Blog do Romilson Cuiabá, 03 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Perfil

Sob Silval, classe política volta ao poder e poda "efeito empresário"

Governador Silval Barbosa   A reeleição do governador Silval Barbosa (PMDB) representa uma vitória da classe política, mesmo daquelas lideranças que, nas eleições gerais deste ano, estiveram na oposição, como o senador Jayme Campos, cacique político do DEM (ex-PFL). Os políticos, sob o peemedebista, voltam a ser representados num cenário, que tinha se transfomado em campo aberto para avanço do segmento empresarial.

   Blairo Maggi quebrou a tradição do Palácio Paiaguás ser comandado por político. Dos anos 1980 para cá, o Estado esteve sob Frederico Campos, Júlio Campos, Carlos Bezerra, Jayme Campos e Dante de Oliveira, todos da safra de políticos "carreiristas". Em 2002, Maggi se apresentou com um discurso forte e inovador. Propagava ser empresário de sucesso, disposto a impor um novo jeito e estilo de fazer política, com transparência, honestidade, sem amarras políticas e com muita vontade para trabalhar. Tentou o tempo todo se desvincular dos políticos tradicionais, embora tivesse sido primeiro-suplente do senador já falecido Jonas Pinheiro, inclusive ocupado cadeira no Senado por quatro meses, em 1999. Jonas era um político nato. A administração Maggi deu tão certa que acabou reeleito em 2006, também no primeiro turno.

   A partir daí, criou-se espectativa de que a classe política dificilmente voltaria a comandar administrativamente o Estado mato-grossense, que tem o agronegócio como principal locomotiva do seu desenvolvimento. De um lado, empresários se uniram e, de forma preconceituosa, começaram a rotular políticos como desonestos e responsáveis por escândalos na vida pública.

    Todos iguais

    O problema é a última gestão Maggi se mostrou igual a dos antecessores. Surgiram denúncias de esquema de corrupção em vários setores do governo, como no Meio Ambiente, na Infraestrutura, na Educação e na Saúde. O escândalo que explodiu no última semana da administração, por causa do superfaturamento de mais de R$ 20 milhões em compra de máquinas pesadas, se tornou o terceiro maior da história do Estado. Perde somente para o Caso Cooperlucas, intrigrante calote superior a R$ 200 milhões aplicado pela Cooperativa Agrícola de Lucas do Rio Verde (Cooperlucas) junto ao Banco do Brasil nas operações de Empréstimo (EGF) e de Aquisição (AGF) do governo federal que aconteceu há 13 anos, e o esquema de corrupção na Assembleia Legislativa no início dos anos 2000 que causaram rombo de aproximadamente R$ 100 milhões.

    Mauro Mendes, segundo colocado nas urnas, seria o perfil empresarial que viria dar continuidade ao estilo Maggi de governar. O eleitor preferiu, porém, eleger um político que era vice do então governador. Assim, a classe política, depois de oito anos, volta a conduzir o Paiaguás com a certeza de que todos, na vida pública, são praticamente farinha do mesmo saco.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • BETH MACHADO | Quinta-Feira, 25 de Novembro de 2010, 09h38
    0
    0

    SENHOR BLAIRO MAGGI, o q é ser políico de Carreira?! governador por duas vezes e agora Senador. O senhor não é político de carreira?! Me explique, pois até agora não entendi. Chega ser hilário.

  • Lauro Portela | Quarta-Feira, 24 de Novembro de 2010, 08h41
    0
    0

    Num Estado Patrimonialista qual a diferença entre "políticos de carreira" e empresários? Nenhum! Todos mamam nas mesmas gordas (cada dia mais secas) tetas dos Estado. Se Blairo quis se travestir de empresário racionalizando o serviço público, foi só maquiagem. Esquemas como os das máquinas super-faturas existiram, existem e vão continuar a existir, por que nossas empresas - sôfregas da iniciativa particular que faz fortunas individuais - vivem do que o Estado paga e, para tanto, viverão a fraudar licitações. Blairo não enfiou o dinheiro público nos bolsos? Pode até ser, ou não podemos provar nada por enquanto. Mas observemos as leis de incentivos fiscais distribuídos exatamente para seu segmento econômico. MT tem uma das maiores rendas percapitas do país, mas tem periferias miserabilíssimas. Enquanto isso, um cara sozinho, gerando pouquíssimos empregos (pois a soja, depois de utilizar a subempregada mão de obra dos "pés inchados", não alimenta muitas bocas), lucra milhões e é o maior plantador de soja individual do mundo.

  • chico | Terça-Feira, 23 de Novembro de 2010, 18h44
    0
    0

    Essa campanha vitoriosa do governador Silval, teve um grande apoio politico, inclusive varias coordenaçoes regionais, de pessoas politicamente e tecnicamente preparadas,(que teve como coordenador geral, o vice Chico daltro) é preciso que o Governador Silval prestigie esses cordenadores que trabalharam e cordenaram de forma plausivel sua campanha.

EM CUIABÁ

Rompido com prefeito Emanuel, vice tem toda equipe exonerada

Por 02/07/2020, 17h:45 - Atualizado: 02/07/2020, 18h:01

niuan ribeiro 680

O vice Niuan Ribeiro, que se tornou adversário político do prefeito da Capital Emanuel Pinheiro, ficou sem toda a estrutura de pessoal do gabinete.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Eduardo | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 00h12
    3
    3

    Funcionalismo público é um cancer. Uma demissão dessa em massa só prova que essas pessoas nem precisavam estar alí recebendo do nosso dinheiro. Isso que arrebenta nosso país, se a política não fosse gananciosa, a vida todos seria muito melhor.

