Blog do Romilson Cuiabá, 24 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

TRANSPORTE

Para evitar desgaste, governador só licitará linhas após as eleições

Para evitar desgaste, governo só licitará linhas de ônibus pós-eleição

    O governador Silval Barbosa (PMDB) não vai licitar as linhas do transporte intermunicipal antes das eleições, que acontecem em outubro deste ano. A informação é do procurador-geral do Estado Dorgival Veras. Segundo ele, na próxima segunda (26) o governo vai apresentar uma proposta de aditamento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado, em 2007, entre o então governador Blairo Maggi (PR) e o Ministério Público. "Estamos finalisando a proposta de aditamento porque há problemas jurídicos que impedem a realização da licitação antes das eleições. O anúncio oficial deve ser feito pelo próprio governador", revela Dorgival.

Dorgival Veras, da PGE   Com a decisão, Silval evita desgaste junto a políticos e proprietários de empresas de ônibus, que "batem duro" para evitar a reestruturação do transporte intermunicipal do Estado, mas também perde a chance de utilizar a ação como uma de suas "bandeiras" de transformação nestes oito meses em que comandará o Paiaguás. A população, por sua vez, continua sendo usuária de um sistema "falido", com tarifas elevadas e grande parte da frota sucateada.

   A resolução parece ser mais política do que administrativa, tendo em vista que todo o projeto está pronto para ser licitado, mas o procurador-geral do Estado assegura que trata-se de uma medida técnica e amparada por questões jurídicas. " Não há motivação política, apenas questões da ordem jurídica. Tudo isso será esclarecido nesta segunda, quando o aditamento estiver pronto". Ainda segundo Dorgival, por meio da prorrogação do TAC, será possível manter a suspensão das multas superiores a R$ 270 milhões que o governo seria obrigado a pagar devido ao descumprimento do termo. As punições são referentes a condenações ao Estado em 10 ações, em trânsito julgado, por não realizar certame e manter os contratos tidos como irregulares. Alguns estão em vigência desde a década de 1970.

   Caberá ao promotor de Justiça Alexandre Guedes acatar ou não o pedido de aditamento do TAC, que venceu em 31 de março. Desde então, cada dia do não-cumprimento é calculada uma multa de R$ 60 mil, que pode ser suspensa após a prorrogação do termo. Silval terá ainda que se entender com o TCE, que emitiu um acórdão estabelecendo prazo de 30 dias para que o Estado realize as licitações.

   Audiência

   Apesar da decisão de licitar as linhas após as eleições, o governo deve manter a audiência pública marcada para o próximo dia 27. A presidente da Ager Márcia Vandoni vai apresentar a proposta que divide o Estado em oito mercados. A expectativa é que, com a implementação e otimização do novo sistema, os mais de cinco milhões de usuários sejam os principais beneficiados. Está prevista, por exemplo, redução de até 20% nas tarifas, aumento nas conexões e viagens, além de eliminar as chamadas sobreposições de linhas. Hoje 20 empresas exploram as linhas convencionais (ônibus de linha) e outras 20 atuam com micro-ônibus. São 105 contratos com ônibus convencional, 44 voltados ao transporte alternativo e 52 autorizações precárias.
 

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • JD | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 16h48
    0
    0

    Tá ai, uma prova de que este Sival não terá pulso para ser bom gestor, MT precisa de um governador gestor, como foi B.Maggi... avalie bem ao escolher o próximo governo de MT...

  • João | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 16h47
    0
    0

    E quem sofre com isso é a população que vai ter que esperar mais tempo para que aconteça essa licitação. Sendo refém das péssimas condiçoes que essas empresas de meia tijela oferem. Eita Governador! ¬¬

  • joao | Quinta-Feira, 22 de Abril de 2010, 16h40
    0
    0

    Ministério Público atenção Dr. Alexandre Guedes, veja esta situação, as linhas de ônibus só vão ser licitadas pelo governador somente após eleição? Pode isto?

