Blog do Romilson Cuiabá, 06 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Estratégia

Governador avisa que não vai responder aos ataques de Jayme

Senador Jayme Campos   Blairo Maggi acompanhou todas as críticas disparadas por líderes do DEM (ex-PFL) e, a menos de 90 dias de renunciar ao mandato, decidiu que não vai respondê-las. Assim, entende que caciques políticos, como o senador Jayme Campos, vão cair no vazio e mesmice porque os ataques não terão a repercussão que estão esperando. O governador disse aos correligionários que é preferível ficar em silêncio do que responder as críticas para também não comprar briga com a bancada do DEM na Assembleia, representada por Dilceu Dal Bosco, Chica Nunes, Gilmar Fabris e José Domingos. Enquanto os irmãos Jayme e Júlio Campos levantam problemáticas administrativas da gestão Maggi, para desqualificar o governo, os deputados do mesmo DEM não entram na discussão, afinal, temem o risco de perder as várias indicações de cargos comissionados feitas na estrutura da máquina.

   Em Poconé no último final de semana, durante encontro do DEM, Jayme Campos, pré-candidato à sucessão estadual, disse que a política de segurança pública do governo Maggi é uma vergonha. Apresentou dados estatísticos que mostram preocupação quanto à onda de assaltos (foram 900 só no ano passado) e citou que em Goiás um policial militar ganha R$ 3 mil, enquanto em Mato Grosso o salário praticado é de R$ 1,7 mil. Criticou também o Paiaguás por alugar veículos, inclusive à empresa de fora do Estado. O senador mencionou a crise na saúde pública e chegou a dizer que o prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB), de quem se aproximou visando as eleições gerais, "ajuda mais Mato Grosso na área da saúde do que o governo do Estado". Jayme Campos atacou a carga tributária e vê privilégios na política de incentivos fiscais. Disse que o governo Maggi concedeu R$ 1,5 bilhão de incentivos fiscais a seis empresários, enquanto o micro e pequeno empresário não têm o mesmo tratamento.

   Alguns secretários chegaram a ensaiar resposta às críticas de Jayme, que se elegeu senador em 2006 no palanque de Maggi, mas o próprio governador orientou a equipe a ficar em silêncio. Argumentou que não vale a pena entrar em conflitos num momento em que já começa a limpar as gavetas para deixar o Paiaguás com vistas a tentar cadeira de senador.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Edmilson | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 23h45
    2
    0

    Vou aproveitar este espaço para um breve histórico de Acorizal. De 1982 para cá passaram pelo governo do estado de MT: Julio campos, Bezerra, Jaime, Dante 2 mandatos, todos vieram na cidade pedir votos e todos prometeram asfaltar a 010 e construir pontes, alem de nao cumprir suas promessas, nada fizeram pelo municipio e seu povo; foi preciso um migrante no governo do estado para realizar nosso sonho. O senador devia ficar quieto pois ainda mama nas tetas e o seu rabo é muito cumprido.Vais levar uma cacetada. CUIDADO COM A JUSTIÇA, ELA TARDA MAS UMA HORA VEM.

  • CHARLES | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 18h30
    1
    1

    NAO VAI RESPONDER POR QUE ?? SERÁ QUE NÃO TEM ARGUMENTOS ?? OU NAO AGUENTA O DEBATE ??

  • Zé bomba | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 18h25
    2
    0

    Muito bem Governador Maggi o Sr é do bem , educado ,não deve responder esses ataques ,nós já conhecemos esses tipos de politicos ,eles fazem isso para tentar destruir e denegrir o seu governo fique tranquilo o povo graças a Deus já estão acostumado com essas baixarias de alguns politico do DEM e do PSDB .INVEJA MATA

CÂMARA DE CUIABÁ

Quase 3 anos depois, Toninho apresenta relatório da CPI do Paletó

Por 06/07/2020, 18h:16 - Atualizado: 05h atrás

toninho de souza 680

Vereador de terceiro mandato pela Capital, Toninho de Souza se prepara para o chamado Dia D, após quase três anos na relatoria da CPI do Paletó.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Reginaldo | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 21h02
    4
    0

    Diante dos fatos que se apresenta para o caso, essa CPI deveria ser um instrumento de promoção da justiça que deveria ter cassado o prefeito, mas, na mão dos adversários políticos do prefeito, eles usam isso para fazer o prefeito agonizar e suportar possíveis chantagens até a próxima eleição para tirarem todo o proveito político e econômico.

