Blog do Romilson Cuiabá, 13 de Abril DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a Copa do Mundo

Maggi assina termo pró-Copa

12/01/2010, 15h:51 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

   Após duas semanas de férias com a família em Balneário Camboriu (SC), o governador Blairo Maggi reassumiu o Palácio Paiaguás nesta segunda, despachou para Brasília o seu vice Silval Barbosa e nesta quarta, enquanto o peemedebista retorna a Mato Grosso, Maggi viaja à Capital Federal. Ele tem na agenda uma reunião para discutir projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sedes do Mundial. Maggi se mostra preocupado quanto a viabilidade de financiamentos para a Agecopa, autarquia responsável por conduzir os projetos. A fase é de elaboração de propostas. O governo do Estado tem cinco anos para lançar e concluir obras, como, por exemplo, da reconstrução do estádio Verdão, que terá custo de R$ 430 milhões.

    Maggi será recebido pelo presidente Lula às 17h, na Sala Brasília, do Palácio Itamaraty, e vai assinar um termo de cooperação sobre mobilidade urbana, junto com representantes de outras 11 cidades-sedes da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014.  Em verdade, trata-se de um contrato de responsabilidade para execução de obras, envolvendo os governos federal e estadual e ainda a Prefeitura de Cuiabá. Cabe à matriz  definir obrigações e cronogramas de cada participante nas obras urbanas, de estádios e no entorno destes, dos aeroportos e dos terminais turístico-portuários das cidades-sedes do Mundial.

     Dentro do plano de metas, condicionantes para Cuiabá vir a sediar a Copa, estão obras em quase todas as áreas e projetos estratégicos de segurança pública. Com investimentos privados, calcula-se que a Grande Cuiabá receba mais de R$ 6 bilhões de investimentos públicos e privados motivados pelo efeito Copa. Maggi estará acompanhado de diretores da Agecopa, sob o ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti.

    O governador entrou na fase de contagem regressiva para deixar o Paiaguás. Em 31 de março ele renuncia ao mandato para ganhar legitimidade à disputa ao Senado. O vice Silval Barbosa passa a conduzir o Estado e ainda concorrer à reeleição. Silval assumiu o governo provisoriamente pela nova vez. Mantém uma agenda interna, entre interesses administrativos e político-eleitoral. Nesta terça, por exemplo, ele se encontra em Brasília, com propósito de viabilizar parcerias para construção de casas populares.

Postar um novo comentário

INFRAESTRUTURA

Empreiteira enrola há 5 meses para retomar obras de asfalto na MT-100

Por 12/04/2021, 20h:51 - Atualizado: 12/04/2021, 20h:53

maquinario torixoreu 680

Maquinário da construtora Destesa Engenharia e Construções, que deveria estar executando as obras de pavimentação de 18 km da MT-100, se encontra acumulando poeira e ferrugem.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Oliveira Júnior | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 12h45
    0
    0

    Oliveira Júnior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 08h17
    6
    2

    Tal demora com todos equipamentos parados no pátio e os empregados nos hotéis e em casas alugadas pela empresa e com alimentação tudo pago pela empresa. Isso deixa claro que o valor pago pelo Estado para execução dessa obra foi muito além do custo real, porque empresa nenhuma iria ficar cinco meses com todos equipamentos e homens mobilizados e ela retirando do caixa dela para pagar essas despesas sem retorno financeiro... Com a palavra o Ministério publico do Estado de Mato Grosso...

  • Wilson Martins | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 08h01
    5
    1

    Atenção deputados Janaína, Max Russo, Faisal, Eugênio, romoaldo, todos tiveram votos aqui em Torixoreu. Vamos cobrar deputados. Respeitarem os votos que teve.

