Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Julho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Familias cervejeiras - A Lambic

Por 09/02/2019, 09h:38 - Atualizado: 09/02/2019, 09h:43

vinicius Masutti colunista lateral fixo

Vinícius Masutti

Sim, você leu certo, escrevi “a Lambic”, separado mesmo, porque não é uma palavra só e não se trata de destilação, porque não vamos falar de alambique, que é o equipamento que destila a cachaça, por exemplo. Aqui falamos de cerveja, e prometi que contaria pra você um pouco sobre cada uma das famílias cervejeiras e a “Lambic” é uma delas.

qui falamos de cerveja, e prometi que contaria pra você um pouco sobre cada uma das famílias cervejeiras e a Lambic é uma delas

É bem provável que nunca tenha ouvido falar dela, ao contrário da famosa Lager ou da Ale, que já falamos aqui. Isso é porque cervejas da família Lambic são mesmo muito raras, pois ao contrário das outras, em que o cervejeiro seleciona a levedura/fermento que vai usar, as lambic são fermentadas com leveduras selvagens, o que significa que elas não são isoladas e adicionadas no mosto. Calma que eu explico

Para fazer uma cerveja lambic, a cervejaria faz o mosto, aquela sopa de cereais de que já falamos, e ao invés de acondicioná-lo num tanque de inox hermeticamente fechado com uma levedura específica, é preciso fazer o contrário. O cervejeiro passa o mosto para grandes tanques abertos, tipo piscinas, abrem as janelas da cervejaria e deixam que qualquer levedura ou bactéria presente no ar fermentem aquele mosto. Isso aliás, vai contra toda regra de produção de cerveja, onde o cervejeiro toma muito cuidado para que nenhuma levedura além daquela escolhida, dê seu pitaco na cerveja. Mas ué, como assim?

Pois é, essa é a ironia. Isso só funciona em regiões com um microclima muito específico (muito mesmo!), em que há uma ambiente propício para uma certa flora de microorganismos que atuarão na cerveja de forma benéfica, ou seja, trazendo sabores interessantes sensorialmente.

A coisa é tão específica, que podemos dizer que cervejas da família Lambic são produzidas quase que exclusivamente em uma pequena região da Bélgica próxima a capital Bruxelas, e olhe que esse país é menor que o estado do Paraná, por exemplo. apesar de já haver tentativas (algumas bem sucedidas) de produzir cervejas Lambic pelo mundo. Além disso, só se produz Lambic nessa pequena região da Bélgica, em um período do ano, nas estações mais frias, que é uma forma de controlar bactérias nocivas.

Após a primeira fermentação que dura alguns dias, esse mosto vai para tonéis de carvalho e ficarão lá por no mínimo mais seis meses (podendo ultrapassar três anos), nesse período continua a fermentação com outras leveduras. Esse processo é chamado de fermentação espontânea e é isso que define uma cerveja da família Lambic, que aliás, é o tipo mais antigo de cerveja. Lembram no nosso primeiro capítulo, quando falei da origem da cerveja? Pois então, aquela cerveja primordial que nasceu por acidente foi fermentada espontaneamente e por isso podemos dizer que era uma Lambic.

Beleza, agora você ficou curioso pra tomar uma dessas certo? Eu fiquei com vontade, mas acalme-se e prepare-se, porque cervejas fermentadas dessa maneira, tem características muito peculiares, como alta acidez, tons azedos e notas aromáticas muito diferentes das demais. Mas se você gosta de vinhos bem secos como o Tannah uruguaio ou ainda prefere espumantes Brut e Extra Brut, pode se arriscar. As cervejas Lambic são extremamente complexas, e apesar de razoavelmente raras, são possíveis de encontrar aqui no Brasil. Gostou? Espere o próximo capítulo...saúde!

Vinícius H. Masutti é sommelier especializado em cervejas, formado pela Universidade Positivo e Barista pelo Senac-PR e escreve exclusivamente neste espaço todo sábado. É responsável pelo treinamento e pela carta de cervejas de mais de 40 estabelecimentos pelo país, presta consultoria para bares, empórios e restaurantes, promove cursos e treinamentos sobre a bebida. Nasceu no Paraná e fincou raízes em Cuiabá. E-mail: viniciusmasutti@gmail.com

Postar um novo comentário

RESGATE HISTÓRICO

Banana na TV em 85 foi para Dante e não para professores, explica Júlio

Por 21/07/2019, 14h:21 - Atualizado: 57min atrás

Reprodução

julio campos banana tv

Então governador Júlio Campos dá banana a Dante de Oliveira, que, na disputa a prefeito, em 85, lhe provocara

O ex-governador Júlio Campos carrega há décadas uma carga jogada pela oposição sobre seus ombros que não lhe pertence. Tudo por causa do gesto de uma banana diante das câmeras de tv, em 1985, no pico das eleições para Prefeitura de Cuiabá. Essa banana foi para Dante de Oliveira, mas, espalhou-se, maldosamente, que fora para os professores. E até hoje ele carrega essa pecha.

