Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

POLÊMICA

MPE intima Educação para completar quadro docente em período eleitoral

MPE intima Educação a completar quadro docente em período eleitoral

Rosa Neide, que comanda a Seduc   Há quatro meses no comando da Educação, que detém a maior estrutura das 24 secretarias da máquina estadual, Rosa Neide, indicada pelo PT para substituir Ságuas Moraes, se vê acuada por uma situação que, na análise do Ministério Público, se enquadra como ingerência e falta de planejamento. Alunos estão sendo prejudicados pelo déficit de professores neste período eleitoral. O MPE aponta necessidade de se ampliar o quadro docente em cerca de 3 mil. A Educação entende, porém, que a contratação de 500 é suficiente. A solução efetiva só virá mesmo após as eleições. Enquanto isso, a secretária busca, mesmo de forma paliativa, adotar medidas que evitem que milhares de alunos tenham o ano letivo prejudicado.

   Toda a confusão começou devido ao vencimento de contratos e acúmulo de pedidos de licença dos educadores para cuidar de parentes, ter filhos ou em consequência de problemas de saúde. Num Estado com extensões continentais, como é o caso de Mato Grosso, essas questões pontuais geraram uma bola de neve. Preocupada com a situação, a Seduc apresentou um requerimento junto ao TRE solicitando a contratação de 500 professores durante o período eleitoral. O pedido foi negado nesta quinta (26). O Pleno entende que o problema é uma questão de gestão pública e que, portanto, não cabe ao TRE gerenciar o caso - veja mais aqui.

   Esta não é a primeira vez que as aulas nas escolas públicas são prejudicadas pela falta de organização durante o período eleitoral. Em 2006, o MPE multou em R$ 5 mil o então governador Blairo Maggi (PR) e a secretária da época Ana Carla Muniz por contratação irregular de funcionários. Neste ano, o MPE instaurou inquérito civil para investigar responsabilidade da Seduc por não ter adotado medidas com vistas a prevenir que alunos da rede pública fiquem sem aula nesta época. O MP questiona também o não preenchimento das 2 mil vagas oferecidas no concurso homologado desde 30 de junho. Vê falta de planejamento e ingerência - saiba mais aqui.

    Versão oficial

    A Seduc, por sua vez, discorda da avaliação e classifica como subjetiva a análise do MPE. Pondera que desde março vem realizando consulta junto ao TRE para verificar se a educação poderia ser incluída nas chamadas exceções previstas na lei eleitoral para fins de contratação temporária, devido a sua essencialidade para a sociedade. Salienta que a resposta negativa do TRE só ocorreu 14 dias antes da proibição. Rosa Neide afirma que a pasta tem procurado, de forma transparente, o auxílio legal para a solução do problema, já que esta questão foge dos limites da previsibilidade. Ela convocou reunião para segunda (30) com assessores jurídicos e pedagógicos da Seduc. 

    Entre as medidas que podem ser adotadas está o remanejamento dos professores, que já fazem parte dos quadros da Seduc, a extensão da carga horária dos já contratados para evitar buscar novos profissionais e convocação de concursados para as cadeiras, embora esta seja a menos provável, apesar do apelo do MPE. Outro plano seria ingressar com um requerimento junto ao TSE para tentar obter o direito de contratação.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • fatima | Domingo, 29 de Agosto de 2010, 06h50
    0
    0

    Concondo com a pessoa que disse que a SEDUC está abarrotada de professores. Eles só sabem cobrar de nós professores, se acham o dono da verdade e fazem de tudo para não voltar para a sala de aula(procuram fulano aqui, beltrano ali...)Tem professores que são da prefeitura e do estado e estão nesse órgão!Só sabem mandar e criticar nós professores. Tá cheio de professora de português, pedagogas na SEDUC. Mande-as para a sala! Licença médica é consequência das péssimas condições em que damos aulas.Desvio de função também.

  • joao cuiabano | Domingo, 29 de Agosto de 2010, 00h23
    0
    0

    a culpa é do sobrinho da serys candidata a deputada federal pensa que cuiabano é besta, o nome dele,pesquisa pro ces ve

  • Rodrigo Fernando de Amorim | Sábado, 28 de Agosto de 2010, 22h40
    0
    0

    O candidato Mauro Mendes já falou que vai nomeiar todos os que passaram no mega concurso que o Sr Blairo fez a maior propaganda foi as escolas pousou de salvador cheio de pucha saco anularam por fraude apontaram culpados mais nimguem foi punido e o atual governador na abre a boca para a educação ai Silval vai ou não vai nomear os que passaram no Mega Concurso .

MARKETING

Marqueteiro Rayel conduz Emanuel à reeleição

Por 21/09/2020, 09h:29 - Atualizado: 02h atrás

carlos rayel 680

O prefeito Emanuel Pinheiro, empurrado à reeleição por 12 partidos, formando o maior arco de alianças de todas as candidaturas, fechou contrato para a campanha com Carlos Rayel.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h03
    2
    0

    Não vai ter trabalho, vai ajudar Emanuel ganhar já no primeiro turno.

