Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

COMUNICAÇÃO

Época traz Maggi entre candidatos mais ricos

    Época revela, em sua edição desta semana, que o ex-governador Blairo Maggi, que concorre ao Senado pelo PR, figura na lista dos candidatos mais ricos do país. Perde apenas para Guilherme Leal, presidente da empresa de cosméticos Natura e postulante ao cargo de vice-presidente na chapa de Marina Silva (PV). Leal tem um patrimônio declarado de R$ 1,2 bilhão.

    Entre outros abastados estão também figuras do agronegócio, como o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde e candidato a vice-governador da chapa de Mauro Mendes, deputado Otaviano Pivetta (PDT).

     A revista fez um levantamento baseado nas informações enviadas pelos mais de 20 mil candidatos inscritos para as eleições deste ano. Agregou às informações do TSE dados dos sites Políticos do Brasil e Transparência Brasil. Segundo Época, "a pesquisa permite medir quem são os políticos mais ricos do país, aqueles que mais enriqueceram durante seus mandatos e o grau de transparência de cada um com a própria riqueza". Destaca que há casos que chamam atenção devido à má fama dos políticos brasileiros, corroborada por seguidas denúncias de desvio de recursos públicos e conduta ética condenável, o que deixa dúvidas sobre o crescimento de muitos patrimônios.

    O caso Bruno é destaque na revista, que traz entrevista com a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim. Ela adianta que vai processar o goleiro por perdas e danos e pretende demiti-lo por justa causa. Bruno está preso sob acusação de ter sido o mandante do assassinato macabro de sua ex-amante Eliza Samudio, com quem teve um suposto filho. Outro enfoque da revista é quanto à violência e à impunidade em São Paulo. Destaca que "apenas 1 em cada 20 casos vira processo judicial na capital paulista", ou seja, "quem comete um crime tem uma chance em 20 de ter de responder na Justiça". Mais da metade dos processos só é aberta porque o autor do crime foi pego em flagrante.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rose | Sábado, 17 de Julho de 2010, 18h06
    0
    0

    Isso deve ser só com os bem declarados né? Se fosse o real, ele deve ocupar o topo do ranking.

  • Aladir Leite Albuquerque | Sábado, 17 de Julho de 2010, 12h14
    0
    0

    A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso, através da Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP), ligada à Secretaria Executiva do Núcleo Jurídico e Fazendário (Senjuf), informa que os servidores de carreira e comissionados devem entregar, as declarações de bens e valores. Ao servidor que não entregar a declaração no prazo estipulado será instaurado processo administrativo disciplinar, e aos que prestarem falsas informações, caberá penalidade prevista no art. 13, § 3º, da Lei Federal nº 8.429, de 2 de junho de 1992. "Será punido com a pena de demissão, a bem do serviço público, sem prejuízo de outras sanções cabíveis, aos agentes públicos que se recusarem a prestarem declarações dos bens, dentro do prazo determinado. Os servidores devem declarar bens imóveis, móveis, títulos ou valores mobiliários, direitos sobre veículos automotores, embarcações ou aeronaves, dinheiro, aplicações financeiras ou quaisquer outros bens e valores patrimoniais localizados no país ou no exterior. Pois bem, Isso é uma pequena demonstração aos servidores de carreira que não cumprirem com essa determinação do governo, quem quiser saber mais é só acessar o SITE da secretaria de fazenda e poderá ter mais informações a respeito desse assunto. Em primeiro lugar, digo que não estou questionando lei, pelo contrario, acredito que o governo, realmente tem sim, que ter controle dos bens e valores dos servidores. Agora, a incoerência de inversão de valores nesse País, em especial no nosso Estado é uma brincadeira. No registro das candidaturas majoritárias para as eleições deste ano, por ex. conforme algumas declarações de bens e valores, registrada no TRE, deixa qualquer cidadão de bem abalado com as incoerências da lei, e da desigualdade entre nós cidadãos, que pagamos nossos impostos com muito sacrifícios, O patrimônio do rei da moto serra por ex (PR), que disputa uma vaga no Senado, aumentou cinco vezes, nos últimos quatro anos, Isso comparando as duas últimas declarações de bens feitas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE): em 2006, o rei afirmou possuir R$ 33,4 milhões; agora, o patrimônio saltou para R$ 152,4 milhões, conforme declaração de bens, registrada na Justiça Eleitoral. Isso equivale o pagamento em dobro da mega sena do último dia do ano de 2009, quando a mega sena pagou o maior prêmio desde a sua criação, que na oportunidade os sortudos apostadores dividiram o valor de R$ 144,9 milhões ... Já o candidato e empresário da bimetal (PSB) declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) possuir um patrimônio avaliado em R$ 57 milhões. Agora a pergunta é... se algum servidor de carreira possuísse um patrimônio como esse, não estaria respondendo a justiça de onde tirou tanto dinheiro? Esses são os candidatos a governador, e ao Senado Federal nas eleições deste ano, por Mato Grosso. Se ganharem as eleições, em quanto poderão aumentar, ainda mais seus patrimônios? Mato Grosso atinge 1,07 milhão de pessoas, sendo 804 mil pessoas em condições de pobreza absoluta, ou seja com rendimento mensal de até meio salário mínimo, e cerca de 267 mil em condições de extremas pobreza, ou seja, com menos de R$ 127,5 para viver por mês, o que representa, um quarto do salário mínimo, de R$ 510. É possível viver com tão pouco dinheiro!... ALADIR: O SERVIDOR aladirrocha@gmail.com

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 06h atrás

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    5
    1

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    15
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    6
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    1
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

  • maicon douglas | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h09
    2
    1

    eu não voto nem no canadidato do mauro mente e nem no candidato do pivetti por justamente por causa dos dois to fora desses dois

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    10
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    17
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    25
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    20
    24

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    14
    18

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 24/09/2020, 09h:57

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Candidata | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    Nota mentirosa. PSB está firme com Emanuel. Nunca se uniria a Mauro Mendes

  • Psdbista | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    MAIOR MENTIRA DO PLANETA. RUSSI SABE QUE O DEM SAÍRA MAIS PERDIDO QUE CACHORRO QUE CAIU DE MUDANÇA E NÃO IA ESTRAGAR A CHAPA DO PSB. DIVULGUEM A VERDADE

  • Ojusticeiro | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 15h15
    5
    0

    Na política vale tudo..... olha Máxi dando pitada na política cuiabana QUA. QUA QUA ele vai e nos eleitores não mais QUA

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606