Blog do Romilson Cuiabá, 07 de Agosto DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

3 anos depois, Silval só preserva 5 dos 24 secretários empossados após a reeleição

Todas pastas passaram por trocas, em meio a saídas definitivas, remanejamentos e "rebaixamento" de cargos de assessores

Por 03/04/2014, 17h:00 - Atualizado: 03/04/2014, 17h:10

Silval Barbosa está a 7 meses de concluir o mandato e, dos integrantes do primeiro escalão empossados em janeiro de 2011, após o peemedebista ser reeleito, só restam cinco na equipe: Rosa Neide (Educação), José Alves (Auditoria-Geral), Pedro Nadaf (Casa Civil), Arnaldo Alves (Planejamento) e Djalma Mendes (Defensoria-Geral). Em todas as pastas ocorreram mudanças.

A petista Rosa Neide, por exemplo, saiu e voltou para o comando da Educação. Pedro Nadaf era da Indústria, Comércio, Minas e Energia e conduz a Casa Civil. Arnaldo Alves foi remanejado do Transporte e Pavimentação Urbana para o Planejamento. José Alves entrou no lugar de José Botelho na Auditoria-Geral. Embora faça parte da estrutura da máquina estatal, a Defensoria-Geral passa por um processo de eleição interna para depois haver nomeação, pelo governador, de quem a comanda. E Djalma está no posto de defensor-geral pela segunda vez.

Dos 24 que entraram como secretários há 3 anos, um foi para a cadeia (Pedro Henry, que era da Saúde e acabou condenado pelo STF no processo do mensalão), um faleceu em acidente automobilístico (Nico Baracat, que conduzia a Cidades) e alguns foram "rebaixados" para cargos de segundo e terceiro escalões.

Em meio a tantas mudanças, Silval acabou formando uma equipe mais técnica. E administra com apoio de 4 partidos que têm integrantes no primeiro escalão: PMDB, PR, PT e PSD. Como não há expectativa de poder do peemedebista, pois não é mais nem candidato, o governo começa a sofrer "esvaziamento", com líderes e pessoas com apegos a cargos se desvinculando, já de olho em postos a ser eventualmente ocupados sob o sucessor de Silval.

secretarios silval abril 2014

O governador Silval Barbosa só preserva no 1º escalão 5 dos que tomaram possem em 2011, assim mesmo após remanejamentos; em 3 anos ocorreram mudanças de comando em todas as secretarias

O PR tem no staff Nadaf (Casa Civil), Cinésio de Oliveira (Transporte e Pavimentação Urbana), Arnaldo Alves (Planejamento) e Ananias Filho (Esporte e Lazer). O PMDB de Silval é representado por Luiz Possas de Carvalho (Direitos Humanos), Alan Zanatta (Indústria, Comércio, Minas e Energia), Jairo Pradela (Desenvolvimento do Turismo), Zé Lacerda (PMDB), Sílvio Correa (Ação do Gabinete) e Rafael Bastos (Ciência e Tecnologia). O PT conduz a Educação com Rosa Neide e o PSD está à frente do Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar e Cultura, com, respectivamente, Luiz Carlos Alécio e Janete Riva. O vice-governador e um dos líderes do PSD, Chico Daltro, deixa nesta sexta a pasta das Cidades.

Os demais do primeiro escalão são indicações pessoais do próprio governador ou do quadro técnico: Alexandre Bustamante (Segurança Pública), Ildomar de Macedo (Casa Militar), Marcel de Cursi (Fazenda), José Alves (Auditoria-Geral), Jean Estevan (Trabalho e Assistência Social), Pedro Elias (Administração), Jorge Lafetá (Saúde), Jenz Prochnow (Procuradoria-Geral) e Maurício Guimarães (Secopa). Nesta sexta, estão previstas duas novas mudanças. Com a saída de Daltro, a adjunto Márcia Vandoni deve assumir a Cidades e o jornalista Marcos Lemos, o Marcão, se torna secretário de Comunicação no lugar de Carlos Rayel.

Postar um novo comentário

CHAPA AO SENADO

No acordão Leitão-Júlio, Wellington mantém indicação do 2º suplente

Por 07/08/2020, 15h:34 - Atualizado: 07h atrás

wellington fagundes 680

 

O senador Wellington Fagundes, cacique do PL, participou do acordão que resultou na indicação de Júlio Campos à primeira-suplência ao Senado do tucano Nilson Leitão.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Amaral antunes | Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020, 18h50
    1
    2

    Que limpa faremos. Dessa vez leitao e julio, daqui a menos de 3 anos, esse que nunca faz nada welinton.

rumo às urnas

DEM e 3 destinos ao Senado

Por 07/08/2020, 11h:22 - Atualizado: 07/08/2020, 11h:27

otaviano pivetta 680

O DEM está dividido em três sobre disputa ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Maria Luiza do DEM | Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020, 17h12
    0
    1

    Fabio Garcia, o presidente-sumido do DEM, que tem atende telefone ou zap dos seus companheiros, vai ficar chupando dedo sentando numa cadeira de balança, pelo apoio do DEM ao Piveta, como o Mauro Mendes, tambem com apoio dos Democratas ao Carlos Fávaro, pois ambos devem estar de passagem no DEM-MT.

