Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

TANGARÁ DA SERRA

Ladeia reage e nega imposição de previdência aos servidores

   A Prefeitura de Tangará da Serra, por meio de assessoria, rebateu as afirmações do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) de que estaria impondo um regime de previdência aos servidores municipais e disse que em momento algum se negou a repassar documentos à categoria. O sindicato divulgou esta semana que realizaria uma assembleia no dia 23 de novembro na cidade para organizar uma contraproposta ao regime apresentado pela administração do município, sob Júlio Ladeia (PR).

   De acordo com o Sintep, a categoria teria ainda precisado recorrer ao Ministério Público para poder acessar documentos referentes as receitas, despesas e tempo de serviço dos profissionais da educação que atuam na cidade, porque a prefeitura não os disponibilizou. Os dados seriam necessários para dar continuidade a reestruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e do regime de previdência dos funcionários da pasta.

   Em sua resposta, a prefeitura diz que a assembleia foi uma iniciativa do próprio município. O encontro teria sido o primeiro de quatro e reuniu servidores de todos os setores da administração pública. Na ocasião, os funcionário puderam discutir com uma comissão de estudos as propostas para o sistema de previdência que será criado. A assessoria do prefeito destaca, inclusive, a presença do presidente do Sintep, José Rosa de Paula, no evento, que seria uma prova de que o projeto não tem sido imposto, mas sim discutido abertamente.

   Ainda segundo a prefeitura, no dia seguinte outras reuniões semelhantes foram realizadas, onde os servidores de cada pasta do município foram ouvidos individualmente. A assessoria destacou também que a secretaria de Administração, Planejamento e Fazenda sempre esteve à disposição do sindicato, que chegou a mandar uma representante à pasta para fazer uma planilha orçamentária do quando custaria aos cofres públicos a reestruturação do PCCS dos servidores da educação.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • PACU | Domingo, 15 de Maio de 2011, 16h06
    0
    0

    ESTÁ TODO MUNDO JÁ SABE: "Prefeito Júlio César Ladeia quer que sociedade de Tangará da Serra veja investigações como mera “briga política” e que tudo seria armação do ex prefeito Jaime Muraro; "Desde os tempos do rádio, Júlio César já usava Tática da Vitimização e chegou a convencer até mesmo colegas de imprensa" (http://problemaenosso.blogspot.com/2011/03/prefeito-quer-que-sociedade-veja.html)

  • CÉLIA | Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2010, 22h33
    0
    0

    É um absurdo o que acontece em Tangará da Serra. O Prefeito Júlio César Ladeia é um verdadeiro ditador. Não permite sequer que o Sintep tenha acesso a documentos públicos, para que as maracutaias e os desvios de dinheiro da educação não sejam descobertos. Somente com a intervenção do Promotor Público Dr. Antonio Moreira o SINTEP conseguiu ter acesso aos documentos. Veja a Portaria que instaurou o processo na promotoria pública: "PORTARIA Nº 92/1ªPJC/10 O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, através de seu Representante em atuação na 1ª Promotoria de Justiça Cível de Tangará da Serra, com fulcro no artigo 129, III e VI, da Constituição da República; Art. 8º, da Lei Complementar n. 75/95; Art. 26, I, da Lei n. 8.625/93; Art. 23 da Lei Complementar Estadual n. 27/1993, em razão de Representação ofertada pelo SINTEP sub-sede de Tangará da Serra, através de seu Presidente José Rosa de Paula e de outros membros, exarando-se, em suma, quanto à existência de possíveis irregularidades na Educação Pública no municio de Tangará da Serra, sobretudo na aplicação dos 25% da educação conforme preceitua o Art. 71 da Lei n. 9.394/1996, afetando sobremaneira as políticas de Valorização Profissional dos Trabalhadores em Educação, tais como: Profissionais concursados para o cargo, porém, atuando em outras funções, recebendo horas extras para complementar o salário da função em que atua; Indícios de que há profissionais recebendo da Secretaria Municipal de Educação e desempenhando suas funções em outra secretaria; Grande número de profissionais em cooperação técnica e cargos comissionais, onerando a folha de pagamento da Secretaria Municipal de Educação; Profissionais com licenças prêmios vencidas e não concedidas por falta de recursos; Criação de cargo de Coordenador de Pátio, porém, inexistindo previsão legal e sem as atribuições dos cargos da carreira; Pagamento de Funcionários que não fazem parte do quadro da educação, como: carpinteiro, gari, mecânico, fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista, trabalhador braçal. Ademais, apresentou cópia de documentos evidenciando que referida entidade sindical já solicitou ao Secretário Municipal de Educação e ao Prefeito Municipal documentos relativos a receitas e despesas com pessoal da Secretaria Municipal de Educação de Tangará da Serra, e vários outros documentos correlatos, entretanto, que o pleito não foi atendido. Informa, ainda, que buscou ter acesso a referidos documentos através do Poder Legislativo Municipal, oportunidade em que foi subscrito pelos vereadores o Requerimento n. 063/2010, bem como por intermédio do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tangará da Serra, porém, sem êxito igualmente, Resolve instaurar o presente Procedimento Preparatório de Investigação Cível para apuração dos fatos. Assim, DETERMINO: 1. Registre-se e autue-se a presente Portaria, acompanhada dos documentos que seguem anexos, numerando-se em ordem crescente e rubricando-se, lançando-se no sistema próprio; 2. Que seja realizada a afixação desta portaria no saguão da Promotoria de Justiça de Tangará da Serra, pelo prazo mínimo de trinta dias, e a sua remessa, por meio eletrônico, à Corregedoria Geral e à Procuradoria de Justiça Especializada da Defesa da Probidade, do Patrimônio Público e da Ordem Tributária para ciência e publicação no site do Ministério Público de Mato Grosso, de tudo lavrando-se certidão; 3. Notifiquem-se ao Prefeito Municipal de Tangará da Serra e ao Secretário Municipal de Educação e Cultura para prestarem informações e, querendo, apresentarem motivadamente os elementos de prova e de convencimento, fixando-se prazo e encaminhando cópia da presente Portaria; 4. Nomeio as servidoras públicas ..."

