Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Janeiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Palácio Paiaguás

Não aceito pressão, avisa Silval

16/01/2010, 23h:33 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Silval Barbosa, do PMDB   A 72 dias de assumir o mandato de governador, o peemedebista e pré-candidato a governador Silval Barbosa avisa que não vai permitir que a velha guarda do PMDB venha mandar em sua administração, aposta na manutenção do arco de alianças, que já conta com adesões do PR e PT, e sonha em ter no bloco partidos que sinalizam para outro rumo, como o PSB do deputado Valtenir Pereira e do pré-candidato ao Paiaguás Mauro Mendes, assim como o DEM do senador Jayme Campos, outro virtual concorrente ao governo. As revelações de Silval são destaques no Diário de Cuiabá, que circula neste domingo.

    Silval toma posse como governador em 31 de março, no lugar de Blairo Maggi, pré-candidato a senador. Perguntado se iria abrir espaço na máquina para peemedebistas históricos, como o ex-vereador por Cuiabá Totó Parente, que deixou o cargo de secretário executivo de Desenvolvimento do Centro-Oeste, vinculado ao Ministério da Integração Nacional, Silval Barbosa deixou claro que não. Adiantou que pretende convidar a hoje primeira-dama e secretária de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social, Terezinha Maggi, a continuar no cargo. Apesar disso, a esposa de Maggi já decidiu que estará fora do governo. A tendência é que Roseli Barbosa assuma as ações sociais da administração.

    O vice-governador disse que tem mantido uma agenda "apertada" e que pensa diariamente na formatação do seu governo. Diz que sua principal preocupação é encontrar gestores para secretarias onde os ocupantes de cargos de primeiro escalão vai se afastar por serem candidatos, como Chico Daltro (Ciência e Tecnologia), Ságuas Moraes (Educação), Baiano Filho (Esporte e Lazer), José Aparecido dos Santos, o Cidinho (Projetos Estratégicos) e Neldo Egon (Desenvolvimento Rural). Perguntado se enfrenta pressão de aliados por cargos, principalmente do PMDB, Silval Barbosa jura que não. "Não há pressão nenhuma e não vou aceitar pressão de nenhum partido. Quero montar um governo tranquilo, sem ceder a qualquer pressão de um lado e nem de outro. A responsabilidade é muito grande de assumir o governo e, por esse motivo, estou sendo muito cauteloso."

-----------------------------------
Clique aqui e leia matéria completa

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Flavio Pinho | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 03h39
    0
    0

    FRANCAMENTE SR. FLÁVIO GOMES, O SR TRABALHA COM A SERYS, JÁ APRENDEU UM BOCADO DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, É MORADOR ANTIGO DE PEIXOTO DE AZEVEDO. MEU AMIGO NÃO VENHA QUERER ILUDIR O POVO TECENDO ELOGIOS AO SILVAL BARBOSA, SIGA EM PAZ SUA CAMPANHA. MAS ESSE AÍ TODOS CONHECEM, NÃO SE QUEIME !!!

  • Carla | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 19h11
    0
    0

    Silval Barbosa estamos na torcida por vc, porém não vejo com bons olhos a permanência de Terezinha Maggi, assim como de alguns secretários do staff Maggi. Acredito que o tempo de "contribuição" desses acaba junto com a gestão Maggi. A população matogrossense espera por mudanças, principalmente em algumas secretarias!!!

  • Flavio Gomes | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 15h55
    0
    0

    com certeza o Silval será um ótimo Governador para Mato Grosso pois seu perfil é de uma pessoa muito humilde e sofrida, já encarou muitas barreiras em sua vida, igual o presidente LULA. vai em frente Silval e conte conosco!

RONDONÓPOLIS

"Cria" de prefeito agora na chefia de Escritório em Brasília

Por 23/01/2021, 12h:59 - Atualizado: 17min atrás

paulo jose ze do patio 680

Ex-secretário Paulo José, nomeado pelo prefeito Zé do Pátio como chefe do Escritório de Rondonópolis em Brasília

O prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, presenteou com cargo em Brasília um de seus assessores de extrema confiança.

