Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Janeiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Análise

Auditoria coloca imagem da Câmara em xeque às vésperas do julgamento de Lutero

Por 26/03/2014, 09h:16 - Atualizado: 26/03/2014, 16h:36

A Câmara de Cuiabá volta a ser palco de denúncias e de polêmicas: nepotismo e excesso de contratações. Às vésperas do julgamento, na Justiça, do ex-presidente do Legislativo Lutero Ponce, cassado pelos vereadores após ser acusado de causar um rombo de R$ 7 milhões, eis que o Parlamento é colocado novamente em “xeque”. Desta vez por uma auditoria do TCE, que apura a contratação de parentes e uma possível farra com a chamada verba de gabinete, fixada em R$ 17 mil, mas que foi extrapolada por 12 dos 24 parlamentares - veja aqui.

As atitudes, que, segundo eles, já foram contornadas, fizeram com que o duodécimo, em 2013, de R$ 32 milhões fosse insuficiente, gerando dívidas. A proporção das duas situações, do caso Lutero e do levantado pela auditoria, é diferente, mas o resultado é o mesmo: mais desgaste à imagem da Câmara que, nos últimos anos, se tornou palco de brigas, denúncias, processos e cassações.

 Os pivôs da nova história garantem que as exonerações já foram feitas e que não houve má fé. Estarrecida, a sociedade, por sua vez, busca entender o que acontece na sede do Legislativo cuiabano, o maior de Mato Grosso. Pode parecer exagero, mas basta olhar com cuidado para a recente história para entender que não.

 Houve denúncias contra os ex-presidentes Chica Nunes (DEM), Lutero, Deucimar Silva (PP) e João Emanuel (PSD), todos acusados de desviar recursos públicos e/ou aplicar inadequadamente o duodécimo. Até aqui, apenas Lutero foi punido politicamente, sendo o primeiro a ser cassado na história. Os demais enfrentam ações na Justiça e/ou sofreram sanções dos órgãos fiscalizadores.

 Já João Emanuel, que teve que renunciar ao cargo, enfrenta ação na Justiça e processo na Comissão de Ética, tenta provar a inocência e manter o mandato. Ele, que é um dos parlamentares eleitos em 2012 e que propagaram a renovação de valores e posturas no Legislativo, foi pivô da Operação Aprendiz, sendo acusado de fraudar licitações e desviar recursos.

O social-democrata aponta armação e garante não ter incorrido em irregularidade. Mas, o que chama a atenção, é que não são apenas os ex-presidentes que têm a índole questionada. Vereadores são acusados de extrapolar o uso de verba de gabinete e de aumentar, excessivamente, a verba indenizatória. Ela precisou ser “freada” por decisão judicial, que reduziu o benefício de R$ 25 mil para R$ 18,9 mil. 

Assim, pouco mais de um ano após o início da nova legislatura, o que se espera é que os “novos” vereadores, enfim, comecem a construir uma nova história, tendo o interesse público como principal foco e atuando como fiscalizadores das ações do Executivo para que a Capital, que completa 295 anos em 8 abril, se desenvolva e seja cada vez mais um lugar melhor para se viver.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Raul | Quarta-Feira, 26 de Março de 2014, 17h19
    0
    0

    Concordo, para esconder a vergn há dos sem vergonha que é o povão que vota nesses caras.

O TROCO

Presidente do Senado não vê a hora de pedir pra Selma se retirar

Por 29/01/2020, 08h:30 - Atualizado: 28/01/2020, 20h:57

Marcos Oliveira

davi alcolumbre 680

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que abre os trabalhos legislativos de 2020, promovendo sessão solene na próxima segunda (3), está com sede de vingança política na colega Selma Arruda.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • walter liz | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 08h43
    0
    2

    este cidadão faria um grande favor em sair junto com ela e não voltar tambem, este presidente trabalha contra os interesses do povo Brasileiro

ELEIÇÃO AO SENADO

Principal nome da esquerda desiste; agora, PT saudações

Por 28/01/2020, 19h:44 - Atualizado: 28/01/2020, 19h:53

carlos abicalil 680

Embora na lista de sete opções petistas para a disputa ao Senado, na suplementar de 26 de abril, Carlos Abicalil resolveu pisar no freio. E não pretende mais concorrer ao pleito.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Elias | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 07h42
    1
    2

    que pena ... o melhor candidato....................

  • Benedita da Silva | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 23h39
    3
    0

    A nau dos afogados, querem dividir pra reinar, vão dividir pra morrerem abraçados, com a candidata do PCdoB.

  • Amosil | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 21h50
    9
    5

    Pode vir ,q vai levar um porrete d perder o rumo .. Vai parar lá em San Mathias.

