Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Maio DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

De novo, lobista Eraí Maggi racha o agronegócio sobre nome ao Senado

Por 20/04/2019, 14h:31 - Atualizado: 20/04/2019, 15h:26

erai maggi 680

Megaempresário Eraí Maggi tenta, em vão, transformar Carlos Fávaro (PSD) em candidato único do agronegócio

A eleição suplementar que deve ocorrer até outubro para a vaga da senadora Selma Arruda (PSL), cassada por caixa 2, caminha para reedição de candidatos já derrotados nas urnas do ano passado. Nilson Leitão (PSDB) e Adilton Sachetti (PRB), por exemplo, se animaram com a possibilidade de nova disputa, assim como Carlos Fávaro (PSD), que já está em pré-campanha.

É um sinal de que o agronegócio, de novo, vai encarar o processo eleitoral completamente rachado. O megaempresário e um dos maiores lobistas junto aos governos federal e estadual Eraí Maggi, o rei da soja, é o principal incentivador e financiador da candidatura de Fávaro, que foi o terceiro colocado em 2018, atrás dos eleitos Selma e Jayme Campos.

Eraí prometeu, mas não vai conseguir transformar Fávaro em único nome do agronegócio na disputa. É que Sachetti está ressentido porque não recebeu o respaldo esperado do setor, assim como Leitão. E não aceitam recuar para facilitar a vida de Fávaro.

Além dos três com inserção no segmento, alimentam também expectativa de concorrer à senatória o deputado federal Nelson Barbudo (PSL), o procurador da Fazenda Nacional, Mauro de Lara (Psol), que também foi candidato ao mesmo cargo em 2018, e o ex-senador e ex-governador Pedro Taques (PSDB).

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Julio | Domingo, 21 de Abril de 2019, 21h19
    0
    6

    Mato Grosso que Antero, Senador.

  • Ggm | Domingo, 21 de Abril de 2019, 14h00
    3
    1

    O eleitor podia aproveitar e banir a velha política, elegendo um novo pggara o senado.

  • Mario Vieira | Sábado, 20 de Abril de 2019, 21h31
    5
    8

    Ta' ficando ate' doce para o Julio Campos ganhar essa vaga de Senador, quanto mais candidatos tiver e mais dividir a turna do Agronegocios , mais o Julinho tem chance de voltar para o Senado no lugar da Shelma. Vai representar o candidato do povao simples e humilde de Mato Grosso. E' 251 JC.

  • Gladston | Sábado, 20 de Abril de 2019, 19h46
    0
    1

    Gladston, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Jair | Sábado, 20 de Abril de 2019, 18h46
    4
    6

    Quero que Pedro Taques sai candidato, para levar uma sova, veja o que ele fez com Estado, acabou com nossa economia, atrasou salário, não pagou nosso RGA, inchou o Estado com contratações irresponsável.

  • Paulo Cesar | Sábado, 20 de Abril de 2019, 18h18
    8
    13

    Estará no páreo também a professora Maria Lúcia Cavalli Neder, ex reitora da UFMT.

  • Metal | Sábado, 20 de Abril de 2019, 18h16
    8
    5

    Fora Sachetti

  • Walacce | Sábado, 20 de Abril de 2019, 17h43
    5
    0

    Será que não aprenderam ainda

  • Carlos | Sábado, 20 de Abril de 2019, 17h16
    3
    11

    Tem botelho, Gisela

primeiro escalão

6 secretários têm salário superior ao do governador; um deles, R$ 42 mil

Por 26/05/2019, 09h:05 - Atualizado: 45min atrás

Christiano Antonucci

Emerson Hayashida 680

Emerson Hayashida, que conduz CGE, ganha R$ 42,4 mil, incluindo VI e a vantagem por ocupar cargo comissionado

Seis secretários de Estado, incluindo controlador e procurador-geral, ganham mais que o governador Mauro Mendes, que recebe bruto R$ 20,2 mil mensais. Três entre os 16 do primeiro escalão têm vencimento dobrado em relação ao chefe do Executivo.

Postar um novo comentário

A importância do sorriso

Por 26/05/2019, 00h:14 - Atualizado: 25/05/2019, 20h:29

Dayanne Dallicani

Colunista Jackelyne Pontes

 

Fato inegável: o sorriso é o nosso cartão de visitas.  

Postar um novo comentário

23 de maio: marco histórico para o Brasil

Por 26/05/2019, 00h:01 - Atualizado: 25/05/2019, 09h:52

Rodrigues Souza

Rodrigues Souza

23 maio de 2019 tornou-se marco histórico para o Brasil e o Movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). Data em que o Supremo Tribunal Federal (STF) obteve a maioria dos votos de seus ministros para criminalizar o ato de ódio e repulsa a população LGBT. Mesmo com o adiamento do julgamento, o processo já é simbolicamente vinculante e com efeitos normativos para o ordenamento jurídico brasileiro.

Postar um novo comentário

CERCO A INDÚSTRIAS

Mauro e desafio de cortar incentivos

Por 25/05/2019, 18h:14 - Atualizado: 25/05/2019, 18h:19

Christiano Antonucci

mauro mendes 680

 

Enquanto a Assembleia suspende as investigações da CPI dos Incentivos Fiscais, com promessa de retomada quando tiver equipe técnica no auxílio dos parlamentares, o governo segue reclamando de prejuízos milionários por causa de benefícios concedios ilegalmente no passado a várias empresas.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • João | Sábado, 25 de Maio de 2019, 19h11
    3
    0

    Essa eu quero ver...

Enfim, aberta licitação do transporte

Por 25/05/2019, 10h:46 - Atualizado: 25/05/2019, 10h:54

onibus 680

 

A Prefeitura de Cuiabá, enfim, abre em 15 de julho a tão esperada licitação, em quatro lotes, para o transporte coletivo de passageiros, cuja concessão será por 20 anos, podendo prorrogá-la por mais 10.

Postar um novo comentário

A reforma administrativa não efetiva

Por 25/05/2019, 08h:40 - Atualizado: 25/05/2019, 08h:45

Nilson

Nilson Batista

Os dados do Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) do 1º bimestre do exercício de 2019 do estado de Mato Grosso, publicado no site da Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ), mostra que as receitas correntes arrecadadas somaram R$ 2,52 bilhões. Se adicionarmos o valor das receitas intraorçamentárias, o valor total aumenta para R$ 2,79 bilhões. O mesmo relatório mostra que as despesas correntes empenhadas, que inclui pessoal, somaram R$ 2,13 bilhões. Se adicionarmos as despesas intraorçamentárias, o valor total aumenta para R$ 2,41 bilhões.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2776