Blog do Romilson Cuiabá, 30 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

MEIO AMBIENTE

Índios protestam contra PCHs dos sócios Blairo Maggi e Avalone

  Cerca de 250 índios da nação Enawenê-Nawê estão acampados no Centro de Tradições Gaúcha (CTG) de Sapezal (a 480 km a Noroeste de Cuiabá) desde esta segunda (22) no início da noite. Eles estão revoltados por causa da contaminação do rio Juruena, que corta a aldeia. A água que era cristalina agora está suja e até imprópria para beber. É resultado do impacto da instalação de pequenas centrais hidrelétricas. Contatados pela primeira vez na década de 1970, os enawenê-nawês se alimentam exclusivamente de peixes da bacia do rio Juruena. Eles afirmam que as obras afetaram os cardumes.

   Alguns índios estão pintados para a guerra e usam apetrechos para o enfrentamento. O clima é tenso. Argumentam que não aceitam mais a destruição do rio e querem reunião, em busca de alternativa, com representantes do Juruena Participações S.A., que reune a Linear Participação e Incorporações e MCA Energia e Barragens. O grupo detém licenças para construção de cinco usinas do complexo. Um dos sócios dos empreendimentos é o empreiteiro Carlos Avalone, ex-secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia do governo Dante de Oliveira e pré-candidato a deputado estaual pelo PSDB. Foram construídos 11 hidrelétricas ao longo de apenas 130 km do rio que, do seu lado esquerdo pertence a Sapezal e, do lado direito, corre por Campos de Júlio, Comodoro e Juína. As outras 6 PCHs são construídas pela Maggi Energia, do ex-governador Blairo Maggi e pré-candidato ao Senado.

    Briga jurídica

   A Justiça Federal de Mato Grosso até já havia determinado suspensão do licenciamento da usina hidrelétrica Juruena, a segunda maior entre as 11 previstas no trecho de 130 km do rio. Os embates jurídicos continuam. A obra tinha sido autorizada pela secretaria estadual de Meio Ambiente, a pedido do consórcio formado pela Maggi Energia, do grupo de Blairo Maggi, e das empresas Linear Participações e MCA Energia. O Ministério Público Federal sustenta que o processo foi irregular porque o consórcio obteve a licença com base em informação inverídica sobre a capacidade de geração prevista no empreendimento: 25 megawatts. O MPF se baseia em dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, que aponta capacidade para gerar 46 megawatts, potencial que obrigaria o consórcio a produzir um estudo de impacto ambiental (EIA-Rima). Devido à extensão dos impactos diretos e indiretos, apenas o Ibama teria competência para licenciar as usinas do complexo, segundo avalia o MPF.

   A bacia do Juruena abriga 11 terras indígenas de cinco etnias (enawenê-nawê, menku, nambiquara, paresi e rikbaktsa) e cerca de 88 aldeias. Em 2008, cerca de 120 índios enawenês-nawês invadiram e incendiaram o canteiro de obras da PCH Telegráfica, que pertence à Juruena Participações. Há risco dos índios voltar a radicalizar, na busca por mais estudos de impacto ambiental e compensação às cinco etnias que são atingidas e não querem continuidade das obras.

Postar um novo comentário

Comentários (31)

  • alexandre | Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2010, 19h18
    4
    0

    Caros brasileiros, pensen, a energia eletrica e a base de tudo ...sem ela todos teremos que ser transformados em indios...e comecaria uma guerra indigena de rodos os tipos lutando pela energia principal que existe em todo o mundo. A fome sera muito maior sem energia eletrica.

  • Zé Piqueno | Quarta-Feira, 23 de Junho de 2010, 22h21
    2
    2

    Se isso for verdade cabe ao Ministerio Publico Federal verificar, e punir os responsaveis e os eleitores o jugamento nas urnas.

  • edgar nogueira | Quarta-Feira, 23 de Junho de 2010, 21h05
    3
    1

    e a parceria do grupo amaggi energia e a bimetal na parte de linhas de transmissão????está claro que estão usando o poder público para manter certos interesses de grupos econômicos. é preciso avaliar quanto estão ganhando, e porque certa empresa foi contratada. como se não bastasse as pseudo licitações do senhor de vitto na sad. A cada dia aparece mais sujeira desse governo e do seu plano b para continuar se perpetuando no poder, e usando a abusando do meio ambiente conforme a conviência desse povo que só pensa em dinheiro.

