Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

INVESTIGAÇÃO

MCCE vê silêncio geral diante da corrupção

   O arauto do combate à corrupção em Mato Grosso, Antonio Cavalcante Filho, o Ceará, se mostra preocupado com a omissão das entidades e instituições e com a falta de unidade da população na luta por uma "política limpa". Entende que esse silêncio contribui para manter Mato Grosso um dos Estados onde há mais políticos de todas as esferas envolvidos com escândalos de desvio de recursos públicos. À frente do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) desde 1999, Ceará conta que sente a desmotivação das pessoas em só reclamar nos bares e não nos palcos certos, como, por exemplo, na caminhada contra a corrupção ocorrida em 9 de dezembro, em Cuiabá, quando não conseguiu reunir 30 pessoas.

 Fernando Ordakowski

Antonio Cavalcante se sente isolado na luta contra a corrupção e pede mobilização, sob pena de "tudo piorar"

   Ceará entende que o medo acaba calando as pessoas. Ele mesmo já sentiu na pele a intimidação política que sufoca Mato Grosso. Em 2008, uma semana após ter feito representação contra Júlio Campos, foi seguido e ameaçado na rua juntamente com a filha. Registrou ocorrência, mas nada foi feito até hoje. “Posso estar sozinho, mas me sinto como um cidadão que faz sua parte”, relata. Aponta como prova de que o povo não se integra politicamente é o fato de apenas 10% do eleitorado mato-grossense ter assinado o movimento “Ficha Limpa”. O quadro, segundo Ceará, demonstra que falta também mobilização das entidades sindicais para ajudar no envolvimento da população.

   Para se ter uma ideia, das 36 entidades que assinaram participação no MCCE em 1999, só três ainda continuam, sendo elas a Subsede do Sintep de Cuiabá, onde o coordenador do Movimento trabalho, a OAB e a ONG Moral. O restante das entidades está inserida, mas não comparece aos atos propostos. Mesmo assim, a luta continua e o MCCE se orgulha de ter conseguido a cassação do primeiro deputado federal por Mato Grosso por compra de votos. Trata-se de Rogério Silva. Destaca que também levantou a questão da improbidade administrativa da vereadora e deputada Chica Nunes. Houve ainda atenção da mída nacional quando o movimento lavou a calçada do antigo prédio da Assembleia Legislativa por causa do escândalo envolvendo membros da Mesa Diretora da época, como José Riva e Humberto Bosaipo.

   De acordo com Ceara, uma década depois, nada mudou. Os escândalos se sucedem e, observa, se a sociedade não tomar conta dos recursos públicos, tudo tende a piorar. Para controlar e assegurar que os políticos saibam que há alguém de olho é que Ceará encara a missão de receber e investigar denúncias sozinho. Ele prefere centralizar os indícios para que dados não vazem antes da hora. Atualmente, sem dar números, ele conta que todos os partidos, sem exceção, têm algum tipo de investigação em andamento pelo MCCE.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Ceará Filho | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 18h10
    0
    0

    Por que o Ceará não pega no pé do Faiad, candidato a deputado federal, pelo Bezerra, amigão do peito?

  • Ana | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 17h36
    0
    0

    Por que esse ceara não vai ajudar Helena a cuidar mais dos entereces dos funcionarios da educação municipal ajuda a brigar por um sálario base mais justo onde hoje é so um minimo ; porque Helena só encherga professor como se a educação fosse feita só com essa classe , e também não venha com a mesma ladainha do curso profissionalizante por que esse muitos de nos ja fizemos mas hoje o que nos queremos é um aumento no nosso salario base e votar a nossa licença premia. Então Ceara tem muita coisa no sintep para vc fazer e não ficar o dia inteiro na sede sentado sem fazer nada pensando em arracar alguma coisa dos politico com esse MCCE que so beneficia vc .

  • Jefferson Neves | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 12h14
    0
    0

    A população deveria deixar de ser passiva, enquanto hj se observa milhares de pessoas amontoadas nas policlínicas por falta de atendimento, poderemos observar que qdo temos um movimento pra lutar pelo direito a saúde, essas mesmas pessoas nem tem o trabalho de sair das suas casas pra manifestar a sua insatisfação, e indignação pela falta de competência dos nossos gestores. O ceará merece todo o nosso reconhecimento e deveria contar também com o nosso apoio físico (Participando dos atos, escrevendo etc...), pois muitas vezes tentam desqualificar o seu trabalho pela falta de mobilização dos que deveriam ser os maiores interessados em seu trabalho. Ceará parabéns e continue com o seu brilhante trabalho.

