Blog do Romilson Cuiabá, 04 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Paulo Leite conduz Jayme às vitórias nas urnas e perde com Júlio ao Governo em 98

Por 23/04/2014, 16h:28 - Atualizado: 23/04/2014, 16h:48

Mayke Toscano

paulo leite

Marqueteiro Paulo Leite, que faleceu nesta quarta

Marqueteiro numa campanha eleitoral majoritária e como técnico de futebol. Se o candidato perde, parte da culpa fica com o marketing. No gramado não é diferente, tanto que sucessivas derrotas levam à queda do técnico. Paulo Leite, que faleceu nesta quarta, aos 54 anos, colheu alguns dividendos com o resultado das urnas, mas também amargou críticas.

Obteve vitórias importantes, como as que levaram Jayme Campos à cadeira de prefeito de Várzea Grande por três vezes, de governador e de senador. Aliás, se “mexesse” com o cacique do DEM, Paulo tomava as dores, claro, como conselheiro político e assessor do senador. Mas era diplomático na abordagem com os jornalistas. Bastaria uma nota criticando o senador que Paulo logo providenciava uma outra de esclarecimento, em defesa do então patrão e amigo. A afinidade entre ambos era tanta que, às vezes, fazia pronunciamento em nome de Jayme, que era “moldado” rotineiramente pelo marqueteiro. 

Paulo também carregou pecha de marqueteiro tradicional que havia perdido a áurea e impedido mudanças de foco no pico da campanha, mesmo percebendo dificuldades de vitória. A sua maior derrota veio na campanha de 1998. Mesmo paciente, tolerante, diplomático e estrategista, Paulo Leite, ex-adjunto de Comunicação do Governo Júlio Campos e ex-titular da Secom na gestão Jayme, encarou brigas internas.

Na época, conduziu o marketing de Júlio ao governo estadual, enquanto Chico Santa Rita fez a campanha de Carlos Bezerra ao Senado. Júlio e Bezerra eram adversários políticos ferrenhos e se uniram na campanha. O efeito foi devastador. Até o marketing, mesmo ambos no mesmo palanque, foi dissociado. O resultado não poderia ser outro: morreram abraçados nas urnas. Um marqueteiro jogou culpa no outro. Hoje, os meios político, publicitário e jornalístico perdem Paulo Leite, que, com vitórias ou derrotas, deixou registrada sua história nas campanhas eleitorais.

Postar um novo comentário

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 01h atrás

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Antonio | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h01
    0
    0

    Na verdade há um consenso na UFMT para Evandro ser reeleito. Como ele é candidato único já que toda a oposição retiraram suas candidaturas sabendo que é um momento de união para salvar a UFMT de Weintraub, somente será feita uma Lista Tríplice. A consulta é inviável tanto presencial como online, pela questão de prazos. A prorrogação carece ainda de um parecer jurídico e aval do MEC.

ANTES E DEPOIS

Prefeito de Cáceres agora elogia Adriano; pura falsidade assista

Por 04/06/2020, 15h:46 - Atualizado: 06h atrás

francis maris 680

O prefeito de Cáceres Francis Maris, que desde a campanha de 2016 vinha fazendo ataques e denúncias contra Adriano Silva, gravou um vídeo, classificando o ex-adversário político de "líder", de "filho ilustre de Cáceres", para quem prestou grande serviço, seja junto à comunidade acadêmica, como professor e reitor da Unemat, seja pelos trabalhos prestados na região.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudomiro | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 19h00
    4
    0

    Politicamente nunca fui fã dos dois como politico, mas inoportuno e falso e esse comentário do rdnews.

  • O cara | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 17h04
    11
    0

    Adversário político não é inimigo pessoal. Cada comentário.

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 01h atrás

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h03
    0
    0

    A posição geográfica, sócio econômica e malha viária já conta muito como grandes atrativo, mas isso não tira o mérito da administração local. Parabéns.

  • Francisco Assis roo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 13h17
    11
    1

    é isso mesmo Léo busca emprego e renda para essa cidade bonita e pugante que vc está tendo a oportunidade de administrar não fica nessa só de fazer praça e coisa e tal igual um prefeito que eu conheço na nossa região

INICIATIVA INÉDITA

Reeducandos em Cuiabá produzem saneantes e álcool em gel

Por 04/06/2020, 10h:42 - Atualizado: 04/06/2020, 10h:49

deiver ifmt producao 680

Cerca de 30 reeducandos em Cuiabá estão fabricando saneantes, substâncias destinadas à higienização e desinfecção, como água sanitária, detergente e desinfetantes, e ainda álcool em gel para distribuição nos presídios.

Postar um novo comentário

REPERCUSSÃO

Governo e AL vão decretar luto oficial; Adriano sonhava ser prefeito

Sem velório, corpo será transladado a Cáceres nesta 5ª e direto para cemitério

Por 03/06/2020, 21h:44 - Atualizado: 03/06/2020, 22h:04

adriano silva 680

O governador Mauro Mendes vai decretar luto oficial de três dias pelo falecimento nesta quarta do ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva, que presidia a Fapemat, fundação vinculada à secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Assembleia Legislativa também fará igual.

Postar um novo comentário

PODER SEM PODER

Mesmo sem mandato, Selma quer manter controle de cargos federais

Por 03/06/2020, 19h:13 - Atualizado: 03/06/2020, 19h:19

selma arruda 680

A briga entre o senador tampão Carlos Fávaro (PSD) e a cassada Selma Arruda (Pode) tem um novo round. Nos bastidores, Selma tenta impedir que Fávaro assuma o controle de "seus" cargos federais.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2552