Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Abril DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a 2010

Jayme anuncia 2 de março para definição de candidatura com Wilson e ataca governador

09/01/2010, 16h:35 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Jayme Campos, em discurso em Poconé   O senador Jayme Campos anunciou neste sábado (9), durante encontro do DEM em Poconé, que em 2 de março será anunciado quem será o candidato do grupo a governador, se ele próprio ou se o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB). Com sinais claros de que vai estar no palanque de oposição junto com o tucanato, o cacique disparou sua metralhadora verbal contra o governo Blairo Maggi (PR) e o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), candidato do Palácio Paiaguás à sucessão estadual. Realizada na Câmara Municipal, a reunião motivou a presença de cerca de 300 pessoas, a maioria de outros municípios, como Cuiabá e Nossa Senhora do Livramento.

  Jayme acusou a atual administração de privilegiar meia dúzia de empresários com incentivos fiscais e criticou os setores da saúde e segurança pública. Disse que o governo Maggi, conforme relatório do Tribunal de Contas e reportagens publicadas pela imprensa nacional e estadual, autorizou R$ 1,5 bilhão em incentivos fiscais para seis empresários. Para ele, isso e usurpação do dinheiro público. Lembrou que, se fosse governador, atenderia a milhares de micro e pequenas empresas com o mesmo valor.  "Os pequenos são esquecidos por esse governo".

  Em seguida, disse que DEM e PSDB vão estar juntos nas eleições de outubro e que ou ele ou Wilson será candidato ao governo. "Ou eu ou o Wilson vai disputar e isso vai ser bom para Mato Grosso". Ex-prefeito de Várzea Grande por três mandatos e ex-governador, Jayme tinha Wilson como adversário político nos anos 1990. Na época, o hoje prefeito exercia mandato de deputado estadual. Duas décadas depois, militantes do DEM (ex-PFL) e tucanos buscam reaproximação. Em alguns municípios, o clima ainda é de racha. Em Poconé, por exemplo, a aliança só está sendo possível depois da desfiliação do DEM do ex-vereador Lauro Eubank , que foi para o PSB do pré-candidato a governador Mauro Mendes. O tucanato é conduzido por Ricardo Elias, que estava no encontro, e pelo ex-prefeito Euclides Santos, secretário de Infraestrutura de Cuiabá da gestão Wilson.

    Ainda em discurso, Jayme afirmou não ter medo de disputa majoritária, garante que lidera as pesquisas de intenção de votos e chegou a "inflar" os números a seu favor. Garantiu que pesquisas internas apontam que está 17 pontos na frente de Silval e que vai dar uma surra de votos no peemedebista. Em verdade, os números não batem. Até agora, nehuma pesquisa aponta Jayme na liderança absoluta.

    Segurança e saúde

   Quanto à segurança pública, o cacique afirmou que relatório da própria secretaria de Justiça e Segurança Pública revela que ocorreram no ano passado 900 assaltos, o que faz com que a população tenha medo de sair às ruas. Comentou para, em seguida fazer críticas, o fato de "99% das viaturas que atendem ao Estado serem alugadas e com placas de Pernambuco". Disse ainda que o salário dos policiais, de R$ 1,7 mil mensais, "é uma vergonha". Segundo o senador, em Goiás, um policial recebe R$ 3 mil, praticamente o dobro do subsídio praticado pelo governo mato-grossense.

   Disse também que a saúde no Estado está um caos e que o agora aliado Wilson, como prefeito da Capital, ajuda mais o setor do que o próprio governo estadual, considerando que "o atendimento pelo SUS de pacientes de Mato Grosso se concentra na capital, especialmente no Hospital e Pronto-Socorro Municipal".