  • José Rosa | Sexta-Feira, 26 de Novembro de 2010, 02h59
    0
    0

    ESCLARRECENDO: Na verdade todo esse episódio foi um desencontro de informações. Na quinta-feira dia 19/11, aproximadamente as 18:00h fui indagado por vários professores se eu (José Rosa Presidente do Sintep/Tangará) tinha informações que no dia 23/11 seria realizado uma assembleia geral para deliberar sobre a criação do Regime Próprio da Previdência dos Servidores Municipais.Como o SINTEP/MT é o Sindicato que representa a classe dos profissionais da Educação e que faz toda interlocução com a categoria e não ter cido pelo menos comunicado de tal evento é no mino estranho, o Sindicato entendeu que a categoria sentiu excluida do processo, pois a categoria ja vem a mais de quatro anos tendo fazer a reestruturação da Lei 019/96 que trata do PCCS da categoria e nada foi feito. Ficamos sim surpreso com a proposta de criação do RPPS porque até então para nós da educação era novidade. Entramos em contato com SINTEP/MT (cede Central) e relatamos tudo sobre a situação, e o SINTEP/MT emitiu uma nota sobre o assunto, que no nosso entendimento estava sendo uma imposição. No dia 23/11 houve uma conversa com a servidora Maria Dalva presidente da Comissão que coordena os estudos para a viabilidade de criação do RPPS, e ela nos informou que em reuniões anteriores ficou decidido que cada secretaria agendasse uma data para que a comissão podesse apresentar a proposta e buscar sugestões, coisa que não foi feita pela SEMEC que não comunicou o SINTEP e nem os professores. A servidora Maria Dalva nos esclareceu sobre todo os encaminhamento a ser feito e inclui o SINTEP na comissão de discussão da referida prosta. Acreditamos que este episódio já esta superado, nosso objetivo é de contribuir, pois o Grupo de Trabalho do Sintep que estuda a reestruturação da 019/96 já buscava informações para saber se era possível criar novamente o RPPS. Agora sabemos que é possível. Por isso queremos ser parceiro nesse projeto. A comissão pode contar conosco pois o que depender de nós vamos colaborar. Para esclarecer a reunião realizada no dia 23/11 na ACITS foi marcada pela comissão de estudo do RPPS e não pelo SINTEP, apenas fizemos um convite para os profissionais da educação participar da reunião, pois no nosso entendimento a reunião era para todos. A reunião especifica foi realizada no dia 24/11 as 19:00h na CMEF AYRTON SENNA.

ELEIÇÃO AO SENADO

Pivetta abandona Euclides e sinaliza para apoio a Leitão

Por 26/09/2020, 10h:30 - Atualizado: 01h atrás

nilson leit�o 680

O vice-governador Otaviano Pivetta dá sinais de que apoiará Nilson Leitão (PSDB) ao Senado e não mais Euclides Ribeiro (Avante). O curioso é que foi o próprio Pivetta quem apresentou Euclides ao presidente regional do PDT, Allan Kardec, na expectativa de ambos construírem aliança para o pleito de 15 de novembro.

Postar um novo comentário

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 25/09/2020, 20h:20

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Luiza de Jaciara | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h21
    0
    0

    Luiza de Jaciara, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    9
    3

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    19
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    10
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Rodolfo Schinaider | Sábado, 26 de Setembro de 2020, 09h25
    0
    1

    Aqui em Lucas e Nova Mutum, e nos municipios proximos, todos os amigos,aliados e familiares do PIVETA estão incorporados na campanha de Nilson Leitão para o Senado, se brincar o Nilson sai com 70% dos votos da região, aguardem....

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    2
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    11
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    18
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    28
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    21
    26

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    15
    20

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606