Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Não há lado de fora

Por 20/11/2018, 00h:00 - Atualizado: 19/11/2018, 14h:25

Olga_200_fora

Olga Lustosa

Respeitar os outros é um valor melhor compreendido por aqueles que respeitam e valorizam a si mesmos, seus estudos, o pensamento, a crença, a visão de mundo e a constituição familiar. Não é retrógrado aquele acolhe com carinho as ideias concebidas em ambientes que não frequenta.

Podemos falar de tudo: do céu, da terra, de coisas remotas e opostas, transmitindo respeito e compreensão, porque a tolerância é a virtude da moderna democracia pluralista. A tolerância, não é um valor decadente, tampouco um valor subversivo.

Hoje, mais do que nunca, interagimos com pessoas de diferentes etnias, religiões e culturas. Os espaços públicos estão cada vez mais diversificados, refletindo as comunidades que fazem parte do nosso patrimônio cultural. As diferenças vêm de pessoas de todo o mundo e enriquecem nossa cultura, trazem novas ideias e revigoram nossas relações.

As diferenças vêm de pessoas de todo o mundo e enriquecem nossa cultura, trazem novas ideias e revigoram nossas relações

Internamente somos também uma rica mistura de tradições culturais de todos  os cantos do país. Não há, portanto, ponto de partida para descobrir semelhanças, para se conectar e construir relacionamentos plenamente realizados à luz da distinção e do respeito às opções particulares quanto a fé, cultura, política e tudo o mais que constitui o nosso complexo e desacomodado ser.

Diagnosticar uma doença não é o mesmo que curá-la. Estamos conscientes da confusão que as diferenças ideológicas, culturais e religiosas causam nas nossas mentes, porém, não podemos nos sentir hesitantes ao expressar insatisfação diante de certos posicionamentos carregados de cizânia,  mas não podemos negar ao outro o direito de manifestar-se igualmente livre da tutela intelectual, que tem calado diálogos que poderiam enriquecer as discussões sobre esse mundo e os mais de 7,59 bilhões de seres únicos que aqui vivem.

Tolerar e acolher o fato de que vivemos em uma sociedade ricamente diversa e que este fato é imutável por desejo ou decreto, seria talvez o primeiro passo para enxergar a tolerância como um valor indissociável à vida moderna e importante no mundo interdependente no qual vivemos, onde não há mais lado de fora, tampouco, a opção de isolar-se.

Em tempos de rispidez, da política de ressentimentos, a adaptabilidade à mudanças exige continuada tolerância e compromisso de habilmente manter aberta a porta do diálogo, principalmente para não permitir a legitimização da intolerância.

Olga Borges Lustosa é socióloga, cerimonialista pública e escreve exclusivamente neste Blog toda terça-feira - olgaborgeslustosa@gmail.com e www.olgalustosa.com

Postar um novo comentário

LÁ E CÁ

A esperteza de Galvan em 2 partidos

Por 26/02/2020, 20h:30 - Atualizado: 34min atrás

antonio galvan 680

Mesmo inexperiente, Antonio Galvan, presidente da Aprosoja, tentou jogar como matreiro político. E se deu mal. Foi atropelado assim que entrou em campo e teve de sair do time do PDT.

Postar um novo comentário

EMENDA PARLAMENTAR

MPE vai apurar porque Peladão recebeu verba e não foi realizado

Por 26/02/2020, 18h:44 - Atualizado: 01h atrás

planilha peladao

Planilha com detalhe das supostas despesas do Pedalão 2019; evento teve verba liberada, mas só ficou no papel 

Vem bomba aí contra Allan Kardec (PDT) e Wilson Santos (PSDB).

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Barbudo na pressão pelo Senado

Por 26/02/2020, 14h:56 - Atualizado: 06h atrás

Rodinei Crescêncio/Rdnews/arquivo

nelson barbudo 680

Nelson Barbudo continua pressionando para ser o candidato do PSL ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • alto taquari | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 15h57
    6
    0

    tem que avisar esse peludo, felpudo, fidido que ele é produto com data de validade, ele ganhou pra deputo federal porque pegou beirão tanto com a selma e bolsonaro, falar como jayme campos fala toda via o presidente boisonharo, ele tem tratar de pagar a divida dele com celso bala lá da região dele, quebra milho.

  • Tamires Lima Silva | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 15h32
    3
    0

    perdeu para a vaga para o Aécio, rapaz sem mandato, anonimo, que tá colocando o PSL no esvaziamento, virou politicagem o PSL, partido do fundão de quase meio bilhão de reais. SEM MORAL! CADE O DINHEIRO PARA EDUCAÇÃO, VÃO DEVOLVER?

RUMO AO ALENCASTRO

Fabio desanimado pra ir a prefeito

Por 26/02/2020, 10h:33 - Atualizado: 26/02/2020, 10h:52

fabio garcia 680

Fábio Garcia não está muito entusiasmado para disputar a Prefeitura de Cuiabá, mesmo sendo o nome de preferência do governador Mauro Mendes.

Postar um novo comentário

RECEPTIVIDADE

Prefeito testa e vê boa popularidade

Por 25/02/2020, 22h:33 - Atualizado: 25/02/2020, 22h:53

emanuel 680

Iniciando o quarto e último ano de mandato, o prefeito Emanuel Pinheiro resolveu testar a popularidade no meio dos foliões em Chapada dos Guimarães, que foi tomada neste Carnaval por milhares de cuiabanos.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • raulf | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 19h27
    0
    1

    kkkkkkkkkkkk conta outra prefeito.... vai pagar a pereculosidade dos vigilantes, vai cumprir a lei Organica do municipio, vai cumprir a implantação do plano de carreira dos agentes de saude/endemias.....

  • Bianca Rocha | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 18h36
    1
    0

    Já ganhou prefeito 👏👏👏👏👏

  • Sérgio Ricardo | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 16h55
    0
    1

    Espero que seja só seu mesmo. O prefeito do PALETÓ não será eleito nem para síndico de condomínio em Cuiabá. O difícil é perceber que os vereadores de Cuiabá nada fizeram contra as ações - gravadas - do prefeito escondendo dinheiro no paletó.

RUMO AO ALENCASTRO

Senadora cassada vai apoiar agente da PF para prefeito de Cuiabá

Por 25/02/2020, 22h:01 - Atualizado: 04h atrás

selma rafael galvan 680

Rafael Ranalli, agora no PRTB, com senadora cassada Selma Arruda e presidente da Aprosoja Antonio Galvan, hoje

Mesmo cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico e ainda ocupando a cadeira no Senado, Selma Arruda (Podemos) segue de pé e disposta a marcar posição nas eleições municipais, nem que seja como cabo eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Sérgio Sampaio | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 17h04
    5
    0

    Ranalli é a melhor opção dentre todos esses políticos de carreira e, que vimos, que não adiantar nada continuarmos com eles. Temos que mudar o jeito de fazer política, nosso não aguenta mais tanto escárnio politiqueiro em nosso país. Não dá mais para continuarmos, como está!!!!! Excelente solução!!! Votei uma vez e votarei de novo.

  • Florinda | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 12h52
    6
    12

    Ranalli no apoio certo, pra frente que atrás vem mta gente.

  • Benedito costa | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 10h06
    18
    12

    Senadora cassada: parece que a senhora não entende de politica, entendia de magistratura. A senhora está perdida no tiroteio. Quem é esse agente? Só bandido deve conhecer ele. Pensa em outro nome de peso, este é só pra preencher vaga.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2498