Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Janeiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Articulação

Após Dante, Antero "cola" em Wilson para reconquistar espaço

22/02/2010, 11h:10 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25


Ex-deputado e ex-senador Antero de Barros tenta reconquistar espaço na vida pública, agora "colado" em Wilson
Foto: Josinei Moreira

    Antero Paes de Barros, que avalia as hipóteses de concorrer novamente ao Senado ou a deputado estadual, alçou vôo nas "asas" do ex-governador Dante de Oliveira (já falecido), assim como foi a trajetória de Jonas Pinheiro, que morreu em fevereiro de 2008, "colada" no ex-governador Júlio Campos. Antero é um dos líderes polêmicos do PSDB. Ex-vereador por Cuiabá, ex-deputado federal constituinte e ex-senador, ele ganha o noticiário toda época de campanha por causa de suas posições duras contra adversários e até em relação a aliados. Esta será a segunda vez que o tucano deve encarar um pleito sem Dante para carregá-lo. Quer agora "colar" em Wilson Santos.

    Jonas Pinheiro agia assim. Em 79, no governo Frederico Campos, ele foi nomeado presidente da extinta Emater (hoje Empaer). Aliás, por coincidência, 31 anos depois, o irmão de Jonas, Leôncio Pinheiro, comanda a Empaer. Carregado por Júlio Campos, Jonas se elege deputado federal em 82 pelo velho PDS, que se transformou em PFL, que virou DEM. Naquele mesmo pleito, Júlio conquista o governo estadual. Nas eleições de 86, ganha para deputado federal com mais de 60 mil votos e "puxa" Jonas, que se reelege, e Ubiratan Spinelli.

   Em 90, Jonas cola ainda mais em Júlio, ao adotar na campanha o slogan "Vote nos 3J (Jayme para governador, Júlio para senador e Jonas para deputado federal). A estratégia deu tão certa que Jonas foi o federal mais votado. Os três saíram vitorosos de um pleito tumultuado e marcado por contagem de votos. Quatro anos depois (94), Jonas "cola" em Jayme Campos, então governador, e se elege senador. A partir daí, Jonas começa a procurar "outro corpo" para se abastecer na política e é acolhido por Blairo Maggi. Assim, se reelege senador em 2002 e se afasta mais dos Campos.

    Antero de Barros também se abasteceu na política no corpo de Dante, principalmente quando este tinha o poder da caneta, seja como prefeito de Cuiabá, seja como governador. A era Dante começa em 85 com sua eleição para prefeito, pelo PMDB. Antero, então vereador, se juntou a Dante e, logo em seguida (86), se elege deputado federal constituinte, tendo Dante como principal cabo eleitoral. Em 90, o grupo rompe com Carlos Bezerra e vai para o PDT, enquanto Antero, combinado com seu padrinho político, adere ao PT, pelo qual sai candidato a federal, com objetivo de chegar ao menos a 10 mil votos para se somar à votação de Dante. Com cerca de apenas 5 mil votos, Antero frustra o grupo e a coligação PDT-PT não atinge o quociente eleitoral, mesmo Dante sendo o mais votado.

   Nas eleições de 94, Dante ganha para governador e Antero, que perde para o Senado, volta a conquistar força como secretário da Casa Civil e de Comunicação do Estado. Em 98, com Dante governador, Antero vence para o Senado. Quatro anos depois, o ex-senador faz confusão no PSDB, levando Roberto França a romper com o grupo, e sofre derrota para o Palácio Paiaguás. Para piorar, leva junto Dante, derrotado ao Senado. Em 2006, sem Dante no poder, Antero é derrotado de novo para governador. Agora, ele volta a se movimentar por candidatura proporcional ou majoritária. Quer "colar" em Wilson Santos, embora, por enquanto, "sem muita liga".

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • jo sales | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 08h45
    0
    0

    so pra ter uma noçao da força e luz propia do antero, o futuro presidente serra nao faz questao do wilson santos para governo e sim um palanque para ele serra forte aqui no estado + com antero senador e ele nao abre mao disso seja com jaime ou wilson. o porque disso? o serra e o psdb nacional conheceram a sua força no senado e na camara dos deputados.

  • lucio amorim | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 08h36
    0
    0

    com cola ou sem cola eu vou de antero.

  • vilmar nunes | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2010, 08h33
    0
    0

    na sarys sarney eu nao voto! no abi aloprado tambem nao voto! no motoserra de ouro nem a pau! entao vou de pedro taques e antero.

ESTRATÉGIA

Com base e cargos, Wilson sufoca deputados de Rondonópolis

Por 20/01/2021, 22h:45 - Atualizado: 05h atrás

Fablicio Rodrigues

wilson santos 680

Matreiro político, o ex-prefeito de Cuiabá, ex-deputado federal e hoje estadual Wilson Santos está ampliando base eleitoral além da Baixada Cuiabana.

