Blog do Romilson Cuiabá, 27 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

FAMILIOCRACIA

Candidatos exploram familiares na esperança de obter espólio político

Thelma de Oliveira e Leôncio Pinheiro   Eles são candidatos a deputado explorando a imagem e o espólio político de membros da família que foram lideranças e ocuparam vários mandatos. Leôncio Pinheiro (DEM) e Thelma de Oliveira (PSDB) tinham como irmão e esposo, respectivamente, o ex-senador Jonas Pinheiro e o ex-governador Dante de Oliveira (ambos já falecidos). Nos discursos, a deputada federal que busca o terceiro mandato chega a dizer que aprendeu com Dante o fazer política voltado às causas sociais e sempre recorda a trajetória do ex-líder tucano, que foi prefeito de Cuiabá, deputado federal constituinte, ministro da Reforma Agrária e governador por dois mandatos e que ganhou notoriedade nacional por causa da emenda das Diretas Já.

   Leôncio, que presidiu a Empaer por cerca de dois anos, enfatiza no horário eleiotoral ser irmão do ex-senador Jonas e que está disposto a trabalhar "pelo campo e pela cidade", frase muito utilizada por Jonas, que foi deputado federal e senador por dois mandatos. Thelma e Leôncio estão numa coligação "pesada" e que exigirá votação expressiva para garantir vaga de federal. Presidente regional do PSDB, a deputada dispõe de maior estrutura e visibilidade eleitoral. Tem como principais concorrentes da coligação que congrega PSDB, DEM e PTB os ex-governadores Júlio Campos e Rogério Salles e o ex-prefeito de Sinop Nilson Leitão. No caso de Leôncio, sua participação no processo eleitoral é mais para ajudar nos votos de legenda.

   Não são apenas Thelma e Jonas que recorrem a familiares para tentar conquistar eleitores. Marcinho Lacerda, candidato a deputado estadual pelo PSDB, lembra ser filho do ex-vice-governador e ex-deputado Márcio Lacerda e se coloca como porta-voz da região de Cáceres. No fundo, quer "ressuscitar" na política a família Lacerda. Seu tio, José Lacerda, também ocupou mandato de deputado. O filho do ex-deputado federal nos anos 80 Mário Juruna (já falecido), Onézio Juruna, é candidato pelo PDT. Ele é da reserva indígena São Marcos, situada em Barra do Garças. O empresário Roberto Farias (PP), filho do ex-prefeito e ex-governador Wilmar Peres de Farias (já falecido), também está no páreo para federal.

   Leandro Soares (PP), filho do ex-deputado e conselheiro do TCE Alencar Soares, é candidato a deputado estadual, assim como Dilmar Dal Bosco (DEM), empresário em Sinop. Dilmar lembra na propaganda na TV que é irmão do deputado Dilceu Dal Bosco, candidato a vice-governador da chapa do tucano Wilson Santos. Glauco Ninomya (PV) é candidato a estadual e pontua ser filho do ex-parlamentar cacerense Ninomya Miguel.

  O ex-vereador por Cuiabá e ex-deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR) busca reconquistar cadeira na Assembleia. Ele é filho de Emanuel Pinheiro da Silva, que marcou posição na vida pública em Mato Grosso nas décadas de 1960 e 1970, quando mlitou no antigo PSD e foi um dos maiores defensores do governo Pedro Pedrossian (66/71) enquanto deputado por dois mandatos e chegou a presidir a Assembleia de 67 a 68. Exerceu também mandato de federal. Políticos de carreira como os ex-governadores Jayme Campos e Carlos Bezerra, hoje nas cadeiras de senador e de deputado federal, respectivamente, estão empenhados na eleição do irmão Júlio Campos e da esposa Teté Bezerra, respectivamente. Júlio concorre à Câmara e, Teté, à vaga na AL. De quebra, Bezerra ainda quer a reeleição. E, assim, os grupos tentam conquistar espaço na vida pública, de preferência, ostentando a familiocracia.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Rafael Amoedo | Terça-Feira, 07 de Setembro de 2010, 15h11
    0
    0

    O povo de Cuiabá errou em 1985 ao eleger Dante. Tinhamos melhores candidatos, como o ex-reitor da UFMT Gabriel Novis e seu vice, Silva Freire. E o professor da UFMT, Pignati, um homem honesto e probo. Dante, logo que assumiu, renunciou, porque não sabia governar. Fez a mesma coisa em 1992, quando foi eleito. Ele não respeitou a cuiabania.

  • augusta | Terça-Feira, 07 de Setembro de 2010, 12h07
    0
    0

    dante sim Dante já o fituro prefeito de cuiaba, lembram dessa musica de campanha....tempos bons....

  • Aldonso Silva | Terça-Feira, 07 de Setembro de 2010, 08h47
    0
    0

    Esses pefelistas da UFMT precisam começar a dar aula, isso sim...Elias Andrade, Leoncio, etc...

EM LUCAS DO RIO VERDE

De última hora, Binotti troca vice da chapa

Por 26/09/2020, 18h:47 - Atualizado: 09h atrás

luiz binotti 680

Em meio à crise interna, o prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti (PSD), trocou, de última hora, nome para vice de sua chapa à reeleição.

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO AO SENADO

Pivetta abandona Euclides e sinaliza para apoio a Leitão

Por 26/09/2020, 10h:30 - Atualizado: 26/09/2020, 10h:32

nilson leit�o 680

O vice-governador Otaviano Pivetta dá sinais de que apoiará Nilson Leitão (PSDB) ao Senado e não mais Euclides Ribeiro (Avante). O curioso é que foi o próprio Pivetta quem apresentou Euclides ao presidente regional do PDT, Allan Kardec, na expectativa de ambos construírem aliança para o pleito de 15 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luiz Eduardo | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 17h55
    1
    1

    O Nilson Leitão, só conseguiu o apoio do DEM de Jaime Campos, após ter a confirmação de que o PIVETA iria desistir da candidatura ao SENADO, pois o DEM estava disposto a apoia-lo contra o Favaro. Nilson já está tendo o apoio politico e financeiro de todo Grupo do Piveta em Lucas,Mutum e região do Médio Norte, e o bestalhão do Euclides jamais terá o apoio dos Pededista-Autenticos, que não aceitam negociatas como a praticada pelo safado do Alan Kardes, que desmoraliza a memória de Leonel de Moura Brizolla.

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 25/09/2020, 20h:20

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Elias | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 18h01
    0
    0

    Elias , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Luiza de Jaciara | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h21
    0
    0

    Luiza de Jaciara, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    15
    6

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    23
    4

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    13
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Rodolfo Schinaider | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h25
    2
    2

    Aqui em Lucas e Nova Mutum, e nos municipios proximos, todos os amigos,aliados e familiares do PIVETA estão incorporados na campanha de Nilson Leitão para o Senado, se brincar o Nilson sai com 70% dos votos da região, aguardem....

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    4
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    4
    0

    Roberto não a lugar algum.

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    11
    4

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    18
    2

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606