Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Dezembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Sob Cunha, Judiciário será mais duro para recuperar a imagem arranhada

25/02/2010, 07h:50 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

 Fernando Ordakowski
Desembargador Paulo Cunha

   Em meio a um ambiente tenso, sob desgaste e muitas brigas internas, os magistrados tendem a ser, a partir de agora, mais duros em suas decisões para superar a imagem manchada do Judiciário mato-grossense, após o Conselho Nacional de Justiça "condenar", por unanimidade, 10 à aposentadoria compulsória, entre eles os desembargadores José Tadeu Cury, o ex-presidente José Ferreira Leite e o presidente Mariano Travassos. São acusados de desviar cerca de R$ 1,5 milhão de recursos públicos para beneficiar a loja maçônica Grande Oriente. O esquema começou em 2003, quando os envolvidos criaram uma cooperativa de crédito vinculada à maçonaria, da qual Ferreira Leite era grão-mestre.

   Apesar da existência de um impasse sobre se o vice-presidente Paulo Cunha, que está hospitalizado sob suspeita de ter contraído dengue hemorrágica, deve assumir automaticamente o comando do Tribunal de Justiça ou se haverá uma nova eleição, a leitura corrente nos meios jurídicos e políticos é de que a postura da maioria dos magistrados deve mudar a partir de agora. Agentes públicos considerados fichas-sujas podem ver seus processos serem retirados da gaveta para um julgamento mais célere. Outros que estão cassados e que se sustentam nos cargos por força de liminares temem sofrer revés. Há temor de ganhar corpo uma campanha de "caça às bruxas", já alimentada nos bastidores por muitos magistrados. Muitos estão envergonhados com o novo escândalo.

   Paulo Cunha, que só não está na presidência por causa do problema de saúde, é oriundo do Ministério Público. Tem fama de linha dura e cobrará mais rigor dos magistrados para melhorar a imagem da Justiça mato-grossense, afinal, este foi o segundo escândalo nacional em 11 anos. Em 1999, o então juiz Leopoldino do Amaral denunciou a maioria dos 20 desembargadores da época por uma série de crimes, como venda de sentença, fraudes em concurso público e até ligação com traficantes. Leopoldino foi assassinado um mês depois no Paraguai.

    Agora, o CNJ pune sete juízes e três desembargadores por montar um esquema que, por alguns anos, transformou a Justiça numa espécie de filial de maçonaria, o que mostra indícios de corrupção e de transgressão à lei. O mais grave é que essa postura partiu de autoridades que deveriam atuar como paradigma para a sociedade.

    Auditoria do CNJ e levantamento da Polícia Federal comprovam os pagamentos indevidos a magistrados. Foram incriminados e retirados da ativa os três desembargadores (Tadeu Cury, Travassos e Ferreira Leite) e os juízes Marcelo Souza de Barros e Marcos Aurélio dos Reis Ferreira, que se aproveitaram dos altos cargos ocupados dentro da administração da corte para receber créditos e também para determinar o pagamento de benefícios aos demais acusados, sendo eles Antônio Horácio da Silva Neto, Irênio Lima Fernandes, Juanita Cruz da Silva Clait Duarte, Graciema Ribeiro de Caravellas e Maria Cristina Oliveira Simões.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Marilene Dias de Moura | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2010, 21h07
    0
    0

    Procurador Paulo Cunha, pessoa de conduta ilibada, competentíssima, sem dúvida, vai levantar o moral do TJMT. O TJMT tem Magistrados competentíssimos e tenho certeza que se unirão ao Dr. Paulo.

  • Guilherme Filho | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2010, 17h07
    0
    0

    Opa!!! Finalmente uma luz no fim deste obscuro túnel. Oxalá o nosso Judiciário tome mesmo essa atitude de moralização.

  • MARIA FLAVIA | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2010, 16h42
    0
    0

    MARIA FLAVIA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

RUMO A 2022

Fávaro e Pivetta ensaiam novo round

Por 04/12/2020, 16h:11 - Atualizado: 08h atrás

carlos favaro otaviano pivetta 680

Rompidos politicamente desde 2016 e com sangue nos olhos até hoje, Carlos Fávaro (PSD) e Otaviano Pivetta (sem partido) ensaiam, desde já, outro round, agora projetado para 2022.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Lindaura de Souza | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 19h57
    3
    1

    A insistência desse veículo de mídia em dá um valor político que o Piveta não tem é de uma suspeição grande. Piveta é desagregador, mau Eduardo, intransigente e insuportável. Não virá nada sozinho.

  • Arruda | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 19h18
    3
    1

    Esse Piveta é só confusão . Na hora H corre e deixa todos de moes atados . Eu não confio nele .

  • Eleitor | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 16h47
    23
    2

    Na briga entre os dois eu torço para a briga. Porque ambos detestam servidores publicos e trabalhadores de uma forma geral...

