Blog do Romilson Cuiabá, 13 de Abril DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Senado

Maggi quer Savi para 1º suplente

17/01/2010, 18h:43 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Mauro Savi e Blairo Maggi: composição majoritária   O líder do governo na Assembleia, deputado Mauro Savi (PR), recebeu de Blairo Maggi um convite que o fez comemorar. Após ambos terem uma conversa no período festivo da virada do ano, em Balneário Camboriu (SC), o governador reforçou a proposta do deputado vir a ser o seu primeiro-suplente ao Senado. Savi topou na hora. Assim, as negociações nesse sentido estão praticamente fechadas. Falta Maggi escolher o segundo-suplente. Sob alegação de que trata-se de uma definição pessoal, Maggi não quer abrir espaço em sua chapa para outros partidos do arco de alianças, como PMDB e PT. Deixou isso claro para dirigentes partidários, principalmente para o presidente regional do PMDB, deputado Carlos Bezerra, numa reunião em Brasília no final do ano passado. Ele pode optar até pela definição dos dois suplentes do PR.

    Com Savi, Maggi espera contemplar o Nortão, já que o deputado de segundo mandato reside em Sorriso, onde foi vereador. Existe até comprometimento de, se eleito, abrir espaço para estreia de Savi no Senado. Vão estar em jogo dois terços da representatividade de Mato Grosso no Congresso Nacional, com encerramento dos mandatos de Serys Marly (PT) e de Gilberto Goellner (DEM), senador a partir de janeiro de 2008 com a morte de Jonas Pinheiro. A terceira cadeira continua sob Jayme Campos (DEM) até 2014. O mandato é de 8 anos. Cada eleitor vota em dois para o Senado.

    A escolha de Savi para concorrer à suplência de senador, após este permanecer alguns meses em pré-campanha para deputado federal, agrada a bancada do PR na Assembleia, composta por Sérgio Ricardo, Sebastião Rezende, Jota Barreto, Wagner Ramos e o próprio Savi. É que os deputados republicanos terão um concorrente interno a menos. Sérgio, por exemplo, já havia feito esse pleito diretamente ao governador.

     A estratégia de Blairo Maggi é buscar a primeira vaga para não correr o mesmo risco do ex-governador Dante de Oliveira, que deixou o Paiaguás em abril de 2002 já considerado eleito e acabou derrotado. As vagas ficaram com Jonas e Serys, que foi beneficiada com os chamados votos de protesto. Nos contatos com correligionários, o governador e um dos acionistas do Grupo Amaggi tem comentado que sua eleição ao Senado é questão de honra. Uma derrota, pondera, seria sinal de desprestígio e reprovação do longo mandato de sete ano como chefe do Executivo estadual. Estrutura logística er financeira não é problema. Ele avisou que não vai entrar em conflitos com nenhum grupo político para, na linha "paz e amor", atrair eleitores de todos os lados. Maggi está aproveitando os últimos dias como governador para mapear o Estado e fechar apoios políticos rumo a sua campanha majoritária. Ele pedirá voto para o peemedebista Silval Barbosa, que o substitui no Paiaguás a parrtir de 31 de março mas, primeiro, quer cuidar do seu futuro político.

Postar um novo comentário

Comentários (16)

  • Sofia | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 14h24
    0
    0

    Cuidado Mauro, que o Sr motoserra de ouro,pode derubar seus eleitores como ele fez com as arvores do estado e depois ainda pode criar uma lei te proibindo de reevindicar os mesmo.

  • CLAUDIO | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 14h02
    0
    0

    que pena eu sou eleitor do Mauro Savi, votaria nele p deputado mas como suplente do Blairo moto serra de ouro nao da

  • Sorriso | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 13h00
    0
    0

    Oque é olhar para cima? É por acaso promover o maior programa habitacional de Mato Grosso? É por acaso promover o maior programa de pavimentação de MT? É promover a maior distribuição de máquinário para os municípios? Dentre outros. Se isso for olhar para cima... Aliás O Governo de Blairo Maggi olhou Mato Grosso por igual e isso é uma verdade, lembram o sentimento divisionista que havia no governo anteriore a Blairo Maggi? Acabou. A escolha de Savi para a Suplência é mais uma demonstração de que Blairo Maggi olha e cuida de todo Mato Grosso.

INFRAESTRUTURA

Empreiteira enrola há 5 meses para retomar obras de asfalto na MT-100

Por 12/04/2021, 20h:51 - Atualizado: 12/04/2021, 20h:53

maquinario torixoreu 680

Maquinário da construtora Destesa Engenharia e Construções, que deveria estar executando as obras de pavimentação de 18 km da MT-100, se encontra acumulando poeira e ferrugem.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Oliveira Júnior | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 14h23
    0
    0

    pura estrategia política rasteira e suja de Mauro mendes. Mandou enrolar a obra prá inaugurar ano que vem devido a reeleição.

