Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Meio ambiente

Daldegan deixa Sema; PP indica 2 e procurador Jenz deve ser escolhido

Secretário Luis Daldegan, do Meio Ambiente   Luís Henrique Daldegan não conseguiu o respaldo técnico e político necessário para sobreviver no cargo de secretário de Meio Ambiente com a chegada do governo Silval Barbosa (PMDB), que toma posse no próximo dia 31. Com isso, vai deixar o primeiro escalão junto com quase todos os 22 secretários. O PP dos deputados José Riva e Pedro Henry acertou com Silval para indicar o substituto de Daldegan, um sinal de que os progressistas tendem a fechar apoio ao peemedebista na disputa à sucessão estadual. Um dos nomes cotados é do procurador do Estado Jenz Prochnow Júnior. Embora seja indicação política, Jenz tem atuação eminentemente técnica. Hoje ele atua como subprocurador-geral fiscal da PGE e a tendência é que seja nomeado oficialmente na Sema. Corre por fora e também com respaldo do PP Afrânio Cesar Migliari, ex-secretário-adjunto de Mudanças Climáticas da pasta do Meio Ambiente. Está lotado atualmente na secretaria de Desenvolvimento Rural.

    Não é de hoje que o Paiaguás sofre pressão política para mudar o comando do Meio Ambiente. O governador Blairo Maggi vem resistindo porque encontrou em Daldegan, embora com dificuldades de articulação, um aliado que se voltou ao trabalho mais técnico e que ajudou o governo a superar estatísticas negativas. Cabe à Sema fiscalizar ilícitos ambientais, licenciamentos de empreendimentos em propriedades rurais e implementar política de recursos hídricos, já que busca avaliar a qualidade de projetos, como de irrigação, e ainda monitorar a água dos principais rios.

    Luís Daldegan atravessou períodos de crise aguda na Sema, com operações policiais, busca e apreensão dentro da secretaria, prisão de servidores, madeireiros e outros empresários. Aos poucos, foi conseguindo tirar Mato Grosso das piores números sobre desmatamento e queimadas na Amazônia. Pará assumiu o topo. Daldegan começou a difundir, como avanço no setor, o Programa Mato-Grossense de Legalização Ambiental Rural, embora não tenha sigo regulamentado ainda, já que depende de amarrações a leis federais. O MT Legal disciplina as etapas do processo de licenciamento ambiental de imóveis da zona rural. Na prática, sugere mapear e restaurar os passivos ambientais e fazer a preservação de áreas que compõem as matas ciliares e nascentes.

    O secretário saiu em defesa da imagem de Maggi, difundido internacionamente como "estruprador da Amazônia". Agora, com respaldo até de Ongs, o governador é tido, na concepção de Daldegan, como "gestor preocupado com as questões ambientais".  A Sema, com um quadro de 800 pessoas e um orçamento anual de R$ 76 milhões, iniciou uma fiscalização mais dura. Embargou várias áreas, além de aplicar multas milionárias.

   Apesar disso, o governo enfrenta problemas de gestão. Não tem segurança jurídica e documental nos processos, o que "trava" principalmente as propriedades rurais. Às vezes, o proprietário ingressa com pedido de Licença Ambiental Única (LAU) e surgem questionamentos sobre desmate feito há algum tempo, o que leva a Sema a fazer checagem, inclusive em áreas consolidadas. Isso empurra por alguns meses a conclusão da análise processual.

Enquete: Você concorda com a saída de Daldegan do comando d

Você concorda com a saída de Daldegan do comando da Sema

Sim - já vai tarde ( Votos: = 64.72% )
 
 
Não - deveria continuar na pasta ( Votos: = 28.12% )
 
 
Sei lá! ( Votos: = 7.16% )
 
 

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.

Postar um novo comentário

Comentários (98)

  • RAUL | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 15h16
    0
    0

    Cara, ficou feio pra voce eim . deveria ser demitido mesmo... isso eah pouco pra pessoas falsas,, ainda tenta negar,, eah inutil mesmo..

  • PAULA TEJANO | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 11h03
    0
    0

    PAULA TEJANO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CAR o filho da LAU. | Quinta-Feira, 04 de Março de 2010, 10h27
    0
    0

    CAR o filho da LAU., Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

MARKETING

Marqueteiro Rayel conduz Emanuel à reeleição

Por 21/09/2020, 09h:29 - Atualizado: 01h atrás

carlos rayel 680

O prefeito Emanuel Pinheiro, empurrado à reeleição por 12 partidos, formando o maior arco de alianças de todas as candidaturas, fechou contrato para a campanha com Carlos Rayel.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h03
    1
    0

    Não vai ter trabalho, vai ajudar Emanuel ganhar já no primeiro turno.

