Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

LISTA TRÍPLICE

Denúncia chega a Bolsonaro e deve "melar" escolha de Jackson para TRE

Por 16/09/2019, 16h:38 - Atualizado: 17/09/2019, 16h:16

jackson coutinho 680 tre

Uma reclamação trabalhista junto à 1ª Vara do Trabalho de Cuiabá contra o advogado Jackson Francisco Coleta Coutinho deve "melar" a sua nomeação pelo presidente Jair Bolsonaro para composição do Pleno do TRE-MT, na categoria jurista.

Desde o ano passado, Jackson já atua como juiz-membro substituto no Tribunal. E, numa forte articulação política junto à bancada federal, o seu nome passou a ser o mais cotado para preencher a vacância, aberta em julho com vencimento do mandato de Ricardo Almeida.

A lista tríplice está sob a mesa de Bolsonaro. Concorrem também os advogados Huendel Rolim e Ronimárcio Naves.

A denúncia da empregada doméstica Leticia Karoline de Campos, 25 anos, formalizada no mês passado contra Jackson Coutinho e esposa, envolvendo assédio moral após o casal tomar conhecimento da gravidez da trabalhadora, chegou ao conhecimento do presidente da República.

17/09 - às 15h38 - Jurista nega desrespeito a ex-funcionária

Em nota, Jackson ressalta que vai provar que as acusações imputadas a ele são inverídicas. Ainda segundo ele, há provas de conversas que comprovam que a "reclamante adotava condutas desidiosas e abusivas, recusando-se terminantemente a cumprir o horário de entrada (8h). Salienta também que a ex-funcionária praticava faltas injustificadas e que ela também se recusava a cumprir ordens diretas, "razão pela qual, após a aplicação de sucessivas advertências e suspensões, foi-lhe imposta a demissão por justa causa".

Veja, abaixo, a nota

Jackson Francisco Coleta Coutinho, neste ato representado pelo advogado que ao final subscreve, e em razão das recentes notícias veiculadas em sites de notícias regionais, dando conta da propositura de reclamação trabalhista em seu desfavor assim como da violação de direitos trabalhistas da empregada doméstica admitida em sua residência, vem a público para informar que são absolutamente inverídicas as acusações conforme restará provado em regular instrução probatória.

A prova documental, em especial os prints de whatsapp colacionados pela própria reclamante, comprova que esta foi admitida pela esposa do declarante, bem como que sempre houve tratamento respeitoso e, inclusive, seguido das locuções adverbiais “por favor” ou “por gentileza”.

Ocorre que, em especial após o diagnóstico de gravidez, a reclamante adotava condutas desidiosas e abusivas, recusando-se terminantemente a cumprir o horário de entrada (08h) conforme confessado nas mensagens de aplicativo de celular, assim como a praticar faltas injustificadas e até a recusar-se cumprir ordens diretas, razão pela qual, após a aplicação de sucessivas advertências e suspensões, foi-lhe imposta a demissão por justa causa.

A alegação de falta de almoço em dia determinado, aliás, decorre do fato de que a própria empregada deixou de cumprir a solicitação de preparo sob o argumento de que realizaria consulta pré-natal.

O declarante, por óbvio, não deixaria faltar alimentos em sua moradia na qual reside com sua esposa e filha de tenra idade, porém, não tinha condições naquele momento de deixar seus afazeres para preparar o almoço da reclamante.

Por conseguinte, possuindo a consciência tranquila de que sempre cumpriu suas obrigações trabalhistas e dispendeu tratamento digno à reclamante, externa o declarante sua confiança nos órgãos jurisdicionais competentes que esclarecerão a verdade dos fatos.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • vladimir palma | Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 17h24
    2
    0

    dr jackson tem nome e perfil pra isso reclamação trabalhista ele tira de letra ok, to com ele

  • Rui negreiros | Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019, 20h07
    2
    0

    Esse perfil tende a agradar o bolsonaro e nao o contrario..isso, se for verdade o narrado na reclamação

  • Jorge | Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019, 19h35
    3
    2

    Matéria totalmente desfocada da realidade. conhecemos a criação do dr Jackson. Sabemos de sua idoneidade

Rondonópolis

Ato anti-vereadores por enterro de CEI terá pizza de 10 metros

Por 29/05/2020, 17h:45 - Atualizado: 41min atrás

cei rondonpolis 10

Vereadores de Rondonópolis, uma das cidades mais politizadas do Estado, enterraram no último dia 22 um pedido de investigação contra o prefeito Zé do Pátio e, com isso, provocaram a ira do Movimento Popular, que neste sábado realiza um ato de protesto na praça Brasil.

Postar um novo comentário

LEGISLATIVO

Deputados perdem tempo com projetos inconstitucionais

Por 29/05/2020, 11h:47 - Atualizado: 06h atrás

Fablício Rodrigues

assembleia fachada 680

Vários deputados têm se debruçados em propostas que, ao final, resultam em nada de concreto. Não se atentam à constitucionalidade dos projetos, mesmo tendo à disposição corpo jurídico.

Postar um novo comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 29/05/2020, 07h:56

selma arruda 680

Juíza aposentada e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo Povoas | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h47
    3
    5

    Não preocupe não, em dezembro terá a eleições para o Senado, e esse Senador-BIONICO Carlos Favaro será expurgado do Senado, pelo cidadão Júlio José de Campos, que é um homem preparado e popular, que vai ocupar com dignidade o lugar da Dra Shelma Arruda. Xau Favàro, o breve.

  • Saulo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 09h36
    5
    9

    Senadora Selma, tá muito claro a manobra pro Favaro assumir, Eduardo Cardoso petista era seu advogado, Tofoli que deu a liminar também petista, isso é vergonhoso, tem que ter um meio de denunciar isso.

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Aldo | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h54
    2
    0

    Não sei quem é mais sem noção, quem fala isso ou quem acredita! Brasil a deriva.

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    8
    3

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    6
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Humberto Nunes (cerimonialista) | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 10h55
    1
    1

    Falta de respeito e ignorantes em protocolo e cerimonial, Senador é mais importante que Deputados, Prefeitos ou Secretários de Estado. O Sen.Carlos Favàro deveria ter retirado do local imediatamente em protesto pelo desacato. Falhou também o seu colega Wellington Fagundes em não chamar atenção do Cerimonial, pois a ofensa não foi ao cidadão Favàro mais sim a instituição Senado Federal.

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    9
    24

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    18
    33

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548