Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Janeiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Educação

Justiça obriga Taisir a convocar Conselho para debater estatuto da Unemat

06/01/2010, 14h:14 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

   O juiz Adauto dos Santos Reis, plantonista da Comarca de Cáceres, concedeu liminar obrigando o reitor da Unemat, Taisir Karim, a convocar, no prazo de 10 dias, o Conselho Curador da instituição para que seja debatido o estatuto da universidade, que poderá ser aprovado ou não. No caso da rejeição do estatuto, o Congresso Universitário (Consuni) deve ser convocado para analisar o caso.

   Na decisão, o magistrado cita a “inércia do magnífico reitor” em encaminhar o estatuto da Unemat, já aprovado pelo Consuni, ao Conselho Curador, conforme determina a Lei Complementar Estadual 319/2008 (artigo 15). Para a Associação dos Docentes da Unemat (Adunemat), Taisir "contamina a credibilidade de toda a Unemat". “A homologação do Estatuto deveria ter acontecido há meses e isso não ocorreu devido justamente, a essa inércia, que a própria Justiça identifica na administração da Unemat”, diz Otávio Ribeiro Chaves, presidente da Adunemat.

  Segundo a Associação, é necessário que a administração da Unemat deixe de ter uma postura omissa, silenciosa e desrespeitosa no que diz respeito à Lei 319/2008 e ao estatuto da universidade, não convocando o Conselho Curador. O magistrado entendeu, conforme a Adunemat, que a postura do reitor configura um ato de improbidade administrativa, pois atenta contra os princípios da administração pública devido à violação dos deveres a ele atribuídos legalmente.

   Eleito reitor da Unemat com 87% dos votos e reeleito com 75%, Taisir fica à frente da Unemat até 2010. Ele está impedido legalmente de disputar um terceiro mandato consecutivo e, por isso, articula não apenas a candidatura a deputado estadual pelo PP, como a eleição de seu sucessor no comando da instituição. Para isso, Taisir vem preparando o coordenador do campus de Cáceres, professor Adriano Silva, para disputar o pleito, marcado para junho de 2010. Com postura de candidato, Adriano já vem participando da inauguração de obras ao lado de Taisir, que tem como padrinho político o deputado federal Pedro Henry (PP).

   A oposição, concentrada principalmente na Associação dos Docentes da Unemat (Adunemat), também se articula para o embate. Desde o início do ano, a entidade vem denunciando sistematicamente supostos desmandos do reitor, perseguição a professores, boicotes a projetos de pesquisa e ao Congresso Universitário II, que deliberou pela desvinculação da Fundação de Apoio ao Ensino Público Superior (Faesp) da universidade.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Orlandir Cavalcante | Quinta-Feira, 07 de Janeiro de 2010, 12h40
    1
    1

    Na verdade este é o preço de entregar a UNEMAT a acordos politicos partidários. Esta história de que o Reitor deva estar do lado de quem está com o poder politico nas mãos ( tese sustentada pelos defensores de Taisir) é uma verdadeira trapalhada. Enfraquece a instituição e descredencia o Reitor em sua ações.

  • Marcos | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 19h12
    1
    1

    Afinal pq esse reitorzinho teima em não cumprir a lei? O Congresso Universitário foi uma exigência da lei 319 aprovada pela Assembléia Legislativa, que por sinal é presidida pelo padrinho do reitor Riva. O Estatuto foi aprovado no Congresso Universitário por mais de 250 Delegados de todos os campi e núcleos da Unemat. Mesmo assim o reitor ditador insiste em não cumprir a lei, pois não homologa o Estatuto já aprovado pelas três categorias da comunidade acadêmica (professores, técnicos e estudantes). Por que não homologar logo a criação da Pró-reitoria de Assistência Estudantil?? A descentralização administrativa?? A paridade nos Conselhos??? A exigência de doutorado para ser reitor, assim como já ocorre nas Universidades Federais em todo Brasil??? O fim da reeleição?? Enfim, tudo que foi aprovado pela ampla maioria no Congresso sem dúvida que vai melhorar e muito a administração da Unemat, tornando-a enfim democrática e transparente, evitando que futuros projetos de ditadores imcompetentes maculem ainda mais o nome desta tão importante instituição. Ahh esqueci.. parece que o candidato do Riva/Pedro Henry/ Taisir não estudou e não possui Doutorado, então é este o motivo da resistência?? Será que o grupo que está no comando há 7 anos não possui um Doutor sequer para concorrer???? Mais uma prova da incompetência!

  • manga rosa | Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2010, 16h53
    2
    0

    Concordo com a Maria Cristina quando fala no porte físico do magnífico reitor e realmente ele é forte, aliás diria até que ele, TAISIR, é bastante forte. Talvez por isso ele criou a CONSTRUTORA BRAÇO FORTE.Só uma charada: Taisir é do PP;O padrinho dele PH é do PP, será por isso que a construtora BRAÇO FORTE é a responsável pela reforma da Câmara Municipal de Cáceres, cujo presidente também é do PP? Por falar em Câmara de Cáceres o presidente Vereador Leomar Mota, contruiu de maneira meteórica uma mansão na Cidade Alta/Cáceres. Sabem qual a Contrutora de realizou a obra? Ganha uma passagem de ida e volta para Vila Aparecida quem acertar.

