenta todos os elementos que caracterizam propaganda extemporânea, o que pode resultar até em indeferimento futuro do registro da candidatura.

    Proporcionais

   Pré-candidatos proporcionais também não ficam para trás, principais os que atuam como apresentadores de TV. Somente em Cuiabá usam as emissoras como palanque eletrônico os vereadores Toninho de Souza (PDT) e Éverton Pop (PP), os deputados Maksuês Leite (PP) e Sérgio Ricardo, (PR), o ex-senador Antero de Barros (PSDB) e o ex-deputado Walter Rabello (PP). Destes, Antero avalia se disputa o Senado ou vaga de deputado estadual. Os demais estão de olho em cadeira na Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • manoel cuiabano | Domingo, 07 de Fevereiro de 2010, 22h05
    0
    0

    APROVEITANDO SOBRE O MP, GOSTARIA DE FAZER ALGUNS QUESTIONAMENTOS SOBRE ESSA DINHEIRADA QUE ESTAO DERRAMANDO NO MIXTO, TIME DE FUTEBOL, DE ONDE ESTA VINDO ESSE DINHEIRO? SERA QUE TUDO ISSO E AMOR PELO CLUBE? OU SERA DINHEIRO VINDO DE ALGUM LUGAR ESTRANHO? ESTA NA HORA DO MP INVESTIGAR ESSA SITUACAO ESQUISITA QUE ESTA ACONTECENDO COM PESSOAS QUE FAZEM PARTE DA ´´ADMINISTRACAO PUBLICA´´

  • cuiabanito | Sábado, 06 de Fevereiro de 2010, 23h55
    0
    0

    uma das funcoes do ministerio publico, eu ja descobri. e receber altos salarios, as outras ainda nao descobri.

  • kleber | Sábado, 06 de Fevereiro de 2010, 21h12
    0
    0

    Um exemplo de campanha extemporânea e pior, com dinheiro público, é a propaganda da prefeitura do IPTU. O que que tem IPTU com promessa de campanha? Esse antero é esperto. Foi bem bolado pra enganar a justiça eleitoral e o mp. Será q pagaram com dinheiro do IPTU? Dinheiro pra saúde tá faltando mas pra propaganda...

CORRIDA AO SENADO

Agro rachado em 3 candidaturas; os Maggi e Mauro reforçam Fávaro

Por 30/09/2020, 16h:51 - Atualizado: 03h atrás

Leopoldo Silva

carlos favaro 680

Os primos Blairo e Eraí Maggi se juntaram ao governador Mauro Mendes para reforçar a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro, do PSD.

Postar um novo comentário

BASE NA CÂMARA

Bolsonaro recompõe quadro de vice-líderes e mantém Medeiros

Por 30/09/2020, 10h:53 - Atualizado: 09h atrás

bolsonaro vice-lideres 680

O presidente Jair Bolsonaro e os novos vice-líderes do Governo na Câmara Federal, entre eles José Medeiros

O presidente Bolsonaro deu mostras de que continua tendo o deputado mato-grossense José Medeiros, candidato a senador pelo Podemos, na cota de aliados fiéis e de confiança.

Postar um novo comentário

LERO-LERO

Copiando bordão do irmão na campanha à vereadora

Por 30/09/2020, 10h:04 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:06

giseli almeida 680

A apresentadora de TV Giseli Almeida usa em sua campanha à vereadora por Cuiabá o mesmo bordão explorado por vários anos pelo irmão Sérgio Ricardo, na época em que também concorreu à Câmara Municipal e a prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • CABEÇÃO | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 14h02
    1
    1

    O QUE INOJA NA POLÍTICA SÃO INDIVÍDUOS COMO ESSE SERGIO RICAÇO, QUANDO FOI DEPUTADO FAZIA UM MONTE DE AÇÕES EM BENEFÍCIO DOS POBRES, ATÉ CASA ELE DAVA, DEPOIS DE ALCANÇOU SEUS OBJETIVOS FINANCEIROS NUNCA MAS FEZ NADA,RAÇA INFAME

VÁRZEA GRANDE

Para Jayme, é normal chegar água nas torneiras a cada 2 dias

Por 29/09/2020, 20h:51 - Atualizado: 29/09/2020, 20h:55

Geraldo Magela

jayme campos 680

O senador Jayme Campos, prefeito de fato, mas não de direito, tem passado apurado em Várzea Grande.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • mario | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h16
    6
    2

    normal com os problemas que esta ai no dae de vg né,ga,biarras, instalaçoes clandestinas etc... pq voces campos tiveram decadas no poder e não consertaram esse negocio da agua, não vem com desculpas djaime e nem djulinho, vcs foram incompetentes, hoje vg poderia estar livre desse problemas, mas vcs só olhao para vcs mesmos.

  • eve | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h09
    6
    1

    Quem mandou eleger esses tipos de politicos que so pensão em poder. Aprende Varzea Grande, foi eleito pelo povo .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 08h38
    8
    1

    Agora é a hora de tirar esses campos do poder.

EM CUIABÁ

Partido que negociava com 2 a prefeito se torna mula sem cabeça

Por 29/09/2020, 15h:06 - Atualizado: 29/09/2020, 15h:10

adilson levante 680

O PSB, que estava namorando os dois principais candidatos a prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro e Roberto França, não avançou para casamento com nenhum deles. E virou mula sem cabeça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Piada pronta | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 22h13
    0
    0

    Quem falou isso sob coordenação de Levante??? Kkkkk ele é ao mais um na chapa. Ali quem preside e decide se chama MAX RUSSI e a executiva.

EM CUIABÁ

Marketing de Emanuel aposta em reeleição logo no 1º turno

Por 29/09/2020, 08h:25 - Atualizado: 29/09/2020, 08h:27

emanuel pinheiro 680

O marketing da campanha de Emanuel Pinheiro, sob Carlos Rayel, estuda intensificar as ações estratégicas, apostando numa reeleição logo no primeiro turno, mesmo numa disputa com oito candidaturas.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Carlos do Coxipo | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 16h11
    2
    0

    Pensa em um cabo eleitoral que trabalha em reeleger este EP e agora o filho dele no município de VÁRZEA GRANDE è o TUQUINHA NETO e mostra no FACEBOOK E NO ZAP ZAP as obras e novos projetos , achei que o TUQUINHA NETO èra outro filho ou parentes da família PINHEIRO kkkkkkkkkk Mas o TUQUINHA NETO è gente boa e ajuda muita mais muita gente por isto vou votar no EP .

  • rita rousy | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 12h06
    0
    0

    se depender de mim nem Manoel muito menos esse desgovernador lobo Mauro sera reeleito

  • Pexoto | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 20h57
    2
    2

    O maior cabo eleitoral de Emanuel Pinheiro é o governador kkkkk. Por isso vai ganhar no 1° turno.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2608