Blog do Romilson Cuiabá, 03 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

15 maiores em produção só têm 10% dos eleitores; agronegócio sem representante

Por 18/02/2014, 11h:44 - Atualizado: 18/02/2014, 13h:24

pib municipios

Municípios com melhores PIB do agronegócio e com poucos eleitores

Os 15 maiores municípios mato-grossenses em produção de soja, algodão e milho representam apenas 10% de todo eleitorado do Estado. Essa referência demonstra de um lado o peso econômico, já que juntos somam mais de 50% do PIB do agronegócio, mas, de outro, desbanca a tese daqueles líderes que se dizem representar politicamente o agronegócio. São cidades com poucos eleitores.

Sorriso, por exemplo, é campeão em produção e conta com apenas 45 mil eleitores. Sapezal é o quarto e registra 11,8 mil - detalhes no quadro.

Nesses 15 que têm juntos 240,7 mil eleitores não estão incluídos os maiores municípios, como Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças, Tangará da Serra e Cáceres. São, ao todo, 141 municípios que totalizam 2,1 milhões de eleitores.

O agronegócio ultrapassa as fronteiras da propriedade rural (agrícola ou pecuária) para envolver todos que participam direta ou indiretamente no processo de abastecimento de alimentos e fibras junto aos consumidores. É a totalidade das operações de produção e distribuição de suprimentos agrícolas, das operações nas unidades agrícolas, do armazenamento, do processamento e da distribuição. E ainda deve-se adicionar a este conjunto os serviços financeiros, de transporte, marketing, seguros e bolsas de mercadorias. Todas estas operações são elos de cadeias, que se tornaram cada vez mais complexos. 

E, na vida pública, quem representa esses segmentos do agronegócio? O senador Blairo Maggi chegou ao comando do governo estadual, inclusive em duas eleições, explorando o mote de voz do agronegócio. Mas, em verdade, nenhum político é o legítimo porta-voz do setor, que não deve ser entendido como apenas daqueles produtores de soja. Ademais, há empresários rurais ocupando cargos eletivos em vários partidos, de grupos e regiões diferentes, como os deputados federais Roberto Dorner (PSD), de Sinop; e Wellington Fagundes (PR), de Rondonópolis; os estaduais Mauro Savi (PR), de Sorriso, e Zeca Viana (PDT), de Primavera do Leste, assim o prefeito Otaviano Pivetta (PDT), de Lucas do Rio Verde.

A entidade que, de fato, os representa é a Federação da Agricultura (Famato), sob Rui Prado, pois a ela estão agregados quase 100 sindicatos rurais e engloba tanto grandes quanto pequenos agricultores e pecuaristas. Para se ter ideia, somente 5 famílias plantam em Mato Grosso mais de 100 mil hectares, uma delas a Maggi, que vivem realidades bem diferentes dos pequenos.

Rodinei Crescêncio/Rdnews

rui prado famato

Rui Prado, presidente da Federação da Agricultura, que representa de fato segmentos do agronegócio

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Paulo Tarso | Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2014, 16h43
    2
    0

    Esse Muvuca é mesmo um cara inteligente hein, encontrou o discurso ideal contra o agronegócio, sem precisar bater em ninguém. Vai constranger o palanque de todos seus concorrentes e ganhar a eleição. Os outros candidato já estão buscando um antídoto anti-Muvuca, certamente vão apelar pra baixaria. Quem viver vrá!

CARGO VITALÍCIO

Botelho deve ir mesmo para o TCE

Por 03/06/2020, 16h:16 - Atualizado: 4min atrás

Maurício Barbant

eduardo botelho 680

O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), que na próxima semana será reeleito para mais dois anos de gestão no Legislativo, deve mesmo ir para o TCE.

Postar um novo comentário

EFEITO-PANDEMIA

Prefeito de Primavera reage e afirma que Pátio é omisso e mentiroso

Por 03/06/2020, 16h:00 - Atualizado: 21min atrás

leonardo bortolini 1200

Leonardo Bortolini, de Primavera do Leste, reage às críticas de Zé do Pátio, de Rondonópolis, sobre leitos de UTI

O prefeito Leonardo Bortolini (MDB) se mostrou indignado com as declarações do colega de Rondonópolis, Zé do Pátio (SD), que afirmou que municípios vizinhos não estão dando respaldo às vítimas da Covid-19 e citou, como exemplo, Primavera do Leste.

