Blog do Romilson Cuiabá, 01 de Outubro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

CÁCERES

Em ato, Maggi diz que foi fiel a Henry por 8 anos; veja gravação

Em ato, Maggi diz ter sido fiel a Henry durante 8 anos; veja gravação

Deputado Pedro Henry e o ex-governador Blairo Maggi   Quatro dias antes de deixar o cargo de governador, Blairo Maggi (PR), agora candidato a senador, fez um discurso em Cáceres, no ato que marcou a inauguração do ginásio de esportes da Unemat, que tem repercutido até hoje. Ele declarou que, desde 2002, em sua primeira campanha ao Palácio Paiaguás, já havia feito um compromisso com o deputado federal Pedro Henry (PP), para respeitá-lo em todas as ações do governo na região Oeste, onde o parlamentar é tido como cacique político. Esse compromisso, declarou Maggi oito anos depois, foi cumprido fielmente. Foi um recado para o prefeito Túlio Fontes (DEM), no sentido de reforçar o nome de Henry na região.

    Maggi fez o discurso em 27 de março para uma plateia de aproximadamente 300 pessoas. Entre as autoridades estavam o próprio Henry, o então vice e hoje chefe do Executivo e candidato à reeleição Silval Barbosa, o ex-secretário de Estado e candidato a vice da chapa do peemedebista Chico Daltro (PP), o juiz de Direito Geraldo Fidélis, o prefeito Túlio e sua esposa Gisele, o ex-vice-governador Márcio Lacerda, o vice-prefeito e hoje candidato a deputado federal pelo PDT Wilson Kishi, o deputado José Riva, o federal Carlos Bezerra e o coordenador da Unemat Adriano Silva, hoje reitor eleito.

     A leitura política desse acordo de Maggi com Henry é de que, se a administração estadual não vai bem nos municípios da região, a pecha cai sobre os ombros do deputado. O Paiaguás pode até listar obras no município, mas a crítica é de que Cáceres fora pouco beneficiada em detrimento de outras cidades-pólos. Na área habitacional, por exemplo, até 2008, o governo Maggi havia construído 300 casas. 

      De fato, o ex-governador se mostrou "companheiro" de Henry, em detrimento dos correligionários e lideranças até do PPS, onde se elegeu em 2002 e garantiu novo mandato em 2006 e posteriormente do seu novo partido, o PR, tanto que as nomeações mais importantes para cargos da estrutura do governo na região, como os comandos da Empaer, Indea, hospital regional e Ciretran, passaram pelo crivo de Pedro Henry. Além disso, as obras do Estado foram exploradas pelo parlamentar como sendo o principal responsável por viabilizá-las. O problema é que, conforme mostram as pesquisas, a Grande Cáceres é a região onde Maggi e o seu sucessor Silval, que busca a reeleição, apresenta o pior desempenho. Isso vem dando margem de crescimento para os seus principais adversários, sendo eles Wilson Santos (PSDB) e Mauro Mendes (PSB).

     Não é à-toa que Silval, na tentativa de reverter a desvantagem na região, já visitou Cáceres quatro vezes em dois meses. Precisa de um esforço concentrado porque, na prática, ter Henry como principal cabo eleitoral não tem sido tão vantajoso assim para o grupo da situação. Resta saber se, assim como Maggi, Silval fará o mesmo compromisso com Henry. Ambos têm aparecido "colados" nas visitas. O deputado se gaba de ter viabilizado recursos, mas enfrenta alto índice de rejeição e, para piorar, está na condição de inelegível, ou seja, só poderá disputar novo mandato se eventualmente conseguir derrubar a decisão do TRE junto ao Tribunal Superior Eleitoral nas próximas semanas.

    Até 5 de agosto, o Pleno do TRE deve julgar o pedido de registro. Como a tendência é de indeferí-lo, já que foi o próprio Tribunal quem o tornou inelegível, Henry deverá recorrer ao TSE, que, por sua vez, terá prazo até 19 de agosto para se pronunciar. Para piorar, contra o deputado existem ainda 3 pedidos de impugnação do registro devido a pendências das eleições de 2006, que culminaram na sua cassação junto com a deputada Chica Nunes (DEM) por compra de voto.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Clique no play e ouça o que diz Maggi sobre o compromisso firmado com Henry na região de Cáceres 

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Peterson Coelho de Albuquerque | Sábado, 31 de Julho de 2010, 23h59
    0
    0

    Vamos esperar pra ver se esses dois terão vez e votos nestas eleições. EU NÃO VOTO EM NENHUM DELES.

  • Silvia Fernandes da Costa | Sábado, 31 de Julho de 2010, 18h42
    0
    0

    Assisti o vídeo onde o governador revela um compromisso feito há oito anos. Essa revelação é comprometedora e deixa triste toda a região sudoeste de Mato Grosso. Blairo foi infeliz em revelar isso às vésperas das eleições. Não voto mais para Maggi e muito menos para o Pedro Henry. O que irrita a todos nós é a CARA DE PAU que o Pedro Henry faz enquanto Maggi falava. Ele dava sorriso cínico enquanto outras autoridades se postavam sérios.

