Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Dezembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

ANÁLISE

4 virtuais candidatos estão inseguros sobre alianças; PP segue no muro

12/02/2010, 14h:49 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

  Nem mesmo os pré-candidatos majoritários sabem, ao certo, quem vai estar com quem em termo de composição política nas eleições gerais de 3 de outubro. Jayme Campos e Wilson Santos, por exemplo, anunciam que fizeram um pré-acordo para o melhor dos dois nas pesquisas de intenção de voto vir a ser o candidato do bloco a governador. Nesse caso, a tendência seria de democratas e tucanos se juntarem, algo inédito, já que tratam-se de grupos que tradicionalmente estiveram em campos opostos. O quadro fica mais complexo e embolado ainda porque nenhum dos nomes colocados aparece nas pesquisas com ampla vantagem. Em pleitos anteriores, era comum nesta época o eleitorado vislumbrar com maior segurança quem seria o próximo governador.

    Se Jayme for o cabeça-de-chapa, o tucanato deve indicar como vice o ex-prefeito de Rondonópolis Rogério Salles, que já foi vice de Dante de Oliveira (1999/2002). Assim, consolidaria a dobradinha DEM-PSDB. Nesse caso, Wilson concorreria ao Senado. Parte do PP torce pela consolidação do nome de Jayme, principalmente o presidente da Assembleia, deputado José Riva. Na prática, se o senador disputar o Paiaguás, teria apoio do PSDB e PP. Já outra banda do PP, capitaneada pelo deputado federal Pedro Henry e pelo secretário de Estado de Ciência e Tecnologia Chico Daltro, deseja aliança com o PMDB de Silval. São divergências como essas que deixam o PP em cima do muro.

     Wilson, hoje o principal nome da oposição, tem assegurado o PTB do vice-prefeito Chico Galindo, que está pronto para conduzir a Capital com a renúncia do pré-candidato tucano. Nessa composição PSDB-DEM, caberia aos democratas indicar o companheiro de chapa. Há uma disputa entre os deputados Zé Domingos, de Sorriso, e Dilceu Dal Bosco, de Sinop, para vice, assim como do prefeito de Alto Garças, Roland Trentini.

    Pré-candidato da situação, Silval tem "costurado" apoio do seu PMDB, PR, PT e dos nanicos PRB e PTC. Seu esforço é enorme para atrair legendas que hoje estão no arco de alianças do governo Blairo Maggi, mas que sinalizam para outro rumo, como PDT e PPS. Correndo por fora surge Mauro Mendes, empresário que deixou o PR e se filiou no PSB na expectativa de se tornar "fato novo" na disputa ao Paiaguás. Mendes passou a se reunir com maior frequência com o bloco do qual fazem parte não apenas PSB, PPS e PDT, mas também PC do B, PMN, PRTB e PV.

   O que mais consome tempo dos virtuais candidatos a governador são os nanicos. Acontece que quase todos os seus dirigentes fazem espécie de leilão partidário. O PV, por exemplo, participa das reuniões de Mendes, mas faz parte da gestão Wilson e ainda abriu diálogo com o tucano sobre alianças. Os comunistas sinalizam para Mendes, mas, por outro lado, sustentam o discurso de que vão seguir a tendência nacional e, nesse caso, o caminho mais provável seria apoiar Silval porque no palanque vão estar partidos da base do presidente Lula (PT).

   As definições sobre candidaturas e composições só vão ocorrer mesmo nas convenções, que acontecem de 10 a 30 de julho. Até lá, cada concorrente lança a estratégia que bem entender. Nenhum quer avançar sem, antes, saber os passos que foram dados dos possíveis adversários. Isso leva todos para a trincheira.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • EMIDIO DE SOUZA PSL E FUTURO SENADOR MT. | Quinta-Feira, 15 de Fevereiro de 2018, 16h59
    0
    0

    eu não tenho duvida que o melhor nome para governador e Reeleição de Pedro taques, ou Wilson Santos, MT estaria em boas mão, tem nosso apoio.

  • antonio da silva | Sábado, 20 de Fevereiro de 2010, 17h20
    0
    0

    a coliga;ao PSDB/DEM/PTB esta consolidada a nivel de estado de MT /uniao, e plano de governo e pensamentos politicos estao unificados. o que estao deixando outros partidos sem dormir ,e a proposta do PT estatizar A economia BRASILEIRA.a taradi;ao politica do riva vai apoiar qual coliga;ao.

  • Jedae | Domingo, 14 de Fevereiro de 2010, 09h14
    0
    0

    Tomara a Deus, que riva saia mesmo candidato a governador e ganhe. Será um outro Arruda da vida. Ai sim ele poderá tomar café de canequinha e espiar o sol nascer quadrado!

TROCA-TROCA

Possível alternância partidária entre Mauro e Emanuel

Por 05/12/2020, 09h:01 - Atualizado: 09h atrás

emanuel pinheiro mauro mendes 680

Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro, que eram aliados, mas estão numa relação política estremecida desde o pleito de 2016, podem tomar caminhos por uma troca e alternância partidária bem curioso. DEM e MDB são as duas principais legendas no Estado em termos de representatividade em cargos eletivos e força política. 