BRIGA DOS CASSADOS

Suplente detona: "Jamais imaginei que dinheiro do empréstimo seria utilizado por Selma irregularmente"

Por 28/01/2020, 15h:05 - Atualizado: 28/01/2020, 15h:13

beto possamai 680

O empresário e primeiro-suplente Gilberto (Beto) Possamai questiona matéria neste Blog entitulada "Selma e os culpados pela cassação", assegurando, em nota, que não fez negociata com o advogado Lauro da Mata para simular empréstimo com vistas a justificar mais de R$ 1,5 milhão na conta bancária da senadora, que teve o mandato cassado junto com os suplentes.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Charles Ariel de Araújo Lemos | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 09h19
    0
    0

    Será que ele pensava que o dinheiro do empréstimo era para comprar bocaiuva na feira do Porto???

  • Glaucia Coxipo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 17h55
    5
    6

    essa selma enganou ele, sujou o nome dele e enganou nós eleitores e ainda deu um prejuizo de que ter fazar outra eleição num gasto de quase 10 milhões

SEM INFRAESTRUTURA

Sob atoleiro e pontes caídas, BR-174 está intransitável no Noroeste de MT

Por 28/01/2020, 10h:41 - Atualizado: 28/01/2020, 10h:46

br 174 680

A BR-174 está praticamente intransitável, principalmente na altura do km 850, entre Castanheira e Juruena, no noroeste mato-grossense. A péssima infraestrutura da estrada, aberta há quatro décadas e até hoje sem pavimentação asfáltica, se agrava com o excesso de chuvas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Inácio Roberto Luft | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 13h50
    4
    0

    E onde está o Fethab? Fortunas arrecadas para quê?

  • REGINALDO BUFFER | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 12h47
    2
    8

    Essa obra foi construída em terra e apenas encascalhada pelo então Governador Júlio Campos entre 1983/87 e infelizmente até hoje não foi asfaltada como merecia. As pontes era de madeira só que no tempo do Governo dos Campos e do Maggi tinha a manutenção permanente e hoje não tem nada, a SINFRA desde o tempo do Silval e Taques no abandonaram a DEUS dará. Volta ...os 'Campos para o Governo para o Nortao ser valorizado de novo.

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

DEM abre prazo até 16 de fevereiro e Júlio será único a se lançar à disputa

Por 27/01/2020, 23h:42 - Atualizado: 27/01/2020, 23h:49

julio campos 680

A direção estadual do DEM abriu prazo até 16 de fevereiro, ou seja, daqui a 18 dias, para quem desejar ser candidato à suplementar de 26 de abril para o Senado se manifestar oficialmente.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • rubens | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 19h58
    2
    0

    chega dos Barões do Agronegócio e dos mega empresários. Não ligam a minima para o povo. Só pensam em seus interesses.

  • Danilo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 15h44
    0
    6

    Como um simples observador da politica de Mato Grosso, conversando com muita gente daqui e do interior, o Julio Campos, mesmo com 73 anos de idade, ainda é o mais forte candidato ao Senado para enfrentar o bilionário Otaviano Piveta. Vai uma luta de um cara simplorio,humilde e carismatico como é o Julio, contra um cidadão tido como metido a besta, bilionário do Agronegocios, e pouco comunicativo com o povão. Qualquer cidadão fala de igual por igual com o Julio, quem consegue chegar no Pivetta ? Ninguem...preparem para a luta em 26 de abril.

  • Marsofo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 15h34
    0
    1

    Fiquei sabendo hoje. Senador significa " homem velho". Deriva do latim " senis" ou seja , senil. Sem intenção de analogia com qualquer pessoa.

EM PRIMEIRA MÃO

DEM prioriza 10 maiores, sobe pra 5 opções em Cuiabá e define em maio

Por 27/01/2020, 22h:11 - Atualizado: 28/01/2020, 15h:51

rogerio gallo 680 dem

Rogério Gallo, secretário de Fazenda, se filiará ao DEM, se tornando uma das 5 opções da sigla a prefeito de Cuiabá

Em reunião de cúpula há pouco, no Palácio Paiaguás, o DEM do governador Mauro Mendes decidiu que terá candidatura a prefeito prioritariamente nos 10 maiores municípios do Estado, como Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. E, no caso da Capital, ampliou-se para cinco o número de pré-candidatos.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Henrique beltão | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 21h06
    0
    0

    Só coisa ruím, credo!!!

  • Servidora aposentada | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 11h18
    10
    3

    QUALQUER CANDIDATO DO DEM DE MAURO MENDES VAMOS DAR UMA SURRA NAS URNAS, TAXOU DE FORMA IRRESPONSÁVEL OS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS PRINCIPALMENTE OS VELHINHOS APOSENTADOS QUE AGORA TERÃO QUE SE VIRAR NOS 30 PRA NÃO MORREREM SEM REMEDIOS QUE A PRIORI AUMENTARAM DE PREÇO E DIMINUIU NOSSO PODER DE COMPRA

  • Vilmar | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 10h52
    9
    2

    Mauro Mendes é tão ruim, mas tão ruim que não consegue alavancar um candidato a prefeito viável em Cuiabá. Aplausos à sua incompetência. Como militante do DEM espero que os Campos se livrem logo desse oportunista.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2482