Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

PAC

TCU rejeita Consórcio Cuiabano; projetos do PAC devem entrar no rol de obras inacabadas

 Fernando Ordakowski 


Aparecido Alves, do PAC, que continua empacado em Cuiabá e a tendência é entrar na lista de obras inacabadas

    O Tribunal de Contas da União não aceita que o Consórcio Cuiabano, formado pela Três Irmãos, Concremax, Gemini, Lúmen e Encomind, retome às obras do PAC em Cuiabá e Várzea Grande, apesar das empreiteiras terem recorrido à Justiça e reconquistado esse direito. Se persistir, o TCU já avisou que vai considerá-las irregulares. Diante desse pepino e de mais um imbróglio técnico e jurídico, a tendência é que os projetos que deveriam resultar em mais de R$ 400 milhões de investimentos em saneamento e pavimentação asfáltica nos dois maiores municípios mato-grossenses entrem para o rol de obras inacabadas.

   O secretário extraordinário do PAC em Cuiabá, Aparecido Alves, insiste na tese de que as obras vão ser viabilizadas por meio de novos processos licitatórios, depois da reviravolta em torno dos projetos. O problema é que já se vão dois anos nessa "ladainha". Diante de denúncias da Polícia Federal e de reforço do Ministério Público sobre fraudes nas licitações, de modo a direcionar vencedores do certame, a Justiça Federal decretou 11 prisões de servidores, advogados e políticos, bloqueou bens das empresas e travou os recursos federais. Depois, a própria Justiça arquivou as ações da Operação Pacenas porque as escutas telefônicas, principal instrumento de prova das fraudes, foram consideradas nulas.

    As obras que nestes últimos dois anos não tinham sido executadas nem 10% empacaram de vez. Por causa de sua interrupção, moradores de alguns bairros que receberiam investimentos do PAC convivem hoje com ruas esburacadas e com valas que nem foram tampadas. A Prefeitura de Cuiabá prepara recurso para impedir que o Consórcio Cuiabano reassuma os projetos. Em 15 de dezembro, o juiz Márcio Guedes suspendeu o decreto do prefeito Wilson Santos (PSDB) nesse sentido e anulou as novas licitações do PAC. O Consórcio Cuiabano recorreu e obteve liminar para voltar a executá-las. A Procuradoria-Geral do Município vai recorrer da decisão. O que resultaria em investimentos inéditos em saneamento em Cuiabá e Várzea Grande se transformou em pesadelo para os gestores e em frustração e revolta aos moradores.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • mirsho | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 13h21
    2
    2

    Esse PAC serviu pelo menos para uma coisa: DENOTAR A INCOMPETENCIA DO SR WILSON SANTOS.

  • augusto | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 00h28
    3
    0

    Se cuiabá perder o PAC,acho melhor o pinoquio sumir de cuiabá de mala e cuia,pq o povo vai querer linxar.

  • timoneiro | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 20h41
    2
    2

    QUER VE COMO O WILSON PINOQUIO,LOGO VAI ARRUMAR UM CULPADO,POR MAIS ESSA IMCOPETENCIA,OU VAI DIZER QUE E CULPA DO JULIER,OU DO GOVERNADOR BLAIRRO MAGGI,AI EU PERGUNTO QUEM E QUE CONTRATOU O APARECIDO ALVES?COM A PALAVRA O CHEFE DO EXECUTIVO MUNICIPAL DE CUIABA,NO CASO SR PINOQUIO.

  • Silva | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 20h20
    3
    0

    Sem duvidas a falta foco e de apoio do governo do estado as obras do pac de Cuiabá e inrresponsabilidade dos gestores publicos do municipios levam a população o sofrimento pelas obras inacabadas. Quem paga a conta todos sabemos a população que paga inpostos.

  • celso | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 17h42
    1
    2

    SEM DEMAGOGIA, O PAC DE CUIABA E VARZEA GRANDE SO ESTA PARADO CULPA DOS PROPRIOS GOVERNANTES QUE POLITICAMENTE FICAM NO JOGO POLITCO COM O GRUPO DE BLAIRO MAGGI NAO DEIXANDO AS OBRAS ANDAR, OS COORDENADORES DO PAC SAO COMPETENTES EXEMPLO DISSO É O BELO TRABALHO QUE APARECIDO ALVES FEZ NO INTERMAT COM ISSO VARZEA GRANDE FICA TAMBEM PREJUDICADO, E DIGO MAIS SE CONTINUAR COM ESSA GUERRA POLITICA PERDEREMOS A SEDE DA COPA PARA OUTRAS CIDADES VIZINHAS , ATE O PROXíMO COMENTARIO.

  • Mossueto | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 15h57
    2
    0

    Isso que e administração!!! Dificil é conseguir recursos para implementar as obras necessárias para beneficiar a população, mas infelizmente descobrimos que os recursos existem; e os politicos que tem a responsabilidade de aplica-los, digladiam entre si por espaço na midia e negociações espurias entre empreiteiras para buscar o melhor percentual, chegando ao cumulo da justiça ter que intervir para por ordem na casa. Ainda bem que existe muito tempo para a população refletir; e dar um basta nessa safra de incompetentes posicionados, prontos para continuar a farra que estão tentando fazer com o nosso dinheiro, ao invés de aplica-lo nas obras que se destina.

  • ROBSON ANTUNES | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 15h28
    2
    0

    CULPA DO PREFEITO WS QUE COLOCOU CIDO ALVES. O RAPAZ NÃO É ENGENHIRO, NÃO ENTENDE DA ÁREA. TÁ BATENDO CABEÇA!

