Blog do Romilson Cuiabá, 31 de Outubro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

SOLENIDADE

Maggi agradece Poderes e diz não ter mágoa; confira discurso

31/03/2010, 12h:53 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

   A exemplo de Silval Barbosa, que assumiu o comando do Estado nesta quarta, Blairo Maggi também se emocionou no discurso de despedida e reservou a maior parte do tempo para os agradecimentos. Falou para centenas de pessoas na solenidade de transmissão do cargo no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.

   Para cada Poder e seus órgãos vinculados, Maggi fez comentários e lembrou dos incentivos políticos recebidos para entrar na vida pública. Quanto à Assembleia, se mostrou agradecido e citou o nome do presidente José Riva por algumas vezes em tom de agradecimento. Disse que o Legislativo foi parceiro e que o seu governo soube reconhecer o trabalho dos deputados. Sobre o Judiciário, comentou que houve avanço, tanto que em 2003, quando assumiu o comando do Estado, existiam 30 comarcas e hoje são mais de 60. Destacou que a visão do governo é de que o social se faz não apenas com doação de cestas básicas, mas com oportunidades às pessoas de acesso à Justiça para buscar resolução dos problemas.

   Maggi enfatizou que teve boa parceria com o Ministério Público, para quem atua com independência e dentro das responsabilidades de cada um. Na avaliação do ex-governador, a Defensoria Pública avançou, principalmente quanto ao orçamento, saindo de R$ 2 milhões para R$ 50 milhões nos últimos sete anos. "Quando eu assumi, a Defensoria Pública praticamente não existia e hoje está presente em todas as comarcas. O defensor é o representante do Estado e, às vezes, age contra o próprio Estado na defesa da sociedade. A Defensoria recebeu o pulso necessário".

   Considera que o Tribunal de Contas se modernizou e tem buscado orientar os gestores a terem maior controle dos gastos públicos. Lembrou que o TCE constituiu o Ministerio Público de Contas, com abertura de concurso público. Maggi considera que tomou decisão correta quando reuniu, no começo do mandato, representantes dos Poderes e estabeleceu critérios fixos para repasse dos duodécimos e, a partir daí, cada um se organizou para trabalhar dentro de seus limites orçamentários. "Conseguimos a harmonia porque conversamos". O ex-governador fez agradecimentos aos ex-prefeitos e atuais prefeitos, para quem foram parceiros do Paiaguás.

   Destacou que não guarda mágoa e nem rancor de ninguém e que, agora fora do governo, já programou curtir a Páscoa com familiares e os amigos com mais calma. Pré-candidato a senador, Maggi já marcou o primeiro encontro. Será neste final de semana na região do lago de Manso, em Cuiabá.

 

Veja trecho do discurso de despedida de Maggi

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pedro Caldas | Quinta-Feira, 01 de Abril de 2010, 22h26
    0
    0

    Grande Lapenda, só voce poderia lembrar a todos que este Mato Grosso tem História e que esta História não se resume a apenas os 10 últimos anos nossa História tem muito mais tempo e muitos heróis, que derramaram suor e lagrimas para faze-la, mas o que falta é memória para muitos matogrossenses que esqueceram suas raízes ou as trocaram por interesses que colocam todo este passado em segundo plano. Abracos.

  • Marcos | Quinta-Feira, 01 de Abril de 2010, 11h10
    0
    0

    Bela explanação xará.

  • Marcos Lapenda | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 13h42
    0
    0

    Chega ao fim o governo Maggi.Parece ser um marco na história política de Mato Grosso pós divisão.Um outro mega empresário do novo Mato Grosso, Olacir de Moraes já fora cogitado, anteriormente,pela classe política do novo Mato Grosso para dirigir os destinos do estado. Uma verdadeira romaria de parlamentares se dirigiam ao Sr. Olacir devidamente humildes, cordatos, mas cônscios de suas necessidades materiais para financiamento de suas respectivas campanhas. Nesse caso e no de Blairo Maggi havia um hiato político no estado, onde não se pontificava nebhuma liderança genuinamente política e muito menos econômica. O estado de Mato grosso então caiu colo áspero de um empresário, que viveu em simbiose entre sua vocação mercantil e suas obrigações com a política e administração de um estado seguramente pujante. A memória de Mato Grosso não pode resvalar no passado de administradores como Júlio Campos, Carlos Bezerra, Dante de Oliveira sem que se lembre para os matogrossenses que foram esses que impulsionaram o Mato Grosso para o local de destaque na federação. Não se pode esquecer de senadores como Roberto Campos, Jonas Pinheiro, Márcio lacerda, Antero Paes e Barros, Vicente Vuolo, Louremberg Nunes Rocha e, tantos outros, verdadeiros pioneiros de um novo Mato Grosso. O então deputado federal Mação Tadano e outros, são os pais do formidável processo de desenvolvimento da agricultura e agronegócio no estado. Hoje Mato Grosso é multinacional e, dentro de alguns anos já estará no pódio dos melhores no Brasil.A disputa eleitoral que se aproxima, colocará em campos opostos, de um lado dois grupos políticos de igual importância e serviços prestados ao estado e de outro um grupo de felizes empresários, de outras plagas e campos verdejantes. Esses no poder, não se sentirão a vontade, se despojados de suas botinas e arrogância feudal. Só. Do outro lado, uma composição nacional, obriga dois grupos, antes antagonicos a unir o útil ao agradável:Dem, PSDB e PTB e, provavelmente outros menores unificam numa mesma camisa o anseio de não se misturar política com negócios. Que o povo fale...

