Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Assembleia Legislativa

Nilson quer vice-presidência da AL; Romoaldo, líder do Governo

Deputado Nilson Santos   O deputado Nilson Santos, que toma posse para o segundo mandato em 1º de fevereiro, entrou na disputa por espaço na nova Mesa Diretora, responsável por administrar um Legislativo que consome quase R$ 20 milhões por mês. Em reunião de bancada, Nilson ganhou respaldo dos colegas peemedebistas e, internamente, concorre com Romoaldo Júnior. Na chapa única lançada até agora e liderada por José Riva (PP), deputado cassado e que se elegeu com quase 100 mil votos, o PMDB ficou com a Primeira-Vice-Presidência. O partido garantiu 5 cadeiras, com a reeleição de Nilson e Wallace Guimarães, com retorno à Assembleia de Romoaldo e com as eleições de Baiano Filho e Teté Bezerra, que abre vaga para poder continuar à frente da secretaria estadual de Desenvolvimento do Turismo.

   Nilson revela que a indicação peemedebista não está definida. Acredita que será escolhido e enfatiza contar com apoio de Baiano e Wallace. Há possibilidade de Romoaldo abrir mão da vaga na Mesa para poder atuar como líder do Governo no Legislativo mato-grossense. Ele já foi primeiro-secretário nos anos 1990, numa dobradinha com Humberto Bosaipo, então presidente e hoje conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

   "Sou candidato à Mesa. Essa vaga (primeiro-vice-presidente) ficou para o PMDB e me sinto preparado para tal", diz Nilson Santos, em entrevista nesta terça, a 14 dias da posse e da eleição para o comando da AL. Segundo o deputado peemedebista, de fato, existe a possibilidade de Romoaldo vir a ser o interlocutor do Palácio Paiaguás, o que levaria naturalmente o seu companheiro de sigla a abrir mão de cargo na Mesa.

    Nilson Santos é de Colíder, um dos municípios do Nortão e onde começou na vida pública como vereador pelo antigo PFL (hoje DEM). Em 1996, ele garantiu vaga na Câmara Municipal com 777 votos. Quatro anos depois, se reelegeu com 1.673 e presidiu o Legislativo municipal (2001/2002). Em 2004, já pelo PMDB, disputou e perdeu para prefeito. No pleito de 2006, com 18.517 votos, ficou na segunda-suplência de deputado estadual e, com a cassação de Walter Rabello por infidelidade partidária por ter trocado o PMDB pelo PP, Nilson ganhou a condição de titular. Nas urnas do ano passado, ele reconquistou cadeira com 24.638. Teve a quarta maior votação dos peemedebistas, a oitava da coligação e a 13ª no geral.

   Nas negociações para a nova Mesa, que será presidida por Riva, o DEM indicou o estreante Dilmar Dal Bosco para o cargo de segundo-vice-presidente. O PR fica com a Primeira-Secretaria, o segundo cargo mais imporante, mantendo Sérgio Ricardo no posto. A Segunda-Secretaria foi oferecida ao atual presidente da AL, Mauro Savi, que estuda até abrir espaço a outro colega.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • sidnei pezão | Quinta-Feira, 20 de Janeiro de 2011, 12h52
    0
    0

    Não entendo o espanto , pois todos tiverão a oportunidade de mudança, essa que só é possivé de quatro em quatro anos , no entanto escolherão os mesmos fanfarrões de sempre. mais o que esperar de um povo que não sabe eleger seus representantes, temos uma ex guerrilheira na presidência , e não muito difernte, um Ladrão como Deputado mais votado no estado, eu tenho pena na verdade é de nossos jovens e crianças que irão herdar um estado falido se hoje já esta lastimavél imagine daqui uns oito anos. vamos nos informar melhor vamos deixar de ser dinheristas e nos politisar mais enfim vamos estudar através dos meios de comunicação disponivél, pois o governo tanto nos hambito federal estadual e municipal ñão investe nada em melhoria de qualidade de ensino.Só através do conhecimento é que poderemos mudar algo.l

  • Jose Roberto | Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2011, 10h54
    0
    0

    está provado quem tem mais é que manda neste Estado-MT, se Riva e Sergio Ricardo está na assembleia é porquer o povo quis, o Povo num guemta vê dimmm.. o voto não vale nada mesmo.

  • Cristina | Quarta-Feira, 19 de Janeiro de 2011, 09h03
    0
    0

    Jefferson, me desculpa... mas quem tem que toma vergonha é o povo que ainda vota nele, ele pode ter a presidencia sim, depois de ser o deputado mais bem votado!!