  • Grazi | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 12h42
    2
    1

    Enquanto outros municípios estão batalhando para busca recursos para obras de saneamento Cuiabá está dvolvendo recurso que foram liberados pela busca e luta da sociedade Cuiabana. E sabem porque dessa devolução? Por incompetencia administrativa. E o POVO Cuiabano é quem sofre com essa incompetencia administrativa. Ruas cheias de buracos, ou sem asfalto, sem esgoto, córregos maltratados, etc....

  • HENRIQUE | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h34
    2
    0

    HENRIQUE, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

ESTRUTURA E MUDANÇAS

Seduc corta 55% dos servidores da sede e terá ambiente corporativo

Por 22/10/2019, 22h:49 - Atualizado: 22/10/2019, 22h:56

Mayke Toscano

otaviano pivetta 680

O prédio cheio de labirinto, onde funciona hoje a secretaria estadual de Educação, em Cuiabá, empregava até o ano passado, no Governo Taques, nada menos que 1.260 servidores.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Gutemberg Abreu | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 09h24
    4
    0

    Isso precisa ser estendido à todos os setores do estado implantando uma gestão eficiente, moderna e humanizada, hoje o que nos constatamos é que o menos importante é o cidadão que precisa dos serviços do estado. Parabéns ao Vice-governador, que vem da iniciativa privada e sabe bem como funciona uma gestão eficiente onde todos ganham. Na Seduc, segundo informações a maioria já tem direito à aposentadoria mas não pede porque não querem perder os penduricalhos nos salários e apenas batem ponto e ficam esperando o final do expediente.

  • andreia | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h40
    5
    0

    Infelismente o povo não contenta com nada tudo é critica, mas pura verdade a seduc cortou muito o efetivo, e esta trabalhando com onumero bem reduzido, parabens Secretaria Martioneide e equipe, Deus dando foça a voces

  • Alberto | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 07h39
    6
    8

    E no prédio da Seduc vai ser o que? A Cooperlucas?

EDUCAÇÃO

R$ 496 mil em ares-condicionados; MT só tem 1/3 de escolas climatizado

Por 22/10/2019, 16h:08 - Atualizado: 22/10/2019, 16h:17

marioneide 680 seduc

A secretaria de Estado de Educação, sob Marioneide Klimaschewsk, fechou um contrato de R$ 496,2 mil com a empresa Wanda Comércio de Móveis e Equipamentos na compra de aparelhos de ares-condicionados. Mas esse investimento está muito aquém do necessário para se conseguir climatizar todas as 15.888 salas de aula, ocupadas por 395 mil alunos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • andreia | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h41
    1
    0

    essa sra. secretaria é competente, força Secretaria, temos que pensar no melhor para nossas escolas

  • Crítico | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 21h00
    5
    0

    Essa SECRETARIA não é do PT.

ESQUEMÃO NO CEPROMAT

Auditoria já citava rombo milionário sob Dentinho, que foi preso hoje

Por 22/10/2019, 11h:10 - Atualizado: 22/10/2019, 11h:17

dentinho 680

O cerco já vinha se fechando contra o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, ex-deputado estadual e ex-presidente do antigo Cepromat (hoje MTI), Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que foi preso nesta terça na operação Quadro Negro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Otávio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h29
    1
    0

    Não é de hoje que o disse-me-disse corre solto nesse sentido. Pensei que fosse passar batido mas essa. Eta Mato Grosso ainda falta muito para uma boa moralização.

CASO INUSITADO

Apenas 2 vão votar e neles próprios

Por 21/10/2019, 19h:40 - Atualizado: 21/10/2019, 20h:46

guilherme maluf 680

Embora com colegiado formado por sete conselheiros titulares, apenas dois vão votar e, curiosamente, neles próprios. Sob um cenário inédito e inusitado, a eleição para renovar a diretoria do TCE-MT acontece em 5 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Maicon | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 09h14
    1
    0

    Presta atenção aí, que só vou escrever uma vez: Aos Tribunais de Contas compete a auto organização administrativa, assim como ocorre em relação aos Tribunais Judiciários, na forma prevista nos arts. 73 e 96 da CF. Logo, essa tão acalentada emenda à constituição estadual é inconstitucional. Por outro lado, o próprio RI do TCE-MT estabelece no § 9º do art. 10 que somente Conselheiros poderão votar e ser votados. Essa é a regra que deverá ser observada, por materializar a competência de auto governo prevista no art. 96, I e II da CF. Os Senhores Substitutos, na interinidade, deveriam é ter se preocupado em "aclarar" o Regimento Interno. A questão, portanto, é se o termo "Conselheiro" do aludido § 9º do art. 10 do Regimento Interno, contempla os Substitutos quando em substituição. Pelo que me lembro, ao longo dos últimos anos, quando o voto de 1 interino não tinha peso para definição da eleição da mesa diretora, sempre se permitiu que o substituto do Bosaipo pudesse votar. Vê-se, portanto, o tamanho do abacaxi a ser descascado. Desse modo, dia 05/11 a eleição será com ou sem emoção?

  • joana | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h16
    3
    1

    Simples assim, e ponto final .

  • Seminina | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 22h52
    3
    1

    Caro jornalista, a situação em MT será a mesma o vice acumulará também a corregedoria !

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 21/10/2019, 16h:54

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luciano | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 18h33
    6
    1

    E você não comenta das empresas do Botey e do Jayme porque?

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 21/10/2019, 12h:56

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antônio Joaquim do nascimento neto | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 21h06
    0
    0

    Tem um matérial aqui sobre as calamidade de alto paraguai 93443569 chama eu passo pra vc

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    5
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2438