  • Adriano | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 12h01
    0
    0

    Não há o que ser feito, infelizmente nada pode ser feito, a não ser na mão armada e com luta e revolta popular. Atualmente o executivo rouba dos empresarios mediante os contratos para execução de obras e serviços. O legislativo que deveria fiscalizar isto, cobra para ficar quieto mediante cabos eleitorais empregados no executivo e também o principal papel dos legisladores hoje é cobrar comissão para trazer emendas. Já o judiciario recebe uma fortuna para não enxergar isto, afinal, várias denuncias são feitas e nada é julgado. Os tribunais de contas servem somente para enriquecer ainda mais os conselheiros que sempre estragam os belissimos trabalhos que os técnicos fazem. Ou seja, não há o que fazer, a raiz da corrupção já está muito profunda.

  • Chinho | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 10h19
    0
    0

    Esse cidadão que diz ser o honesto, não muito tempo atrás corria contra o que hoje ele prega, se ele tiver memoria boa,ele vai se lembrar, das eleições de 90 e 94 onde pedia voto para canditato atraves de pagamento.

  • chacal | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 08h46
    0
    0

    o deputado federal homero pereira foi flagrado em video, comprando votos nas eleicoes para prefeito de cuiaba, e nada aconteceu . com a palavra o tre.

  • marivaldo | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 08h42
    0
    0

    Ele tem que explicar o silencio do MCCE durante a eleição do SINTEP. Teve até PROMESSA de distribuição de casa como foi noticiado aqui no RDNEWS. Incoerência!

ESTRUTURA E MUDANÇAS

Seduc corta 55% dos servidores da sede e terá ambiente corporativo

Por 22/10/2019, 22h:49 - Atualizado: 04h atrás

Mayke Toscano

otaviano pivetta 680

O prédio cheio de labirinto, onde funciona hoje a secretaria estadual de Educação, em Cuiabá, empregava até o ano passado, no Governo Taques, nada menos que 1.260 servidores.

Postar um novo comentário

EDUCAÇÃO

R$ 496 mil em ares-condicionados; MT só tem 1/3 de escolas climatizado

Por 22/10/2019, 16h:08 - Atualizado: 22/10/2019, 16h:17

marioneide 680 seduc

A secretaria de Estado de Educação, sob Marioneide Klimaschewsk, fechou um contrato de R$ 496,2 mil com a empresa Wanda Comércio de Móveis e Equipamentos na compra de aparelhos de ares-condicionados. Mas esse investimento está muito aquém do necessário para se conseguir climatizar todas as 15.888 salas de aula, ocupadas por 395 mil alunos.

Postar um novo comentário

ESQUEMÃO NO CEPROMAT

Auditoria já citava rombo milionário sob Dentinho, que foi preso hoje

Por 22/10/2019, 11h:10 - Atualizado: 22/10/2019, 11h:17

dentinho 680

O cerco já vinha se fechando contra o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, ex-deputado estadual e ex-presidente do antigo Cepromat (hoje MTI), Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que foi preso nesta terça na operação Quadro Negro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Otávio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h29
    0
    0

    Não é de hoje que o disse-me-disse corre solto nesse sentido. Pensei que fosse passar batido mas essa. Eta Mato Grosso ainda falta muito para uma boa moralização.

CASO INUSITADO

Apenas 2 vão votar e neles próprios

Por 21/10/2019, 19h:40 - Atualizado: 21/10/2019, 20h:46

guilherme maluf 680

Embora com colegiado formado por sete conselheiros titulares, apenas dois vão votar e, curiosamente, neles próprios. Sob um cenário inédito e inusitado, a eleição para renovar a diretoria do TCE-MT acontece em 5 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • joana | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h16
    3
    1

    Simples assim, e ponto final .

  • Seminina | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 22h52
    3
    1

    Caro jornalista, a situação em MT será a mesma o vice acumulará também a corregedoria !

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 21/10/2019, 16h:54

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luciano | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 18h33
    4
    1

    E você não comenta das empresas do Botey e do Jayme porque?

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 21/10/2019, 12h:56

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antônio Joaquim do nascimento neto | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 21h06
    0
    0

    Tem um matérial aqui sobre as calamidade de alto paraguai 93443569 chama eu passo pra vc

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    5
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2438