Postar um novo comentário

EXECUTIVO-LEGISLATIVO

Governo aprova o que quer na AL

Por 21/07/2019, 08h:00 - Atualizado: 20/07/2019, 19h:26

Mayke Toscano

mauro mendes 680

Mesmo com articulação política fraca e com meia dúzia da oposição fazendo barulho, o governador Mauro Mendes tem aprovado o que quer na Assembleia. Dos 24 deputados, pelo menos 20 votam com o governo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • JORGE LUIZ | Domingo, 21 de Julho de 2019, 10h03
    2
    0

    O SITE ESTÁ ENGANADO REDONDAMENTE É SÓ ACOMPANHAR O DIÁRIO OFICIAL NA PARTE DE EVENTO DE PESSOAL QUE VERÁ O QUE É ARTICULAÇÃO, TODO DIA TEM CONTRATO TEMPORÁRIO A DAR DE PAU NAS SECRETARIAS DE SAÚDE E DE EDUCAÇÃO, QUEM NÃO QUER VER O QUE ESSE DESGOVERNO ESTÁ FAZENDO COM A FOLHA DE PAGAMENTO SÃO OS SITES DE NOTÍCIAS E O TRIBUNAL DO FAZ DE CONTAS - TCE

  • Matheus | Domingo, 21 de Julho de 2019, 08h58
    3
    0

    A assembleia legislativa, bem como o tribunal de justiça, além do ministério público, tornaram-se efetivamente, apenas um " puxadinho", do poder executivo! Só chancelam as determinações do governador!

EM CUIABÁ

Família Garcia quer Fabio na disputa a prefeito e cita exemplo de Mauro

Por 20/07/2019, 16h:44 - Atualizado: 20/07/2019, 16h:48

fabio garcia 680

Mesmo fora do Governo Mauro Mendes, o que o tira força política, e morando em Rondonópolis, o ex-deputado federal Fábio Garcia não perdeu as esperanças de ser candidato a prefeito de Cuiabá pelo DEM.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Emilia Luiza | Domingo, 21 de Julho de 2019, 07h32
    0
    0

    Estar em recuperaçao Judicial nao sera' o problema do Fabio Garcia para disputar a Prefeitura em 2020, o problema e' o seu desligamento total da politica de Cuiaba' e de MT. Siquer atende os telefonemas ,zap e email dos seus companheiro do DEM e aliados politicos. Optou pelo rico sogro de Rondonopolis e abandonou os amigos de Cuiaba'. Assim nao ganha eleiçao de jeito nhenhum.

LAZER

Prefeitura de Cuiabá destina R$ 2 mi pra construir parques pet em bairros

Por 20/07/2019, 08h:33 - Atualizado: 20/07/2019, 08h:37

jos� roberto stopa 680

A Prefeitura de Cuiabá vai construir parques pet em diversos bairros. Vão ser gastos nesses projetos R$ 2,1 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dos santos | Sábado, 20 de Julho de 2019, 13h03
    5
    2

    Era só o que faltava. Não tem coisa mais útil para se preocupar e investir o dinheiro publico? Nada contra os pets, mas eles pagam imposto?...Que tal retornar a operação tapa-buracos na cidade, que mais parece um queijo suiço?...que tal montar e executar um grande projeto de arborização urbana para amenizar o clima quentissimo da cidade?...Que revitalizar a histórica praça da republica, que esta abandonada ha anos?...existem tantas coisas mais uteis para se destinar esse dinheiro.

  • Afrânio Motta Filho | Sábado, 20 de Julho de 2019, 12h03
    4
    0

    Nada contra os pets, afinal de contas eu tenho duas, a Paçoca e a Pandora. Mas a Prefeitura de Cuiabá poderia olhar com um carinho especial as praças de muitos bairros que se encontram em estado de abandono, servindo de abrigo para consumidores de drogas e para a prática sexual por casais um pouco mais ousados. Um exemplo vivo dessa situação é a nossa praça do Jardim Primavera, que com pouco investimento poderia se tornar um espaço de convivência para a população, e porque não dizer dos pets também. Estamos cansados de reivindicar, de pedir, de nós humilhar diante do poder público municipal, mas entra prefeito e sai prefeito e a realidade continua a mesma. Triste realidade.

VIDRAÇA NA PEDRA

Deputados não se encorajam a criar CPI dos Grampos pra investigar MPE

Por 19/07/2019, 19h:21 - Atualizado: 19/07/2019, 19h:25

Helder Farias

fachada assembleia 680

É curioso ver a movimentação de deputados defendo CPI da Grampolândia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Critico | Sábado, 20 de Julho de 2019, 01h34
    1
    0

    Rabo preso

  • Ari | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 21h46
    5
    0

    Todos c medo. Rabo preso. Estes procuradores são perseguidores

GRAMPOS NO GAECO

Chefe do MPE entre cruz e espada

Por 19/07/2019, 12h:10 - Atualizado: 19/07/2019, 14h:58

jose antonio borges 680 mpe

O promotor José Antonio Borges, há três meses no cargo de procurador-geral de Justiça do Estado, está entre a cruz e a espada.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marlan | Sábado, 20 de Julho de 2019, 06h55
    4
    0

    PAU QUE DÁ EM CHICO DÁ EM FRANCISCO.... NÃO É ISSO? A PM TA CORTANDO A PRÓPRIO CARNE E O MP? A SOCIEDADE EXIGE E MERECE UMA RESPOSTA (INVESTIGÃO) CONVINCENTE...

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2395