Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Palácio Paiaguás

Por cargos, "notáveis" do PMDB já têm lista para apresentar a Silval

Ex-deputado Nico Baracat   Há 20 anos sem conquistar a principal cadeira do Palácio Paiaguás e com sede de poder, peemedebistas liderados pelo cacique Carlos Bezerra já definiram ate uma lista de "notáveis" e filiados históricos para apresentar a Silval Barbosa, que assume a cadeira de governador a partir de 31 de março, com a renúncia de Blairo Maggi (PR). Por mais que o vice-governador tenha mandado recado, no sentido de assegurar que não aceita interferência do seu partido e de nenhuma outra legenda, as pressões por cargos aumentam. Como Silval ponderou, por outro lado, que é natural que o seu partido venha ocupar alguma secretaria, os filiados se animaram por espaço na máquina e se articulam nos bastidores.

   O ex-deputado estadual e ex-vice-prefeito de Várzea Grande, Nico Baracat, é um dos que, nos bastidores e alheios à vontade de Silval, têm "mapeado" algumas das 24 secretarias. Ele não admite, mas seu próprio nome surge na lista como opção para a secretaria de Infraestrutura, mesmo com a decisão conjunta de Maggi e Silval de manter no cargo Vilceu Marchetti. Também são lembrados Luiz Antonio Possas de Carvalho, antigo advogado de Bezerra, inclusive para comandar a pasta da Fazenda. Trata-se de outra secretaria que Silval não pretende fazer mudança no primeiro escalão. Quer continuar com Eder de Moraes, que entrou até para a equipe de coordenadores de sua pré-campanha à sucessão estadual.

   Outro peemedebista que vive expectativa de integrar o staff de Silval é Aldo Romani, ex-secretário de Indústria e Comércio da gestão Bezerra, que foi governador de 87 a 90. Figura na lista como possível secretário de Administração. Recém-formado em Direito, Carlos Miranda, lotado no gabinete de Bezerra, se mostra afoito porque seu nome foi cogitado para conduzir a Casa Civil. O ex-superintendente do Incra-MT, advogado Elarmim Miranda, seria secretário de Justiça e Segurança Pública. Há outros nomes de peemedebistas como espécie de "cartas na manga" a serem apresentados ao futuro governador, como do também advogado Clóvis Cardoso, outro que já conduziu o Incra no Estado.

    A tendência é que Silval, que passou a ser cortejado por causa da perspectiva de poder, continue resistindo às pressões. Outros partidos tidos como aliados também começam a cobrar fatura. O peemedebista precisa estar com as atenções voltadas ao mesmo tempo para a composição do primeiro escalão, em meio a líderes afoitos por cargos, para a administração estadual em si e, ainda, para o projeto de reeleição.

Postar um novo comentário

Comentários (27)

  • Junior | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 00h13
    0
    0

    Junior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • anamariasousamelo | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 08h41
    0
    0

    Bezerra, se encherga deixa Sival em paz.

  • Ze Cuiabano | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 06h41
    0
    0

    Bezerra...cai fora...Mato Grosso nao te quer mais...desconfia...vai trabalhar...chega de mamar nas tetas do povo...chega me dar um calafrio quando penso que esse sujeito pode voltar a comandar MT...seu governo foi um desastre...um governo de perseguiçao...Sinval, mantenha a atual equipe de Secretariado.

  • Nelson Marques | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 05h47
    0
    0

    Coitado do Silval , esta velharada do PMDB vai cair em cima dele igual urubú na carniça. Vai precisar de muita paciência e coragem para conduzir o processo de montegem de seu staff.

  • Edson Mattos | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 21h48
    0
    0

    O único indicado de Carlos Bezerra que já ví trabalhar sério é um rapaz que assumiu a Funasa, que eu nem sei o nome dele. Mas já foi substituído por outro, acho que porquê não rezou na cartilha do Bezerra.

  • EDUARDO | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 20h06
    0
    0

    O Sival tem que fazer a distribuição dos cargos para os partidos que vão lhe apoiar para governar o resto do pleito e com capacidade de mostrar um bom trabalho até a eleição,não ficar somente amarrado no PMDB.