COVID-19

Assinatura de Fávaro por uma CPI ampliada contraria governador

Por 12/04/2021, 16h:40 - Atualizado: 12/04/2021, 16h:41

carlos favaro 680

Mauro Mendes não gostou nem um pouco do posicionamento de seu "aliado" político Carlos Fávaro, que, em atendimento ao Palácio do Planalto, no sentido de tirar o foco de Bolsonaro, ajudou a inflar o número de assinaturas por uma CPI da Pandemia que investigue também governadores e prefeitos.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • oliveira | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 11h37
    1
    0

    parabéns senador a partir de agora tem meu respeito e apoio

  • Ângela Maria Machad | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 21h15
    13
    2

    Vai perder de qualquer jeito MM, tira dos aposentados, e passa a mão na cabeça dos ricos. Aguarde! Os servidores públicos, aposentados e familiares te aguarda! Cai perder até o caminho da sua Empresa. TEME A CPI? Não deveria, vc não é honesto?????!!°°

  • Fagner | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h39
    14
    1

    A Janaína já abriu fuga, o Fávaro também. Abra o olho MM.

BRIGAS INTERNAS

Um bombeiro para conter Mauro x Campos

Por 12/04/2021, 08h:31 - Atualizado: 12/04/2021, 08h:32

cesar miranda 680

Cesar Miranda, afilhado político de Jayme Campos, tem atuado como bombeiro o tempo todo para apagar os focos de incêndios entre Mauro Mendes o o grupo dos Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Rafael | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 20h20
    4
    0

    Enquanto brigam por vaidade política, o povo sofrem com a COVID perdendo ente querido. .. Vão atrás de vacinas seus incompetentes.... Mato Grosso do Sul está dando baile em vacinação, enquanto MT está entre os estados que menos vacinaram...

  • Davi | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h51
    3
    1

    A CPI vai ser a pá de cal na reeleição do Mauro Mendes.

  • Vandir | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 18h08
    2
    0

    Esse aí atua na verdade deste o primeiro dia para não perder o emprego. Onde mesmo ele comprou o diploma de graduação?

INSTITUTO FEDERAL

Novo reitor que toma posse na 3ª já definiu equipe saiba

Por 11/04/2021, 10h:07 - Atualizado: 11/04/2021, 10h:08

julio cesar marcus taques willian de paula 680

Novo reitor Julio Cesar, o pró-reitor de Extensão, Marcus Taques, que será mantido, e o atual reitor Willian de Paula

O novo reitor Julio César dos Santos, que assume oficialmente o IFMT em solenidade em Brasília, na terça (13), já definiu a equipe que irá ajudá-lo a conduzir, pelos próximos quatro anos, uma instituição com 19 campi, cinco núcleos avançados, quase 25 mil alunos e R$ 450 milhões de orçamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 09h44
    4
    1

    O que sei é que o DEM vai apoiar a candidatura de EP para governador em 2022, e se EP não aceitar a candidatura, nestas alturas o DEM direcionar o apoio a outro candidato que pode ser o senador WF.

EM POCONÉ

13 pesquisadores estrangeiros fazem coleta audivisual no Pantanal

Por 10/04/2021, 21h:40 - Atualizado: 10/04/2021, 21h:46

marinez isaac marques 680

Treze pesquisadores estrangeiros de cinco nacionalidades (Alemanha, Bulgária, Eslovênia, Bélgica e Espanha), sob coordenação da professora doutora da UFMT, Marinez Isaac Marques, que já desenvolveu o projeto Sons do Pantanal, começam nos próximos dias a coletar material biológico em Poconé, na Baía das Pedras, RPPN Sesc Pantanal e Cáceres, e também na fazenda Barranco Alto, em Aquidauana (MS).

Postar um novo comentário

TRANSFERÊNCIA

Vacinas recusadas por indígenas são usadas nas forças de Segurança

Por 10/04/2021, 16h:36 - Atualizado: 10/04/2021, 16h:43

sinovac 680

Ao fazer rateio das vacinas do grupo prioritário para conseguir atender, com a 1ª dose, os profissionais das forças de segurança, o Governo de Mato Grosso registra oficialmente uma revelação intrigante.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2693