Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Concurso

MP vai oferecer denúncia contra servidoras acusadas de fraude

MPE analisa as imagens entregues pela Unemat para fechar denúncia contra responsáveis por fraude em concurso   Em duas semanas, a Promotoria de Justiça de Cáceres pode oferecer denúncia contra as servidores da Unemat acusadas de fraudar as provas do que seria o maior concurso público do Estado, em 22 de novembro. Tratam-se de Gehysa Atala, coordenadora do concurso, Renilce Miranda Cebalho Barbosa, secretária da coordenadora geral do certame, e a diagramadora das provas, Sandra Raquel de Almeida Cabral. Elas serão denunciadas por cometer crime de Violação de Sigilo Funcional.

   O MP analisa as imagens entregues na última terça (19) pelo reitor da Unemat, Taisir Karim. De posse das imagens, que somam 2 meses de gravações, o promotor Samuel Frungilo acredita que possa ser dirimida a dúvida se houve a participação de mais alguém na fraude.

   As imagens foram entregues ao MP pelo presidente da Comissão de Advogados da Unemat, que responde às ações de indenização promovidas contra a entidade em razão do concurso, Júlio César Dacovis. Ele explica que a demora em entregar as imagens ao MP se deu pelo fato do processo de cópia ser lento. Mesmo assim, ele garante que nada foi alterado ou deletado. A gravação compreende desde a elaboração das provas até a saída do material para impressão. Dacovis informou que não teve acesso às imagens, mas crê que apareça toda a movimentação das pessoas que manipularam as provas. “Todas as imagens são nítidas e com data. Portanto, qualquer pessoa que agiu erroneamente poderá ser identificada”. Segundo o advogado, ainda corre prazo para entregar também ao MP os documentos do processo de licitação do concurso que foram solicitados também.

   A comissão é responsável por analisar os pedidos de indenizações por danos morais e materiais que estão sendo movidos pelos candidatos ao concurso. Até o momento, segundo o advogado, são “meia dúzia de pessoas de locais distintos”. Conforme ele, há uma pessoa da cidade de Porto Alegre/RS e duas de Rondonópolis movendo ações. Também uma em Rondônia e outra do Paraná. Os valores das indenizações solicitadas giram entre R$ 126 e R$ 5,1 mil. A Unemat está contestando os pedidos porque, conforme Dacovis, foram feitos no Juizado Especial e devem ser feitos na Justiça Comum uma vez que a Unemat é um órgão público.
 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Alessandra Santos Machado | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 15h48
    1
    0

    Quem sabe agora o governo , tomando frente ao concurso ele vai sentir na pele o que a Unemat sentiu por falta de apoio na logistica do concurso. Toda comunidade Cacerense sabe que nao houve fraude, o que houve foi um tumulto causado por falta de logistica e meia duzia de pessoas que nao querem o bem da Universidade , só para atingir o Reitor, resolveu acusar a fraude, atingindo assim pessoas que deram o melhor de si para a realização do Concurso. Esperamos que o Ministerio Público aja com clareza e nao acuse ninguem sem provas concretas, so para satisfazer aqueles que são contra a administração da Universidade

  • João Carvalho Junior | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 12h36
    1
    0

    A justificativa apresentada pela Unemat pra demora na entrega das imagens chega a ser hilária, deveriam mandar pra algum programa humorístico. Depois dessa, espero que o MP faça uma perícia nelas pra verificar se realmente não houve nenhum corte.

  • Miguel Carlos Tadeu Atala | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 11h51
    0
    1

    Em primeiro lugar, Todos são inocentes até se prove o contrário, portanto acredito plenamente em Geysa Atala Gomes Curvo, que desde criança convivi com a mesma, e nunca jamais ouvi, nada, absolutamente nada que possa desabonar sua conduta, seu nome, e de nossa familia centenária, na Cidade de Cáceres, que sempre, se pautou na honestidade, seriedade, e fidelidade, as pessoas que confiaram em nós. Digo ainda, que as pessoas estar torcendo contra, que não se desepcione. E por tabela, agradeço ao amigo de longa data, excepcional Advogado, Marionely Viegas.

