Blog do Romilson Cuiabá, 11 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

INVESTIGAÇÃO

Cassados concluem os mandatos sem punição e querem reeleição

   Todos os 24 deputados estaduais eleitos e/ou reeleitos respondem a algum tipo de processo na Justiça Eleitoral, seja na 1ª ou 2ª Instância, revela A Gazeta deste domingo. Entre as acusações estão compra de votos, propaganda ilegal ou irregularidades na prestação de contas da campanha. O jornal lembra que "boa parte dessas ações ainda tramita na 1ª Instância, onde a Justiça é mais lenta devido à necessidade de produção de provas, oitiva de testemunhas e possibilidade de recursos a cada decisão judicial."

    Além de poderem recorrer de eventuais sentenças de primeiro grau, os parlamentares ainda possuem foro privilegiado, o que tranca e torna mais lenta o julgamento dos processos. Assim, devem concluir os mandatos sem risco de cassação. Os democratas Gilmar Fabris e Chica Nunes (ex-PSDB), por exemplo, tiveram os registros cassados por crimes eleitorais, mas recorreram ao TSE e obtiveram liminares que seguram-nos na cadeira na Assembleia. O deputado federal Pedro Henry (PP) também vive a mesma situação. Eles já estão na reta final do mandato de quatro anos e se movimenta em pré-campanha à reeleição.

    Marcos Henrique Machado, da 55ª Promotoria Eleitoral, admite, em entrevista para A Gazeta, que "é comum políticos concluírem seus mandatos sem serem julgados" e lamenta que alguns recorrem a expedientes para protelar a ação como, por exemplo, pedir para a Justiça ouvir determinada testemunha e depois orientá-la a fugir, de modo a não ser localizada.

------------------------------
Leia matéria completa aqui (exige-se cadastro)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • carlos jose | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 15h50
    0
    0

    O tj e tre é uma verdadeira piada, será que esses grandes estudantes que sentaram no banco escola se recordam dos conhecimentos que receberam, os acordões também ocorrem ainda hoje, tudo isso são legados que a história plantou, alguns ainda nao captaram a mensgaem e continuam no passado, os beneficios sempre serão pessoais, títulos, vaidades e outros que só a era humana é capaz de ofercer, uma vergonha para os filhos dos filhos, netos dos conselheiros do tj, tre dos juízes, que formadores de opiniões estão criando, será que o ciclo dará contunidade em futuro que já está tão próximo!? Esse é o País Democrático, onde as leis criadas são todas cumpridas, os lideres são totalmente a favor do Estado de um apequena minuria que possa retribuílo o mesmo... Parabéns Romilson pelo quadro.. Obrigado

  • Paulo Roberto | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 09h14
    0
    0

    As decisões do TJ são uma piada de mau gosto!! Eu acho que são por conviniências. Veja o caso do ex-deputado Valter Rabelo, foi cassado rapidinho! Porque se- rá??? Todas decisões do TJ em relação a politícos e gestores públicos são questio- náveis!! Me prove o contrário...... Mas, quando é um ladrão de varal! Ele sente o peso da borduna....

CARGO VITALÍCIO

Eis um cotado do Executivo pro TCE

Por 11/07/2020, 09h:23 - Atualizado: 01h atrás

rogerio gallo 680

Os rumores de que o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, teria interesse em assumir uma vaga de conselheiro do TCE têm causado um desconforto na Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

NOVO PARTIDO

Fracassa a busca por assinaturas em MT pelo Aliança de Bolsonaro

Por 10/07/2020, 12h:58 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:03

bolsonaro 680

Apesar de fazer muito barulho e prometer juras de amor eterno a Jair Bolsonaro, os apoiadores do capitão ainda não conseguiram avançar com a colheita de assinaturas para o Aliança, partido que a família Bolsonaro pretende criar.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • joaoderondonopolis | Sábado, 11 de Julho de 2020, 08h43
    5
    1

    Puxa vida, conseguiram ainda muitas assinaturas, isto tudo são reflexos de se aliar aos bandidos, pois na campanha dizia ir contra a bandidagem, porém mudou de ideia, traindo assim os eleitores do país.

