Blog do Romilson Cuiabá, 30 de Novembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

BRIGAS INTERNAS

Conflito com presidente "autoritário" da Ager motiva saída de diretores

Por 26/06/2019, 15h:00 - Atualizado: 26/06/2019, 15h:05

fabio calmon ager 680

 

As trocas de cadeiras de diretores da Agência de Regulação dos Serviços Delegados (Ager-MT) estão sendo motivadas pelo clima tenso criado a partir da condução autoritária e de difícil relacionamento imposta pelo presidente Fábio Calmon, seja com membros da diretoria, seja com servidores em geral.

Ele se acha "o cara", pontuam alguns funcionários.

Até então adjunto de Transporte Intermunicipal e Concessões da Sinfra, Calmon foi indicado pelo ex-governador Pedro Taques, no início do ano passado, à presidência da Agência. Contou com articulação do ex-chefe, o então secretário Marcelo Duarte. Substituiu Eduardo Moura.

Mesmo inexperiente na área, Calmon se fechou na Ager-MT com outros três assessores levados por ele. E, segundo informações, passou a tomar decisões isoladas, ignorando o colegiado. Entrou em rota de conflitos.

Contrariada, em abril deste ano a servidora de carreira Keile Costa Pereira entregou o cargo de diretora reguladora da Ouvidoria. No mês seguinte, o também funcionário efetivo e contabilista Luiz Arnaldo Farias de Melo deixou o posto de diretor de Transportes,

Para substituídos, o governador Mauro Mendes indicou José Rodrigues à Ouvidoria e Emerson Almeida para o posto de diretor de Transportes. Ambos vão ser arguídos pelos deputados no próximo dia 2 de julho. Enquanto isso, Fábio Calmon, uma unanimidade em rejeição dentro da Ager-MT, segue no comando.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Walter Souza | Sábado, 29 de Junho de 2019, 13h56
    1
    6

    Alegações totalmente infundadas. A diretora Queili saiu por razões pessoais e o sr. Luis Arnaldo para evitar que fosse afastado como de fato foi pela CGE. Essa é a verdade.

  • Leno Cuiabano | Sexta-Feira, 28 de Junho de 2019, 12h55
    4
    4

    O presidente da AGER está numa situação complicada , tem que lidar com empresários,ex e atuais deputados,TCE, e servidores, é muito conflito de interesses particulares, enquanto isso a população em todo o estado sofre com a falta de qualidade no transporte de passageiros e com tarifas altas(abusivas).

  • Marques | Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019, 15h10
    7
    2

    O tal Sociedade, parece que é da turma da Novo Horizonte, kkkk sei não

FORÇA DOS SERVIDORES

De onde partiu o trunfo para a virada histórica de Emanuel

Por 30/11/2020, 18h:51 - Atualizado: 04h atrás

antonio wagner 680

Foi a partir da articulação do Fórum Sindical, sob as lideranças de Antonio Wagner Oliveira, o doutor Wagner, de Oscarlino Alves e de Edmundo César Leite, que se construiu a virada de Emanuel Pinheiro em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Eleitor | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 20h31
    9
    15

    Antônio Wagner liderança? Kkkkkkkkkkkkkkk Manda ele candidatar a qualquer coisa,pra ver a sua votação.

RUMO A 2022

Empresário já se articula pra federal

Por 30/11/2020, 15h:39 - Atualizado: 07h atrás

junior verdao 680

O empresário José Wenceslau Júnior, o Júnior da Verdão, começa a trabalhar projeto de candidatura a deputado federal daqui a dois anos.

Postar um novo comentário

APADRINHAMENTO

Afilhada política de Blairo se deu bem e será senadora temporária

Por 30/11/2020, 13h:17 - Atualizado: 08h atrás

margareth buzetti 680

A empresária Margareth Buzetti (PP), aos 61 anos, se deu bem na vida pública, sob empurrão de Blairo Maggi, de quem se diz amigo e da cozinha.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Gilmar Maldonado Roman | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 14h16
    1
    3

    Não seria 2027?

DESGASTE

Gisela e o abraço da morte política

Por 29/11/2020, 20h:23 - Atualizado: 29/11/2020, 20h:25

gisela simona abilio 680

Junto com Abílio Júnior, morre também politicamente, ao menos pelos próximos dois anos, a advogada Gisela Simona (Pros), terceira colocada no primeiro turno na disputa à Prefeitura da Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • joao | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 18h31
    8
    0

    Gisela de uma decisão só, desmanchou tudo o que tinha construído na política, nunca mais os seus seguidores vão esquecer desta desastrada decisão, vai pagar caro.

  • ILDO PEREIRA | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 13h52
    19
    0

    MORREU POLITICAMENTE PORQUE FALTOU COERENCIA, DEVERIA TER FICADO NEUTRA NO SEGUNDO TURNO, PRESERVANDO SEU LEGADO, ACABOU OPTANDO POR ABILIO, COM CERTEZA EM RAZAO DE GANHAR ALGUNS CARGOS NO GOVERNO E NAO PENSOU NO FUTURO, E UMA PENA.

  • Vendas Certas | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 10h29
    13
    0

    Vendo camiseta com a frase " Mesmo sendo Mulher....." by Abelha. Mas só vendo para os apoiadores desta traidora

DERROTA NAS URNAS

Despreparado, Abílio foi longe demais

Por 29/11/2020, 18h:56 - Atualizado: 29/11/2020, 18h:58

abilio derrota 680

Abílio Júnior foi longe demais na vida pública. É um político oco, inconsistente, arrogante, dissimulado, oportunista, contraditório e que soube, sob os artifícios das redes sociais, atacar e se vitimizar ao mesmo tempo.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Paulino | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 15h03
    8
    13

    Érica cabe sim ao povo julgar, a eleição é um julgamento sim, mas entre ficar com um cara que apareceu no vídeo colocando dinheiro no paletó, este vídeo faz parte de um processo da justiça com delações apontando que são verbas de propina e um outro cidadão que julgam inexperiente, eu fico com o inexperiente.

  • João Pedro | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 14h10
    10
    3

    Infelizmente nao temos bom candidatos a politicos, ai temos que escolher entre o Emanuel Paletó e o Abilio surtado

  • Erica Ferreira | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 11h18
    22
    7

    a corrupção do prefeito, cabe a justiça julgar, agora entregar a prefeitura de uma cidade a um pessoa desiquilibrada que nunca soube o que é gestão, como seria esse governo, não votei a favor da corrupção voltei sem ter opção então preferir optar pela experiencia de gestor para comandar a cidade

REPRESENTATIVIDADE

Com Cuiabá, MDB se torna a maior força partidária de MT - confira

Por 29/11/2020, 18h:09 - Atualizado: 29/11/2020, 18h:10

mdb prefeitos 680

Com a vitória em Cuiabá, marcada pela reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro, somando 23 prefeituras, o MDB se torna a maior força partidária de Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ricardoefferson | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 09h16
    6
    0

    Democrata fadado ao ostracismo político

  • Rico | Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020, 09h14
    12
    0

    Senador Jaime peça orientação ao Bezerra dê como administra um partido político

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2635