Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Junho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RUMO ÀS URNAS

Empurrado por Blairo, Sachetti anuncia disputa ao Senado e defende Mauro Mendes para o Governo

Deputado está animado com desistência do compadre de disputar reeleição e, combinado com Serys, conduz o PRB para palanque do ex-prefeito de Cuiabá

Por 15/04/2018, 09h:45 - Atualizado: 26/04/2018, 08h:47

Reprodução

Adilton-Sachetti-e-Blairo-Maggi.jpg

Adilton Sachetti afirma que Blairo Maggi é o maior incentivador do projeto ao Senado

O ex-prefeito de Rondonópolis e deputado federal Adilton Sachetti, que trocou o PSB pelo PRB, anunciou que vai concorrer ao Senado e, nessa investida, tem como principal cabo eleitoral o senador licenciado e ministro Blairo Maggi (Agricultura), de quem é amigo há vários anos e de cujo governo estadual fez parte tanto no comando do programa MT Legal quanto na presidência da extinta Agecopa. Em entrevista a este Blog, Sachetti defende para o governo estadual o prefeito Mauro Mendes, que também saiu do PSB e hoje está filiado ao DEM. Ele assegura ainda estar alinhado internamente com a ex-senadora Serys Shessarenko no sentido do PRB marchar com a oposição, especialmente com Mauro, descartando, assim, eventual entrada no projeto de reeleição do governador tucano Pedro Taques.

Sachetti disse ter conversado bastante com o seu compadre Blairo, mesmo este sendo de outro partido, o PP. Blairo tinha a reeleição praticamente garantida, mas preferiu desistir do pleito. E o ministro se tornou seu maior incentivador para a disputa majoritária. Além da brecha deixada por Blairo, também motiva o deputado a abertura de duas vagas no Senado à representação mato-grossense.

"Trabalho para ir ao Senado. Estou com muita vontade e disposição para consolidar essa candidatura". O pré-candidato pondera que tem conversado bastante com as pessoas nas andanças pelo Estado e entende que, com a desistência do Blairo, abriram-se boas possibilidades, na sua avaliação, de êxito nas urnas. "Temos que discutir o Estado, a gestão. Converso com o Blairo e com outros amigos e não estou pra brincar", assegura o parlamentar, que carrega na vida pública perfil mais técnico e que deixou a prefeitura de Rondonópolis, em 2008, com bom conceito administrativo. Adilton é produtor e integra a bancada ruralista. Está no primeiro mandato e se tornou uma das vozes do agronegócio na Câmara.

PRB com Mauro

O deputado explica que já estava com um pé no DEM, quando veio a decisão de Blairo de não mais ir à reeleição. Surgiram outras oportunidades e, se entrasse no Democratas, poderia enfrentar maiores dificuldades porque Jayme Campos também trabalha pré-candidatura de senador. Optou, então, pelo PRB, legenda ligada à Igreja Universal, do bispo Edir Macedo, dono da TV Record.

Perguntado sobre composições, Sachetti disse que está construindo o PRB para o arco de alianças pró-Mauro e nega divergências com Serys. Garante que o fato da ex-senadora ter aparecido junto com Taques na Caravana da Transformação, em Cáceres, não significa adesão do partido à recandidatura do governador. "Eles estavam juntos num encontro casual na Caravana. Estamos avaliando a melhor acomodação e construindo o PRB com Mauro Mendes".

Segundo Sachetti, o quadro de futuras candidaturas vai se afunilar mesmo em junho. Até lá, muitos estão se colocando no páreo. Entre os principais pré-candidatos à senatória estão a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), o deputado federal Nilson Leitão, o já senador José Medeiros (Podemos), além de Jayme e Sachetti.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Zé Mario | Segunda-Feira, 30 de Abril de 2018, 21h18
    1
    1

    Rocha..Respeito sua opinião mas vce está mal informado.Um dos propietários do Hospital do Câncer de Barretos lhe informou da quantidade de Matogrossenses que são atendidos anualmente por este Hospital.Então é este o Motivo que uma de suas emendas foi destinada pra lá.Espero que vce ou alguem de sua Familia nunca passe por isto.É triste cara.

  • Zé Mario | Segunda-Feira, 30 de Abril de 2018, 21h16
    1
    1

    Rocha..Respeito sua opinião mas vce está mal informado.Um dos propietários do Hospital do Câncer de Barretos lhe informou da quantidade de Matogrossenses que são atendidos anualmente por este Hospital.Então é este o Motivo que uma de suas emendas foi destinada pra lá.Espero que vce ou alguem de sua Familia nunca passe por isto.É triste cara.

