Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Agosto DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

UFMT

Em protesto, estudantes em greve ocupam reitoria da UFMT

Foto: estudantes de Comunicação Social   A greve dos estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) completou uma semana, nesta segunda (19), com a ocupação do prédio da reitoria. A manifestação durou ao menos cinco horas. Os ânimos dos estudantes só acalmaram quando eles receberam a confirmação de que a reitora Maria Lúcia Cavalli iria recebê-los durante à tarde para uma tentativa de conciliação. A reunião deveria ter ocorrido pela manhã, mas Cavalli preferiu conversar com alunos no Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) a receber os manifestantes na reitoria, o que levou o grupo a ocupar o prédio da administração.

   Munidos de faixas e cartazes, os universitários "marcharam" pela via principal da UFMT, seguidos por um trio elétrico. Durante a passeata, eles pediram a adesão dos estudantes de outros blocos. O manifesto ganhou o nome de "Dia de Luta". Ao som do cantor Raul Seixas, os universitários reivindicaram a aquisição de novos equipamentos e a contratação de mais técnicos e professores efetivos. Eles reclamaram também da falta de estrutura da Casa do Estudante (CEU) e da remuneração dos bolsistas de extensão e pesquisa. Alguns chegaram a afirmar que Cavalli trabalha a favor do Governo Federal e não para o bem da comunidade universitária.

Fotos: estudantes de Comunicação   Ao todos, os estudantes elencaram 14 reivindicações. Cavalli, por sua vez, alega já ter atendido 13 delas. Segundo a reitora, o atual quadro de professores é capaz de cobrir a demanda de alunos. "Temos 1,6 mil professores, sendo 1.360 efetivos", justifica. Os alunos reagem. Segundo eles, existem cursos que estão com a qualidade e andamento seriamente comprometidos pela falta de profissionais.

Fotos: estudantes de Comunicação   A paralisação começou há uma semana, no bloco do ICHS. Na última quinta (15), o movimento ganhou a adesão dos alunos do Instituto de Linguagens. Ao todo, 10 cursos estão com as atividades paralisadas. São eles: Ciências Sociais, as três habilitações de Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade e Rádio e TV), Geografia, História, Filosofia, Música, Letras e Serviço Social. A reunião prevista para esta tarde pode sinalizar o fim da manifestação.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Aires | Segunda-Feira, 19 de Julho de 2010, 14h55
    0
    0

    Não estou totalmente por dentro do que se passa aí na UFMT, mas preciso discordar da opinião que compara o governo FHC com o governo LULA! Pelo amor de Deus, eu entrei na UFMT como acadêmico em 1988 (graduação em Geografia) em 1995 (pós-graduação em organização e produção do espaço geográfico); em 1996 entrei na UnB (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Também entrei aqui na UFT (como professor efetivo) em 2004 e, agora em 2009 comecei meu Doutorado em Geografia na UFU. Portanto, estou mais ou menos por dentro da política educacional tanto do governo FHC como do governo LULA. Indicutivelmente, ser professor nas Universidades Federais que abriram no governo LULA é muito mais trabalhoso. Entramos na era do Toyotismo em que a produtividade é tudo! No entanto, o FHC não abriu uma Universidade qualquer, enquanto LULA (mesmo capengamente) abriu várias. Inclusive sou professor em uma delas. Desta forma, não há comparações entre o governo anterior e o atual de forma alguma.

  • Aldonso | Terça-Feira, 20 de Abril de 2010, 00h10
    0
    0

    Mais uma tentativa desesperada de golpismo, porque sabem que estamos na frente, em todas as pesquisas feitas, para a Reitoria. A comunidade universitária aprova a nossa administração e não serão meia-dúzia de baderneiros que não querem estudar, que vão conseguir nos intimidar. Vão ter que nos engolir.

  • Ricardo Gomes Sperandio | Terça-Feira, 20 de Abril de 2010, 00h08
    0
    0

    Ricardo Gomes Sperandio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

RAINHA DA CONFUSÃO

Após críticas a Bolsonaro, Selma já enfrenta ira do Podemos e deve sair

Por 05/08/2020, 18h:01 - Atualizado: 02h atrás

selma arruda 680

As recentes críticas da ex-senadora Selma Arruda ao presidente Bolsonaro causaram problema dentro do Podemos, partido que ela preside em Cuiabá, após passagem pelo PSL.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Saulo | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 18h53
    0
    1

    Selma so foi eleita graças ao Bolsonaro, assim como tantos outros, ela não tem luz própria pode encerrar a carreira política, não se eleger nem pra síndica, muito arrogante e prepotente, faz lembrar o pequeno pônei que também derreteu.