  • Alyrio Filho | Sábado, 11 de Julho de 2020, 08h26
    2
    4

    Mito 2022, estamos com ele....

  • Cleonice l s vieira | Sábado, 11 de Julho de 2020, 07h42
    2
    3

    Sei não nao 🙄tem algo errado aí 🙄😏Mato grosso é Bolsonaro com ctz

EM CUIABÁ

Relatório da CPI traz esperança a Niuan de se tornar prefeito

Por 10/07/2020, 12h:49 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:02

niuan ribeiro 680

O vice-prefeito Niuan Ribeiro (Podemos) encheu-se de esperanças de se tornar prefeito interinamente com a decisão da CPI do Paletó, que hoje aprovou relatório paralelo, propondo afastamento  do prefeito Emanuel Pinheiro por seis meses.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Amaral antunes | Sábado, 11 de Julho de 2020, 07h12
    0
    0

    Amaral antunes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ricardo | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 23h22
    1
    1

    Gostaria de fazer uma esclarecimento. No mês de fevereiro os governadores e perfeitos não podiam decretar quarentena por duas razões: a primeira, essa atribuição so foi conferida em abril de 2020 por decisão do STF; segundo e mais importante, na PL13.979 de 09 de fevereiro de 2020 de autoria do poder execultivo federal em seu art. 1° e no §1° do art.3°, fica claro e cristalino que no mês do carnaval não podia ser decretado quarentena. Logo fica fácil de afirmar que os governadores e prefeitos NÃO são culpados. Sendo assim, considerando que o presidente nunca, repito NUNCA foi favorável distanciamento social. Então ele é o único culpado.

NOS BASTIDORES

"Amarrações" para Max ir para o TCE

Por 10/07/2020, 10h:44 - Atualizado: 10/07/2020, 12h:32

max russi 680

Há uma forte movimentação nos bastidores que pode resultar na ida do deputado Max Russi para o TCE-MT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Reginaldo | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h44
    4
    0

    Tai eleitor de MT, os donos do poder ajustam as peças no tabuleiro político onde, seja qual for o resultado, eles ganham, sabe por que? Porque contam com a certeza do nosso voto. Cabe a nós negarmos nossos votos a esses de sempre, o voto que eles mais precisam para concretizarem seus planos. Vamos dar um sonoro não, já nas eleições de novembro e nas eleições de 2022.

  • joao neto | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h33
    0
    0

    Não foi esse que deu um bola fora no botelho no caso AGER????? tOMA GOLLLLL

  • renato | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h15
    4
    0

    se ele soubesse o que tá por vir

CAMARA DE CUIABÁ

Relatório de Toninho à CPI do Paletó é pela absolvição do prefeito

Por 09/07/2020, 17h:57 - Atualizado: 09/07/2020, 18h:03

toninho de souza 680

O relatório de Toninho de Souza (PSDB) à CPI do Paletó, a ser apresentado amanhã na Comissão, é pela absolvição do prefeito Emanuel Pinheiro da acusação de que teria cometido infrações político-administrativas no episódio do vídeo em que aparece recebendo dinheiro, na época em que era deputado.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • JOHN GORDON RAMSAY | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 19h12
    0
    0

    A culpa com certeza deve ter sido do alfaiate que fez o paletó. Toma vergonha vereador vá a um oculista.

  • Luiz Esmael | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h51
    1
    0

    Um circo armado. Há cinco meses para fim do mandato Camara Municipal decide abrir CPI. Cobta outra piada. Vereadores nao merecem nenhum tipo de seriedade. Uma CPI leva quatro meses para ser concluida. E povo tratado como palhaco

  • Rubens | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h47
    0
    4

    Tmj meu vereador Toninho de Souza.

PROCESSO ELEITORAL

Reitor da UFMT caminha livre à reeleição

Por 09/07/2020, 11h:29 - Atualizado: 09/07/2020, 11h:36

evandro 680 ufmt

Com a força do cargo e de uma máquina detentora de R$ 1 bilhão anual de orçamento, o reitor Evandro Aparecido Soares caminha livre para a reeleição na UFMT.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2569