EM CUIABÁ

Ibope revela que dos 3 principais, Emanuel é o único que subiu

Por 30/10/2020, 18h:42 - Atualizado: 08h atrás

emanuel pinheiro 680

Na segunda rodada do Ibope em Cuiabá, o único dos três principais candidatos que subiu nas intenções de voto nos últimos 15 dias foi o prefeito Emanuel Pinheiro, que busca a reeleição pelo MDB.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • kátia Burgeth | Sexta-Feira, 30 de Outubro de 2020, 18h57
    9
    4

    É hora da VIRADA 15...15...15...15...

CABOS ELEITORAIS

3 prefeitos entre 10 maiores cidades numa luta difícil para fazer sucessor

Por 30/10/2020, 15h:54 - Atualizado: 30/10/2020, 15h:57

fabio junqueira wesley torres 680

Prefeito de segundo mandato de Tangará da Serra, Fábio Junqueira, e o seu candidato à sucessão Wesley Torres

Três prefeitos entre os 10 que comandam as maiores cidades mato-grossenses e que estão no final do segundo mandato vêm suando a camisa na tentativa de eleger sucessor. E não está sendo missão fácil, mesmo com o empurrão da máquina pública.

Postar um novo comentário

EM CÁCERES

Apoio de Francis empurra Donizete para o abismo veja pesquisa

Por 30/10/2020, 00h:06 - Atualizado: 30/10/2020, 00h:09

francis maris 680

O prefeito cacerense de segundo mandato, empresário Francis Maris (PSDB), está ajudando a enterrar eleitoralmente o seu candidato à sucessão municipal Paulo Donizete, do mesmo partido.

Postar um novo comentário

VÁRZEA GRANDE

Condenado e inelegível, ex-vereador lança candidatos filho e ex-assessor

Por 29/10/2020, 17h:40 - Atualizado: 29/10/2020, 17h:41

wendel madureira 680

Se o pai está inelegível, então, lança-se dois na disputa por cadeira de vereador em Várzea Grande, sendo o próprio filho e o ex-assessor.

Postar um novo comentário

FIM DA NOVELA

Até dezembro governador decide se toca VLT ou se muda para BRT

Por 29/10/2020, 12h:01 - Atualizado: 29/10/2020, 12h:05

Christiano Antonucci

mauro mendes 680

Mauro Mendes garantiu que dentro de no máximo dois meses, ou seja, até dezembro, dará uma solução definitiva sobre o modal na região Metropolitana.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Dos Santos | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 18h05
    2
    0

    Na moral, se não for pra ser o VLT, não faça nada! Ônibus articulados ja temos aqui em Cuiabá.

  • Pexoto | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 16h42
    12
    0

    Se depender de Mauro Menti, não tem VLT. Isso é um absurdo.

  • Eleitor | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 16h41
    10
    0

    D novo? Nova data, ai Já é palhaçada desse cara, já marcou um monte d data, fala q não vai dar continuidade, q fica melhor pra vossa excelência.

LUTA POR CARGO ELETIVO

10 comunicadores em Cuiabá na disputa eleitoral saiba quais

Por 28/10/2020, 21h:39 - Atualizado: 28/10/2020, 21h:45

giseli almeida 680

Dez comunicadores, profissionais que atuam em rádio, emissora de TV, jornais e mídia digital, são candidatos em Cuiabá. Quase todos populares e de rostos conhecidos, mas isso não significa garantia de êxito nas urnas. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dorilea moreira rosa | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 13h30
    1
    0

    Presciso de uma casa ñ tenho moro em casa alugada nem tenho como pagar aluguel

  • APOLINARIO USKNOV | Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 09h09
    8
    0

    Esperança? Renovação? Outra Piada? Ainda da bem que a "tosseirisse" e a "semgraceirisse" dessa ai não lhe dá a minima chance. Onofre JR., esse ai, coitado...

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2621