Antero conduz 3 campanhas

Por 21/09/2020, 09h:16 - Atualizado: 02h atrás

antero de barros 680

O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros não vai atuar na campanha de Roberto França a prefeito de Cuiabá, como citado por este Blog. É que lhe falta tempo. Estará à frente de três outros projetos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria da gloria | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h56
    0
    0

    Comitê da maldade,vai tar SORRTO....AGUENTA

Sorje e Antero no marketing de França

Por 20/09/2020, 17h:27 - Atualizado: 20/09/2020, 17h:44

lucio sorje 680

O jornalista, empresário e apresentador de TV Lúcio Sorje será o marqueteiro da campanha de Roberto França a prefeito de Cuiabá. E vai contar com consultoria e suporte de Antero de Barros.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • marta | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h30
    0
    0

    não elegendo o prefeito do video ja esta bom

  • Eleitor | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h00
    0
    0

    Grandes profissionais de comunicação mais é dificil remar contra a maré, além do candidato ter sido pessímo gestor inclusive fazendo imprestimos em nome dos servidores para pagar salários ela ainda esta apoiado pelo Governador que tem a maior rejeição na Historia de Mato Grosso é tão rejeitado que foi vaiado incessante na Cidade de Sinop na frente do Presidente. Portanto, estão trabalhando e recebendo por isso e não estão fazendo campanha para o melhor! Vencendo ou perdendo as eleições eles vao receber pelo trabalho árduo que defender quem tem uma rejeição monstruosa.

  • Carlos | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 08h58
    1
    0

    Como diz aquele ditado: quem bate esquece mas quem apanha sempre irá se lembrar! Os servidores guardam muitas lembranças do Roberto França e vão retribuir nas urnas as muitas coisas boas que receberam dele!

CABO ELEITORAL

Apoio a Fernanda e vamos ver o que acontece, diz Bolsonaro

Por 20/09/2020, 08h:35 - Atualizado: 20/09/2020, 08h:39

fernanda bolsonaro galli 680

Rubia Fernanda e primeiro-suplente ao Senado da chapa Victório Galli posam para fotografia ao lado de Bolsonaro

Na visita, na última sexta, a dois municípios do Nortão, Jair Bolsonaro voltou a comentar que desde antes da pandemia já havia lançado e defendido o nome da tenente-coronel Rubia Fernanda para o Senado, na suplementar em MT inicialmente marcada para abril e que acabou adiada para 15 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Moisés | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 08h52
    5
    0

    Chega ser patética tal situação da Fernanda e Galli com tanta notícias falsas, Bolsonaro não deu a mínima para esses dois na vinda a Mato Grosso

  • Heraldo | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 07h00
    3
    0

    Nada contra essa Militar e Candidata Rubia Fernanda, mais que experiência tem essa cidadã e qual o serviço prestado a Mato Grosso para já querer ser SENADORA DA REPÚBLICA ? Nada, infelizmente é uma leiga, despreparada politicamente, ou seja vai ser um fracasso total lá em Brasília. Que vergonha se o povo Matogrossenses cair nesse conto de vigário do Bolsonaro.

  • Marcelo | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 22h42
    5
    0

    Essa mulher não decola. É a Joyce de Mato Grosso com o Galli pendurado nela. Vergonha alheia ao ver os vídeos deles tentando colar no Presidente e ele pedindo para afastar.

VISITA PRESIDENCIAL

Quem é o produtor que articulou a sonora vaia ao governador

Por 19/09/2020, 21h:32 - Atualizado: 20/09/2020, 18h:42

mauro mendes 680

A sonora vaia recebida pelo governador Mauro Mendes, durante pronunciamento ao lado do presidente Bolsonaro, sexta, em Sinop, foi articulada pelo polêmico e emblemático Antonio Galvan, presidente da Aprosoja.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • todeolho | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h53
    10
    2

    Agora entendo do pq a APROSOJA falar mal de servidores públicos na midia, não conseguiram comprar os servidores e tomou multa.

  • neguinha | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 09h01
    8
    3

    Pois é ele foi punido por plantio irregular, e vejo muitos os defendendo, deve ser os mesmos que criticam as queimadas. Aí fica difícil punir os culpados. Não sou a favor de muitas atitudes do governo mais ai defender que esta fazendo coisa errada e com certeza contribui para as queimadas em Mato Grosso.

  • Advair | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 21h37
    33
    21

    Uma salva de palmas a esse produtor rural, fez a vontade de milhões de matogrossenses!!👏👏👏👏👏

VISITA PRESIDENCIAL

Um deputado chamado de chato pelo presidente Bolsonaro

Por 19/09/2020, 12h:58 - Atualizado: 20/09/2020, 17h:26

xuxu 680

Produtores e políticos, entre eles Xuxu Dal Molin (último da esq. p/ dir.), posam para fotografia ao lado de Bolsonaro

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), candidato a prefeito de Sorriso, passou por constrangimento e foi chamado de chato pelo próprio Jair Bolsonaro, que visitou a região ontem.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Rogerio Padovan | Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 10h21
    0
    0

    Rogerio Padovan, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Realista | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 21h22
    20
    11

    É como já ouvi por aí; "um chato não tolera outro chato".

  • camila | Domingo, 20 de Setembro de 2020, 20h24
    33
    1

    chato , arrogante , grosso , mal educado , um deputado extremamente grosso . Adorei ele levou exatamente o que faz com todos na al.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2603