Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Junho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Assembleia

Está na hora de Mauro mudar o disco e apresentar resultados, critica deputado João Batista - assista

Por 12/02/2019, 12h:20 - Atualizado: 12/02/2019, 12h:34

O deputado estadual João Batista do Sindispen (Pros) critica o governador Mauro Mendes (DEM) e aponta que está na hora de "mudar o disco”. Comparando o atual Governo com o anterior, Pedro Taques (PSDB), no quesito alegações de crise  para justificar a morosidade em decisões estratégicas, o parlamentar critica o discurso do democrata contra os servidores, que tem alegado os “altos salários” de uma minoria em detrimento para não pagamento dos direitos, como acontece em relação à Revisão Geral Anual (RGA), congelada por dois anos.

“O governo parece um disco que fica girando e não sai do lugar. Já está na hora de apresentar relatórios, um balanço de tudo o que foi feito nos primeiros 30 dias de mandato”, assevera João Batista, que concedeu entrevista na manhã desta terça (12), ao RDTV e - assista.

Para o deputado, a crise alegada por Mauro estaria sendo "aumentada" pelo Governo para justificar o estado de calamidade. "A arrecadação do Estado está indo bem, obrigado. Pelo menos é o que apresenta o próprio governo". 

O parlamentar critica o fato de Mauro ter articulado a aprovação do Pacto por Mato Grosso de forma célere, ainda na legislatura passada. João Batista reconhece a legitimidade dos antigos deputados, mas afirma ser “imoral” já que os efeitos serão colhidos durante os quatro anos desta legislatura. Com esse intuito, o deputado quer rever as leis aprovadas em janeiro. 

Provindo de uma eleição simbólica, tornando-se o principal representante dos servidores públicos na Assembleia, João Batista quer a revisão do Pacto, com a justificativa que foi uma decisão que não ouviu os servidores, sendo praticamente imposta de forma unilateral pelo governador.

Reconhecendo o desafio que existem 13 deputados da base governistas, enquanto apenas seis na oposição, João Batista afirma que não há unanimidade entre os situacionistas quanto a postura do governador em relação aos servidores. “Se a votação do pacto tivesse sido realizada agora, certamente havieria um resultado diferente”.

Rodinei Crescêncio

João Batista RDTV

  Deputado estadual João Batista, durante sua visita ao Grupo Rdnews, foi entrevistado pela jornalista Lídice Lannes

No que tange os próximos dias na Assembleia, João Batista revela  que ainda não vai propor nenhum projeto de lei em especifico, apesar de subscrever iniciativas como a criação da CPI da Sonegação Fiscal, de autoria do deputado Wilson Santos (PSDB). “A atuação do parlamentar também inclui representatividade e fiscalização, não se restringe apenas em criar legislações”, defende.

TCE

Quanto à indicação do nome que ocupará a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), João Batista pontua que o ideal seria o deputado Valdir Barranco (PT), que estaria estudando a ideia de se candidatar ao pleito pela indicação. 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • alexandre | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 10h18
    2
    0

    Estado em crise, não gasta 180 mil por mes, em cada deputado....enquanto a saude definha...

  • Souza | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 10h06
    3
    0

    OLá Deputado também ta na hora de você também fazer coisa útil. Todos sabem que a questão em MT são os incentivos fiscais, o que o TCE e mais outros orgãos diz a respeito disso, se está em estado de calamidade pode conceder incentivos?

  • alexandre | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 10h00
    4
    0

    Estado em crise, não aumenta duodecimos em 102 milhoes e aumenta a isenção fiscal e prodeic..

  • Neco... Nortelandia | Quarta-Feira, 13 de Fevereiro de 2019, 09h32
    2
    1

    O estado de MT, e de todos os segmentos ,nao vivemos só de funcionarimos, bora trabalhar gente..

  • pedro luis | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 20h26
    0
    4

    Será que esse deputado será mais um que só sabe falar, criticar, ser demagogo e não apresentar nenhuma proposta? Apresente ao governo como melhorar o caixa, como arrecadar mais, como cortar despesas, como ser mais eficiente...Falar é fácil, que ver apresentar propostas serias e factíveis. Acho que vamos ter saudades da legislatura anterior...

