Blog do Romilson Cuiabá, 11 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Concurso

MP vai oferecer denúncia contra servidoras acusadas de fraude

MPE analisa as imagens entregues pela Unemat para fechar denúncia contra responsáveis por fraude em concurso   Em duas semanas, a Promotoria de Justiça de Cáceres pode oferecer denúncia contra as servidores da Unemat acusadas de fraudar as provas do que seria o maior concurso público do Estado, em 22 de novembro. Tratam-se de Gehysa Atala, coordenadora do concurso, Renilce Miranda Cebalho Barbosa, secretária da coordenadora geral do certame, e a diagramadora das provas, Sandra Raquel de Almeida Cabral. Elas serão denunciadas por cometer crime de Violação de Sigilo Funcional.

   O MP analisa as imagens entregues na última terça (19) pelo reitor da Unemat, Taisir Karim. De posse das imagens, que somam 2 meses de gravações, o promotor Samuel Frungilo acredita que possa ser dirimida a dúvida se houve a participação de mais alguém na fraude.

   As imagens foram entregues ao MP pelo presidente da Comissão de Advogados da Unemat, que responde às ações de indenização promovidas contra a entidade em razão do concurso, Júlio César Dacovis. Ele explica que a demora em entregar as imagens ao MP se deu pelo fato do processo de cópia ser lento. Mesmo assim, ele garante que nada foi alterado ou deletado. A gravação compreende desde a elaboração das provas até a saída do material para impressão. Dacovis informou que não teve acesso às imagens, mas crê que apareça toda a movimentação das pessoas que manipularam as provas. “Todas as imagens são nítidas e com data. Portanto, qualquer pessoa que agiu erroneamente poderá ser identificada”. Segundo o advogado, ainda corre prazo para entregar também ao MP os documentos do processo de licitação do concurso que foram solicitados também.

   A comissão é responsável por analisar os pedidos de indenizações por danos morais e materiais que estão sendo movidos pelos candidatos ao concurso. Até o momento, segundo o advogado, são “meia dúzia de pessoas de locais distintos”. Conforme ele, há uma pessoa da cidade de Porto Alegre/RS e duas de Rondonópolis movendo ações. Também uma em Rondônia e outra do Paraná. Os valores das indenizações solicitadas giram entre R$ 126 e R$ 5,1 mil. A Unemat está contestando os pedidos porque, conforme Dacovis, foram feitos no Juizado Especial e devem ser feitos na Justiça Comum uma vez que a Unemat é um órgão público.
 

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Alessandra Santos Machado | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 15h48
    1
    0

    Quem sabe agora o governo , tomando frente ao concurso ele vai sentir na pele o que a Unemat sentiu por falta de apoio na logistica do concurso. Toda comunidade Cacerense sabe que nao houve fraude, o que houve foi um tumulto causado por falta de logistica e meia duzia de pessoas que nao querem o bem da Universidade , só para atingir o Reitor, resolveu acusar a fraude, atingindo assim pessoas que deram o melhor de si para a realização do Concurso. Esperamos que o Ministerio Público aja com clareza e nao acuse ninguem sem provas concretas, so para satisfazer aqueles que são contra a administração da Universidade

  • João Carvalho Junior | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 12h36
    1
    0

    A justificativa apresentada pela Unemat pra demora na entrega das imagens chega a ser hilária, deveriam mandar pra algum programa humorístico. Depois dessa, espero que o MP faça uma perícia nelas pra verificar se realmente não houve nenhum corte.

  • Miguel Carlos Tadeu Atala | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2010, 11h51
    0
    1

    Em primeiro lugar, Todos são inocentes até se prove o contrário, portanto acredito plenamente em Geysa Atala Gomes Curvo, que desde criança convivi com a mesma, e nunca jamais ouvi, nada, absolutamente nada que possa desabonar sua conduta, seu nome, e de nossa familia centenária, na Cidade de Cáceres, que sempre, se pautou na honestidade, seriedade, e fidelidade, as pessoas que confiaram em nós. Digo ainda, que as pessoas estar torcendo contra, que não se desepcione. E por tabela, agradeço ao amigo de longa data, excepcional Advogado, Marionely Viegas.

CARGO VITALÍCIO

Eis um cotado do Executivo pro TCE

Por 11/07/2020, 09h:23 - Atualizado: 01h atrás

rogerio gallo 680

Os rumores de que o secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, teria interesse em assumir uma vaga de conselheiro do TCE têm causado um desconforto na Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Reginaldo | Sábado, 11 de Julho de 2020, 10h13
    1
    0

    Se o executivo está indicando é por que tem interesse. É muito fácil fazer política a mando de quem indicou. Se as contas a serem analisadas são de um inimigo político e ele não der apoio político a quem indicou, o indicado vota pela reprovação, se as contas forem de um aliado, sempre o indicado votará pela aprovação dessas contas.

  • Teka Almeida | Sábado, 11 de Julho de 2020, 09h48
    1
    0

    O grande entendido de tudo especialista de nada???!!!! Não é de admirar, como o Quarteirão da Vergonha - ALMT é um puxadinho do Paiaguás eles aprovam sim, é só o Mauro Mente governo FAKE NEWS falar mais alto.