CORRIDA AO SENADO

Júlio e Jayme fecham com Leitão sem consultar Mauro e racham DEM

Por 05/08/2020, 08h:49 - Atualizado: 05/08/2020, 08h:52

Rdnews/arquivo

mauro mendes jayme campos julio campos

Governador Mauro Mendes, que é ignorado pelos irmãos Jayme e Júlio Campos no acordo político com Nilson Leitão

Os irmãos Júlio e Jayme Campos arrumaram um problemão dentro do DEM com a decisão isolada de fechar acordo com Nilson Leitão (PSDB), com Julinho entrando de primeiro-suplente na chapa ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Fatima | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 16h38
    2
    0

    Por isso que meu pai sempre falava que com os POLÍTICOS NEM O DIABO PODE.

  • Edvaldo | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 15h44
    4
    0

    Parem de conversa fiada o dr Júlio já montou a estratégia, aos amadores a aprendizagem é longa.

  • Edvaldo | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 15h40
    4
    2

    Parem de conversa fiada o dr Júlio já montou a estratégia, aos amadores a aprendizagem é longa.

GESTÃO NEURILAN

TCE vê irregularidades e mantém suspenso um "acordão" da AMM

Por 04/08/2020, 18h:33 - Atualizado: 04/08/2020, 18h:43

Thiago Bergamasco

domingos neto tce 680

Neurilan Fraga, dirigente da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses, recorreu ao TCE, na esperança de derrubar a decisão que mandou suspender um acordo milionário com a oscip Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD).

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Líderes Comunitários | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 09h06
    8
    0

    Conselheiro Domingos Neto merece ser aplaudido, contrato milionário, AMM quanto tempo este Neurilan no comando, a transparência é tudo em uma gestão pública, TCE órgão fiscalizador

  • jose carlos | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 07h23
    3
    0

    jose carlos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • LARGA O OSSO | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 22h14
    8
    0

    Invetigem os contratos: Jornal oficial do Richard, Locação horas voô do Roberto e material de expediente e informática do Pitter, há anos essas empresas são vencedoras das licitações da AMM.

DISPUTA ENTRE PARTIDOS

E segue a briga pelo comando da Fapemat

Por 04/08/2020, 12h:31 - Atualizado: 04/08/2020, 12h:44

mauricio munhoz 680

O comando da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado (Fapemat) vem sendo disputado pelo DEM, PSD e MDB.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Sergio fontes | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 08h33
    5
    0

    O Maurício foi o vencedor do Premio Celso Furtado de Economia, título concedido pelo Ministério da Integração Nacional, é mestre pela Universidade Federal de Mato Grosso e tem um livro sobre a lei Kandir adotado por diversas Universidades brasileiras.

  • Observadora | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 21h48
    2
    2

    Esses indicados de pesquisa entendem o quê? Sabem pelo menos o que é um currículo Lattes? Possuem um curso de doutorado? Importante deixar claro que um cargo desse exige competência técnica, senhor governador!

  • Nicolau | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 15h50
    7
    6

    Munhoz não era assessor do Riva? Agora é adjunto do Mauro Mendes na Sinfra? Interrssanre! Tudo farinha do mesmo saco.

NOS BASTIDORES

Júlio se articula com 2 pra ser primeiro-suplente ao Senado

Por 04/08/2020, 10h:03 - Atualizado: 04/08/2020, 10h:03

julio campos 680

Júlio Campos quer ser a "noiva" da vez.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Da SILVA | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 19h54
    4
    0

    Sem duvida alguma Júlio Campos o melhor nome para nós representar no parlamento nacional, estou com Júlio, o resto nao me representa.

  • Da SILVA | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 19h53
    3
    0

    Sem duvida alguma Júlio Campos o melhor nome para nós representar no parlamento nacional, estou com Júlio, o resto nao me representa.

  • Ronaldo Garcia | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 17h43
    4
    2

    Infelizmente o DEM mais uma vez erra, ao sabotar a candidatura vitoriosa de Julio José de Campos, ao Senado Federal. Pisou na bola o Governador Mauro e sua gente em apoiar o Faváro, ao inves do Julio, esse cidadão só defende o Grupo Maggi e nao o povo de Mato Grosso. Agora irei votar no Nilson Leitão por causa do Julinho.

SEM CRISE

Mesmo com pandemia, 7 cartórios de Cuiabá faturam R$ 7 mi em julho

Por 03/08/2020, 18h:56 - Atualizado: 03/08/2020, 18h:59

Romilson Dourado

cartorio 7 oficio 680

Não há pandemia capaz de interromper os bons faturamentos dos cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. As sete principais serventias de Cuiabá, que estavam atendendo sob agendamento, fecharam julho com R$ 7,5 milhões no caixa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Filpo | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 01h05
    3
    0

    Cartório é o maior pequi para enriquecer, nenhuma empresa dá tanto lucro. É o Brasil concentrando renda e fazendo péssima distribuição de lucro em nome da burocracia.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2580