  • alexandre | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 19h52
    0
    0

    É para acabar mesmo ainda não aconteceu nem a eleição e essa turma já começa a falar quem vai mandar e aonde vai mandar o povo já ta de olho nessa turma, eles vão ver e que vão ganhar e só espera.

  • Jaime | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 18h43
    0
    0

    O pmdb não vê a hora de assumir o comando, e não adianta o Sinval dizer que não aceita pressão, quem manda é o Bezerra e o resto obedece ! Sinval não é ninguem, não apita nada !

  • jorge | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 18h31
    0
    0

    A volta da turma do bezerra é uma tragédia para o povo de mato grosso...pelo amor de Deus não votem nessas possoas vão acabar com Mato Grosso de novo.

  • João | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 17h52
    0
    0

    Espero que o vice-governador pense bem e lembre-se que está prestes a disputar uma eleição. Eu que já não tenho muita simpatia a candidatura dele (menos ainda À tucana do Wison e coronelistas de Djaiminho) ... só falta "Bezerra e SUA Turma O RETORNO"!!!! Têm alguma próxima opção ???? HELP

ESTRUTURA E MUDANÇAS

Seduc corta 55% dos servidores da sede e terá ambiente corporativo

Por 22/10/2019, 22h:49 - Atualizado: 09h atrás

Mayke Toscano

otaviano pivetta 680

O prédio cheio de labirinto, onde funciona hoje a secretaria estadual de Educação, em Cuiabá, empregava até o ano passado, no Governo Taques, nada menos que 1.260 servidores.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Alberto | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 07h39
    1
    1

    E no prédio da Seduc vai ser o que? A Cooperlucas?

EDUCAÇÃO

R$ 496 mil em ares-condicionados; MT só tem 1/3 de escolas climatizado

Por 22/10/2019, 16h:08 - Atualizado: 22/10/2019, 16h:17

marioneide 680 seduc

A secretaria de Estado de Educação, sob Marioneide Klimaschewsk, fechou um contrato de R$ 496,2 mil com a empresa Wanda Comércio de Móveis e Equipamentos na compra de aparelhos de ares-condicionados. Mas esse investimento está muito aquém do necessário para se conseguir climatizar todas as 15.888 salas de aula, ocupadas por 395 mil alunos.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Crítico | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 21h00
    1
    0

    Essa SECRETARIA não é do PT.

ESQUEMÃO NO CEPROMAT

Auditoria já citava rombo milionário sob Dentinho, que foi preso hoje

Por 22/10/2019, 11h:10 - Atualizado: 22/10/2019, 11h:17

dentinho 680

O cerco já vinha se fechando contra o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, ex-deputado estadual e ex-presidente do antigo Cepromat (hoje MTI), Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que foi preso nesta terça na operação Quadro Negro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Otávio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h29
    1
    0

    Não é de hoje que o disse-me-disse corre solto nesse sentido. Pensei que fosse passar batido mas essa. Eta Mato Grosso ainda falta muito para uma boa moralização.

CASO INUSITADO

Apenas 2 vão votar e neles próprios

Por 21/10/2019, 19h:40 - Atualizado: 21/10/2019, 20h:46

guilherme maluf 680

Embora com colegiado formado por sete conselheiros titulares, apenas dois vão votar e, curiosamente, neles próprios. Sob um cenário inédito e inusitado, a eleição para renovar a diretoria do TCE-MT acontece em 5 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • joana | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h16
    3
    1

    Simples assim, e ponto final .

  • Seminina | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 22h52
    3
    1

    Caro jornalista, a situação em MT será a mesma o vice acumulará também a corregedoria !

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 21/10/2019, 16h:54

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luciano | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 18h33
    6
    1

    E você não comenta das empresas do Botey e do Jayme porque?

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 21/10/2019, 12h:56

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antônio Joaquim do nascimento neto | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 21h06
    0
    0

    Tem um matérial aqui sobre as calamidade de alto paraguai 93443569 chama eu passo pra vc

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    5
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2438