Postar um novo comentário

RUMO A 2022

Fávaro e Pivetta ensaiam novo round

Por 04/12/2020, 16h:11 - Atualizado: 04/12/2020, 16h:16

carlos favaro otaviano pivetta 680

Rompidos politicamente desde 2016 e com sangue nos olhos até hoje, Carlos Fávaro (PSD) e Otaviano Pivetta (sem partido) ensaiam, desde já, outro round, agora projetado para 2022.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Renato | Sábado, 05 de Dezembro de 2020, 04h56
    11
    2

    Esse Pivetta é enrustido

  • Lindaura de Souza | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 19h57
    17
    4

    A insistência desse veículo de mídia em dá um valor político que o Piveta não tem é de uma suspeição grande. Piveta é desagregador, mau Eduardo, intransigente e insuportável. Não virá nada sozinho.

  • Arruda | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 19h18
    16
    3

    Esse Piveta é só confusão . Na hora H corre e deixa todos de moes atados . Eu não confio nele .

CÂMARA MUNICIPAL

Oposição em Cuiabá já vive racha por causa da eleição da Mesa

Por 04/12/2020, 11h:50 - Atualizado: 04/12/2020, 11h:52

kassio coelho 680

O bloco de oposição em Cuiabá já vive clima de racha por causa da eleição da Mesa Diretora.

Postar um novo comentário

EFEITO-CASSAÇÃO

À espera da navalha em Avalone

Por 03/12/2020, 23h:38 - Atualizado: 03/12/2020, 23h:43

saturnino masson 680

Saturnino Masson, que completou 76 anos no último dia 24 e se encontra hoje no banco de reserva, voltará a ocupar cadeira de deputado estadual se o titular Carlos Avalone for cassado pela Justiça Eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gutemberg Abreu | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 09h36
    8
    0

    Aqui em Alto Garças houve um flagrante de um carro de vereador distribuindo cestas básicas e foi lavrado Boletim. Com a palavra o TRE.

DISPUTA NA AMM

Oposição se reforça com apoio do governador e Léo vice de Maurão

Por 03/12/2020, 16h:11 - Atualizado: 03/12/2020, 16h:14

leo maurao 680

Prefeito reeleito de Primavera do Leste, Léo Bortolin (MDB), entra como vice de Maurão Rosa na disputa pela AMM

Neurilan Fraga enfrenta reviravolta que pode resultar em sua derrota à reeleição para presidente da AMM, apesar de várias manobras que vem fazendo para se perpetuar no poder.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Fernando | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 09h33
    5
    0

    Antecipar a votação de janeiro para Dezembro seria o mesmo que os vereadores da atual legislatura que foram derrotados pudessem eleger o presidente da câmara para o ano que vem, sendo que muitos deles nem reeleitos foram. Outra coisa, venhamos e convenhamos ridícula essa mudança no regimento interno onde é permitido eleger para Presidente alguém que não exerce mais a função de prefeito. Se isso ocorrer na ucemat tbm imagina os milhares de ex vereadores mundo a fora que poderam se candidatar.

  • Edmalvadeza | Sexta-Feira, 04 de Dezembro de 2020, 07h12
    9
    8

    AGORA COM O APOIO DO MAURO MENDES, O MAURÃO PODE PERDER A ELEIÇÃO KKKK O MAURO MENDES APOIOU ROBERTO FRANÇA E ABILIO E ELES LEVARAM LAPADA....

  • ABRAM OS OLHOS PREFEITOS | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 20h32
    15
    0

    Neurilan Fraga quer se perpetuar no poder igual ao ex-presidente da CNM Paulo Ziulkoski! Ficar 02 biênios comandando uma entidade que é mantida com recursos públicos, sem ao menos ser PREFEITO, se beneficiando de 25 mil reais mensais, mais as benesses que o cargo oferece e fazendo manobras jurídicas com a coordenadora jurídica Débora Faria para privar os prefeitos eleitos de escolherem que os representará e um absurdo. É VERGONHOSO que os prefeitos compactuem com essa palhaçada.

GESTÃO EMANUEL

7 secretários reassumem após campanha vitoriosa em Cuiabá

Por 03/12/2020, 11h:41 - Atualizado: 03/12/2020, 11h:43

wanderlucio rodrigues 680

Os sete secretários que se afastaram para atuar na campanha à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, vitorioso no segundo turno, já voltaram à ativa ontem.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Eduardo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 20h03
    8
    5

    Turma do paletó, vamos trabalhar. Promessas é dúvidas.

  • pedro | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 15h43
    11
    2

    só quero ver, a entrada e saida do parque cuiaba , na rodovia palmiro paesde barros, se vão melhorar aquele asfalto feio cheio de ondulaçoes e quando chove vira uma lagoa, vamos ver secretario....

  • Rodrigo | Quinta-Feira, 03 de Dezembro de 2020, 14h37
    0
    0

    Rodrigo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2637