Postar um novo comentário

CORPORAÇÃO

MT tem hoje menos de 7 mil PMs para o trabalho ostensivo

Por 20/01/2021, 17h:54 - Atualizado: 20/01/2021, 17h:58

pms 680

A Polícia Militar conta hoje com 6.993 integrantes (fora 1.321 bombeiros) para atuar no policiamento ostensivo e preservação da ordem em um Estado com 3,6 milhões de habitantes nos 141 municípios. A proporção é de um policial para 514 habitantes, metade do número recomendado pela ONU.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Manoel Almeida | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 19h47
    1
    0

    E só devolve 200 policiais que está na assembleia legislativa do estado

  • Nota de esclarecimento | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h07
    0
    1

    Senhor Governador Venho através deste meio de comunicação aclamar a Vossa Excelência uma medida urgência quanto as progressões dos militares, veja um exemplo 214 tenentes-coronéis . Inadimplência, inadmissível é incorreto. Está hora de obrigar todos militares a voltar a atuar a área fim.

PRESIDÊNCIA

2 mulheres na "briga" pelo Indea-MT

Por 20/01/2021, 13h:06 - Atualizado: 20/01/2021, 13h:09

daniella bueno indea 680

Emanuele Gonçalina de Almeida assumiu interinamente a presidência do Indea e com possibilidade de se efetivar no posto de comando.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Só observo | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 17h31
    0
    1

    Só observo , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Lucineide_delgado@gmail.com | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 17h29
    1
    0

    É fácil descobrir “ Carlos Alberto” se o marido dela é servidor público do Estado também, se ele já foi “fornecedor” do Indea basta jogar o nome dele no Diário Oficial!! Nao fala mentira sobre um polícia rapaz!!

  • Carlos Alberto | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 16h54
    6
    4

    Daniella e a presidente que mais gastou com viagem turística, sabe que pagou a conta a população, pessoal do Taques vão trabalhar. Seu esposo continua recebendo como fornecedor vinculado ao indea?

CLUBE-EMPRESA

Os Dresch colhem o que plantaram com o Cuiabá na elite do futebol

Por 19/01/2021, 23h:55 - Atualizado: 19/01/2021, 23h:59

familia dresch cuiaba clube 680

A família Dresch, dona da indústria de borracha Drebor, está com sorriso largo. E não é para menos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • ELI ROCHA | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 22h32
    0
    0

    Glauber, em momento algum me referi a jogadores nativos, mas tão somente a DIRIGENTES NATIVOS, sobre os quais você sequer opinou ao ficar em cima do "barranco" Presta atenção, cidadão.

  • Marcinho | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h14
    2
    0

    Sem desmerecer nós matogrossenses...mais OS de fora tão fazendo bonito...sirva de exemplo...parabens...

  • Glauber | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h31
    18
    7

    ELI ROCHA, que fala preconceituosa contra a própria gente da sua terra, incrível. Você é mais daqueles Cuiabanos ou Mato-grossense vira-latas que acha que só o que vem de fora que presta. Quanto ao cargo de dirigente não posso falar, mas temos bons jogadores Matogrossense que estão atuando clubes grandes hoje, Brenner do São Paulo, Michael, do Flamengo, Valdivia que pernteceu ao Internacional,são apenas alguns de muitos exemplos de que podemos ter bons jogadores de MT e não ficar totalmente depende só dos que vem de fora.

RELAÇÃO ESTREITA

TCE cria assessoria específica para atender Assembleia

Por 19/01/2021, 21h:49 - Atualizado: 19/01/2021, 21h:53

maluf 680 tce

Guilherme Maluf saiu da Assembleia Legislativa, mas a Assembleia não saiu dele.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • alexandre | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 13h00
    4
    0

    Aumento de gastos públicos..

  • Chico Bento | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 11h45
    6
    0

    Oras e os mais de cem assessores jurídicos da AL, vão fazer o que? Cada coisa que me toca ver nesse Mato Grosso que é quase inacreditável.

  • Servidores públicos | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 09h15
    10
    0

    Quem serão os agraciados com os cargos comissionados? Site levanta os nomes para a população saber, absurdo, injusto Dr Guilherme Maluf, enxuga a máquina administrativa do TCE, quantos cargos comissionados e contratados fantasmas e muitos que nem batem ponto eletrônico, o TCE não tem moral no estado

EM CÁCERES

4 vereadores pedem para serem chamados pelo apelido

Por 19/01/2021, 16h:17 - Atualizado: 19/01/2021, 16h:19

flavio negacao e manga rosa vereadores caceres 680

Flávio Antonio Lara atende por Negação e Francisco Welson Amanrante dos Santos se registra como Manga Rosa

Em Cáceres, quatro dos 15 vereadores desta nova legislatura formularam em documento um desejo curioso, o de serem identificados na vida pública pelo apelido.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Marcinho | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h17
    0
    0

    Tem que mostrar serviços públicos para população, isso sim...

  • marcos gonçalves | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021, 20h04
    6
    0

    4 babacas

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2659