ESTRATÉGIA

Com base e cargos, Wilson sufoca deputados de Rondonópolis

Por 20/01/2021, 22h:45 - Atualizado: 03h atrás

Fablicio Rodrigues

wilson santos 680

Matreiro político, o ex-prefeito de Cuiabá, ex-deputado federal e hoje estadual Wilson Santos está ampliando base eleitoral além da Baixada Cuiabana.

Postar um novo comentário

CORPORAÇÃO

MT tem hoje menos de 7 mil PMs para o trabalho ostensivo

Por 20/01/2021, 17h:54 - Atualizado: 07h atrás

pms 680

A Polícia Militar conta hoje com 6.993 integrantes (fora 1.321 bombeiros) para atuar no policiamento ostensivo e preservação da ordem em um Estado com 3,6 milhões de habitantes nos 141 municípios. A proporção é de um policial para 514 habitantes, metade do número recomendado pela ONU.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Manoel Almeida | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 19h47
    1
    0

    E só devolve 200 policiais que está na assembleia legislativa do estado

  • Nota de esclarecimento | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h07
    0
    1

    Senhor Governador Venho através deste meio de comunicação aclamar a Vossa Excelência uma medida urgência quanto as progressões dos militares, veja um exemplo 214 tenentes-coronéis . Inadimplência, inadmissível é incorreto. Está hora de obrigar todos militares a voltar a atuar a área fim.

PRESIDÊNCIA

2 mulheres na "briga" pelo Indea-MT

Por 20/01/2021, 13h:06 - Atualizado: 20/01/2021, 13h:09

daniella bueno indea 680

Emanuele Gonçalina de Almeida assumiu interinamente a presidência do Indea e com possibilidade de se efetivar no posto de comando.

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Só observo | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 17h31
    0
    1

    Só observo , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Lucineide_delgado@gmail.com | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 17h29
    1
    0

    É fácil descobrir “ Carlos Alberto” se o marido dela é servidor público do Estado também, se ele já foi “fornecedor” do Indea basta jogar o nome dele no Diário Oficial!! Nao fala mentira sobre um polícia rapaz!!

  • Carlos Alberto | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 16h54
    6
    4

    Daniella e a presidente que mais gastou com viagem turística, sabe que pagou a conta a população, pessoal do Taques vão trabalhar. Seu esposo continua recebendo como fornecedor vinculado ao indea?

CLUBE-EMPRESA

Os Dresch colhem o que plantaram com o Cuiabá na elite do futebol

Por 19/01/2021, 23h:55 - Atualizado: 19/01/2021, 23h:59

familia dresch cuiaba clube 680

A família Dresch, dona da indústria de borracha Drebor, está com sorriso largo. E não é para menos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • ELI ROCHA | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 22h32
    0
    0

    Glauber, em momento algum me referi a jogadores nativos, mas tão somente a DIRIGENTES NATIVOS, sobre os quais você sequer opinou ao ficar em cima do "barranco" Presta atenção, cidadão.

  • Marcinho | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h14
    2
    0

    Sem desmerecer nós matogrossenses...mais OS de fora tão fazendo bonito...sirva de exemplo...parabens...

  • Glauber | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 15h31
    18
    7

    ELI ROCHA, que fala preconceituosa contra a própria gente da sua terra, incrível. Você é mais daqueles Cuiabanos ou Mato-grossense vira-latas que acha que só o que vem de fora que presta. Quanto ao cargo de dirigente não posso falar, mas temos bons jogadores Matogrossense que estão atuando clubes grandes hoje, Brenner do São Paulo, Michael, do Flamengo, Valdivia que pernteceu ao Internacional,são apenas alguns de muitos exemplos de que podemos ter bons jogadores de MT e não ficar totalmente depende só dos que vem de fora.

RELAÇÃO ESTREITA

TCE cria assessoria específica para atender Assembleia

Por 19/01/2021, 21h:49 - Atualizado: 19/01/2021, 21h:53

maluf 680 tce

Guilherme Maluf saiu da Assembleia Legislativa, mas a Assembleia não saiu dele.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • alexandre | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 13h00
    4
    0

    Aumento de gastos públicos..

  • Chico Bento | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 11h45
    6
    0

    Oras e os mais de cem assessores jurídicos da AL, vão fazer o que? Cada coisa que me toca ver nesse Mato Grosso que é quase inacreditável.

  • Servidores públicos | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 09h15
    10
    0

    Quem serão os agraciados com os cargos comissionados? Site levanta os nomes para a população saber, absurdo, injusto Dr Guilherme Maluf, enxuga a máquina administrativa do TCE, quantos cargos comissionados e contratados fantasmas e muitos que nem batem ponto eletrônico, o TCE não tem moral no estado

EM CÁCERES

4 vereadores pedem para serem chamados pelo apelido

Por 19/01/2021, 16h:17 - Atualizado: 19/01/2021, 16h:19

flavio negacao e manga rosa vereadores caceres 680

Flávio Antonio Lara atende por Negação e Francisco Welson Amanrante dos Santos se registra como Manga Rosa

Em Cáceres, quatro dos 15 vereadores desta nova legislatura formularam em documento um desejo curioso, o de serem identificados na vida pública pelo apelido.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Marcinho | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2021, 18h17
    0
    0

    Tem que mostrar serviços públicos para população, isso sim...

  • marcos gonçalves | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2021, 20h04
    6
    0

    4 babacas

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2659