Blog do Romilson Cuiabá, 30 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Estratégia

Pela reeleição, deputado volta a explorar na TV a tragédia familiar

Deputado Valtenir Pereira   A tragédia vivida pela família com o assassinato do pai quando ainda era adolescente e a luta pela formação acadêmica e busca por Justiça até conseguir colocar o criminoso na cadeia volta a ser explorada pelo deputado Valtenir Pereira (PSB) em sua campanha à reeleição. Ele usa quase todo tempo do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV para lembrar o episódio. Enfatiza também os embates jurídicos no decorrer de 2003, enquanto defensor público do Estado, para conseguir vagas em UTIs para pacientes que se encontravam em desespero em meio à crise na saúde.

   A esperança de Valtenir é da retórica sobre exploração da tragédia familiar e de sua biografia resultar em comoção e votos, como aconteceu em sua primeira campanha para deputado. Ele é um dos cinco filhos do casal de agricultores Valdivino e Lúcia. Nasceu em São Lourenço de Fátima, distrito de Juscimeira (a 157 km ao Sul de Cuiabá). Em 1983, aos 11 anos, ficou órfão do pai, assassinado com cinco tiros pelo ex-prefeito Zé Guia. Valtenir foi engraxate, vendedor de picolé, office-boy, balconista e se formou em Direito aos 22 anos, assim como os demais irmãos. Considera ter contribuir para fazer Justiça quando, duas décadas depois, Zé Guia foi condenado e preso.

    Depois de ter sido considerado o "zebra" do pleito de 2006, Valtenir concorre a novo mandato por uma coligação que só tem dois nomes com visibilidade eleitoral, o dele próprio e do empresário Eduardo Moura, seu suplente hoje. Ambos se enfrentaram nas urnas há quatro anos pela mesma coligação e Valtenir conquistou a vaga por uma diferença somente de 436 votos. Obteve 52.401, enquanto Eduardo chegou a 51.965. Para a coligação Mato Grosso Melhor Pra Você (PSB, PDT, PPS e PV), que tem o empresário Mauro Mendes como candidato a governador, assegurar desta vez uma cadeira na Câmara precisa alcançar o quociente eleitoral de 200 mil votos. Se ambos repetirem a votação de 2006 vão chegar a 104 mil votos. Nesse caso, os demais concorrentes precisam contribuir muito com os votos de legenda.

    O deputado socialista é daqueles que "não desistem nunca". Aposta no que chama de "trabalho de formiguinha". Conta ter contribuído para levar investimentos em quase todos os municípios. Embora não admita, Valtenir, presidente regional do PSB, conseguir montar boa estrutura de campanha e o caixa só não está melhor por causa de brigas travadas com Mendes no período de definição de rumo e de coligação. Por alguns meses, Valtenir foi acusado de conspirar contra o projeto majoritário e de negociar aliança com o Palácio Paiaguás, que tem o governador Silval Barbosa (PMDB) na corrida à reeleição.

    Concorrência

    Ele registra uma carreira "meteórica". Defensor público licenciado, Valtenir começou no PT e se elegeu vereador por Cuiabá em 2004, com 5.068 votos. Dois anos depois, chegou a deputado. Em 2008, disputou e obteve votação decepcionante para prefeito da Capital. Agora, seu sonho é ser reconduzido para uma das oito cadeiras da bancada mato-grossense na Câmara. A mesma expectativa é alimentada por outros 95 candidatos, entre os quais seis que já ocupam cadeira de federal, sendo eles Homero Pereira e Wellington Fagundes (ambos do PR), Carlos Bezerra (PMDB), Eliene Lima (PP), Thelma de Oliveira (PSDB) e o próprio Valtenir. Embora esteja em campanha, Pedro Henry (PP) está inelegível, enquanto Carlos Abicalil (PT) é candidato a senador.