   Jayme arrastou para o encontro do DEM deste sábado políticos da chamada velha guarda, como os ex-conselheiros aposentados do TCE Ubiratan Spinelli, Júlio Campos e Branco de Barros, os ex-deputados estaduais Zeca D´Ávila e José Carlos de Freitas e os vereadores várzea-grandenses Baiano Pereira e Isabela Guimarães. Estavam presentes ainda os prefeitos Clovis Martins (PTB), de Poconé, e Zenildo Sampaio (DEM), de Nossa Senhora do Livramento, e os vereadores poconeanos Ornela Falcão e Nei Rondon, que preside a Câmara Municipal, assim como o presidente regional do DEM Oscar Ribeiro. Curiosamente, Leôncio Pinheiro, que comanda a Empaer, empresa que integra a estrutura do governo estadual, aplaudiu o discurso de Jayme contra a administração Maggi, da qual faz parte.  (Colaborou Júnior Fontes, do site Poconet Notícias)



Ex-deputado Zeca D´Ávila, Leôncio Pinheiro, da Empaer, e Branco de Barros, durante encontro do DEM, em Poconé
Fotos: Júlio Fontes

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Gerson de Oliveira | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 23h19
    0
    0

    Imagina o Cidinho...o Vice Silval não sabe com quem está mexendo. Pediu a Ele um assessoramento para palpitar sobre a EMPAER-MT e o mesmo já esta arquitetando para lançar como presidente o ISMAREL,um tecnico agricola, seu assessor para assuntos de MT-Reginonal, que foi prefeito de Denise, para presidente da EMPAER. Isso já cheira campanha, pois o Cidinho é candidato a deputado estadual. A Empaer é um orgão muito complexo, que exercita ciencia e tecnologia, não é qualquer um que pode se encaixar naquele orgão. Aliás, é uma Empresa que precisa de gente com competência para articular políticas públicas para atender a agricultura familiar. É lamentável. Aliás, o único político que tem visão clara e lógica da Empaer é o deputado Riva e Zé Domingos e Bezerra, esses são da massa mesmo...

  • Gusmão de Andrade | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 20h37
    1
    0

    Eu não sei oque o Blario está esperando para demitir o Leôncio. Os funcionários da Empaer-MT não aguentam mais tanta inolência, tanta incompetência deste sujeito que está perdido no espaço e no tempo. A Empaer-MT precisa de um Gestor com conhecimento técnico capaz de colocar a empresa no plumo. Vamos ver se acertam um Presidente para Empaer. Sabe-se que o Secretário de Assuntos Estratégicos "O Cidinho", que sempre jogou pedra na Empaer, agora está querendo colocar um dos seus assessores políticos no comando da Empaer para fazer campanha para sua eleição a Deputado Estadual. Olha em que embrolho a Empaer pode entrar. Ca entre nós...o Cidinho... fique de olho neste sujeito.. pois o MT-Regional também é só enrolação, pra que tantos orgãos mexendo com agricultura. Acho melhor trazer o MT-Regional para a SEDER e fechar aquela redoma de vidro.. pra INGLES VER...

  • NEY RONDON | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 13h00
    2
    0

    Estamos atentos, as reportagens e comentários constantes neste conceituado site de notícias. Estivemos realmente presente a reunião do DEM, no município de POCONÉ, no último dia 09 de janeiro, atendendo um convite dos democratas locais. Entendemos que nesse embate, para decidir entre o candidato Jaime e Wilson, sem sombra de dúvida torcemos para que o primeiro seja vencedor. Isso porque, além de ter uma vasta experiência de comando e estar ligados políticos da velha guarda, ele não é ligado a políticos demagogos e mentirosos, como acontece com o atual prefeito de CUIABÁ, que coloca pessoas desse nível em seus secretariados.

RUMO A 2022

Direita se reúne e já tem nomes articulados para Governo e Senado

Por 20/04/2021, 20h:38 - Atualizado: 07h atrás

deputados direita reuniao

A um ano e seis meses das eleições gerais, a direita já se articula por candidaturas proporcionais e majoritárias em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

RUMO A 2022

Quem são os nomes do Araguaia na pré-disputa para deputado federal

Por 20/04/2021, 18h:48 - Atualizado: 09h atrás

antonio bosaipo 680

O Grande Araguaia, com seus 35 municípios, apresenta uma "inflação" de pré-candidatos para 2022 não só a deputado estadual, mas também para federal.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Carina | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 20h34
    8
    7

    Bosaipo na cabeça

  • Olavo Behling | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 19h57
    8
    8

    Chegou a hora de colocarmos sangue novo na Câmara dos Deputados em Brasília. Em 2022 Antonio Bosaipo é o nome preferido.

