Blog do Romilson Cuiabá, 24 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Debate interno

Curado fica com orçamento e Lessa com a "bomba" do sistema prisional

Curado fica com orçamento e Lessa com bomba do sistema prisional

  Fernando Ordakowski
 


Paulo Lessa conduz nova pasta de Justiça e Direitos Humanos e Diógenes Curado segue com a Segurança Pública

   A matemática da reestruturação do governo Silval Barbosa (PMDB) multiplicou o número de secretarias, dividiu uma pasta e diminui o orçamento. A conta não parece muito lógica, já que a ideia de desmembramento da antiga secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) era a de somar esforços para resolver problemas latentes no Estado. De um lado, a Segurança Pública (Sesp), que se manteve no comando de Diógenes Curado, tem o foco nas ações que visam preparar o setor para a Copa de 2014, de outro, o desembargador aposentado Paulo Lessa recebeu a missão de, à frente da Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), cuidar do sistema carcerário.

   Lessa mal teve tempo para se inteirar das suas funções e, duas semanas depois de assumir o cargo, se deparou com o relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que apresenta duras críticas ao sistema prisional de Mato Grosso. A situação apontada foi alarmante. O juiz coordenador do mutirão Luis Lanfredi chegou a classificar as unidades prisionais como verdadeiras bombas-relógio, sem requisitos mínimos para funcionamento e disse que o sistema era um depósito de humanos.

   A declaração pública aumentou a cobrança sobre a responsabilidade do secretário. O relatório aponta falta de estrutura, de servidores, déficit de vagas nos presídios e morosidade no trâmite dos processos judiciais. As constatações não surpreenderam nem Lessa, nem Curado, mas o desembargador aposentado acredita que será possível resolver todos esses problemas. “Se eu não acreditasse, não estaria nessa pasta”, disse o secretário de Justiça e Direitos Humanos.

   Apesar do otimismo, para solucionar esses problemas, Lessa terá, primeiro, de conseguir arrumar a própria casa. A estrutura da Sejudh é precária e, assim como no sistema prisional, ele também se depara com a falta de recursos humanos e financeiros. “Temos que consertar o automóvel com o motor ligado e o carro andando”, desabafou.  A tarefa é complicada. O projeto de lei que, de fato, cria a pasta ainda precisa ser estruturado e aprovado pela Assembleia, o que só acontecerá depois do recesso. Enquanto isso, Lessa tem participado de reuniões com Curado para discutir o projeto de estruturação da secretaria, mas as ações ainda não saíram do papel.

   Para Curado, a situação é mais tranquila. Ele permanece como ordenador de despesas das duas pastas, que seguem sem orçamentos individuais. Como Silval não esconde que a prioridade de sua gestão é a Copa de 2014, passando por aí uma série de ações na área de segurança pública, o secretário não deve sofrer baixas e ainda tem a vantagem de estar em processo de contratação dos aprovados no concurso. A pasta já tem confirmados recursos do governo federal para o equipamento do Centro Integrado de Comando de Controle (CICC), principal projeto do setor para os próximos anos.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • manoel | Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2011, 10h20
    0
    0

    Senhor Romilson faça uma reportagem sobre os proventos dos diretores das unidades prisionais de mato grosso, que vc irá se deparar com verdadeiros heróis.Diante de todas estas informações do CNJ, O SISTEMA PRISIONAL SERIA MUITO PIOR, SE NÃO TIVESSEM PESSOAS QUE "TENTAM"MELHORARAR O SISTEMA TRABALHANDO COM HONESTIDADE. TANTO OS DIRETORES QUANTO OS AGENTE PENITENCIÁRIOS!!!

  • carlo silva | Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2011, 09h54
    0
    0

    Desembargador, o senhor entrou na maior barca furada! Tanto o senhor e o seu companheiro Curado, só estão aí pra dar o lastro moral que o governo de silval, henry e cia ltda não tem!