  • Deusdel Filho | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 11h34
    1
    0

    Se Marionely Viegas avalizou o carater da servidora Geysa (que não conheço pessoalmente) então começo a mudar meu pensamento. Falo por conta de ter no Drº Marionely um exemplo do homem integro e inteligente. O conheci como "Tio Marionely", por conta da diferença de geração, e hoje tenho orgulho de conhecê-lo com o amigo. Não creio que ele esteja usando esse aparte para fazer defesa política. É claro que existem culpados, mas isso apenas o digno Ministério Público, e outras instituições competentes é quem poderá apontar. Respeito todas as opiniões, mas não considero de forma alguma que o Drº Marionely não tenha moral e respeito da sociedade necessários para expor o que pensa e o que vivencia.

  • Petronio Ribeiro | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 11h20
    0
    1

    Marionely Viegas, tambem, conheci voce, Taisir. irmaos e pais, Geiza, mas.. segundo caso de fraude na UNEMAT, tempos passados fraude no vest para Direito e agora de Novo....... espero que nao fique decepicionado Dr.

  • Newton Alfredo Leite | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 10h56
    0
    1

    Vejam bem !!! Não sou candidato a esse mega concurso, e nem estou aqui para denegrir a imagem de ninguem. Todavia, já sabia que a culpa total do fracasso desse concurso iria recair sobre o lado mais fraco, ou seja, servidores da Unemat. Gente !!! esse concurso já estava fadado ao fracasso mesmo que as provas (gabarito) não tivessem sido vazadas. A parte de logística que é de responsabilidade do governo (Secretario de Administração, Secretario de segurança ... etc)foi totalmente falha. Infelizmente para esse pessoal não recairá nenhuma responsabilidade pelo fracasso, ou seja, desponta com bastante ênfase o velho dito popular... ' a corda arrebenta sempre do lado mais fraco'. Saudações

  • Joana Sperotto | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 10h32
    0
    1

    O Advogado Maryonelly Wiegas é suspeito ao defender a coordenadora Geysa, ambos são ligados umbilicalmente ao prefeito Tuilio Fontes. a Geysa sempre atuou politicamente a favor do prefeito Tulio e o Marionely é procurador municipal, logo sua opinião é absolutamente desprezivel e tendenciosa. Se não foi ela, que é coordenadora de concursos da UNEMAT, então quem fraudou o concurso?? daqui a pouco vão colocar culpa no Bim Ladem

  • marionely viegas | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 09h50
    0
    1

    Quando criança conheci Geysa Atala, hoje Geysa Curvo, nas brincadeiras que faziamos na rua Marechal Deodoro na cidade de Cáceres, de familia honesta e trabalhadora, Quando tomei conhecimento do ocorrido no cuncurso que seria realizado comentei com minha esposa que não acreditava em qualquer comentário contra a honestidade e dignidade de Geysa, entretanto temia, e cuntinuo temendo pelos rumos que estão dando as investigações, pois tenho certeza que tentarão, de qualquer forma, arrumar um culpado pelo lamentavel fato. Geysa, acredito e continuarei acreditando em seu carater que sempre trilhou pelos caminhos que seus pais te ensinaram.

  • janete porta | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 20h39
    1
    0

    Ja´que o mp quer realmente mostrar seriedade no que faz, então deveria nos responder de quem é a divida , ou melhor de quem devemos cobrar o pagamento do dia trbalhado naquele fátidico concurso, minha irmã e minha filha até a data presente não receberam nem esperança. Por favor me ajude.