  • Percilio Barreto Monteiro | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 18h28
    2
    9

    Parabéns Governador.

  • NETO | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 15h37
    2
    13

    está na hora de funcionario publico trabalhar.....

  • FELICIDADE AMEAÇADA | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h50
    16
    0

    Obrigado por nos defender desse monstro deputado, é de representante assim com essa postura que queremos e elegemos para nos defender, espero que sensibilize outros deputados a estarem com o povo, quem ficar contra o povo o povo ficará contra ele em 2022, e o tempo passa rapidinho rapidinho, e que, os aliados do governador pague pelos seus atos, pelas suas escolhas.

  • Clelia Maria de Oliveira | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h38
    16
    0

    Parabéns Deputado!! Sentindo grata pelas suas palavras!!

  • Anísio | Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 13h07
    15
    0

    MM até agora fez mais pirotecnia do que qualquer outra coisa. Acho que falta coragem e apoio político. Do contrário, fará um governo pior do que o do Taques, e estará definitivamente alijado da política, apesar de ser jovem.

COMUNICAÇÃO

Pérsio "ressuscita" O Estado de MT

Por 19/06/2019, 10h:17 - Atualizado: 24min atrás

persio briante

Pérsio Briante, Tiago, Gean André, Michele e o colunista Hebert Matos mostram a 1ª edição do jornal impresso

Em mais um passo desafiador para os novos tempos, marcados pela velocidade acelerada das mídias eletrônica e sociais, o empresário Pérsio Briante resolve refundar o jornal O Estado de Mato Grosso. O empresso diário, em cores e com 16 páginas, começou a circular ontem. A solenidade que marcou inauguração do moderno parque gráfico, em Cuiabá, foi bastante concorrida.

Postar um novo comentário

EFEITO-GREVE

Sob ordem judicial, governador já bloqueia 30% de repasse do Sintep

Por 18/06/2019, 21h:05 - Atualizado: 18/06/2019, 21h:13

Tchélo Figueiredo

mauro mendes governador 680

 

Cumprindo determinação judicial, o governador Mauro Mendes já mandou a secretaria de Fazenda bloquear 30% do repasse mensal do Sintep, algo em torno de R$ 200 mil.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h51
    1
    0

    Hpr, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h35
    3
    3

    Esse dinheiro é dinheiro do servidor, descontado da folha do servidor. Se o dinheiro não for repassado ao sindicato, o governo está fazendo é apropriação ilegal do dinheiro do servidor.

  • Hpr | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 09h31
    3
    2

    O sindicato não recebe do governo, recebe de nós servidores. Nós autorizamos o desconto do nosso salário a ser repassado ao sindicato.

  • Maria | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h37
    9
    12

    Indecente este senhor! Ilegal e imoral a atitude desesperada do senhor Mauro Mendes. O Sintep é uma entidade sindical. Seus recursos financeiros lhe são conferidos por seus filiados e filiadas por livre vontade. O Estado deve arcar com o dever de fornecer educação aos seus cidadãos e cidadãs com recursos determinados pela lei. Se ele não consegue cumprir leis e pensa que o Estado é simplesmente uma das suas empresas, deve renunciar. Vá administrar as suas empresas, senhor Mauro Mendes! O Estado é outro organismo, bem diferente do que a sua pouca inteligência consegue absorver! Tire as mãos dos recursos do Sintep que não lhe pertencem e nem ao Estado!

  • Iury Lara | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h53
    8
    13

    Quanto abuso de poder. Inconcebível a atitude desse governador tirano/autoritário! Não esqueceremos de você Mauro Mendes, nos aguarde nas próximas eleições.

  • aloísio | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h12
    10
    3

    Impressiona como nossas relações são permeadas pelo dinheiro. As pessoas, independentemente de posição social conhecem essa realidade e se utilizam desse expediente para tomarem suas decisões, levarem vantagem. Isso até lembra a lei de Gérson: "levar vantagem em tudo...!