BASE NA CÂMARA

Bolsonaro recompõe quadro de vice-líderes e mantém Medeiros

Por 30/09/2020, 10h:53 - Atualizado: 01h atrás

bolsonaro vice-lideres 680

O presidente Jair Bolsonaro e os novos vice-líderes do Governo na Câmara Federal, entre eles José Medeiros

O presidente Bolsonaro deu mostras de que continua tendo o deputado mato-grossense José Medeiros, candidato a senador pelo Podemos, na cota de aliados fiéis e de confiança.

Postar um novo comentário

LERO-LERO

Copiando bordão do irmão na campanha à vereadora

Por 30/09/2020, 10h:04 - Atualizado: 02h atrás

giseli almeida 680

A apresentadora de TV Giseli Almeida usa em sua campanha à vereadora por Cuiabá o mesmo bordão explorado por vários anos pelo irmão Sérgio Ricardo, na época em que também concorreu à Câmara Municipal e a prefeito.

Postar um novo comentário

VÁRZEA GRANDE

Para Jayme, é normal chegar água nas torneiras a cada 2 dias

Por 29/09/2020, 20h:51 - Atualizado: 29/09/2020, 20h:55

Geraldo Magela

jayme campos 680

O senador Jayme Campos, prefeito de fato, mas não de direito, tem passado apurado em Várzea Grande.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • mario | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h16
    5
    1

    normal com os problemas que esta ai no dae de vg né,ga,biarras, instalaçoes clandestinas etc... pq voces campos tiveram decadas no poder e não consertaram esse negocio da agua, não vem com desculpas djaime e nem djulinho, vcs foram incompetentes, hoje vg poderia estar livre desse problemas, mas vcs só olhao para vcs mesmos.

  • eve | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h09
    4
    1

    Quem mandou eleger esses tipos de politicos que so pensão em poder. Aprende Varzea Grande, foi eleito pelo povo .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 08h38
    6
    1

    Agora é a hora de tirar esses campos do poder.

EM CUIABÁ

Partido que negociava com 2 a prefeito se torna mula sem cabeça

Por 29/09/2020, 15h:06 - Atualizado: 29/09/2020, 15h:10

adilson levante 680

O PSB, que estava namorando os dois principais candidatos a prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro e Roberto França, não avançou para casamento com nenhum deles. E virou mula sem cabeça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Piada pronta | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 22h13
    0
    0

    Quem falou isso sob coordenação de Levante??? Kkkkk ele é ao mais um na chapa. Ali quem preside e decide se chama MAX RUSSI e a executiva.

EM CUIABÁ

Marketing de Emanuel aposta em reeleição logo no 1º turno

Por 29/09/2020, 08h:25 - Atualizado: 29/09/2020, 08h:27

emanuel pinheiro 680

O marketing da campanha de Emanuel Pinheiro, sob Carlos Rayel, estuda intensificar as ações estratégicas, apostando numa reeleição logo no primeiro turno, mesmo numa disputa com oito candidaturas.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Pexoto | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 20h57
    2
    1

    O maior cabo eleitoral de Emanuel Pinheiro é o governador kkkkk. Por isso vai ganhar no 1° turno.

  • FRANK SABIÁ | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 11h32
    3
    11

    todas as pesquisas Colocam o Atual Prefeito em Vantagem. Tem feito um bom trabalho , sim, tem feito...porém sempre haverá o Contraditório. EU iria de 12, Agora vou de 50 (Gilberto Cachorrão Neles !) - por enquanto é o que há !

  • marcos | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 09h55
    15
    15

    o episodio do video não foi resolvida nem finalizada, eu penso que se a justiça não der um absolvido ou condenado, eu não votarei em emanoel pinheiro.pois é um video comprometedor.

FAMILIOCRACIA

7 deputados têm esposas, irmãos e tio candidatos - saiba quem

Por 28/09/2020, 19h:05 - Atualizado: 28/09/2020, 19h:09

max andreia 680

Dos 24 deputados estaduais, sete contam com algum familiar na disputa eleitoral de 15 de novembro, seja a prefeito, vice e/ou a vereador.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudinei Aguiar | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 06h31
    7
    0

    Lamentável principalmente em Juara, segundo informações Priminho foi assessor do DR.Leonardo e até que a população saiba nada veio de emendas pra região. O homem só esperou vencer o período ficha suja pra voltar de novo.

  • Jucinéia da umbanda | Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2020, 23h32
    7
    0

    Fora aqueles que tão parados e que tão tentando empurrar parentes lá, como o Sérgio Ricardo colocando parentes dele lá, só pq apresentam programa de TV. Mas nós eleitores estamos de olho e só votaremos em quem realmente pode contribuir pra cidade.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2608