Blog do Romilson Cuiabá, 01 de Outubro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

JUDICIÁRIO

CNJ deve punir com aposentadoria Perri e pôr fim a grupos no Tribunal

Desembargador Orlando Perri   O Conselho Nacional de Justiça deve "punir" também com aposentadoria compulsória o desembargador Orlando de Almeida Perri. Ele foi o único que restou dos grupos que vivem queda-de-braço dentro do Tribunal de Justiça, o que acabou proporcionando uma "explosão" de escândalos no Judiciário estadual. A tendência é que nos próximos três meses não se tenham vencedores e vencidos no Pleno. Do grupo de Perri se aposentou neste ano Paulo Lessa. Uma outra ala foi desfeita com a aposentadoria compulsória do desembargador José Ferreira Leite. Com ele foram para a inatividade os juízes Marcelo Souza de Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio da Silva Neto, Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, Juanita Cruz Clait Duarte, Maria Cristina de Oliveira Simões e Graciema Caravellas. Os desembargadores Mariano Travassos e José Tadeu Cury também foram excluídos da ativa.

    Perri denunciou vários colegas magistrados no período em que atuou como corregedor-geral de Justiça. As acusações culminaram na queda de quase todos acusados de improbidade, corrupção e outros crimes. O problema é que Perri também está sob investigação do CNJ. Os conselheiros tomaram conhecimento da existência de grupos rivais dentro do TJ e, ao saber que só restou Perri e contra este há acusações pesadas, estão determinados a eliminá-lo também.

   Perri foi acusado de fraudar a Identidade, com mudança da data de nascimento, para ter legitimidade com vistas a inscrição para o concurso público à cadeira de magistrado. No dossiê com 35 páginas, estão anexados até Certidão de Batismo da Arquidiocese de Cuiabá, o diploma de bacharel em Direito pela UFMT, CIC e Carteira de Identidade, tudo para sustentar a tese de que teria ocorrido fraude. Segundo a acusação, Perri estava com 24 anos de idade quando da inscrição para concurso de juiz e, então, teria alterado a data de nascimento, com vistas a atender a exigência do edital e permitir sua inscrição no concurso.

    Uma outra denúncia contra Orlando Perri foi feita pelo advogado Marcos Souza de Barros, que move uma ação popular. Ele é irmão do juiz Marcelo Souza de Marros, um dos 10 magistrados punidos com a compulsória pelo CNJ. Acusa Lessa e Perri de, enquanto presidente e corregedor-geral (2007/2009), respectivamente, fazerem pagamentos ilegais a magistrados e servidores do Judiciário mato-grossense. No caso de Perri, aponta-o como omisso diante das irregularidades supostamente cometidas. Pede que os bens dos dois sejam bloqueados. Somente a esposa de Lessa, Déa Maria de Barros e Lessa, hoje aposentada, recebeu R$ 2 milhões a título de vencimento, representação do cargo comissionado, vantagem pessoal, gratificação de nível superior e adicional de tempo de serviço. O filho do casal, Fabio Helene Lessa, embolsou de vantagens mais R$ 124,8 mil.

(Às 11h) - Desembargador diz que processo foi arquivado e não vê risco de punição

   Orlando Perri se mostrou revoltado com a matéria acima. Segundo ele, a denúncia sobre suposta falsificação de documento foi arquivada tanto pelo CNJ quanto pelo Supremo Tribunal Federal. "Houve representação e o ministro Gilson Dipp determinou arquivamento. Recorreram outras vezes e todas denúncias foram arquivadas", explica o ex-corregedor-geral de Justiça. "Essa questão está sepultada", completa Perri. Para ele, não há qualquer fundamento na informação sobre eventual punição pelo CNJ com sua aposentadoria compulsória. Admite, porém, que há rumores nesse sentido desde o início deste ano.

   Quanto à acusação de que fora omisso no pagamento de vantagens indevidas para magistrados e servidores, no período em que respondia como corregedor-geral e, Paulo Lessa, como presidente, o desembargador Orlando Perri destaca que a Corregedoria não tem atribuição de fiscalizar os atos da Presidência e que, portanto, nada tem a ver com o caso.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Laura | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 22h35
    0
    0

    Se for, irá tarde.

  • João | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 17h45
    0
    0

    QUE ABSURDO! SE ISSO ACONTECER, RASGO MINHA OAB E VOU SER BANDIDO!!!!!!!!!