  • MARCOS SILVA | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 19h38
    6
    1

    Vai dar em nada, já sabemos o final dessa novela.

  • Marcos | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 19h00
    8
    0

    Esse toninho chegando as eleições aparece mais que uma jaca no pescoço ... duvido que ele faça algo kkkk

elefante branco

Governo anuncia licitação para retomar obras do Hospital Central

Por 06/07/2020, 12h:29 - Atualizado: 06/07/2020, 12h:35

hospital central 680

A secretaria estadual de Saúde anunciou para 7 de agosto a reabertura da licitação para contratar empresa, pelo menor preço, para retomar as obras da construção do Hospital Central de Alta Complexidade, em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Ruy Novaes | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 18h27
    1
    0

    Se a parte deixada construida pelo Governador Julio Campos(1983/86) será aproveitada depois de 36 anos pelo Governo do Mauro Mendes, é sinal que essa obra do Hospital Central de Cuiabá, não é nhenhum elefante branco, pois se a oposição na epóca não tivesem sacaneado o então Secretário de Saude Gabriel Novis e o próprio Governador JC, essa obra teria sido concluida e servida muito bem aos Matogrossenses. Ainda bem, que o atual Secretário Gilberto e o Governador Mauro, resolveram em boa hora, concluir o HC.

EM POCONÉ

Comissão que poderia cassar 2 vereadores perde prazo e é extinta

Por 06/07/2020, 11h:18 - Atualizado: 06/07/2020, 11h:35

marcio marcinho pocone 680

Presidida por Marcinho Fernandes, a Comissão de Investigação e Processante, instaurada pela Câmara de Poconé para investigar dois vereadores por quebra de decoro, foi extinta naturalmente porque extrapolou os 60 dias sem conclui-la e tampouco aprovar em plenário a deliberação para prorrogação do prazo.

Postar um novo comentário

NOVA PLATAFORMA

Regulamentado em Cuiabá serviço delivery

Por 06/07/2020, 10h:10 - Atualizado: 06/07/2020, 10h:24

Edinei Rosa

fachada camara cuiaba 680

Em meio à pandemia, com impactos sem precedentes por causa da suspensão de muitas atividades econômicas, a Câmara de Cuiabá promulgou a Lei 6.543/2020, que regulamenta o comércio de alimentos na modalidade delivery. As empresas têm 30 dias para se adequar.

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Com Covid-19, deputado se transfere para isolamento em Sorriso

Por 05/07/2020, 21h:53 - Atualizado: 05/07/2020, 22h:55

faissal 680

Uma semana após anunciar que está com Covid-19, Faissal Calil (PV) decidiu se transferir provisoriamente de Cuiabá para o hospital 13 de Maio, em Sorriso, uma forma de se separar e evitar contágio do vírus aos pais, que são idosos.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Fábio Pereira | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 10h05
    4
    1

    Seu caráter esta acima da mentira! Homem trabalhador honesto a verdade sempre andou junto com você!

  • Bruna Vieira Silva | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 10h01
    2
    0

    E como vocês colocam no título da matéria q ele foi transferido para uti em São Paulo ???

  • Juca | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 07h57
    2
    10

    Desdenhou do vírus. Tá pagando pela língua. Povo que pegou vírus junto com ele tomou tubaína e já voltou para o trabalho.

PT CUIABANO

De oposição a todos prefeitos ao isolamento político e social

Por 05/07/2020, 18h:43 - Atualizado: 05/07/2020, 18h:50

pt 680

O PT, que no campo municipal foi oposição a todos os prefeitos, hoje está literalmente calado. Acéfalo, perdeu força, discurso, quadros, representatividade em cargos eletivos e adotou o isolamento político e social.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Rccbamt1985@gmail.com | Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020, 14h15
    0
    0

    Esse PT tá acéfalo mesmo

  • Edmilson | Domingo, 05 de Julho de 2020, 22h14
    0
    2

    Edmilson, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2566