CÂMARA MUNICIPAL

Oposição em Cuiabá já vive racha por causa da eleição da Mesa

Por 04/12/2020, 11h:50 - Atualizado: 04/12/2020, 11h:52

kassio coelho 680

O bloco de oposição em Cuiabá já vive clima de racha por causa da eleição da Mesa Diretora.

Postar um novo comentário

EFEITO-CASSAÇÃO

À espera da navalha em Avalone

Por 03/12/2020, 23h:38 - Atualizado: 03/12/2020, 23h:43

saturnino masson 680

Saturnino Masson, que completou 76 anos no último dia 24 e se encontra hoje no banco de reserva, voltará a ocupar cadeira de deputado estadual se o titular Carlos Avalone for cassado pela Justiça Eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gutemberg Abreu | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 09h36
    7
    0

    Aqui em Alto Garças houve um flagrante de um carro de vereador distribuindo cestas básicas e foi lavrado Boletim. Com a palavra o TRE.

DISPUTA NA AMM

Oposição se reforça com apoio do governador e Léo vice de Maurão

Por 03/12/2020, 16h:11 - Atualizado: 03/12/2020, 16h:14

leo maurao 680

Prefeito reeleito de Primavera do Leste, Léo Bortolin (MDB), entra como vice de Maurão Rosa na disputa pela AMM

Neurilan Fraga enfrenta reviravolta que pode resultar em sua derrota à reeleição para presidente da AMM, apesar de várias manobras que vem fazendo para se perpetuar no poder.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Fernando | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 09h33
    4
    0

    Antecipar a votação de janeiro para Dezembro seria o mesmo que os vereadores da atual legislatura que foram derrotados pudessem eleger o presidente da câmara para o ano que vem, sendo que muitos deles nem reeleitos foram. Outra coisa, venhamos e convenhamos ridícula essa mudança no regimento interno onde é permitido eleger para Presidente alguém que não exerce mais a função de prefeito. Se isso ocorrer na ucemat tbm imagina os milhares de ex vereadores mundo a fora que poderam se candidatar.

  • Edmalvadeza | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 07h12
    8
    7

    AGORA COM O APOIO DO MAURO MENDES, O MAURÃO PODE PERDER A ELEIÇÃO KKKK O MAURO MENDES APOIOU ROBERTO FRANÇA E ABILIO E ELES LEVARAM LAPADA....

  • ABRAM OS OLHOS PREFEITOS | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 20h32
    13
    0

    Neurilan Fraga quer se perpetuar no poder igual ao ex-presidente da CNM Paulo Ziulkoski! Ficar 02 biênios comandando uma entidade que é mantida com recursos públicos, sem ao menos ser PREFEITO, se beneficiando de 25 mil reais mensais, mais as benesses que o cargo oferece e fazendo manobras jurídicas com a coordenadora jurídica Débora Faria para privar os prefeitos eleitos de escolherem que os representará e um absurdo. É VERGONHOSO que os prefeitos compactuem com essa palhaçada.

GESTÃO EMANUEL

7 secretários reassumem após campanha vitoriosa em Cuiabá

Por 03/12/2020, 11h:41 - Atualizado: 03/12/2020, 11h:43

wanderlucio rodrigues 680

Os sete secretários que se afastaram para atuar na campanha à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, vitorioso no segundo turno, já voltaram à ativa ontem.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Eduardo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 20h03
    6
    5

    Turma do paletó, vamos trabalhar. Promessas é dúvidas.

  • pedro | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 15h43
    9
    2

    só quero ver, a entrada e saida do parque cuiaba , na rodovia palmiro paesde barros, se vão melhorar aquele asfalto feio cheio de ondulaçoes e quando chove vira uma lagoa, vamos ver secretario....

  • Rodrigo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 14h37
    0
    0

    Rodrigo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

DERROTAS ACUMULADAS

Procurador Mauro é octa

Por 02/12/2020, 22h:47 - Atualizado: 02/12/2020, 22h:55

procurador mauro 680

Com mais uma reprovação nas urnas, na suplementar ao Senado do último 15 de novembro, o procurador da Fazenda Nacional, Mauro de Lara, do radical Psol, se torna octacampeão em derrotas em pleitos majoritários e proporcionais.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Eduardo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 20h01
    3
    0

    Só aparece em época de eleição. Malandragem de sobra, pois trabalho nada.

  • Roberto Ferreira | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 13h47
    4
    0

    trabalhar é coisa de facista!

  • Paulo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 11h59
    13
    4

    Ja tinha falado aqui esse infeliz não ganha nem jogo de par ou ímpar, ou seja curte umas férias prolongadas a cada 02 anos sem falar nas licenças premia, férias e rescesso. Ou seja, esse senhor não trabalha e ganha o dinheiro público de graça e o pior é que tem gente que concorda. IMORAL.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2637