VISITA

Ministra em agenda do agro em Cuiabá

Por 23/09/2020, 22h:46 - Atualizado: 08h atrás

tereza cristina 680

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) visita Cuiabá na próxima segunda (28).

Postar um novo comentário

SOJICULTORES

Aprosoja vai renovar diretoria e, por enquanto, um se lança à presidência

Por 23/09/2020, 20h:01 - Atualizado: 23/09/2020, 20h:07

fernando cadore 680

Com cerca de 7 mil associados, a Aprosoja-MT, entidade que representa a categoria de sojicultores que detém o maior peso da economia estadual, escolherá seu novo presidente e outros 11 da diretoria em 9 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Caio Oliveira | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 21h06
    0
    0

    Aproenoja...

  • Jose | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h55
    0
    0

    A aprosoja ao invés de se preocupar com as queimadas fica fazendo propaganda pra reforma administrativa

PLANTAÇÃO E COLHEITA

A estratégia de Mauro para 2021

Por 23/09/2020, 15h:25 - Atualizado: 23/09/2020, 15h:30

mauro mendes 680

Independente da busca ou não da reeleição, Mauro Mendes está convicto de que, a partir do próximo ano, irá elevar a popularidade, inclusive em setores, como do funcionalismo público e do agronegócio, que torceram o nariz e fizeram protesto contra o governo por causa das reformas implementadas.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Marlan | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h15
    3
    3

    ...QUE OS ANJOS DIGAM AMEM...

  • Rafael | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h34
    5
    4

    Oportunista.... Usou do poder público para ressuscitar as suas empresas.... O povo tá de olho...

  • O ATALAIA | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h27
    8
    4

    Se não fosse em época de campanha política já era dificil de acreditar. Como MM tem. Interesse na eleição de seu senador e de prefeito aí, fica muito difícil de o eleitor acreditat, aliás, ele, ja tem a fama de prometer durante a campanha e virar as costas apos vitória. Quem quiser acredite!...

MARKETING ELEITORAL

Efeito-Selma afasta candidatos do marqueteiro Brasa; veja contratados

Por 23/09/2020, 07h:34 - Atualizado: 23/09/2020, 07h:39

junior brasa 680

Mesmo com o mercado do marketing eleitoral aquecido em MT com duas campanhas majoritárias paralelas, de prefeito e de senador, Junior Basa, até então bastante requisitado, não fechou contrato ainda com nenhum dos principais candidatos.

Postar um novo comentário

TUDO DE NOVO

Nova votação do relatório da CPI na 5ª e base do prefeito tem desfalque

Por 22/09/2020, 20h:31 - Atualizado: 22/09/2020, 20h:36

chico 2000

A nova votação em plenário do relatório da CPI do Paletó pode acontecer já na quinta (24) e, desta vez, em pleno período eleitoral e sob risco do prefeito investigado Emanuel Pinheiro ter um voto a menos entre os vereadores. É que Chico 2000 saiu de licença e o substituto Ralf Leite está impedido pela Justiça de assumir a cadeira.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Francisco Antonio de Almeida | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 09h40
    3
    1

    É hora destes vereadores pensarem melhor e refazer seus votos pela aplicação da moralidade e derrubada da corrupção. Orgulhen-se de um dia poderem contar aos seus filhos que lutaram por um Cuiabá e um BRASIL melhor.

  • carol dantas | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 08h42
    3
    0

    companheiro é companheiro.. e fdp é fdp !

SAINDO DA RESERVA

3 vice das maiores cidades agora querem cadeira de titular

Por 22/09/2020, 17h:44 - Atualizado: 22/09/2020, 17h:52

welinton marcos 680

Três vice-prefeitos que ocupam mandatos entre as 10 maiores cidades mato-grossenses agora querem a cadeira de chefe do Executivo, com ou sem apoio dos atuais prefeitos.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2605