Antero conduz 3 campanhas

Por 21/09/2020, 09h:16 - Atualizado: 01h atrás

antero de barros 680

O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros não vai atuar na campanha de Roberto França a prefeito de Cuiabá, como citado por este Blog. É que lhe falta tempo. Estará à frente de três outros projetos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria da gloria | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h56
    0
    0

    Comitê da maldade,vai tar SORRTO....AGUENTA

Sorje e Antero no marketing de França

Por 20/09/2020, 17h:27 - Atualizado: 20/09/2020, 17h:44

lucio sorje 680

O jornalista, empresário e apresentador de TV Lúcio Sorje será o marqueteiro da campanha de Roberto França a prefeito de Cuiabá. E vai contar com consultoria e suporte de Antero de Barros.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • marta | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h30
    0
    0

    não elegendo o prefeito do video ja esta bom

  • Eleitor | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h00
    0
    0

    Grandes profissionais de comunicação mais é dificil remar contra a maré, além do candidato ter sido pessímo gestor inclusive fazendo imprestimos em nome dos servidores para pagar salários ela ainda esta apoiado pelo Governador que tem a maior rejeição na Historia de Mato Grosso é tão rejeitado que foi vaiado incessante na Cidade de Sinop na frente do Presidente. Portanto, estão trabalhando e recebendo por isso e não estão fazendo campanha para o melhor! Vencendo ou perdendo as eleições eles vao receber pelo trabalho árduo que defender quem tem uma rejeição monstruosa.

  • Carlos | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 08h58
    0
    0

    Como diz aquele ditado: quem bate esquece mas quem apanha sempre irá se lembrar! Os servidores guardam muitas lembranças do Roberto França e vão retribuir nas urnas as muitas coisas boas que receberam dele!

CABO ELEITORAL

Apoio a Fernanda e vamos ver o que acontece, diz Bolsonaro

Por 20/09/2020, 08h:35 - Atualizado: 20/09/2020, 08h:39

fernanda bolsonaro galli 680

Rubia Fernanda e primeiro-suplente ao Senado da chapa Victório Galli posam para fotografia ao lado de Bolsonaro

Na visita, na última sexta, a dois municípios do Nortão, Jair Bolsonaro voltou a comentar que desde antes da pandemia já havia lançado e defendido o nome da tenente-coronel Rubia Fernanda para o Senado, na suplementar em MT inicialmente marcada para abril e que acabou adiada para 15 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Moisés | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 08h52
    5
    0

    Chega ser patética tal situação da Fernanda e Galli com tanta notícias falsas, Bolsonaro não deu a mínima para esses dois na vinda a Mato Grosso

  • Heraldo | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 07h00
    3
    0

    Nada contra essa Militar e Candidata Rubia Fernanda, mais que experiência tem essa cidadã e qual o serviço prestado a Mato Grosso para já querer ser SENADORA DA REPÚBLICA ? Nada, infelizmente é uma leiga, despreparada politicamente, ou seja vai ser um fracasso total lá em Brasília. Que vergonha se o povo Matogrossenses cair nesse conto de vigário do Bolsonaro.

  • Marcelo | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 22h42
    5
    0

    Essa mulher não decola. É a Joyce de Mato Grosso com o Galli pendurado nela. Vergonha alheia ao ver os vídeos deles tentando colar no Presidente e ele pedindo para afastar.

VISITA PRESIDENCIAL

Quem é o produtor que articulou a sonora vaia ao governador

Por 19/09/2020, 21h:32 - Atualizado: 20/09/2020, 18h:42

mauro mendes 680

A sonora vaia recebida pelo governador Mauro Mendes, durante pronunciamento ao lado do presidente Bolsonaro, sexta, em Sinop, foi articulada pelo polêmico e emblemático Antonio Galvan, presidente da Aprosoja.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • todeolho | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h53
    6
    0

    Agora entendo do pq a APROSOJA falar mal de servidores públicos na midia, não conseguiram comprar os servidores e tomou multa.

  • neguinha | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h01
    4
    1

    Pois é ele foi punido por plantio irregular, e vejo muitos os defendendo, deve ser os mesmos que criticam as queimadas. Aí fica difícil punir os culpados. Não sou a favor de muitas atitudes do governo mais ai defender que esta fazendo coisa errada e com certeza contribui para as queimadas em Mato Grosso.

  • Advair | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 21h37
    32
    15

    Uma salva de palmas a esse produtor rural, fez a vontade de milhões de matogrossenses!!👏👏👏👏👏

VISITA PRESIDENCIAL

Um deputado chamado de chato pelo presidente Bolsonaro

Por 19/09/2020, 12h:58 - Atualizado: 20/09/2020, 17h:26

xuxu 680

Produtores e políticos, entre eles Xuxu Dal Molin (último da esq. p/ dir.), posam para fotografia ao lado de Bolsonaro

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), candidato a prefeito de Sorriso, passou por constrangimento e foi chamado de chato pelo próprio Jair Bolsonaro, que visitou a região ontem.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Rogerio Padovan | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h21
    0
    0

    Rogerio Padovan, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Realista | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 21h22
    20
    10

    É como já ouvi por aí; "um chato não tolera outro chato".

  • camila | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 20h24
    31
    1

    chato , arrogante , grosso , mal educado , um deputado extremamente grosso . Adorei ele levou exatamente o que faz com todos na al.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2603