Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

PALÁCIO PAIAGUÁS

Em busca da reeleição, Silval tenta conter ação de assessores-problemas

Em busca da reeleição, Silval tenta conter assessores-problemas

  Fernando Ordakowski

O governador Silval Barbosa e os seus assessores Eder de Moraes (Casa Civil) e Nico Baracat (Chefia de Gabinete)

    Após superar, de pé, várias crises e bombardeios nos últimos três meses, o governador e candidato à reeleição Silval Barbosa (PMDB) se depara agora com uma questão paroquial e que o incomoda porque está acontecendo no próprio gabinete, no Palácio Paiaguás. O seu novo chefe de Gabinete, ex-deputado Nico Baracat, nomeado mediante pressão por cargos e espaço da velha guarda peemedebista, está sendo acusado de "vazar" informações sigilosas para os adversários, um deles o ex-colega do PMDB e hoje principal concorrente nas urnas Wilson Santos (PSDB). Para piorar, Nico e o secretário-chefe da Casa Civil Eder de Moraes estão em conflitos. Ambos se tornaram assessores-problemas. Partiram para conspirações mútuas, o que pode fragilizar a retaguarda e as estratégias políticas que surgem dentro do Paiaguás.

    Silval comentou para alguns assessores que não aceita mais atuar como bombeiro para apagar incêndios e que está avaliando a possibilidade de exonerar os dois. Só não tomou essa decisão ainda porque considera o momento muito delicado, afinal, entrou agora nos três meses finais da campanha eleitoral. O governador já havia sido alertado sobre o fato de Nico ser considerado um "desagregador político" e que para a função de chefe de Gabinete não teria o perfil ideal. Mesmo assim preferiu nomeá-lo. Primeiro, para frear a pressão da velha guarda do PMDB que, capitaneada pelo cacique do partido Carlos Bezerra, batia duro por cargos. Em princípio, Nico se articulava para assumir a secretaria de Infraestrutura, mas o governador não deu brecha para esse pleito.

     O Paiaguás entendeu que, embora com o estilo polêmico, Nico poderia contribuir mais com o governo por ser mais político, ter acumulado experiência como deputado estadual e vice-prefeito de Várzea Grande e estar "antenado" nas articulações de bastidores, além de ser da Executiva regional e ter participação decisiva nas decisões do PMDB. O problema é conviver com o clima de desconfiança. Silval fica constrangido em dispensá-lo de algumas reuniões estratégicas.

    O governador tenta conter também a investida de Eder, que saiu "chamuscado" do tiroteio disparado pela oposição por causa do escândalo do superfaturamento na aquisição de maquinário. Com a renúncia de Blairo Maggi do comando do Estado, Eder foi remanejado da Fazenda à Casa Civil. Assim que explodiu o escândalo, caíram os secretários Vilceu Marchetti (Infraestrutura) e Geraldo de Vitto (Administração), enquanto Eder foi mantido no primeiro escalão, sob argumento de que não tivera participação no processo licitatório, a não ser autorizar pagamento dentro do que fora orientado. Para não expor as fragilidades do governo, Silval vai buscar esconder Eder e Nico neste período de campanha. O problema, porém, é que ambos fazem questão de se aparecer.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • RUSE TORRES | Terça-Feira, 29 de Junho de 2010, 07h38
    1
    0

    CÁCERES É UM DOS POLOS POLITICOS MAIS DIFICEL PARA O SILVAL, E PARA ATRAPALHAR MAIS, ESSE NICO BARACATE, VEM EM UMA REUNIÃO PARTIDARIA DO PMDB E QUANDO FOI QUESTIONADO POR UM MEMBRO DO DIRETÓRIO MUNICIPAL(EU) SOBRE UMA MATERIA PUBLICADA PELO JORNALOESTE, ONDE FALAVA DO NOSSO GOVERNADOR, SIMPLISMENTE RESPONDEU¨QUEM NÃO ESTIVER COM SILVAL, SERA TRATADO COMO INIMIGO¨.ISSO ELE FEZ REFERENCIA AO EXECUTIVO CACERENSE. MEU NOBRE GOVERNADOR, COM UM AMIGO COMO ESSE(NICO), NÃO PRECISA DE INIMIGO. em politica é somar e não subtrair.

  • andre ricce | Terça-Feira, 29 de Junho de 2010, 06h19
    1
    0

    andre ricce, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Salim Abdala | Segunda-Feira, 28 de Junho de 2010, 22h35
    1
    0

    Silval, para ajudar Nico e Eder vamos convocar Rodrigues Palma, Walter Rabelo, Chico Daltro e Zuzo Malouf ou seu pai para ajudar voces no governo. O Dep Guilherme Malouf se empolgou tanto que ja desistiu de ser candidato a reeleicao de Deputado. Ja pessou um Malouf Cuiabano, é muito para o povo. Mas nos merecemos. Votamos temos que alguentar sem reclamar

ELEIÇÃO AO SENADO

Pivetta abandona Euclides e sinaliza para apoio a Leitão

Por 26/09/2020, 10h:30 - Atualizado: 55min atrás

nilson leit�o 680

O vice-governador Otaviano Pivetta dá sinais de que apoiará Nilson Leitão (PSDB) ao Senado e não mais Euclides Ribeiro (Avante). O curioso é que foi o próprio Pivetta quem apresentou Euclides ao presidente regional do PDT, Allan Kardec, na expectativa de ambos construírem aliança para o pleito de 15 de novembro.

Postar um novo comentário

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 25/09/2020, 20h:20

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Luiza de Jaciara | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h21
    0
    0

    Luiza de Jaciara, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    9
    3

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    19
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    9
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Rodolfo Schinaider | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h25
    0
    1

    Aqui em Lucas e Nova Mutum, e nos municipios proximos, todos os amigos,aliados e familiares do PIVETA estão incorporados na campanha de Nilson Leitão para o Senado, se brincar o Nilson sai com 70% dos votos da região, aguardem....

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    2
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    11
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    18
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    28
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    20
    26

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    14
    20

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606