  • araqueto | Sábado, 11 de Julho de 2020, 09h36
    0
    1

    É mais qualificado que Botelho, que Campos Neto, Guilherme Maluf,, Valdir Teis, Zé Domingos... Se eu tivesse o poder de indicar, o indicaria.

NOVO PARTIDO

Fracassa a busca por assinaturas em MT pelo Aliança de Bolsonaro

Por 10/07/2020, 12h:58 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:03

bolsonaro 680

Apesar de fazer muito barulho e prometer juras de amor eterno a Jair Bolsonaro, os apoiadores do capitão ainda não conseguiram avançar com a colheita de assinaturas para o Aliança, partido que a família Bolsonaro pretende criar.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • joaoderondonopolis | Sábado, 11 de Julho de 2020, 08h43
    6
    1

    Puxa vida, conseguiram ainda muitas assinaturas, isto tudo são reflexos de se aliar aos bandidos, pois na campanha dizia ir contra a bandidagem, porém mudou de ideia, traindo assim os eleitores do país.

  • Alyrio Filho | Sábado, 11 de Julho de 2020, 08h26
    2
    5

    Mito 2022, estamos com ele....

  • Cleonice l s vieira | Sábado, 11 de Julho de 2020, 07h42
    2
    4

    Sei não nao 🙄tem algo errado aí 🙄😏Mato grosso é Bolsonaro com ctz

EM CUIABÁ

Relatório da CPI traz esperança a Niuan de se tornar prefeito

Por 10/07/2020, 12h:49 - Atualizado: 10/07/2020, 13h:02

niuan ribeiro 680

O vice-prefeito Niuan Ribeiro (Podemos) encheu-se de esperanças de se tornar prefeito interinamente com a decisão da CPI do Paletó, que hoje aprovou relatório paralelo, propondo afastamento  do prefeito Emanuel Pinheiro por seis meses.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Amaral antunes | Sábado, 11 de Julho de 2020, 07h12
    0
    0

    Amaral antunes, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ricardo | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 23h22
    1
    1

    Gostaria de fazer uma esclarecimento. No mês de fevereiro os governadores e perfeitos não podiam decretar quarentena por duas razões: a primeira, essa atribuição so foi conferida em abril de 2020 por decisão do STF; segundo e mais importante, na PL13.979 de 09 de fevereiro de 2020 de autoria do poder execultivo federal em seu art. 1° e no §1° do art.3°, fica claro e cristalino que no mês do carnaval não podia ser decretado quarentena. Logo fica fácil de afirmar que os governadores e prefeitos NÃO são culpados. Sendo assim, considerando que o presidente nunca, repito NUNCA foi favorável distanciamento social. Então ele é o único culpado.

NOS BASTIDORES

"Amarrações" para Max ir para o TCE

Por 10/07/2020, 10h:44 - Atualizado: 10/07/2020, 12h:32

max russi 680

Há uma forte movimentação nos bastidores que pode resultar na ida do deputado Max Russi para o TCE-MT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Reginaldo | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h44
    4
    0

    Tai eleitor de MT, os donos do poder ajustam as peças no tabuleiro político onde, seja qual for o resultado, eles ganham, sabe por que? Porque contam com a certeza do nosso voto. Cabe a nós negarmos nossos votos a esses de sempre, o voto que eles mais precisam para concretizarem seus planos. Vamos dar um sonoro não, já nas eleições de novembro e nas eleições de 2022.

  • joao neto | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h33
    0
    0

    Não foi esse que deu um bola fora no botelho no caso AGER????? tOMA GOLLLLL

  • renato | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h15
    4
    0

    se ele soubesse o que tá por vir

CAMARA DE CUIABÁ

Relatório de Toninho à CPI do Paletó é pela absolvição do prefeito

Por 09/07/2020, 17h:57 - Atualizado: 09/07/2020, 18h:03

toninho de souza 680

O relatório de Toninho de Souza (PSDB) à CPI do Paletó, a ser apresentado amanhã na Comissão, é pela absolvição do prefeito Emanuel Pinheiro da acusação de que teria cometido infrações político-administrativas no episódio do vídeo em que aparece recebendo dinheiro, na época em que era deputado.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Eleitor Atento | Sábado, 11 de Julho de 2020, 10h34
    0
    0

    Aí tem...

  • JOHN GORDON RAMSAY | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 19h12
    0
    0

    A culpa com certeza deve ter sido do alfaiate que fez o paletó. Toma vergonha vereador vá a um oculista.

  • Luiz Esmael | Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020, 11h51
    1
    0

    Um circo armado. Há cinco meses para fim do mandato Camara Municipal decide abrir CPI. Cobta outra piada. Vereadores nao merecem nenhum tipo de seriedade. Uma CPI leva quatro meses para ser concluida. E povo tratado como palhaco

PROCESSO ELEITORAL

Reitor da UFMT caminha livre à reeleição

Por 09/07/2020, 11h:29 - Atualizado: 09/07/2020, 11h:36

evandro 680 ufmt

Com a força do cargo e de uma máquina detentora de R$ 1 bilhão anual de orçamento, o reitor Evandro Aparecido Soares caminha livre para a reeleição na UFMT.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2569