PLANTAÇÃO E COLHEITA

A estratégia de Mauro para 2021

Por 23/09/2020, 15h:25 - Atualizado: 02h atrás

mauro mendes 680

Independente da busca ou não da reeleição, Mauro Mendes está convicto de que, a partir do próximo ano, irá elevar a popularidade, inclusive em setores, como do funcionalismo público e do agronegócio, que torceram o nariz e fizeram protesto contra o governo por causa das reformas implementadas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Eleitor Arrependido - Servidor Público | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 16h04
    8
    1

    Sua vez acabou kkkk funcionário público define qualquer eleição "nobre" ex governador de mato grosso Mauro Mente. Não vejo a hora de te mandar pra casa kkkk

  • Willian | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 15h55
    13
    1

    Eu não sou eleitor com memória curta. Não adianta querer agradar em véspera de ano eleitoral.

MARKETING ELEITORAL

Efeito-Selma afasta candidatos do marqueteiro Brasa; veja contratados

Por 23/09/2020, 07h:34 - Atualizado: 23/09/2020, 07h:39

junior brasa 680

Mesmo com o mercado do marketing eleitoral aquecido em MT com duas campanhas majoritárias paralelas, de prefeito e de senador, Junior Basa, até então bastante requisitado, não fechou contrato ainda com nenhum dos principais candidatos.

Postar um novo comentário

TUDO DE NOVO

Nova votação do relatório da CPI na 5ª e base do prefeito tem desfalque

Por 22/09/2020, 20h:31 - Atualizado: 22/09/2020, 20h:36

chico 2000

A nova votação em plenário do relatório da CPI do Paletó pode acontecer já na quinta (24) e, desta vez, em pleno período eleitoral e sob risco do prefeito investigado Emanuel Pinheiro ter um voto a menos entre os vereadores. É que Chico 2000 saiu de licença e o substituto Ralf Leite está impedido pela Justiça de assumir a cadeira.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Francisco Antonio de Almeida | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 09h40
    2
    1

    É hora destes vereadores pensarem melhor e refazer seus votos pela aplicação da moralidade e derrubada da corrupção. Orgulhen-se de um dia poderem contar aos seus filhos que lutaram por um Cuiabá e um BRASIL melhor.

  • carol dantas | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 08h42
    3
    0

    companheiro é companheiro.. e fdp é fdp !

SAINDO DA RESERVA

3 vice das maiores cidades agora querem cadeira de titular

Por 22/09/2020, 17h:44 - Atualizado: 22/09/2020, 17h:52

welinton marcos 680

Três vice-prefeitos que ocupam mandatos entre as 10 maiores cidades mato-grossenses agora querem a cadeira de chefe do Executivo, com ou sem apoio dos atuais prefeitos.

Postar um novo comentário

PATRIMÔNIO

Os bens do milionário Júlio Campos

Por 22/09/2020, 06h:39 - Atualizado: 22/09/2020, 06h:42

julio campos 680

O folclórico e populista Júlio Campos, candidato a primeiro-suplente ao Senado na chapa de Nilson Leitão, costuma dizer, quando perguntado sobre bens patrimoniais, que "não é pobre, graças a Deus".

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Dra Consolação Morada do Ouro | Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020, 15h13
    21
    0

    Continue sendo manso d votando nesse milionário que tá se lixando com menos afortunados.

  • Beto | Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020, 15h05
    15
    0

    E o q ainda quer mexer com política. Vai jogar dama.

  • marta | Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020, 14h41
    10
    2

    vou dizer não gostei na epoca que jaime coligou com blairo maggi pra ajudar ele a ganhar , rolou muito coisa, blairo regassou cuiaba com chico galindo, ai agora a população esta mais atenta, blairo sumiu, junto com pagot, novack, o eder esta ai tentando se livrar, assim é a politica fora silval delação premiada, sumiu de mt, foi curtir pra são paulo,

Rondonópolis

Maior número de candidaturas dos últimos 20 anos beneficia Pátio

Por 21/09/2020, 19h:41 - Atualizado: 21/09/2020, 19h:46

ze do patio 680

Com 8 no páreo, Rondonópolis registra o maior número de candidaturas a prefeito dos últimos 20 anos. A maior quantidade de concorrentes nestas duas décadas se deu em 2004 e 2016, em ambos pleitos com quatro na disputa ao Executivo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Francisco Assis roo | Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020, 09h05
    1
    1

    Rondonópolis tem um istorico de não reeleger prefeito sendo assim Zé corre grande risco de não ganhar as eleição fica a dica e tem 3 candidato de esquerda pode dificultar pro Zé

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2604