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 56min atrás

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

RUMO À REELEIÇÃO

Com 13 siglas e podendo atrair o PSL

Por 20/10/2019, 20h:41 - Atualizado: 20/10/2019, 21h:50

emanuel pinheiro deputados 680

Emanuel com os deputados Sílvio Fávero (PSL), Paulo (PP), Avalone (PSDB), Janaína (MDB) e seu esposo Diógenes

A um ano das eleições, o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro já conta com apoio pré-estabelecido ao projeto de reeleição de nada menos que 13 partidos. E tende a aglutinar outros, inclusive o PSL do presidente Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Maria F. Albuquerque | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 10h16
    2
    1

    Desse jeito vai ganhar no primeiro turno. Até agora não apareceu adversário à altura para derrotar Emanuel. Juntando todos os pré-candidatos da oposição não dá um.

  • Claudiomario | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 09h31
    4
    3

    Neste quase três anos de mandato, o prefeito tem conseguido vencer as demandas, e tem buscado recursos pra continuar viabilizando esforços respeitando todas as possíveis diferenças politicas e partidárias que possam existir, , tudo dentro da normalidade!!

  • Pedro luis | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 21h59
    11
    7

    Se o eleitor Cuiabano votar no Emanuel, mesmo depois de vídeo do paletó, estará demonstrado que o eleitor não se importa com corrupção, e quem tem atitudes duvidosas é aplaudido. Estará demonstrando também que corrupção não é problema, que não se importa. Estará provado ao mundo que é um exemplo de eleitor, que vota sem se importar com a índole do candidato.

SOB INVESTIGAÇÃO

Promotor denunciado segue do Núcleo de Patrimônio e Probidade

Por 20/10/2019, 10h:44 - Atualizado: 20/10/2019, 13h:37

marco aurelio 680

Denunciado criminalmente pelo MPE por quebra de segredo de Justiça, após investigações do Naco, o promotor Marco Aurélio, ex-coordenador do Gaeco, não deve ser afastado do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

Postar um novo comentário

RUMO AO ALENCASTRO

Sem espaço no PDT, Julier sinaliza retorno ao PT para disputar Cuiabá

Por 19/10/2019, 10h:32 - Atualizado: 19/10/2019, 10h:39

julier ludio pt 680

Petistas, entre eles o deputado Lúdio Cabral e presidente municipal Bob Almeida, após reunião com Julier, nesta 6ª

De um lado, um partido sem opção de candidatura a prefeito de Cuiabá. De outro, um ex-candidato sufocado e sem espaço na legenda onde está filiado desde dezembro de 2015.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 19h32
    3
    2

    Sai de um pequeno partido no Estado para um partido inexistente com o peso de ter patrocinado o maior esquema de desvios da história.

  • joaoderondonopolis | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 19h05
    7
    0

    Dr Julier o senhor pode não gostar do meu comentário, mas vou falar, abra mão de candidatura a prefeitura, pois pessoas maldosas lhe tirou da magistratura, e comece do começo, candidate a vereador, com certeza o senhor será eleito, daí pra frente só depende de você. Vai por mim.

SEM RESPALDO

Barbudo agora terá de sobreviver politicamente longe de Bolsonaro

Por 18/10/2019, 18h:24 - Atualizado: 19/10/2019, 10h:55

nelson barbudo 680

Embora esteja no início do mandato, Nelson Barbudo, o mais votado em 2018 junto ao eleitorado mato-grossense à Câmara Federal, enfrenta agora um grande desafio, o de sobreviver politicamente desgarrado de Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Paulo | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 09h20
    9
    1

    Esse senhor Barbudo é um falastrão. Com o apoio do presidente já não servia pra muita coisa, sem o apoio é que não serve mesmo pra nada. Como pode dar as costas pro presidente que o elegeu? Se não fosse o Bolsonaro esse homem tirava 200 votos e olhe lá.

  • jose carlos | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 08h44
    3
    2

    Aconselho este deputado a continuar ouvindo seu assessor Dal...B.... que assim ele vai longe , alto taquari

  • Frank Sabiá | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 14h50
    17
    1

    Como que MT elege um Urtigão desses ? Todos foram na Onda do Bolsonarismo, agora o maior beneficiado cospe no prato que comeu.