  • Sérgio Ramos | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 19h35
    1
    3

    Com tantos candidatos o resultado será novamente o Vale do Araguaia sem nenhum representante.

PREGÃO

Em compra gigante, Cáceres inclui 633 ares-condicionados

Por 20/04/2021, 16h:40 - Atualizado: 07h atrás

wilson kishi 680

A Prefeitura de Cáceres fará um pregão gigante, em 4 de maio, para adquirir materiais permanentes, como mobiliário, equipamentos e ares-condicionados, de modo a atender demandas estruturais de 10 secretarias.

Postar um novo comentário

AMPLIANDO BASE

O avanço político de Max

Por 20/04/2021, 10h:34 - Atualizado: 20/04/2021, 10h:36

Rdnews/arquivo

max russi 680

Sem alarde, o deputado Max Russi, que atua em três frentes, está ampliando sua base eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • João Batista Vasconcelos Junior | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 19h35
    0
    3

    Este é sem sombra de duvida um politico moderno, competente e inteligente. Parabéns Deputado Max, pelo brilhante trabalho que faz a frente da Assembleia como seu presidente.

  • braytner bremer fialho | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 13h33
    5
    13

    Max um grande líder politico, foi o melhor prefeito de jaciara hoje uma liderança no estado de mato grosso tem nosso respeito , e nossa admiração , pois o deputado luda por todos Mato-Grossenses, em pouco tempo vai ser nosso governador, pode contar comigo deputado.

  • Davi | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 11h42
    15
    8

    Mal se elegeu deputado. Carrega o peso de ter sido base do REJEITADO Taques e agora do REJEITADO Mauro Mendes. Não se surpreendam com o resultado das urnas. Esse é o primo irmão do WS - se não tomar cuidado não alcança os 12 mil votos.

INFIDELIDADE PARTIDÁRIA

Pra se salvar, Cattani cita BO, arrola 6 testemunhas e quer ação extinta

Por 19/04/2021, 18h:48 - Atualizado: 19/04/2021, 18h:51

gilberto cattani 680

Em sua contestação ao pedido de cassação do mandato por infidelidade partidária, o recém-empossado deputado Gilberto Cattani alega que o suplente Emilio Populo, que pleiteia a cadeira, ajuizou ação antes do prazo estabelecido, o que contraria a norma eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Fabinn | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 08h45
    9
    0

    Tosco, porém, esperto quando se trata de dinheiro e poder! Pra quem estava apagado la nos rincões de Nova Mutum, a coisa esta ficando gostosa

  • marlon lopes | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 07h10
    12
    0

    Esse nao tem futuro....vai voltar para o curral

  • Sônia Campos | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021, 21h52
    8
    1

    Nada haver essa justificativa! Jogou no lixo o entendimento jurídico Eleitoral

RUMO AO SENADO

Só apoio de Bolsonaro não elege Medeiros

Por 19/04/2021, 14h:20 - Atualizado: 19/04/2021, 14h:22

jos� medeiros 680

Num Estado em que a principal engrenagem que puxa a economia é o agronegócio, apenas o apoio político de Bolsonaro não será suficiente para eleger José Medeiros senador nas urnas do próximo ano, mesmo com boa parte do eleitorado considerado conservador e inclinado às ideologias de direita.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • elias | Terça-Feira, 20 de Abril de 2021, 09h49
    7
    0

    morrerão abraçados na praia

  • SEBASTIÃO BENILDO RCOHA | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021, 20h30
    20
    2

    Não é todo dia que acefalia substitui cerebro pensante e estrutura. fALA BOBAGEM DEMAIS, NÃO TEM PROJETO NEM PROPOSTA PRA SOCIEDADE. BABA OVO NÃO CRIA IMGAGEM PROPRIA.

  • Citizenship | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2021, 19h48
    8
    1

    A regra de proibição de coligações partidárias em eleições parlamentares produz efeitos interessantes. Deputado federal de um partido pequeno parece vislumbrar um cenário de não reeleição e então discute uma candidatura majoritária, a senador. Será que este é o motivo?

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2696