Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

EMBATE NOS TRIBUNAIS

Ex-ministro vê como certo queda de Selma e posse de Fávaro neste ano

Por 20/08/2019, 01h:05 - Atualizado: 20/08/2019, 01h:08

Rodinei Crescêncio/Rdnews/arquivo

luiz eduardo cardoso

O ex-ministro da Justiça do Governo Dilma, José Eduardo Cardozo, advogado de Carlos Fávaro, terceiro colocado nas urnas ao Senado, está convicto de que neste ano Selma Arruda cai em definitivo. E, nesse caso, Fávaro assumiria a vaga de senador de imediato até ser proclamada uma nova eleição.

Juíza aposentada, Selma foi cassada por unanimidade pelo Pleno do TRE desde abril por abuso de poder econômico e caixa dois. E nestes quatro meses, em que se sustenta na cadeira de senadora, ela ingressou com medidas protelatórias no próprio TRE e com recursos no TSE.

Advogado renomado, bastante influente e com bom trânsito nos Ministérios, Cardoso tem dado essa garantia com operadores do direito com os quais vem conversando. Reforça a tese de que as provas contra Selma são contundentes. E muitos já passaram a achar possível a cassação se concretizar neste ano.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • joao | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 22h51
    1
    2

    imundice petralha

  • joaoderondonopolis | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 10h42
    9
    9

    Cada palavra de esperança como esta, vale mais de R$ 1.000.000, 00 (um milhão de reais).

  • Marco Antônio de Castro Pinto | Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019, 10h41
    12
    11

    O choro do perdedor é impressionante,como Cuiabano fico revoltado com essa notícia ,acha que pode ser Senador da República mesmo sendo derrotado nas urnas. Fico embalado pela reflexão profunda sobre a vida,sobre o choro e pela iminência do nada essa metafísica do insignificante.

Rondonópolis

Ato anti-vereadores por enterro de CEI terá pizza de 10 metros

Por 29/05/2020, 17h:45 - Atualizado: 01h atrás

cei rondonpolis 10

Vereadores de Rondonópolis, uma das cidades mais politizadas do Estado, enterraram no último dia 22 um pedido de investigação contra o prefeito Zé do Pátio e, com isso, provocaram a ira do Movimento Popular, que neste sábado realiza um ato de protesto na praça Brasil.

Postar um novo comentário

LEGISLATIVO

Deputados perdem tempo com projetos inconstitucionais

Por 29/05/2020, 11h:47 - Atualizado: 07h atrás

Fablício Rodrigues

assembleia fachada 680

Vários deputados têm se debruçados em propostas que, ao final, resultam em nada de concreto. Não se atentam à constitucionalidade dos projetos, mesmo tendo à disposição corpo jurídico.

Postar um novo comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 29/05/2020, 07h:56

selma arruda 680

Juíza aposentada e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo Povoas | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h47
    3
    5

    Não preocupe não, em dezembro terá a eleições para o Senado, e esse Senador-BIONICO Carlos Favaro será expurgado do Senado, pelo cidadão Júlio José de Campos, que é um homem preparado e popular, que vai ocupar com dignidade o lugar da Dra Shelma Arruda. Xau Favàro, o breve.

  • Saulo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 09h36
    5
    9

    Senadora Selma, tá muito claro a manobra pro Favaro assumir, Eduardo Cardoso petista era seu advogado, Tofoli que deu a liminar também petista, isso é vergonhoso, tem que ter um meio de denunciar isso.

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Aldo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h54
    2
    0

    Não sei quem é mais sem noção, quem fala isso ou quem acredita! Brasil a deriva.

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    8
    3

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    6
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Humberto Nunes (cerimonialista) | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h55
    1
    1

    Falta de respeito e ignorantes em protocolo e cerimonial, Senador é mais importante que Deputados, Prefeitos ou Secretários de Estado. O Sen.Carlos Favàro deveria ter retirado do local imediatamente em protesto pelo desacato. Falhou também o seu colega Wellington Fagundes em não chamar atenção do Cerimonial, pois a ofensa não foi ao cidadão Favàro mais sim a instituição Senado Federal.

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    9
    24

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    18
    33

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548