Blog do Romilson Cuiabá, 10 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

PRÊMIO DE CONSOLAÇÃO

Sem mandato, Galli terá cargo com Jair Bolsonaro enquanto se articula para concorrer à Prefeitura

Por 11/12/2018, 09h:18 - Atualizado: 14/12/2018, 14h:38

Reprodução

Jair Bolsonaro e Victorio Galli

Galli tira selfie com o presidente eleito, após a solenidade de diplomação de Jair Bolsonaro, na tarde de ontem (11)

O deputado federal Victório Galli (PSL), que não foi reeleito e encerra o mandato na Câmara dos Deputados em 1º de fevereiro de 2019, se prepara para assumir cargo na Casa Civil da Presidência da República a partir da posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Juntamente com Leonardo Quintão (MDB-MG) e Ronaldo Nogueira (PTB-RS), que também não conseguiram renovar o mandato, será responsável pela interlocução do Palácio do Planalto com o Congresso Nacional, sob a coordenação do futuro ministro Ônix Lorenzoni (DEM-RS).

Paralelo ao exercício do cargo em Brasília, Galli já anunciou que pretende concorrer a prefeito de Cuiabá em 2020. Para viabilizar a candidatura, já atua para pacificar e fortalecer o PSL mato-grossense que está sob sua presidência.

Com a eleição do presidente Bolsonaro, Cuiabá também pode ter um prefeito conservador e de direita

Victório Galli

“Já está certo que ficarei em Brasília trabalhando junto com o Mito. Não fui reeleito, mas vou contribuir com o novo governo ajudando na interlocução e articulação junto ao Congresso Nacional. Estamos preparados para ajudar a endireitar o Brasil”, declarou Galli ao logo após participar da solenidade de diplomação de Bolsonaro, realizada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília, nessa segunda (10).

Sobre a possível candidatura a prefeito da Capital, Galli afirma que está à disposição para concorrer caso não surja outro nome no PSL. Além disso, promete buscar o entendimento com o deputado federal eleito Nelson Barbudo e a senadora eleita Selma Arruda, com quem teve divergências durante a campanha eleitoral, para fortalecer o partido e ampliar o número de filiados em Mato Grosso.

“Com a eleição do presidente Bolsonaro, Cuiabá também pode ter um prefeito conservador e de direita. Estou colocando meu nome à disposição e espero contar com o apoio das lideranças do partido. O PSL vai estar forte e unido para as próximas eleições”, completou.

Na tentativa de reeleição, Galli obteve 52.947 votos, mas acabou não garantindo vaga. Ainda assim, foi bem mais votado que os eleitos Leonardo Albuquerque (Solidariedade), Rosa Neide (PT) e  Juarez Costa (MDB).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Fagner Raione Silva Arruda | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 20h43
    0
    0

    A melhor piada do ano. kkkkkkkkkk. Assim que foi eleito, não esquece e leve de assessor o Iori e a cambulhada dos puxas sacos, que viviam as famigeradas operações do Clã Maior. Deus é muito JUSTO!

  • Fagner Raione Silva Arruda | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 20h41
    0
    0

    A melhor piada do ano. kkkkkkkkkk. Assim que foi eleito, não esquece e leve de assessor o Iori e a cambulhada dos puxas sacos, que viviam as famigeradas operações do Clã Maior. Deus é muito JUSTO!

  • Marcio | Segunda-Feira, 24 de Dezembro de 2018, 10h37
    3
    0

    Vai Sonhando vai ta achando que os Cuiabanos são bobó cheira cheira ! Atá

CAMARA DE CUIABÁ

Relatório de Toninho à CPI do Paletó é pela absolvição do prefeito

Por 09/07/2020, 17h:57 - Atualizado: 09/07/2020, 18h:03

toninho de souza 680

O relatório de Toninho de Souza (PSDB) à CPI do Paletó, a ser apresentado amanhã na Comissão, é pela absolvição do prefeito Emanuel Pinheiro da acusação de que teria cometido infrações político-administrativas no episódio do vídeo em que aparece recebendo dinheiro, na época em que era deputado.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 21h32
    7
    2

    Ah qual é o problema? Não tem nada de errado com um sujeito enchendo os bolsos com dinheiro público em um país abaixo da linha do Equador, afinal de contas, porque vocês acham que esses homens entram na vida pública? Tem sido assim desde a proclamação da República, cabe a nós caçarmos ele nas urnas em novembro.

  • pedro Luiz | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 19h34
    16
    1

    Vergonhoso para esse Toninho de Souza. Não sei como o cidadão vota hum sujeito desse.

  • Amaral antunes | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 18h42
    16
    0

    Toninho, quem te conheceu....lá do tempo de reporter né!?

