Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Agosto DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

CÂMARA FEDERAL

No desespero, Valtenir incentiva nomes a federal de outras siglas

Valtenir Pereira, deputado federal   O deputado Valtenir Pereira, presidente regional do PSB, tem demonstrado preocupação e, em algumas reuniões, até desespero por causa da falta de quadros capazes de reforçar as chapas proporcionais, principalmente para deputado federal, do Movimento Mato Grosso Muito Mais, que se afunila a quatro partidos (PSB, PDT, PPS e PV). Como o quociente eleitoral para a Câmara deve chegar a 196 mil por vaga, Valtenir sabe que sua própria reeleição corre perigo.

    Nas visitas aos municípios, ele tem lançado nomes para federal até de outros partidos, numa luta desenfreada por busca de votos de legenda. Em Cáceres, por exemplo, Valtenir aproveitou uma reunião ampliada com cerca de 200 pessoas no último dia 9, na Câmara Municipal, para defender o nome do vice-prefeito Wilson Kishi, que é do PDT, para deputado federal. Fez tantos elogios a Kishi que despertou atenção da plateia. O presidente da legenda socialista disse até que Kishi surgiria como nova liderança em Cáceres, cidade-pólo do Oeste mato-grossense, para contrapor a força do deputado federal Pedro Henry, que busca a reeleição. Ex-vereador por cinco mandatos, ex-secretário-adjunto de Estado de Esporte e Lazer num curto tempo do governo Blairo Maggi e com passagem "relâmpago" pela Assembleia Legislativa, Kishi se mostrou empolgado com a "rasgação de seda" de Valtenir, mas vai mesmo concorrer novamente à cadeira de estadual.

   Não é à-toa que Valtenir tentou, nos bastidores, levar o PSB para os braços do governador Silval Barbosa (PMDB), que está em pré-campanha à reeleição. No bloco da situação, ele poderia fechar composição proporcional com partidos que apresentam nomes mais fortes, como PT, PMDB e PR, o que, em tese, seria mais fácil se eleger. O deputado não teve como a força das articulações externas em defesa do nome de Mauro Mendes para o Paiaguás. O empresário deixou o PR e, com ajuda do PPS e do PDT, ingressou no PSB. O grupo se reforçou com a entrada do pedetista Pedro Taques para o Senado.

    O principal nome do PSB para federal é do próprio Valtenir. Do PDT, a aposta é o ex-presidente do Intermat, Jair Mariano (ex-PPS). O PPS, por sua vez, incentiva o empresário Eduardo Moura, que perdeu a vaga para Valtenir em 2006 por uma diferença inferior a 500 votos, a concorrer novamente. Os mais otimistas acham que os três partidos conseguem garantir duas das oito cadeiras à Câmara Federal. Os realistas consideram, porém, difícil assegurar uma vaga.

    Defensor público do Estado licenciado, Valtenir vem numa carreira política "meteórica". Se elege vereador por Cuiabá pelo PT, em 2004. Dois anos depois, já no PSB, concorre a federal e garante vaga em Brasília. Em 2008, disputa a prefeitura da Capital e é derrotado no primeiro turno. Agora busca a reeleição.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • aldir schneider | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2010, 11h05
    0
    0

    nom passado era bateau moche, agora é iate, avançou né?

  • antonio silva | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2010, 11h04
    0
    0

    mas mesmo com o "incentivo" do mauro mendes, o dep, nao vai?

  • Flávio | Segunda-Feira, 19 de Abril de 2010, 09h56
    0
    0

    O Valtenir tem se mostrado o político mais inabil do Estado. Era para ser Prefeito hoje, mas, depois de aceitar o convite para ser vice de WS, voltou atrás e rompeu o acordo. Depois de perder a oportunidade ser Prefeito de CUiabá, jogou fora a sua reeleição. Esse projeto que está sendo desenhado pelo Partido, com a sua aquiecencia, inviabiliza a sua reeleição. Portanto, deixou de ser Prefeito, e vai deixar de ser Deputado Federal. De quebra, vai perder o Partido pro Mauro.

CORRIDA AO SENADO

Júlio e Jayme fecham com Leitão sem consultar Mauro e racham DEM

Por 05/08/2020, 08h:49 - Atualizado: 04h atrás

Rdnews/arquivo

mauro mendes jayme campos julio campos

Governador Mauro Mendes, que é ignorado pelos irmãos Jayme e Júlio Campos no acordo político com Nilson Leitão

Os irmãos Júlio e Jayme Campos arrumaram um problemão dentro do DEM com a decisão isolada de fechar acordo com Nilson Leitão (PSDB), com Julinho entrando de primeiro-suplente na chapa ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Carlinhos do DEM | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 10h44
    0
    0

    Desde quando o Governador Mauro Mendes, deu palpite nas decisões internas do DEM, nunca, aliás despois de eleito e empossado como Governador, Mauro Mendes e sua equipe, deu um chega pra lá, no DEM e só prestigia seus amiguinhos do tempo da Prefeitura, e seus velhos aliados do PSB, a turma do DEM verdadeiro e autentico é tratado a pão e agua nesse Governo. Por que ele nunca quis apoiar Julio para o Senado ? Agora não tem oque reclamar com a decisão da maioria absoluta do DEM, em rejeitar Faváro e apoiar o Nilson Leitão,que sempre tratou o DEM com respeito e amizade. Vamos ver de quem DEUS gista mais em 15 de novembro.Ok

  • Ellen Cristina | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 10h07
    0
    3

    Quem manda no DEM é o Presidente Fabinho que vai fechar coligação formal com Favaro. Leitão acha que está forte apenas porque Pivetta pode desistir pra apoiar ele.