  • Marcos | Segunda-Feira, 14 de Junho de 2010, 17h30
    0
    0

    Marcos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

VAGA NA CÂMARA

Maiores apostas do DEM em Cuiabá

Por 01/10/2020, 10h:38 - Atualizado: 01h atrás

michelly alencar 680

Michelly Alencar no lançamento de sua campanha à vereadora pela Capital, com a primeira-dama Virgínia Mendes

O DEM de Cuiabá tem 25 no páreo a vereador e, por não lançar candidato a prefeito, o que enfraquece a chapa de proporcionais, a projeção é de eleger no máximo dois à Câmara.

Postar um novo comentário

ENGENHARIA E AGRONOMIA

Sob clima tenso, Crea-MT elege presidente nesta 5ª

Por 30/09/2020, 21h:51 - Atualizado: 30/09/2020, 21h:53

joao valente 680

Sob clima tenso, marcado por embates na Justiça, ameaças e acusações mútuas, quatro candidatos disputam nesta quinta, 1º de outubro, a presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Postar um novo comentário

CORRIDA AO SENADO

Agro rachado em 3 candidaturas; os Maggi e Mauro reforçam Fávaro

Por 30/09/2020, 16h:51 - Atualizado: 30/09/2020, 16h:53

Leopoldo Silva

carlos favaro 680

Os primos Blairo e Eraí Maggi se juntaram ao governador Mauro Mendes para reforçar a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro, do PSD.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luiz Dutra | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 09h40
    1
    1

    Realmente os Grupos Maggi e Bom Futuro e as multinacionais do Agronegocios apoiam o Favaro, mais 80% dos pequenos e médios produtores de MT, estão apoiando o Nilson Leitão, que sempre os defendeu contra os Barões.

BASE NA CÂMARA

Bolsonaro recompõe quadro de vice-líderes e mantém Medeiros

Por 30/09/2020, 10h:53 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:55

bolsonaro vice-lideres 680

O presidente Jair Bolsonaro e os novos vice-líderes do Governo na Câmara Federal, entre eles José Medeiros

O presidente Bolsonaro deu mostras de que continua tendo o deputado mato-grossense José Medeiros, candidato a senador pelo Podemos, na cota de aliados fiéis e de confiança.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Geniltom Malheiros | Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020, 09h42
    0
    0

    Sempre encherido, querendo aparecer perto do Bolsonaro, que apoia a Cel.Fernanda pra o Senado e não o Medeiros, puxa-sacos.

LERO-LERO

Copiando bordão do irmão na campanha à vereadora

Por 30/09/2020, 10h:04 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:06

giseli almeida 680

A apresentadora de TV Giseli Almeida usa em sua campanha à vereadora por Cuiabá o mesmo bordão explorado por vários anos pelo irmão Sérgio Ricardo, na época em que também concorreu à Câmara Municipal e a prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Carlos aleluia santos | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 21h49
    0
    1

    Carlos aleluia santos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CABEÇÃO | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 14h02
    4
    2

    O QUE INOJA NA POLÍTICA SÃO INDIVÍDUOS COMO ESSE SERGIO RICAÇO, QUANDO FOI DEPUTADO FAZIA UM MONTE DE AÇÕES EM BENEFÍCIO DOS POBRES, ATÉ CASA ELE DAVA, DEPOIS DE ALCANÇOU SEUS OBJETIVOS FINANCEIROS NUNCA MAS FEZ NADA,RAÇA INFAME

VÁRZEA GRANDE

Para Jayme, é normal chegar água nas torneiras a cada 2 dias

Por 29/09/2020, 20h:51 - Atualizado: 29/09/2020, 20h:55

Geraldo Magela

jayme campos 680

O senador Jayme Campos, prefeito de fato, mas não de direito, tem passado apurado em Várzea Grande.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • mario | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h16
    7
    3

    normal com os problemas que esta ai no dae de vg né,ga,biarras, instalaçoes clandestinas etc... pq voces campos tiveram decadas no poder e não consertaram esse negocio da agua, não vem com desculpas djaime e nem djulinho, vcs foram incompetentes, hoje vg poderia estar livre desse problemas, mas vcs só olhao para vcs mesmos.

  • eve | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h09
    7
    2

    Quem mandou eleger esses tipos de politicos que so pensão em poder. Aprende Varzea Grande, foi eleito pelo povo .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 08h38
    9
    3

    Agora é a hora de tirar esses campos do poder.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2608