Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

MILITARES

Para Fávaro, intervencionistas desconhecem história e não exercem papel de cidadã

Por 02/06/2018, 08h:00 - Atualizado: 03/06/2018, 07h:56

Pré-candidato ao Senado pelo PSD, o ex-vice-governador Carlos Fávaro atribui as manifestações pela intervenção militar à falta de conhecimento da história. Além disso, afirma que os chamados intervencionistas preferem entregar aos militares a responsabilidade de administrar o país para não exercerem suas responsabilidades enquanto cidadãos.

Gilberto Leite/Rdnews

vice governador carlos favaro

Pré-candidato, Fávaro diz que os intervencionistas pedem a volta dos militares ao poder por desconhecer a história

“A crise existe porque as pessoas se afastam da política, se afastam do seu dever de cidadão e delegam para os outros a responsabilidade de administrar o país. É muito fácil pedir para os militares fazer uma intervenção e calar todo mundo. Quem pede isso, nem sabe o que é”, afirmou Fávaro em entrevista ao .

Fávaro também lembrou o caso do caminhoneiro que reivindicava intervenção militar na BR-364 e ficou magoado após ser agredido por militares que usaram a força para desobstruir a pista para passagem de um comboio sob escolta. Segundo ele, a situação inusitada comprova a falta de conhecimento dos intervencionistas.

A greve dos caminhoneiros ocorreu por 10 dias e parou o Brasil. Em Mato Grosso houve desabastecimento de combustível, alimentos como frutas e verduras e ração para animais, até mesmo o fenômeno do canibalismo em granjas de aves e suínos foi registrado. Os bloqueios nas BRs só tiveram um fim depois do presidente Michel Temer anunciar dois acordos feitos com os caminhoneiros e garantir a redução de R$ 0,46 por litro de óleo diesel e outras demandas. Em alguns casos, os manifestantes só cederam com a ação das forças policiais e do Exército.

“Democracia é difícil, significa respeitar as pessoas. O problema é que muitos confundem democracia com anarquia, que acham que podem tudo e tem muitos direitos e poucos deveres. Ao invés de intervenção militar, o Brasil precisa de brasileiros com compromisso com um novo país. Se cada um fazer sua parte, ser um cidadão mais responsável, nós teremos uma grande nação”, completou.

Além do episódio do caminhoneiro, a ação dos intervencionistas chamou atenção em Cuiabá no decorrer da semana. Manifestantes de verde e amarelo fizeram passeatas e chegaram a se ajoelhar em frente aos quartéis pedindo para os militares derrubarem o presidente da República Michel Temer (MDB) com objetivo de “salvar” o Brasil do comunista que imaginam que está sendo implantado.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Maurício Pereira | Quinta-Feira, 13 de Setembro de 2018, 08h31
    0
    0

    A crise existe porque as pessoas se afastam da política, se afastam do seu dever de cidadão e delegam para os outros a responsabilidade de administrar o país.SE NÃO FOSSE PARA DELEGAR RESPONSABILIDADES AOS POLÍTICOS PARA ELES ADMINISTRAREM O PAIS, NÃO SERIA NECESSÁRIO ELEGER NINGUÉM COM ALTOS SALÁRIOS E REGALIAS.

  • Marcus | Domingo, 03 de Junho de 2018, 08h55
    2
    1

    Tudo quanto cidadão que mete a mão grande no dinheiro público e contra a intervenção militar porque sera. Porque tem que continuar a meter a mão como numa maldição. Votiiiii cruz credo desse povo

  • Davi | Sábado, 02 de Junho de 2018, 16h27
    5
    2

    A Marcha Pela Família foi uma série de manifestações públicas ocorridas entre 19 de março e 8 de junho de 1964 no Brasil em resposta ao que foi considerado pela sociedade uma ameaça comunista representada pelas ações dos grupos radicais e pelo discurso em comício realizado pelo então presidente João Goulart em 13 de março daquele mesmo ano. Na data, o mandatário assinou dois decretos, permitindo a desapropriação de terras numa faixa de dez quilômetros às margens de rodovias, ferrovias e barragens e transferindo para a União o controle de cinco refinarias de petróleo que operavam no país. Além disso, prometeu realizar as chamadas reformas de base, uma série de mudanças administrativas, agrárias, financeiras e tributárias, garantindo o que chamava de justiça social, que NA VERDADE NÃO PASSAVE DE UM GOLPE COMUNISTA, que transformaria o Brasil em uma Cuba ou Venezuela, estatizando a propriedade privada. A CF de 1988 foi criada e promulgada sob a égide de corruptos e de viés comunistas, os terroristas de outrora criaram uma constituição que lhes garantiu a ascensão ao poder, o enfraquecimento ou engessamento dos militares e a impunidade. Após a "redemocratização" a educação cumpriu bem o seu papel criando o ambiente de alienação ideológica e de ativismo político cego que nos conduziu à aceitação de um governo corrupto como se não tivéssemos outra opção, grande parte desse processo de doutrinação se fundamenta nos livros didáticos fornecidos pelo MEC.

