Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

TROCO NAS URNAS

Sob gozação de “senador sem voto”, Medeiros sai das urnas como o 2º mais voto a federal por MT

Com 82.528 votos, parlamentar silencia os críticos e surpreende os céticos

Por 27/10/2018, 16h:20 - Atualizado: 28/10/2018, 11h:49

Desacreditado pelas lideranças e boicotado antes e durante praticamente todo processo eleitoral, zombado por petistas que, numa campanha sistemática para queimá-lo, chamavam-no de “senador sem voto” e de “sem noção”, além de acusá-lo de “fraudar ata”, José Medeiros emergiu das urnas como uma força política autônoma. Calou a boca dos críticos e surpreendeu os céticos.

jose medeiros 250

Deputado eleito José Medeiros em carreata

Sem estrutura de campanha e concorrendo pelo nanico Podemos, Medeiros foi o segundo mais votado em Mato Grosso, conquistando cadeira de deputado federal com 82.528. Os chamados votos espontâneos “brotaram” de todos os 141 municípios. Quase todos de eleitores que querem renovação na política e passaram a admirá-lo pela retidão, pela postura firme no Senado, especialmente no combate à quadrilha que se formou em torno do PT que, sob Lula e Dilma no Planalto, quebrou e afundou o país na corrupção. Milhares acompanham suas atividades nas redes sociais.

Na primeira tentativa a cargo eletivo, em 2006, Medeiros só obteve 8.175 votos à Câmara Federal, pelo PPS. Policial Rodoviário Federal em Rondonópolis, ele passou a atuar nas articulações políticas como membro da Executiva da legenda socialista. Em 2010, foi indicado primeiro-suplente de Pedro Taques ao Senado. A chapa saiu vitoriosa e, quatro anos depois, Taques renuncia para se tornar governador, levando Medeiros a ganhar de presente os quatro anos de mandato. E se tornou uma das poucas vozes no Congresso a enfrentar o petismo. Conviveu com briga jurídica fraticida com o empresário de Sinop, Paulo Fiúza (PV), que alega ser dono da primeira-suplência e sustenta tese de fraude na ata de 2014, com alternância dos nomes na hora da homologação do documento na Justiça Eleitoral. Já na pré-campanha à reeleição ao Senado, Medeiros é surpreendido com a decisão do TRE-MT, que cassou o seu mandato e mandou empossar Fiúza de imediato. Abatido, desistiu da recandidatura e apostou as fichas na disputa à Câmara. Em outra frente, recorreu ao TSE e conseguiu suspender a decisão do TRE, prosseguindo no cargo até hoje.

Votação

As maiores votações de Medeiros, defensor intransigente do presidenciável Bolsonaro, vieram justamente dos três principais colégios eleitorais, sendo Cuiabá (17.436), Rondonópolis (17.131) e Várzea Grande (7.239). Mesmo em municípios não visitados pelo senador no decorrer na campanha, obteve-se boa votação.

Proporcionalmente, Medeiros “abocanhou” mais votos em Guiratinga, no Sul do Estado. Ali, na origem, chegou aos 1.570, o que representa 32,9%. Explica-se: hoje aos 48 anos, o potiguar de Caicó não nega a infância de garoto pobre e sofrido. Viveu parte da infância no distrito de Vale Rico, em Guiratinga.

Medeiros também conquistou 11% dos votos válidos (170) na vizinha Tesouro. Até mesmo do Araguaia, o senador do Podemos saiu com votação expressiva. Em Barra do Garças obteve 1.150 e outros 1.238 em Nova Xavantina.

Em vários municípios, contabilizou acima de mil voto, como em Campo Verde (1.093), Jaciara (1.865), Juína (1.168), Lucas do Rio Verde (1.099), Nova Mutum (1.285) e Pontes e Lacerda (1.048).

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Maria Elizabeth Freitas | Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 14h48
    0
    0

    Ele é muito bom mesmo, vai melhorar, vai ficar ótimo

  • Paulo Costantin Nopla. | Terça-Feira, 30 de Outubro de 2018, 14h22
    2
    0

    Sem "Puxa saquismo". O Zé Medeiros mereceu ser eleito. Foi um excelente estrategista. Viu que seria muito dificil,sua eleição como senador, então optou humildemente,descer um degraú,e se candidatar a uma vaga de dep.federal. Foi tiro na mosca. Foi eleito com sobra. Vai continuar com visibilidade,por mas 04 anos,podendo até,e com muita moral,concorrer a vaga de prefeito de Rondonópolis,com chances de ser eleito. Essa HUMILDADE,faltou ao gov. Pedro Taques.Que mesmo vendo sua imagem muito arranhada,mesmo assim foi tentar a reeleição a governador do estado. Deu a lógica! não foi eleito. Talvez se tentasse, a dep.federal,teria chance de se eleger,e continuar na atividade politica,e em Brasilia.