  • Oliveira Júnior | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 12h45
    0
    0

    Oliveira Júnior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 08h17
    6
    2

    Tal demora com todos equipamentos parados no pátio e os empregados nos hotéis e em casas alugadas pela empresa e com alimentação tudo pago pela empresa. Isso deixa claro que o valor pago pelo Estado para execução dessa obra foi muito além do custo real, porque empresa nenhuma iria ficar cinco meses com todos equipamentos e homens mobilizados e ela retirando do caixa dela para pagar essas despesas sem retorno financeiro... Com a palavra o Ministério publico do Estado de Mato Grosso...

COVID-19

Assinatura de Fávaro por uma CPI ampliada contraria governador

Por 12/04/2021, 16h:40 - Atualizado: 12/04/2021, 16h:41

carlos favaro 680

Mauro Mendes não gostou nem um pouco do posicionamento de seu "aliado" político Carlos Fávaro, que, em atendimento ao Palácio do Planalto, no sentido de tirar o foco de Bolsonaro, ajudou a inflar o número de assinaturas por uma CPI da Pandemia que investigue também governadores e prefeitos.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • oliveira | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 11h37
    2
    0

    parabéns senador a partir de agora tem meu respeito e apoio

  • Ângela Maria Machad | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 21h15
    14
    2

    Vai perder de qualquer jeito MM, tira dos aposentados, e passa a mão na cabeça dos ricos. Aguarde! Os servidores públicos, aposentados e familiares te aguarda! Cai perder até o caminho da sua Empresa. TEME A CPI? Não deveria, vc não é honesto?????!!°°

  • Fagner | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h39
    14
    1

    A Janaína já abriu fuga, o Fávaro também. Abra o olho MM.

BRIGAS INTERNAS

Um bombeiro para conter Mauro x Campos

Por 12/04/2021, 08h:31 - Atualizado: 12/04/2021, 08h:32

cesar miranda 680

Cesar Miranda, afilhado político de Jayme Campos, tem atuado como bombeiro o tempo todo para apagar os focos de incêndios entre Mauro Mendes o o grupo dos Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Rafael | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 20h20
    4
    0

    Enquanto brigam por vaidade política, o povo sofrem com a COVID perdendo ente querido. .. Vão atrás de vacinas seus incompetentes.... Mato Grosso do Sul está dando baile em vacinação, enquanto MT está entre os estados que menos vacinaram...

  • Davi | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h51
    3
    1

    A CPI vai ser a pá de cal na reeleição do Mauro Mendes.

  • Vandir | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 18h08
    2
    0

    Esse aí atua na verdade deste o primeiro dia para não perder o emprego. Onde mesmo ele comprou o diploma de graduação?

INSTITUTO FEDERAL

Novo reitor que toma posse na 3ª já definiu equipe saiba

Por 11/04/2021, 10h:07 - Atualizado: 11/04/2021, 10h:08

julio cesar marcus taques willian de paula 680

Novo reitor Julio Cesar, o pró-reitor de Extensão, Marcus Taques, que será mantido, e o atual reitor Willian de Paula

O novo reitor Julio César dos Santos, que assume oficialmente o IFMT em solenidade em Brasília, na terça (13), já definiu a equipe que irá ajudá-lo a conduzir, pelos próximos quatro anos, uma instituição com 19 campi, cinco núcleos avançados, quase 25 mil alunos e R$ 450 milhões de orçamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 09h44
    4
    1

    O que sei é que o DEM vai apoiar a candidatura de EP para governador em 2022, e se EP não aceitar a candidatura, nestas alturas o DEM direcionar o apoio a outro candidato que pode ser o senador WF.

EM POCONÉ

13 pesquisadores estrangeiros fazem coleta audivisual no Pantanal

Por 10/04/2021, 21h:40 - Atualizado: 10/04/2021, 21h:46

marinez isaac marques 680

Treze pesquisadores estrangeiros de cinco nacionalidades (Alemanha, Bulgária, Eslovênia, Bélgica e Espanha), sob coordenação da professora doutora da UFMT, Marinez Isaac Marques, que já desenvolveu o projeto Sons do Pantanal, começam nos próximos dias a coletar material biológico em Poconé, na Baía das Pedras, RPPN Sesc Pantanal e Cáceres, e também na fazenda Barranco Alto, em Aquidauana (MS).

Postar um novo comentário

TRANSFERÊNCIA

Vacinas recusadas por indígenas são usadas nas forças de Segurança

Por 10/04/2021, 16h:36 - Atualizado: 10/04/2021, 16h:43

sinovac 680

Ao fazer rateio das vacinas do grupo prioritário para conseguir atender, com a 1ª dose, os profissionais das forças de segurança, o Governo de Mato Grosso registra oficialmente uma revelação intrigante.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2693