  • Rocha | Domingo, 15 de Abril de 2018, 21h30
    16
    4

    Coitado !!! Vai pedir votos la em São Paulo Vai!!!!

  • José Mussa de Lima | Domingo, 15 de Abril de 2018, 20h56
    14
    8

    Esqueça, Dep.Adilton Saquetti , saia candidato a Deputado Federal novamente, e tem alguma chance de ser reeleito, SENADOR nem pensar, pois uma vaga é do Jaime Campos (DEM) e outra vaga será do Nilson Leitão (PSDB) ou da ex-Juiza Selma Arruda (PSL). Voce ja tá fora

  • eleitorcba | Domingo, 15 de Abril de 2018, 16h07
    7
    17

    Ex-Reitora Maria Lucia, uma senadora com muita qualidade e compromisso com a educação!

NA TRINCHEIRA

Churrasco com prefeito, ex-prefeito e convidados e "araponga" no muro

Por 19/06/2019, 11h:25 - Atualizado: 3min atrás

abilio 680

Prefeito Emanuel Pinheiro e outros convidados posam para fotografia, enquanto Abílio Júnior observa pelo muro

O vereador de oposição Abílio Júnior (PSC) não dá sossego para os governistas do Palácio Alencastro nem na hora do churrasco, fora do expediente. 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Anotnio | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 11h30
    0
    0

    Kkkkkkkk kkk morri

COMUNICAÇÃO

Pérsio "ressuscita" O Estado de MT

Por 19/06/2019, 10h:17 - Atualizado: 01h atrás

persio briante

Pérsio Briante, Tiago, Gean André, Michele e o colunista Hebert Matos mostram a 1ª edição do jornal impresso

Em mais um passo desafiador para os novos tempos, marcados pela velocidade acelerada das mídias eletrônica e sociais, o empresário Pérsio Briante resolve refundar o jornal O Estado de Mato Grosso. O empresso diário, em cores e com 16 páginas, começou a circular ontem. A solenidade que marcou inauguração do moderno parque gráfico, em Cuiabá, foi bastante concorrida.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • André | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 10h51
    0
    0

    Que moral tem esse Governo para bloquear recursos nossos? Um Governo que não cumpre lei tem altoridade para que? É a justiça? Está sendo justa ou defendendo o seu? Lamentável deprimente a Situação em que vemos justiça e Executivo....

  • Pedro Parente | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 10h40
    0
    0

    Que venha ao menos um Jornal de direita no MT. Pois já estamos cassado de jornais esquerdista.

EFEITO-GREVE

Sob ordem judicial, governador já bloqueia 30% de repasse do Sintep

Por 18/06/2019, 21h:05 - Atualizado: 8min atrás

Tchélo Figueiredo

mauro mendes governador 680

 

Cumprindo determinação judicial, o governador Mauro Mendes já mandou a secretaria de Fazenda bloquear 30% do repasse mensal do Sintep, algo em torno de R$ 200 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Ana Lucia Andruchak | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 11h11
    0
    1

    Governador que se elege dizendo que vai pagar RGA e defender direitos do funcionalismo público e depois de eleito, atrasa salários, não paga direitos e usa de repressão e atos ilegais, pode ter certeza que seu nome ficará manchado na história política de Mato Grosso, como uma pessoa sem caráter!!!

  • SEM ESCOLA | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 11h04
    1
    2

    sintep não acabe com a greve enquando o pedido do sindicato não for atendido, para os poderes nem precisaram fazer greve o aumento foi automatico, vamos pra cima nem que a greve dure 3 meses, ai sim vai entrar para a história do estado.

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h51
    1
    0

    Hpr, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h35
    4
    6

    Esse dinheiro é dinheiro do servidor, descontado da folha do servidor. Se o dinheiro não for repassado ao sindicato, o governo está fazendo é apropriação ilegal do dinheiro do servidor.

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h31
    4
    6

    O sindicato não recebe do governo, recebe de nós servidores. Nós autorizamos o desconto do nosso salário a ser repassado ao sindicato.