  • José Eduardo | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 09h05
    5
    1

    Quem manda no DEM é a dupla JJ, o resto é resto.

GESTÃO NEURILAN

TCE vê irregularidades e mantém suspenso um "acordão" da AMM

Por 04/08/2020, 18h:33 - Atualizado: 04/08/2020, 18h:43

Thiago Bergamasco

domingos neto tce 680

Neurilan Fraga, dirigente da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses, recorreu ao TCE, na esperança de derrubar a decisão que mandou suspender um acordo milionário com a oscip Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD).

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Líderes Comunitários | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 09h06
    4
    0

    Conselheiro Domingos Neto merece ser aplaudido, contrato milionário, AMM quanto tempo este Neurilan no comando, a transparência é tudo em uma gestão pública, TCE órgão fiscalizador

  • jose carlos | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 07h23
    2
    0

    jose carlos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • LARGA O OSSO | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 22h14
    5
    0

    Invetigem os contratos: Jornal oficial do Richard, Locação horas voô do Roberto e material de expediente e informática do Pitter, há anos essas empresas são vencedoras das licitações da AMM.

DISPUTA ENTRE PARTIDOS

E segue a briga pelo comando da Fapemat

Por 04/08/2020, 12h:31 - Atualizado: 04/08/2020, 12h:44

mauricio munhoz 680

O comando da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado (Fapemat) vem sendo disputado pelo DEM, PSD e MDB.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Sergio fontes | Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 08h33
    2
    0

    O Maurício foi o vencedor do Premio Celso Furtado de Economia, título concedido pelo Ministério da Integração Nacional, é mestre pela Universidade Federal de Mato Grosso e tem um livro sobre a lei Kandir adotado por diversas Universidades brasileiras.

  • Observadora | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 21h48
    2
    2

    Esses indicados de pesquisa entendem o quê? Sabem pelo menos o que é um currículo Lattes? Possuem um curso de doutorado? Importante deixar claro que um cargo desse exige competência técnica, senhor governador!

  • Nicolau | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 15h50
    7
    3

    Munhoz não era assessor do Riva? Agora é adjunto do Mauro Mendes na Sinfra? Interrssanre! Tudo farinha do mesmo saco.

NOS BASTIDORES

Júlio se articula com 2 pra ser primeiro-suplente ao Senado

Por 04/08/2020, 10h:03 - Atualizado: 04/08/2020, 10h:03

julio campos 680

Júlio Campos quer ser a "noiva" da vez.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Da SILVA | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 19h54
    3
    0

    Sem duvida alguma Júlio Campos o melhor nome para nós representar no parlamento nacional, estou com Júlio, o resto nao me representa.

  • Da SILVA | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 19h53
    2
    0

    Sem duvida alguma Júlio Campos o melhor nome para nós representar no parlamento nacional, estou com Júlio, o resto nao me representa.

  • Ronaldo Garcia | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 17h43
    4
    2

    Infelizmente o DEM mais uma vez erra, ao sabotar a candidatura vitoriosa de Julio José de Campos, ao Senado Federal. Pisou na bola o Governador Mauro e sua gente em apoiar o Faváro, ao inves do Julio, esse cidadão só defende o Grupo Maggi e nao o povo de Mato Grosso. Agora irei votar no Nilson Leitão por causa do Julinho.

SEM CRISE

Mesmo com pandemia, 7 cartórios de Cuiabá faturam R$ 7 mi em julho

Por 03/08/2020, 18h:56 - Atualizado: 03/08/2020, 18h:59

Romilson Dourado

cartorio 7 oficio 680

Não há pandemia capaz de interromper os bons faturamentos dos cartórios extrajudiciais de Mato Grosso. As sete principais serventias de Cuiabá, que estavam atendendo sob agendamento, fecharam julho com R$ 7,5 milhões no caixa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Filpo | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 01h05
    3
    0

    Cartório é o maior pequi para enriquecer, nenhuma empresa dá tanto lucro. É o Brasil concentrando renda e fazendo péssima distribuição de lucro em nome da burocracia.

RUPTURA SEM VOLTA

A tentativa frustrada de Júlio de unir Emanuel e Mauro

Por 03/08/2020, 14h:30 - Atualizado: 03/08/2020, 14h:29

emanuel pinheiro julio campos 680

Prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (MDB) e Júlio Campos (DEM), que foi prefeito, deputado, governador e senador

Acumulando experiência de mais de 40 anos de vida pública, Julio Campos enfrenta uma situação paradoxal.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Firmo Oliveira filho | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 19h03
    0
    0

    Chega de arranjos, está na hora de políticos vendidos sumirem do cenário e dar vêz a pessoas responsáveis.

  • FERNANDO MENDES DA SILVA | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 12h18
    3
    0

    O GOVERNADOR TÁ CORRETO NÃO QUERER FICAR ATRELADO A VELHA POLITICA DO MT, QUE SÓ NOS TROUXE TRISTEZA E NOS DEIXOU MALEZAS....OLHA SÓ SAÚDE...

  • Cassiano | Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 01h01
    6
    4

    MM demostra falta de tato político e muita auto-suficiência pessoal, esquece que é governador e precisa do Prefeito da capital e da maior cidade do Estado para fazer um bom governo. E o pior, num momento difícil para a população como nunca se viu antes.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2580