Postar um novo comentário

Comentários (35)

  • JHÔI | Terça-Feira, 24 de Agosto de 2010, 21h12
    0
    0

    Paula, fique tranquila, todos que foram em Brasilia e tiveram a oportunidade de verem o nobre deputado em jejum trabalhando na hora do almoço, votarão nele. Agora, quem ficou aqui em MT esperando o resultado do trabalho...

  • Paula | Terça-Feira, 24 de Agosto de 2010, 12h37
    0
    0

    Acho incrivel alguem dizer que o Deputado Valtenir não fez nada. Conseguiu várias casas para ´diversos municipios do estado, varas do trabalho e federal, está sempre apoiando os trabalhadores em lutas sindicais. Quem ja esteve em Brasília viu que ele é o deputado que mais trabalha, não para nem pra comer. E é isso que recebe INGRATIDÃO. Todo mundo tem sua história e é normal e de praxe todos os candidatos apresentarem sua história para a sociedade. Incrivel mesmo é esse site dar enfâse para este fato, deve haver algum interesse por trás né? Quero ver se vão publicar o meu comentário. Quanta hipocrisia.

  • RAY | Terça-Feira, 24 de Agosto de 2010, 08h04
    0
    0

    Eu ja tinha alertado para esse fato, e logo em sequida vem os pais do menino KAITO, para ser candidato a vereador, um vez que ele e cabo eleitoral do Valtenir, mais é assim se projetar com a desgraça dos outros....

HOMENAGEM

Turma do Pedal e 64 anos de Blairo

Por 29/05/2020, 19h:48 - Atualizado: 04h atrás

pedal blairo 680

Mesmo fora da vida pública, Blairo Maggi continua bastante prestigiado, carrega conceito de bom gestor e se tornou referência para muitos políticos de MT.

Postar um novo comentário

Rondonópolis

Ato anti-vereadores por enterro de CEI terá pizza de 10 metros

Por 29/05/2020, 17h:45 - Atualizado: 06h atrás

cei rondonpolis 10

Vereadores de Rondonópolis, uma das cidades mais politizadas do Estado, enterraram no último dia 22 um pedido de investigação contra o prefeito Zé do Pátio e, com isso, provocaram a ira do Movimento Popular, que neste sábado realiza um ato de protesto na praça Brasil.

Postar um novo comentário

LEGISLATIVO

Deputados perdem tempo com projetos inconstitucionais

Por 29/05/2020, 11h:47 - Atualizado: 29/05/2020, 11h:51

Fablício Rodrigues

assembleia fachada 680

Vários deputados têm se debruçados em propostas que, ao final, resultam em nada de concreto. Não se atentam à constitucionalidade dos projetos, mesmo tendo à disposição corpo jurídico.

Postar um novo comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 29/05/2020, 07h:56

selma arruda 680

Juíza aposentada e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo Povoas | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h47
    4
    6

    Não preocupe não, em dezembro terá a eleições para o Senado, e esse Senador-BIONICO Carlos Favaro será expurgado do Senado, pelo cidadão Júlio José de Campos, que é um homem preparado e popular, que vai ocupar com dignidade o lugar da Dra Shelma Arruda. Xau Favàro, o breve.

  • Saulo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 09h36
    6
    10

    Senadora Selma, tá muito claro a manobra pro Favaro assumir, Eduardo Cardoso petista era seu advogado, Tofoli que deu a liminar também petista, isso é vergonhoso, tem que ter um meio de denunciar isso.

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Aldo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h54
    3
    0

    Não sei quem é mais sem noção, quem fala isso ou quem acredita! Brasil a deriva.

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    9
    3

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    7
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Humberto Nunes (cerimonialista) | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h55
    2
    2

    Falta de respeito e ignorantes em protocolo e cerimonial, Senador é mais importante que Deputados, Prefeitos ou Secretários de Estado. O Sen.Carlos Favàro deveria ter retirado do local imediatamente em protesto pelo desacato. Falhou também o seu colega Wellington Fagundes em não chamar atenção do Cerimonial, pois a ofensa não foi ao cidadão Favàro mais sim a instituição Senado Federal.

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    9
    25

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    18
    34

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2549