  • SATURNINO BENTO RIBEIRO | Sábado, 31 de Julho de 2010, 18h34
    0
    0

    VERGONHA.... VERGONHA.... VERGONHA. ISSO É UMA SAFADEZA DAS GRANDES. COMO SE AMARRAR A UMA ÚNICA PESSOA EM DETRIMENTO DE UMA REGIÃO? Porque será que o Blairo Maggi aceitou esse compromisso? Será que o Pedro tem alguma coisa presa? Isso é muito desagradável quando sai uma declaração do próprio governador no seu final de mandato. NÃO VOTO EM MAGGI E NEM NO PEDRO HENRY. Vou de TAQUES para Senador da República. POVO E ELEITOR MATOGROSSENSE, VAMOS MUDAR ESSE JOGO VOTANDO PARA PEDRO TAQUES SENADOR E MAURO MENDES GOVERNADOR.

ENGENHARIA E AGRONOMIA

Sob clima tenso, Crea-MT elege presidente nesta 5ª

Por 30/09/2020, 21h:51 - Atualizado: 02h atrás

joao valente 680

Sob clima tenso, marcado por embates na Justiça, ameaças e acusações mútuas, quatro candidatos disputam nesta quinta, 1º de outubro, a presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Postar um novo comentário

CORRIDA AO SENADO

Agro rachado em 3 candidaturas; os Maggi e Mauro reforçam Fávaro

Por 30/09/2020, 16h:51 - Atualizado: 07h atrás

Leopoldo Silva

carlos favaro 680

Os primos Blairo e Eraí Maggi se juntaram ao governador Mauro Mendes para reforçar a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro, do PSD.

Postar um novo comentário

BASE NA CÂMARA

Bolsonaro recompõe quadro de vice-líderes e mantém Medeiros

Por 30/09/2020, 10h:53 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:55

bolsonaro vice-lideres 680

O presidente Jair Bolsonaro e os novos vice-líderes do Governo na Câmara Federal, entre eles José Medeiros

O presidente Bolsonaro deu mostras de que continua tendo o deputado mato-grossense José Medeiros, candidato a senador pelo Podemos, na cota de aliados fiéis e de confiança.

Postar um novo comentário

LERO-LERO

Copiando bordão do irmão na campanha à vereadora

Por 30/09/2020, 10h:04 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:06

giseli almeida 680

A apresentadora de TV Giseli Almeida usa em sua campanha à vereadora por Cuiabá o mesmo bordão explorado por vários anos pelo irmão Sérgio Ricardo, na época em que também concorreu à Câmara Municipal e a prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Carlos aleluia santos | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 21h49
    0
    1

    Carlos aleluia santos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CABEÇÃO | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 14h02
    2
    2

    O QUE INOJA NA POLÍTICA SÃO INDIVÍDUOS COMO ESSE SERGIO RICAÇO, QUANDO FOI DEPUTADO FAZIA UM MONTE DE AÇÕES EM BENEFÍCIO DOS POBRES, ATÉ CASA ELE DAVA, DEPOIS DE ALCANÇOU SEUS OBJETIVOS FINANCEIROS NUNCA MAS FEZ NADA,RAÇA INFAME

VÁRZEA GRANDE

Para Jayme, é normal chegar água nas torneiras a cada 2 dias

Por 29/09/2020, 20h:51 - Atualizado: 29/09/2020, 20h:55

Geraldo Magela

jayme campos 680

O senador Jayme Campos, prefeito de fato, mas não de direito, tem passado apurado em Várzea Grande.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • mario | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h16
    6
    2

    normal com os problemas que esta ai no dae de vg né,ga,biarras, instalaçoes clandestinas etc... pq voces campos tiveram decadas no poder e não consertaram esse negocio da agua, não vem com desculpas djaime e nem djulinho, vcs foram incompetentes, hoje vg poderia estar livre desse problemas, mas vcs só olhao para vcs mesmos.

  • eve | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h09
    7
    1

    Quem mandou eleger esses tipos de politicos que so pensão em poder. Aprende Varzea Grande, foi eleito pelo povo .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 08h38
    9
    1

    Agora é a hora de tirar esses campos do poder.

EM CUIABÁ

Partido que negociava com 2 a prefeito se torna mula sem cabeça

Por 29/09/2020, 15h:06 - Atualizado: 29/09/2020, 15h:10

adilson levante 680

O PSB, que estava namorando os dois principais candidatos a prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro e Roberto França, não avançou para casamento com nenhum deles. E virou mula sem cabeça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Piada pronta | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 22h13
    0
    0

    Quem falou isso sob coordenação de Levante??? Kkkkk ele é ao mais um na chapa. Ali quem preside e decide se chama MAX RUSSI e a executiva.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2608