Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Fevereiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

EXECUTIVO

Empresário diz que Vilceu e Eder pediram devolução de R$ 800 mil

29/04/2010, 20h:37 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

Empresário Pérsio Briante   O empresário Pérsio Briante, dono da Extra Caminhões Ltda e do jornal semanário Circuito MT, disse que foi procurado pelos secretários estaduais Vilceu Marchetti (Infraestrutura) e Éder Moraes (ex-Fazenda e hoje Casa Civil) para que devolvesse R$ 800 mil que teriam sido pagos pelo Estado a sua empresa na aquisição de máquinas pesadas a título de juros. Pérsio vendeu 95 caminhões para o governo estadual, com faturamento de R$ 23,3 milhões. No total, a gestão Blairo Maggi comprou no ano passado 408 caminhões e quase 300 máquinas pesadas. Todo maquinário foi repassado para as prefeituras no mês passado, às vésperas de Maggi renunciar ao mandato. Foram gastos R$ 241 milhões, oriundos de empréstimos junto ao BNDES.

    Eis que agora a aquisição do maquinário se transforma em escândalo por causa da descoberta de superfaturamento. Pérsio afirma que já havia recebido quase todos os R$ 23 milhões pela venda dos caminhões quando Vilceu e Éder bateram a sua porta. Eles pediram-no que devolvesse R$ 800 mil. "Disseram que o governo tinha comprado mau os caminhões e solicitaram que eu devolvesse o valor referente aos juros". O empresário discorda. Diz que não cometeu irregularidade. Nega superfaturamento. Garante que só vai devolver dinheiro ao erário se a Justiça assim determinar. "Eu não tenho condições de devolver nada e também porque não fiz nada errado", diz Pérsio, em entrevista à TV Centro América (Rede Globo), nesta quinta à noite.

    Uma auditoria realizada a pedido do governo constatou que, de fato, houve sobrepreço. Embora a administração Maggi tenha pago à vista, as empresas faturaram notas com juros de 1,9% ao mês. Aponta que as concessionárias receberam indevidamente R$ 26,5 milhões. Pérsio Briante admite que sua própria concessionária vende o mesmo caminhão por um custo menor. Hoje sai por R$ 176 mil.

    Todo o processo licitatório foi conduzido pela Infraestrutura, sob Vilceu. Coube à Administração, liderada por Geraldo de Vitto, fazer o pregão e, a Fazenda, que tinha Eder como secretário, aferir o pagamento. Pérsio afirma que "o governo não quis vender apenas para uma empresa" e chama atenção para o fato de, mesmo com a descoberta de sobrepreço, a administração ter prosseguido nos pagamentos pela compra das máquinas.

    O Estado corre risco de ser penalizado pelo BNDES, que, diante das irregularidades, pode exigir que todo financiamento seja pago de uma só vez e ainda deixar negativo o cadastro do governo mato-grossense. O governador Silval Barbosa afirma que, assim que seu antecessor Maggi recebeu denúncia de que teria havido superfaturamento, pediu apuração dos fatos pela Auditoria-Geral e pela Procuradoria-Geral do Estado.

Enquete: Você acha que o governador deveria afastar os secr

Você acha que o governador deveria afastar os secretários Vilceu, Eder e Vitto?

Sim ( Votos: = 92.15% )
 
 
Não ( Votos: = 5.28% )
 
 
Sei lá! ( Votos: = 2.57% )
 
 

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.

Postar um novo comentário

Comentários (41)

  • João Basto | Sábado, 01 de Maio de 2010, 14h55
    0
    0

    Pérsio deveria pensar mais nas suas atitudes e ser honesto, e parar de sujar o sobrenome Briante, um dos fundadores da nossa cidade São José do Rio Claro, nós moradores daqui sentimos vergonha desse tipo de atitude do Pérsio, assim é fácil ficar rico né Pérsio.

  • edson nogueira | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 20h32
    0
    0

    edson nogueira, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Davi | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 15h32
    0
    0

    terao que ser afastados do cargos e se possivel irem pressos incopetentes

NA ASSEMBLEIA

De volta pela 5ª vez nesta legislatura

Por 25/02/2021, 09h:15 - Atualizado: 44min atrás

romoaldo junior 680

Aos 60 anos, 40 deles de vida pública, Romoaldo Júnior está de volta, pela quinta vez nesta legislatura, à cadeira de deputado. Aliás, nos últimos 24 meses, ele só ficou 20 dias na reserva, mesmo derrotado nas urnas de 2018.

Postar um novo comentário

APOIOS EXTERNOS

Queda-de-braço entre deputados na eleição da Ucmmat

Por 24/02/2021, 20h:07 - Atualizado: 24/02/2021, 20h:07

bruno rios ucmmat 680

O processo eleitoral na Ucmmat, que terminou hoje com a vitória à presidência do vereador e advogado Bruno Rios (PSB), por uma diferença de 13 votos, se transformou numa queda-de-braço entre deputados estaduais e federais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Chico Bento | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021, 08h38
    1
    0

    Botelho, Janaina e Emanuelzinho apoiando Edcley, por isso perdeu. Logo os deputados mais malhados de MT.

PROJEÇÃO POLÍTICA

Investida no novo presidente da AL

Por 24/02/2021, 16h:25 - Atualizado: 24/02/2021, 16h:25

Rdnews/arquivo

max russi 680

Agora presidente da Assembleia, Max Russi (PSB), que se identifica como "deputado social", aos 45 anos, quer chegar a postos mais importantes na vida pública.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Bainho | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021, 08h43
    0
    0

    Agnello, indicar para uma pessoa estudar é preconceito? Como? Aposto que vc seja de ideologias da esquerda.

  • Heleno | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 19h28
    3
    4

    Primeiro tem estudar, como vai ser governador sem estudo?

CONTRATO EMERGENCIAL

Governo freta avião para transportar indígenas em MT

Por 24/02/2021, 12h:59 - Atualizado: 24/02/2021, 12h:59

indios kayapo 680

Quem pensa que índios da etnia Kayapó, na região de Colíder (Nortão), não viajam de avião está enganado. Com autorização do Ministério da Saúde, um monomotor, às custas da União, está agora à disposição dos indígenas para atender casos emergenciais de saúde.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Chico Bento | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 15h34
    4
    0

    Enquanto isso o trabalhador que produz e paga impostos, tem de viajar durante mais de 24 horas num busão para se deslocar de sua cidade à Cuiabá atrás de um atendimento no hospital de Câncer, ortopedia, exames que só fazem na capital, etc.

INFRAESTRUTURA

Mais 2 mil km de concessão de rodovias

Por 23/02/2021, 14h:54 - Atualizado: 23/02/2021, 14h:55

Mayke Toscano

mauro mendes 680

O governo estadual já promoveu a concessão de quase mil km de rodovias e planeja entregar, até final do próximo ano, mais dois mil km à iniciativa privada.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Realista mais realista que o rei | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 08h46
    6
    0

    "Bão demax" isso! O estado entra com a realização da obra paga com os impostos de nos contribuintes, e depois passa para alguém lucrar horrores cobrando mais uma vez desse contribuinte tão surrupiado. Brasil acorda!

  • Caio junior | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 07h59
    8
    0

    REFAZENDO COMENTARIO: MAURO PEDAGIO MENDES.

  • Caio junior | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2021, 16h43
    2
    0

    Caio junior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

DIVERGÊNCIAS

Na bronca com o cacique do MDB

Por 23/02/2021, 13h:10 - Atualizado: 23/02/2021, 13h:10

juarez costa 680

As divergências entre líderes regionais do MDB não devem cessar tão cedo.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2674