PROCESSO ELEITORAL

Reitor da UFMT caminha livre à reeleição

Por 09/07/2020, 11h:29 - Atualizado: 09/07/2020, 11h:36

evandro 680 ufmt

Com a força do cargo e de uma máquina detentora de R$ 1 bilhão anual de orçamento, o reitor Evandro Aparecido Soares caminha livre para a reeleição na UFMT.

Postar um novo comentário

EDUCAÇÃO

MEC reconhece mais 7 cursos superiores em 4 municípios de MT

Por 08/07/2020, 21h:52 - Atualizado: 08/07/2020, 21h:58

curso mec 680

O MEC renovou o reconhecimento de mais sete cursos superiores de graduação ministrados em quatro municípios mato-grossenses.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Amaral antunes | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 06h46
    8
    0

    Mais cursos de Direito. Ja tem tanto bacharel em recepcoes de hoteis, auxiliares administrativos, porteiros...

desvio de função

Ex-deputado e professor segue por mais um ano em assessoria na AL

Por 08/07/2020, 14h:30 - Atualizado: 08/07/2020, 14h:35

carlos abicalil 680

O ex-deputado federal Carlos Abicalil, professor efetivo do Estado da educação básica e há décadas fora da sala de aula, teve sua cessão prorrogada por mais um ano pelo governo para continuar na Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Maria | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 13h05
    0
    0

    Maria , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Professora Maria | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 11h00
    6
    3

    Esse Professor Carlos Abicalil, de fato e de direito nunca trabalhou na sua profissão de Professor, sempre foi sindicalista, agitador,grevista e politiqueiro. Depois virou Deputado, Assessor de Ministerio e agora Assesor de Deputado. Ganha sem trabalhar desde o tempo do Governo Jaime Campos ou Dante de Oliveira.

  • Chirrão | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 10h35
    7
    1

    SEMPRE ASSIM...PERDE A CAMPANHA E GANHA UM CARGO !!

IGREJA

Primogênito é cotado à presidência interina da Assembleia de Deus

Outra possibilidade seria da escolha do pastor João de França, de Sorriso

Por 08/07/2020, 13h:16 - Atualizado: 08/07/2020, 13h:38

silas pastor 680 igreja assembleia de deus

Com a perda de seu presidente e vice para o coronavírus, respectivamente, pai e filho Sebastião Rodrigues de Souza e Rubens Siro de Souza, a Igreja Assembleia de Deus de Mato Grosso, mesmo ainda em um momento doloroso para familiares e fiéis com a morte dos principais líderes, passará pelo processo de eleição, com vistas ao preenchimento das vacâncias.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Adilson | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 17h14
    3
    0

    Pr João de França é o Pastor presidente até o mês de novembro,qdo será realizada nova eleição da mesa diretora,.

  • Geraldo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 17h07
    1
    0

    O povo de Varzea Grande, adora a monarquia dos CAMPOS, já tem gente exigindo que o sucessor da Lucimar, o Julio Campos Neto, filiado ao DEM, mais com pouca chance, já que é muito pouco politico, e é mais empresário.

  • Membro | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 14h41
    2
    2

    Membro , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PESAR

Morre de Covid-19 pastor Sebastião, presidente da Assembleia de Deus

Por 08/07/2020, 07h:10 - Atualizado: 08/07/2020, 17h:21

Gilberto Leite/Rdnews

Pastor da Assembleia de Deus Sebastiao Rodrigues

Acaba de falecer, aos 89 anos, o pastor Sebastião Rodrigues de Souza, presidente das Assembleias de Deus em Mato Grosso. É mais uma vítima da Covid-19.

Postar um novo comentário

Comentários (29)

  • Jack | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h48
    5
    8

    Impressiona-me como alguns ainda querem culpar o governo federal pela morte das pessoas pelo covid-19. Lembro-lhes que antes mesmo do alastramento o governo editou norma declarando emergência na saúde. Mas os governadores fizeram vista grossa, deixaram o carnaval correr à solta. O governo federal quis buscar a prevenção e foi proibido de dar pitaco, quiseram ficar com a OMS, veja no que deu. Países da África que utilizam ivermectina continuamente têm o menor índice de contágio e morte, mas os sabichões invocam a falta de comprovação científica para o uso de protocolo para tratamento precoce. Afinal, quem é culpado pelas mortes? Só sei que o governo federal é que não é... como ele mesmo dizia, "canalhas, mil vezes canalhas".

  • Clóvis Marcelo | Quinta-Feira, 09 de Julho de 2020, 08h43
    7
    1

    Meus sentimentos a família SHALOM

  • Eliel Queiroz Barros | Quarta-Feira, 08 de Julho de 2020, 23h35
    9
    16

    Será que era mais um que apoia esse governo da morte? Cadê os milagres divinos?

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2568