  • jose luis | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 20h09
    11
    10

    GANANCI DE PODER E ESQUECEU COMPANHERISMO ISSO E RESULTADO DO NOBRE NIUAM ,MUDOU DE PARTIDO E AGORA COHE O RESULTADO,ESTAVA INDO BEM COMO VICE E SE ACHOU QUE TINHA ASAS PROPRIAS PARA DEOLAR NOVOS RUMOS ,SE FERRROU

  • Maria | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 19h55
    16
    12

    Prefeito da humanização? Mandou pessoas embora em meio de uma pandemia. Nao pensa nas pessoas? Isso nao é hora de fazer politica ... pisou na bola neneu do paleto

SEM CRISE

Cartório de Rondonópolis fecha junho com faturamento de R$ 2 mi

Por 02/07/2020, 12h:03 - Atualizado: 02/07/2020, 12h:07

cartorio primeiro oficio de rondonopolis 680

Mesmo com a pandemia, carimbos e assinaturas dos cerca de 250 cartórios extrajudiciais de Mato Grosso seguem engrenados como máquina de fabricar dinheiro. Mantêm alto faturamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Chirrão | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 12h42
    6
    2

    NÃO VENDAM SEUS VOTOS.....CORRUPTOS SÓ SOBREVIVEM ASSIM !!

NA PRISÃO

Conselheiro quis preservar o genro e se complicou

Por 01/07/2020, 21h:24 - Atualizado: 01/07/2020, 21h:27

waldri teis 680

Dos cinco conselheiros afastados do TCE-MT desde 2017, o que mais se mostrou fragilizado foi Waldir Teis, preso nesta terça por supostamente tentar ocultar provas. Entrou em processo de depressão. E passou a conviver com outros problemas de saúde, como da próstata. Recentemente ficou cerca de um mês no Paraná, em tratamento.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Joao Luiz | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 19h11
    0
    0

    Joao Luiz, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • O atalaia | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 14h37
    0
    0

    O atalaia, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Márcio | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 12h55
    14
    0

    O que esperar dos conselheiros, indicados por políticos? veja quem está hoje lá e quem é o provável indicado. Os que estão lá, exceto os servidores de carreiras, sabem que honestidade, é um vocabulários que eles não conhecem. Esperar o que deles?

INFRAESTRUTURA

Governador autoriza licitar mais 2 trechos de rodovias e por 30 anos

Por 01/07/2020, 16h:54 - Atualizado: 01/07/2020, 17h:00

Mayke Toscano

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes autorizou ontem a Sinfra a abrir licitação para fazer concessão de mais dois trechos de rodovias estaduais. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h18
    17
    0

    A jogada é a seguinte, a empresa vence que a licitação, que fez o estudo de viabilidade econômica, investe economizando o máximo possível, após a construção das praças de pedágio, faturam por um tempo e depois começa a postergar os investimentos que ela se comprometeu no contrato e o governo finge que nada acontece.

  • Amaral antunes | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 19h54
    25
    0

    O povo paga pra fazer. O povo paga pra usar. O governante terceiriza pra faturar e intitula-se gestor. Patifaria

HOMEM DE CONFIANÇA

Blairo triste com prisão de seu ex-secretário

Por 01/07/2020, 16h:10 - Atualizado: 01/07/2020, 21h:42

blairo maggi 680

A prisão hoje pela Polícia Federal de Waldir Julio Teis, investigado na operação Gerion e flagrado em ocultação de documentos, deixou o ex-governador e ex-senador Blairo Maggi extremamente triste, constrangido e preocupado.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Bananilda | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 09h46
    0
    0

    E essa catota seca no bigode, perto do nariz?

  • Diogo Vargas | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 07h56
    0
    0

    Esse galego tem história no estado de Mato Grosso.

  • Luiz Dutra | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 19h18
    14
    2

    Deve estar com dissenteria, febre, e insonia total o sr.Blairo Maggi, pois o Conselheiro Waldir Teis, foi seu Secretpario de Fazenda, e montou todo esquema doBIC BNCO com relação as cartas de creditos, em parceria com Eder moraes. Se o Waldir resolver fazer delação premiada, o Blairo vai para a cadeia. Aguardem....

NA RESERVA

Um olho à Câmara, outro no Senado

Por 01/07/2020, 11h:15 - Atualizado: 01/07/2020, 11h:20

gisela simona 680

Quem está empolgada com a possível candidatura de Emanuelzinho (PTB) a prefeito de Várzea Grande é a ex-superintendente do Procon de Mato Grosso, Gisela Simona (Pros).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Josefina | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 19h25
    0
    1

    É melhor torcer e apoiar o Deputado Emanuelzinho para Prefeito de Varzea Grande, e assumir a sua vaga na Camara dos Deputado, doque ficar sonhando com o Senado Federal, se por acaso o Faváro não conseguir ficar lá até 2027 e houver uma nova eleição suplementar essa vaga não será de Gisela, mais sim do Julio Campos,Piveta,ou o proprio Carlos Faváro, que tem estrutura de partido e financeira para uma disputa majoritaria. Tenho dito..kkkm[

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2564