  • Claudio Lopes | Sexta-Feira, 21 de Janeiro de 2011, 09h46
    0
    0

    É preciso que se reveja os salários de diretores de cadeia pública. É muita responsabilidade prá pouco pão, senhor Secretário. São heróis em manter tranquilo o sistema diante da realidade prisional de MT.

VISITA

Ministra em agenda do agro em Cuiabá

Por 23/09/2020, 22h:46 - Atualizado: 06h atrás

tereza cristina 680

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) visita Cuiabá na próxima segunda (28).

Postar um novo comentário

SOJICULTORES

Aprosoja vai renovar diretoria e, por enquanto, um se lança à presidência

Por 23/09/2020, 20h:01 - Atualizado: 08h atrás

fernando cadore 680

Com cerca de 7 mil associados, a Aprosoja-MT, entidade que representa a categoria de sojicultores que detém o maior peso da economia estadual, escolherá seu novo presidente e outros 11 da diretoria em 9 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Caio Oliveira | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 21h06
    0
    0

    Aproenoja...

  • Jose | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h55
    0
    0

    A aprosoja ao invés de se preocupar com as queimadas fica fazendo propaganda pra reforma administrativa

PLANTAÇÃO E COLHEITA

A estratégia de Mauro para 2021

Por 23/09/2020, 15h:25 - Atualizado: 23/09/2020, 15h:30

mauro mendes 680

Independente da busca ou não da reeleição, Mauro Mendes está convicto de que, a partir do próximo ano, irá elevar a popularidade, inclusive em setores, como do funcionalismo público e do agronegócio, que torceram o nariz e fizeram protesto contra o governo por causa das reformas implementadas.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Marlan | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h15
    3
    3

    ...QUE OS ANJOS DIGAM AMEM...

  • Rafael | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h34
    5
    4

    Oportunista.... Usou do poder público para ressuscitar as suas empresas.... O povo tá de olho...

  • O ATALAIA | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h27
    8
    4

    Se não fosse em época de campanha política já era dificil de acreditar. Como MM tem. Interesse na eleição de seu senador e de prefeito aí, fica muito difícil de o eleitor acreditat, aliás, ele, ja tem a fama de prometer durante a campanha e virar as costas apos vitória. Quem quiser acredite!...

MARKETING ELEITORAL

Efeito-Selma afasta candidatos do marqueteiro Brasa; veja contratados

Por 23/09/2020, 07h:34 - Atualizado: 23/09/2020, 07h:39

junior brasa 680

Mesmo com o mercado do marketing eleitoral aquecido em MT com duas campanhas majoritárias paralelas, de prefeito e de senador, Junior Basa, até então bastante requisitado, não fechou contrato ainda com nenhum dos principais candidatos.

Postar um novo comentário

TUDO DE NOVO

Nova votação do relatório da CPI na 5ª e base do prefeito tem desfalque

Por 22/09/2020, 20h:31 - Atualizado: 22/09/2020, 20h:36

chico 2000

A nova votação em plenário do relatório da CPI do Paletó pode acontecer já na quinta (24) e, desta vez, em pleno período eleitoral e sob risco do prefeito investigado Emanuel Pinheiro ter um voto a menos entre os vereadores. É que Chico 2000 saiu de licença e o substituto Ralf Leite está impedido pela Justiça de assumir a cadeira.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Francisco Antonio de Almeida | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 09h40
    3
    1

    É hora destes vereadores pensarem melhor e refazer seus votos pela aplicação da moralidade e derrubada da corrupção. Orgulhen-se de um dia poderem contar aos seus filhos que lutaram por um Cuiabá e um BRASIL melhor.

  • carol dantas | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 08h42
    3
    0

    companheiro é companheiro.. e fdp é fdp !

SAINDO DA RESERVA

3 vice das maiores cidades agora querem cadeira de titular

Por 22/09/2020, 17h:44 - Atualizado: 22/09/2020, 17h:52

welinton marcos 680

Três vice-prefeitos que ocupam mandatos entre as 10 maiores cidades mato-grossenses agora querem a cadeira de chefe do Executivo, com ou sem apoio dos atuais prefeitos.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2605