  • Maria | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h37
    11
    15

    Indecente este senhor! Ilegal e imoral a atitude desesperada do senhor Mauro Mendes. O Sintep é uma entidade sindical. Seus recursos financeiros lhe são conferidos por seus filiados e filiadas por livre vontade. O Estado deve arcar com o dever de fornecer educação aos seus cidadãos e cidadãs com recursos determinados pela lei. Se ele não consegue cumprir leis e pensa que o Estado é simplesmente uma das suas empresas, deve renunciar. Vá administrar as suas empresas, senhor Mauro Mendes! O Estado é outro organismo, bem diferente do que a sua pouca inteligência consegue absorver! Tire as mãos dos recursos do Sintep que não lhe pertencem e nem ao Estado!

  • Iury Lara | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h53
    10
    15

    Quanto abuso de poder. Inconcebível a atitude desse governador tirano/autoritário! Não esqueceremos de você Mauro Mendes, nos aguarde nas próximas eleições.

  • aloísio | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h12
    11
    3

    Impressiona como nossas relações são permeadas pelo dinheiro. As pessoas, independentemente de posição social conhecem essa realidade e se utilizam desse expediente para tomarem suas decisões, levarem vantagem. Isso até lembra a lei de Gérson: "levar vantagem em tudo...!

  • Citizenship | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h03
    9
    14

    Essa determinação de subtrair a arrecadação do sindicato para pagar locomoção de alunos é uma completa loucura. Que lei estabelece subtrair receita sindical por causa de greve? Ou trata-se de multa? Que lei autoriza vincular receita subtraída do sindicato a uma despesa estatal específica? Ou uma multa a uma despesa específica do governo? Juiz pode impor penalidades previstas em lei. Não pode inventar o que a lei não diz. Houve algum acordo? Mas a decisão do sindicato não é manter a greve? Greve no serviço público é permitida por lei, resguardada a prestação de serviço em 30% do serviço regular. O juiz inverteu a lei antes do processo encerrar-se?

  • Todeolho | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 22h36
    14
    12

    Que reposição? Não está descontando os dias parado? Se está, ninguém vai trabalhar de graça! Vai pagar a parte os dias de reposição? Ou vai contratar outro profissionais para repor as aulas?

INAUGURAÇAO DA UFR

Bolsonaro deve visitar Rondonópolis

Por 18/06/2019, 20h:25 - Atualizado: 18/06/2019, 20h:30

Marcos Correa

jair bolsonaro 680

Presidente Jair Bolsonaro, em reunião nesta 3ª com líderes do Governo e do Podemos, entre eles José Medeiros

Depois de Barra do Garças, no Araguaia, Rondonópolis, cidade pólo da região Sul, deve ser a segunda cidade mato-grossense a receber a visita do presidente Jair Bolsonaro.

Postar um novo comentário

PROPAGANDA

Juíza libera 3 informes publicitários

Por 18/06/2019, 19h:00 - Atualizado: 04h atrás

Mayke Toscano

mauro camargo 680

 

Mesmo com orçamento para tal, o governo estadual só está conseguindo liberação da Justiça para fazer campanhas publicitárias em etapas e, assim mesmo, no caso daquelas consideradas emergenciais. Essa limitação trava a gestão do secretário adjunto de Comunicação, jornalista Mauro Camargo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • daniel | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h10
    2
    0

    Pior governador da história de Mato Grosso. Transformou as secretarias em cabide de emprego.

EFEITO-TECNOLÓGICO

Taquígrafas são demitidas da AL-MT

Por 18/06/2019, 11h:36 - Atualizado: 18/06/2019, 11h:39

ze domingos 680

Ex-deputado Zé Domingos, consultor legislativo da Mesa, alega que equipamento de degravação é eficiente

A Assembleia Legislativa exonerou todas as nove taquígrafas, a maioria com mais de 15 anos na atividade que é considerada milenar. E fez retornar à origem outras que estavam em desvios de função. Em tempos de novas tecnologia, elas foram substituídas por um sistema de degravação, que já é utilizado pela TV Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zé Cuiabano | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 18h00
    4
    0

    Isso é mentira não estão economizando nada os valores dos cargos de taquigrafas e revisoras foram divididos em 3 cargos menores para empregar os puxa sacos, alem do mais esse programa que a AL tem no senado tem e é de graça, agora vão investigar quanto está custando para a AL, MP fica de olho!

  • Carlos | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 17h36
    3
    1

    Uma trapalhada atrás da outra. A economia maior seria feita se devolvesse o dinheiro da caixa.... vai vendo

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2378