Postar um novo comentário

TRANSPORTE COLETIVO

Ao custo de quase R$ 500 mi, obras do BRT vão durar 2 anos

Por 22/01/2021, 20h:37 - Atualizado: 22/01/2021, 20h:39

brt 680

O governo estadual planeja fechar até março estudos técnicos sobre o BRT, a ser implantado em Cuiabá e Várzea Grande em até dois anos.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Cris | Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 10h44
    0
    0

    E quem vai ressarcir o dinheirão jogado fora com o VLT??? E os prejuízos sociais causados pelo VLT???? CADÊ OS DEPUTADOS DA ÉPOCA DO VLT???? TCE???? MPE???? UMA VERGONHA!!!!!!

  • Glauber | Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 08h43
    3
    0

    Só lembrando, são quase 430 milhões, fora as desapropriações, fora os aditivos, porque só ingênuo acreditam que essa obra publica desse tamanho, será concluída em 2 anos, ok!

  • ELI ROCHA | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 21h27
    2
    0

    Muito bem ... 500 milhões sem contarmos o tal esperado "arrego".

DEBANDADA

PSL se esfacela em MT e perde 3 deputados

Por 22/01/2021, 18h:45 - Atualizado: 22/01/2021, 18h:48

claudinei 680 deputado

O PSL, que "inchou" na onda Bolsonaro, agora começa a se esfacelar. Em Mato Grosso, está perdendo um deputado federal e dois estaduais.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Tatiane Santos | Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 12h35
    0
    0

    Silvio Fávero está indo para o Partido do Vice-Presidente da República General Mourão, excelente escolha!

  • Paulo | Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 09h57
    0
    0

    Farinha pouca meu pirão primeiro. Correm pra onde tem mais oportunidades de reeleição. Torcedor de time de futebol tem mais fidelidade ao que esses canalhas, perdendo ou ganhando continuam torcendo.

FONTE LIMPA

UFMT fecha negócio de R$ 5 mi para ter energia solar

Por 22/01/2021, 09h:15 - Atualizado: 22/01/2021, 09h:16

ufmt 680

Até o final deste ano, a UFMT terá instalado em sua estrutura predial, na sede, em Cuiabá, energia solar fotovoltaíca ligada à rede SFCR, gerando energia sustentável e econômica pela radiação solar com aplicação conectado com a rede elétrica da Energisa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 15h42
    1
    0

    parabens é a melhor coisas, não sei se o preço esta justo, mas é a melhor coisa que se faz.

CARGOS ELETIVOS

DEM é maior em MT em número de prefeitos e vereadores; MDB, 2º veja

Por 21/01/2021, 17h:38 - Atualizado: 21/01/2021, 17h:41

partidos quantidade mt 680

Com o resultado das urnas de novembro e já com os eleitos empossados, o DEM do governador Mauro Mendes se torna a maior legenda em número de ocupantes de cargos eletivos no Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Reginaldo Malheiros Silva | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 17h55
    5
    1

    Só que em número de eleitores e população os Prefeitos do DEM representam apenas 10% do eleitorado de Mato Grosso, e pouco mais de 12,5% da população do Estado. O município mais expressivo que o DEM governa é Juara, é sim o MDB , PSB, PSDB que tem a maioria dos eleitores de MT. Vitória de mentirinha essa DEM de MT.

COMPRA MILIONÁRIA

Membros do MPE sem data para receber celulares de última geração

Por 21/01/2021, 12h:34 - Atualizado: 21/01/2021, 12h:37

Rodinei Crescêncio/Rdnews

jose antonio borges 680

Os promotores e procuradores de Justiça de MT ainda não sabem quando receberão os aparelhos celulares de última geração para uso funcional.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Aldo | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 07h13
    3
    0

    Enquanto isso quem trabalha e paga altas taxas de impostos mal conseguem pagar suas contas e comprar alimentos para suas famílias. Impostos pagos pelo povo pra comprar smartphones para os funcionários públicos que tem os maiores salários do estado.

  • Revoltado | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 13h05
    12
    0

    Parem de notíciar isso, não vamos poder fazer nada mesmo, povo acomodado. A tendência desse governo é privilegiar os órgãos que podem fiscaliza_lo em detrimento do resto da população.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2660