AULAS ONLINE

O pulo do gato do Farina em tempos de pandemia

Por 04/07/2020, 20h:21 - Atualizado: 04/07/2020, 20h:25

farina 680

O empresário e professor de Física, Sidney Farina, aproveitou a crise sanitária e econômica na esteira da Covid-19 para lançar o pulo do gato da Escola do Farina, tradicional instituição privada de ensino em Cuiabá com duas décadas no mercado.

Postar um novo comentário

COMPOSIÇÃO POLÍTICA

2 sexagenários da política vão se unir na corrida a prefeito de Sinop

Por 04/07/2020, 10h:47 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:54

jorge yanai 680

A disputa pela Prefeitura de Sinop deve unir dois veteranos da política mato-grossense, o ex-deputado federal Roberto Dorner (Republicanos) e o suplente de senador Jorge Yanai (Podemos).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • João Carlos Vicente Ferreira | Sábado, 04 de Julho de 2020, 18h42
    2
    0

    Porque a depreciação? Não os conheço, não são meus amigos, nas acho errado querer tirar sarro de outrem. Expondo-os. Sexagenário é vivência, experiência de vida que pode ser útil à sociedade. Todos envelhecem, lembrem -se disso.

  • Davi | Sábado, 04 de Julho de 2020, 13h06
    0
    0

    Quem colocar com o DEM do Mauro Mendes perdeu o meu voto.

  • Amaral antunes | Sábado, 04 de Julho de 2020, 11h09
    6
    2

    Juntem-se, vao dividir o choro.

SAÚDE PÚBLICA

2 empresas vão tocar UTIs de hospitais regionais por R$ 31 mi

Por 04/07/2020, 09h:56 - Atualizado: 04/07/2020, 10h:01

gilberto figueiredo 680

Após pregão eletrônico, feito em abril, a secretaria estadual de Saúde, sob Gilberto Figueiredo, contratou nesta semana duas empresas para tocar, por R$ 31,1 milhões, as UTIs de quatro hospitais regionais.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Jovem da baixada | Sábado, 04 de Julho de 2020, 14h22
    1
    0

    Trabalho no Metropolitano e posso afirmar, com toda a segurança que a terceirizada que está atendendo no hospital tem mais baixas por covid que o próprio hospital, na guerra contra a pandemia, apenas os magnatas da saúde saem ganhando.

  • Amaral antunes | Sábado, 04 de Julho de 2020, 11h15
    3
    1

    É treta. Empresa particular nesses locais é profissional sem qualificacao em intensivo, equipe reduzida, medicamentos de 5 categoria(o mais barato e com menos eficacia). Esses mandatarios nao visam a cura, visam lucro. Ate o secretario sabe disso, o historico desses hospitais e/ou setores terceirizados sao escandalosose nao sei porque insiste nisso.

COVID-19

Presidente das Assembleias de Deus está entubado

Por 03/07/2020, 18h:02 - Atualizado: 03/07/2020, 18h:11

Gilberto Leite/Rdnews

Pastor da Assembleia de Deus Sebastiao Rodrigues

O pastor Sebastião Rodrigues de Souza, presidente das Assembleias de Deus em Mato Grosso, está entubado.

Postar um novo comentário

EFEITO-CORONAVÍRUS

Prefeito desiste do rodízio e ainda avalia se "estica" o toque de recolher

Por 03/07/2020, 13h:30 - Atualizado: 03/07/2020, 13h:34

emanuel pinheiro 680

O prefeito Emanuel Pinheiro anuncia ainda hoje a desistência do rodízio de veículos e ainda está avaliando se manterá a ideia de prolongar os horários do toque de recolher na Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dejamir Soares | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 19h53
    4
    1

    O Lockdown já é o extremo. Conselho: monte hospital de campanha e compre respiradores.

  • Marcio | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 13h45
    8
    0

    "Cachorro que tem 2 donos morre de fome"! Estamos perdidos...o foco é só um, diminuir a propagação...todas outras medidas são balelas sem eficácia!

PESAR

Morre de Covid-19 o pastor Rubens, vice da Assembleia de Deus em MT

Por 03/07/2020, 11h:34 - Atualizado: 03/07/2020, 18h:13

Rodinei Crescêncio

Rubens Siro de Souza

Morreu nesta sexta, aos 68 anos, vítima da Covid-19, o pastor Rubens Siro de Souza, vice-presidente da Convenção dos Ministros da Assembleia de Deus.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Wander Luis | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 17h06
    2
    17

    Euclides é mais sensato que todos os crentes, que se aglomeram rezando para o amiguinho invisível deles.

  • Marcos Jose | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 15h34
    9
    1

    Meus sentimentos a família do Pastor Rubens Siro. Triste. Muito triste. Perda forte para nossa Igreja Assembléia de Deus. Deus conforte a família neste momento de dor.

  • Coelho | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 14h51
    11
    4

    Homem de Deus 😔😔🙏

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2565