Postar um novo comentário

CONTRATO EMERGENCIAL

Mais de R$ 450 mil em refeições no HMC em 6 meses

Por 03/06/2020, 10h:39 - Atualizado: 05h atrás

hmc 680

Em seis meses, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública, que gerencia o Hospital Municipal da Capital, vai gastar R$ 453,9 mil com refeições para os plantonistas, pacientes e acompanhantes.

Postar um novo comentário

EM ALTO ARAGUAIA

Prefeito estima torrar quase R$ 2 mi pra revitalizar praça; MPE é avisado

Por 02/06/2020, 18h:30 - Atualizado: 02/06/2020, 18h:35

gustavo de melo 680 alto araguaia

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (PSDB), licitou e pretende gastar nada menos que R$ 1,8 milhão na revitalização da praça da Matriz em plena época de pandemia global, agravada com crises sanitária e econômica.

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Pezao | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 14h35
    0
    0

    Que que esse Gustavo Melo já fez na vida particular dele???? Esse sujeito nunca plantou um pe de alface na vida, nunca trabalhou, nao tem uma profissão!! Vai esperar o que de um cara desse????

  • Jumento | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 12h48
    2
    0

    Parabéns aos VEREADORES. Cuidado redobrado de agora em diante. Final de mandato, a farra vai comer alto com essa turma aí.

  • Mato Grosso | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 11h50
    2
    0

    Dois milhao para reformar uma praça as?????? Hummmmmmmmmmmmm ta bom viu.

GOVERNO MAURO

Secretário numa corda bamba

Por 02/06/2020, 17h:14 - Atualizado: 02/06/2020, 17h:21

nilton borgato 680

Com a desistência de Faissal de entrar no staff do governo estadual, Nilton Borgato ganhou um certo fôlego como secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, mas está sufocado, andando numa corda bamba.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Marcus Vinicius Furtado | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 09h56
    1
    0

    Até quando o Mauro Mendes vai manter esse incompetente.

  • Lindaura Rodrigues | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 20h37
    5
    0

    Outra cagada? já não basta perder toneladas de alimentos por pura incompetência, agora perder dinheiro de convênio? onde isso vai parar?

NAS ARTICULAÇÕES

Recuo do CREA para pleitear candidatura de vice-prefeito

Por 02/06/2020, 10h:56 - Atualizado: 02/06/2020, 11h:01

juarez samaniego 680

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá, Juarez Samaniego, cogita recuar da candidatura a presidente do Conselho Regional de Engenheira e Agronomia de Mato Grosso (CREA), marcada para 15 de julho.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Eduardo | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 20h06
    0
    0

    Isso é mentira! Juares Não vai desistir da presidência do CREA-MT. Nota falsa. Este site deve nota de esclarecimento. Infelizmente há muita fake news nas mídias e temos que dar valor a sites confiáveis. Este site perdeu meu respeito depois dessa noticia. #fakenewsécrime E aos candidatos adversários, não é preciso fazer política de ódio. Deveriam mesmo é expor suas propostas e fazer campanha para si.

  • Rodrigo | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 17h34
    0
    1

    Juares só vai ser Vice de Emanuel e continuar no cargo de Secretário caso se eleja Presidente do Crea. Se não ele já era em tudo. Vai ter que voltar pro TJ. Não adianta recuar pra escapar duma derrota. Isso só o queimaria com seu próprio grupo pra sempre.

  • JUARES SILVEIRA SAMANIEGO | Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 16h21
    1
    0

    NOTA DE ESCLARECIMENTO JUARES SILVEIRA SAMANIGO, engenheiro civil candidato à presidência do CREA/MT nas Eleições de 2020, vem por meio dessa nota informar sobre a inverdade acerca da divulgação de notícia falsa (fakenews) em relação ao candidato amplamente divulgada no site www.rdnews.com.br que afirma em matéria “RECUO DO CREA PARA PLEITEAR CANDIDATURA DE VICE-PREFEITO”, onde eu estaria cogitando em recuar da minha candidatura a presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso. Trata-se de uma inverdade a referida notícia, tendo sequer sido entrevistado pelo site para confirmação de tais informações, o que desde já repudiamos esse tipo de conduta que, sem sombras de dúvidas, foi orquestrada pelos concorrentes no intuito de desestabilizar nossa campanha que conta com grande apoio da classe de engenheiros. Reafirmo meu compromisso de que sou candidatíssimo à presidência do CREA/MT e extremamente focado em nossa campanha e em nossa instituição pois, unidos somos mais fortes! JUARES SILVEIRA SAMANIEGO CHAPA 33

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2551