  • Angelo | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 10h02
    5
    11

    O presidente fraude anti-Brasil nunca abandonará barbudo ... ele sempre terá lugar cativo no lado esquerdo ... no lado esquerdo da bolsa escrotal do psicopata ... ele de um lado e Medeiros de outro...

  • Salas | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 08h52
    13
    1

    Deputadinho “marca fraca”, sempre foi ridículo e se acha, agora vai pra vala.

  • Lucas | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 05h15
    20
    0

    Esse Barbudo que nem sei de onde surgiu. E blm colocar a barba o bigode o chapeu a botina de molho. Quis fazer gracinha. Virou traira tambem. Agora vai ter que rebolar p se manter

  • alexandre | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 20h21
    16
    1

    quem era o PSL , antes do Bolsonaro ? vai voltar para o ostracismo...

  • GILMAR DE PAULA | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 15h59
    26
    0

    O Barbudo , se continuar nesse "lero lero", aventando possível candidatura a prefeito de Cuiabá e participando de conluios com os camundongos famintos do PSL terá, no futuro, uma difícil campanha para vereador em Alto Taquari, com chances reais de fragorosa derrota.

  • Benedita da Silva | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 13h39
    18
    1

    Muito cacique pra pouco índio, e agora Barbudo ficou, não só com as barbas de molho, como num mato sem cachorro. E não fez um ano de mandato, a lojinha do PSL pegando fogo.

  • Joacir Gimene de Lima | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 12h57
    12
    6

    Depressão à vista.....Falta o Mouro. 🤔🤔

TRANSIÇÃO

MTI vai à extinção e a tecnologia do governo ficará sob empresa privada

Por 18/10/2019, 13h:03 - Atualizado: 18/10/2019, 18h:34

mti 680

O governador Mauro Mendes vai mesmo extinguir a Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - antigo Cepromat). O processo anda a passos largos.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • jose renato | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 09h46
    1
    1

    Não serve para nada essa MTI.

  • Luiz Junior | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h47
    16
    1

    A MTI presta tem uma excelente infraestrutura de rede com equipe de primeira linha para manutenção da rede e uma excelente equipe de desenvolvimento. Possui uma excelente equipe para fazer o diferencial pena que passou por gestões que sucateou a empresa.

  • Silva Marcondes | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h04
    7
    25

    Melhor coisa, sou servidor do estado a muitos anos e nunca vi essa empresa prestar um bom serviço, cobrando sempre absurdo, salários altíssimos, todos reclamam. Não generalizando, tem alguns ótimos profissionais, mas infelizmente os bons levam a fama dos ruins. Parabéns Governador!!!

  • Homem da verdade | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h50
    25
    0

    O governador achou uma forma de legitimamente captar/pagar fundos de campanha. A ábaco vai pagar um salário absurdo para manter o que existe hoje funcionando e o Estado que vai pagar.... achando ainda que está fazendo coisa boa.

  • Almyr souza vieira | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h36
    17
    1

    Em epoca de interesses, o estado deixou de ser um servidor social de seu povo, agora´a saída e privatizar para obter lucro de quem e para quem? na politica tudo é possivel, quando ha interesse oportuno...!

  • Alberto | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h19
    7
    39

    Demorou. Maior parte dos serviços da MTI já são contratados da iniciativa privada, acabando o governo pagando mais caro. Então demita esse pessoal e a iniciativa privada contrata, e ainda agrada o parça da Ábaco.

  • Mr. Santos | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h16
    36
    6

    MTI nunca cruzou os braços para o estado.

  • GOIANO | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h11
    1
    2

    GOIANO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao grandao | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h06
    1
    2

    joao grandao, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Pedro | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h00
    40
    3

    Phust.. de novo com esta conversa...deixa a mti em paz gov.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2437