  • Citizenship | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 23h03
    7
    12

    Essa determinação de subtrair a arrecadação do sindicato para pagar locomoção de alunos é uma completa loucura. Que lei estabelece subtrair receita sindical por causa de greve? Ou trata-se de multa? Que lei autoriza vincular receita subtraída do sindicato a uma despesa estatal específica? Ou uma multa a uma despesa específica do governo? Juiz pode impor penalidades previstas em lei. Não pode inventar o que a lei não diz. Houve algum acordo? Mas a decisão do sindicato não é manter a greve? Greve no serviço público é permitida por lei, resguardada a prestação de serviço em 30% do serviço regular. O juiz inverteu a lei antes do processo encerrar-se?

  • Todeolho | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 22h36
    11
    11

    Que reposição? Não está descontando os dias parado? Se está, ninguém vai trabalhar de graça! Vai pagar a parte os dias de reposição? Ou vai contratar outro profissionais para repor as aulas?

INAUGURAÇAO DA UFR

Bolsonaro deve visitar Rondonópolis

Por 18/06/2019, 20h:25 - Atualizado: 18/06/2019, 20h:30

Marcos Correa

jair bolsonaro 680

Presidente Jair Bolsonaro, em reunião nesta 3ª com líderes do Governo e do Podemos, entre eles José Medeiros

Depois de Barra do Garças, no Araguaia, Rondonópolis, cidade pólo da região Sul, deve ser a segunda cidade mato-grossense a receber a visita do presidente Jair Bolsonaro.

Postar um novo comentário

PROPAGANDA

Juíza libera 3 informes publicitários

Por 18/06/2019, 19h:00 - Atualizado: 04h atrás

Mayke Toscano

mauro camargo 680

 

Mesmo com orçamento para tal, o governo estadual só está conseguindo liberação da Justiça para fazer campanhas publicitárias em etapas e, assim mesmo, no caso daquelas consideradas emergenciais. Essa limitação trava a gestão do secretário adjunto de Comunicação, jornalista Mauro Camargo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • daniel | Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 06h10
    2
    0

    Pior governador da história de Mato Grosso. Transformou as secretarias em cabide de emprego.

EFEITO-TECNOLÓGICO

Taquígrafas são demitidas da AL-MT

Por 18/06/2019, 11h:36 - Atualizado: 18/06/2019, 11h:39

ze domingos 680

Ex-deputado Zé Domingos, consultor legislativo da Mesa, alega que equipamento de degravação é eficiente

A Assembleia Legislativa exonerou todas as nove taquígrafas, a maioria com mais de 15 anos na atividade que é considerada milenar. E fez retornar à origem outras que estavam em desvios de função. Em tempos de novas tecnologia, elas foram substituídas por um sistema de degravação, que já é utilizado pela TV Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Zé Cuiabano | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 18h00
    4
    0

    Isso é mentira não estão economizando nada os valores dos cargos de taquigrafas e revisoras foram divididos em 3 cargos menores para empregar os puxa sacos, alem do mais esse programa que a AL tem no senado tem e é de graça, agora vão investigar quanto está custando para a AL, MP fica de olho!

  • Carlos | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 17h36
    3
    1

    Uma trapalhada atrás da outra. A economia maior seria feita se devolvesse o dinheiro da caixa.... vai vendo

38º FIPE

Prefeitura de Cáceres vai gastar quase R$ 700 mil só com shows

Por 17/06/2019, 23h:30 - Atualizado: 18/06/2019, 07h:31

cesar menotti & fabiano 680

Dupla Cesar Menotti & Fabiano vai se apresentar no dia 10 de julho no FIPE por um cachê de R$ 195 mil

A Prefeitura de Cáceres vai gastar R$ 675 mil somente com seis shows artísticos do 38º Festival Internacional de Pesca Esportiva (FIPE), que acontece na praça de eventos da Sematur, 10 a 14 de julho.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Siminina | Terça-Feira, 18 de Junho de 2019, 08h51
    2
    1

    Gostaria que a matéria fosse refeita e colocasse o valor do show do Leo Santana

  • Leocadio | Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019, 23h44
    4
    0

    Mas nunca que um show do Falamansa vai custar 125 mil e nem o do Alendre 180 mil

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2377