  • Iracema Pereira da Silva | Domingo, 28 de Outubro de 2018, 16h33
    7
    2

    Esse tem todo o meu respeito. Parabéns Deputado.

ASSOCIAÇÃO MILITAR

Relatório aponta desvio de dinheiro de Associação para conta de coronel

Por 06/06/2020, 18h:14 - Atualizado: 02h atrás

gil e kleber 680

Os coronéis Ricardo de Almeida Gil (esq.) e José Kleber Duarte, que administraram Associação por mais de 10 anos

O presidente interino da Associação Beneficente de Saúde dos Militares de MT, coronel Dival Pinto Martins, conseguiu acesso a duas contas bancárias (C. A. M. e A. G. H. F.) ligadas à entidade e criadas pelos dirigentes afastados, coronéis José Kleber e Ricardo Almeida Gil.

Postar um novo comentário

EM CHAPADA

Prefeita comunica estar com câncer veja

Por 06/06/2020, 12h:25 - Atualizado: 08h atrás

thelma 680

A ex-deputada federal e hoje prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira, anunciou hoje que, após tratamento de trombose, foi diagnosticada com câncer de mama.

Postar um novo comentário

RUMO À APOSENTADORIA

Ex-deputado vai "arrastado" pra sala

Por 05/06/2020, 20h:02 - Atualizado: 05/06/2020, 20h:08

ellene lima 680

Aos 65 anos e já cansadão, Eliene Lima, que voltou à sala de aula após quase 30 anos de vida pública, estava indo arrastado para o IFMT, onde é lotado como professor de matemática, até antes da pandemia. 

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • joana | Sábado, 06 de Junho de 2020, 13h31
    3
    0

    mas o IFMT esta tendo aula? mesmo q on line?

  • MT mais transparente | Sábado, 06 de Junho de 2020, 08h31
    6
    0

    Engraçado como servidor sem titulação de mestre e está fora sala de aula mais 20 anos e aposentar como mestre é irregular. O RDC impede qualquer tipo de aproveitamento sem estar em sala de aula. Sendo assim devemos realizar uma apuração junto CGE esta situação.

  • Juca | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h42
    20
    0

    Esse tem histórico de m...

MORTE PREMATURA

1º exame em Adriano dá negativo para Covid-19

Por 05/06/2020, 12h:42 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:45

adriano silva 680

O exame feito em Cáceres em Adriano Silva, que faleceu na última quarta (4), deu negativo para Covid-19.

Postar um novo comentário

PRECAUÇÃO

Governador deixa residência para fazer exame e nega viagem para SP

Por 05/06/2020, 11h:52 - Atualizado: 05/06/2020, 12h:26

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes, por meio da Secretaria de Comunicação, assegura que continua em casa e desmente a informação de que teria viajado a São Paulo, nesta madrugada, para continuar tratamento contra coronavírus no hospital Sírio-Libanês.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Mauro | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 21h39
    12
    2

    Num momento de dificuldades pelo qual todos nós estamos passando na minha opinião faz-se necessário todo órgão de impressa ter cuidado e checar primeiro a informação antes de divulgá-la, sob pena de produzir e publicar algo inverídico o que de nada contribui no momento atual

  • Eve | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 17h16
    32
    4

    Vocês publicaram que ele tinha viajado para Sao Paulo se tratar no Sírio. Qual é a noticia verdadeira ? Ou voces espalham FAKES NEWS?

  • fabinn | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 14h39
    38
    3

    Isso ai governador, não lhe desejo mal, porém, peço que mostre a qualidade dos hospitais públicos em Cuiabá. Por favor, não pensem errado sobre minha opinião, mas será que o governador iria para o Metropolitano? Santa Casa? Mostre que confia no serviço desses hospitais sr governador. Por favor, eu peço perdão pela fala, não desejo mal de ninguém, não estou usando a doença do governador, só uma curiosidade minha. Desejo melhoras ao nosso chefe de estado.

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:48

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Antonio Carlos jaudy | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h47
    5
    1

    Quero saber quem disse que ele é candidato único? Quero saber se consulta a instituição se faz através de uma Live? Se esse pleito não tiver transparência, justiça e legalidade será motivo de demanda jurídica e responsabilização dos que não cumprirem os ditames legais. A professora Danieli Backes é também candidata e está muito bem cotada quero ver se o nome dela não irá constar da lista tríplice.

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h34
    3
    4

    Antônio, quem é você que fala em nome da UFMT? De onde parte sua informação de que os pre-candidatos retiraram sua candidatura? E esse consenso, foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h30
    3
    1

    Antônio, esse consenso foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2553