BRIGAS INTERNAS

Bravo, Julio diz que Rezende sempre vendeu DEM em Chapada ouça

Por 06/08/2020, 17h:54 - Atualizado: 06/08/2020, 18h:00

Rodinei Crescêncio/Rdnews

julio campos 680

Júlio Campos está uma fera com o colega de partido, ex-vereador e ex-secretário de Esportes de Chapada dos Guimarães, Sérgio Rezende.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Gemano | Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020, 17h48
    1
    1

    Sr Julio Campos quem manda no DEM é Fabinho e Beto. Se brincar o sr. não se elege nem secretário da sigla para tomar conta da burocracia. Vê se desconfia.

  • Diogo | Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020, 16h52
    1
    1

    Julinho nunca fez nada pela Chapada nem quando foi governador daquela roubalheira desenfreada que foi o seu governo. Na Chapada, manda os chapadenses e não os varzeagrandenses., estes sim loteiam o curral eleitoral de lá para tirar vantagens próprias.

  • Amaral antunes | Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020, 13h33
    2
    5

    Julio ta envelhecendo, nao apita mais, e é muito papudo

COOPTAÇÃO DE APOIOS

Moeda de troca do "Rei dos Porcos"

Por 06/08/2020, 11h:18 - Atualizado: 06/08/2020, 11h:20

reinaldo morais 680

Sem tempo hábil para viabilizar sua candidatura ao Senado, o empresário Reinaldo Morais (PSC), o "Rei dos Porcos", resolveu acelerar a corrida por apoios, apelando à chamada estrutura logística.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Mário Figueiredo | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 22h13
    0
    4

    Vamos apoiar gente!!! Quem diz que ele é bom é o Pastor Silas MALAfaia!!

  • Lindaura de Souza | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 17h30
    3
    1

    Isso não caracteriza compra de votos?

  • Joãoplenario_ | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 17h27
    3
    3

    Com todo respeito, participou de que, e do que? Com certeza um atraso.para Mato Grosso, Favaro, Pivete, Leitão, Medeiros, qualquer um 100% melhor que esse Rei dos porcos....vamos saber votar!

RAINHA DA CONFUSÃO

Após críticas a Bolsonaro, Selma já enfrenta ira do Podemos e deve sair

Por 05/08/2020, 18h:01 - Atualizado: 05/08/2020, 18h:09

selma arruda 680

As recentes críticas da ex-senadora Selma Arruda ao presidente Bolsonaro causaram problema dentro do Podemos, partido que ela preside em Cuiabá, após passagem pelo PSL.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • José Raul Vilá Neto | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 09h21
    3
    3

    Bom dia doutora uma opinião, a vida política neste país é para aquele que não enxerga, ouve e não fala, se agir como a senhora está agindo sempre será carta fora do baralho, curta a sua merecida aposentaria, pois não é.

  • José Raul Vilá Neto | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 09h21
    1
    1

    Bom dia doutora uma opinião, a vida política neste país é para aquele que não enxerga, ouve e não fala, se agir como a senhora está agindo sempre será carta fora do baralho, curta a sua merecida aposentaria, pois não é.

  • Adalberto R.de Souza | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 22h03
    17
    2

    Essa aí nunca vai perder a soberba e arrogância, se deu mal ao não querer pagar o Júnior brasa , o cara ligava cobrando e ela ignorava ele , deveria ter entrado num acordo como todo mundo faz , não vou poder te pagar agora, mais assim que eu assumir eu começo a te pagar , não fez isso , deu canseira se lascou...perdeu o cargo , mais a arrogância continua....

CORRIDA AO SENADO

Júlio e Jayme fecham com Leitão sem consultar Mauro e racham DEM

Por 05/08/2020, 08h:49 - Atualizado: 05/08/2020, 08h:52

Rdnews/arquivo

mauro mendes jayme campos julio campos

Governador Mauro Mendes, que é ignorado pelos irmãos Jayme e Júlio Campos no acordo político com Nilson Leitão

Os irmãos Júlio e Jayme Campos arrumaram um problemão dentro do DEM com a decisão isolada de fechar acordo com Nilson Leitão (PSDB), com Julinho entrando de primeiro-suplente na chapa ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • JORGE LUIZ | Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020, 10h02
    1
    2

    JULINHO E JAIME CAMPOS, DOIS POLÍTICOS VENDAVEIS, NÃO AGUENTAM UM ACORDO

  • lucas | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 21h41
    3
    0

    os campos são cobras criadas, não é atoa que até hoje eles mandam em MT, eles colocam no bolso esses "políticos principiantes". Eu queria ter essa capacidade que eles possuem, os caras não tem remorso, e se brincar na outra eleição estão juntos, mas os caras deveriam ministrar palestras para os que almejam a carreira política.

  • Fatima | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 16h38
    5
    0

    Por isso que meu pai sempre falava que com os POLÍTICOS NEM O DIABO PODE.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2581