Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Janeiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Desintrusão

Pela 2ª vez, governo federal coordena ação para retirada de produtores de Suiá Missu

Por 21/03/2014, 16h:54 - Atualizado: 21/03/2014, 19h:03

.

suia_missu_dentro.jpg

Em dezembro de 2012, produtores lutaram contra a Força Nacional para "defender" terras ocupadas

O governo federal alerta que, nos próximos dias, dará início à ordem de reintegração de posse da Terra Indígena Marãiwatsédé, novamente invadida por produtores, no início do mês. Caso estes não colaborarem serão aplicadas medidas de repressão. A Justiça Federal também solicita a participação da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional de Segurança.

O imbróglio na gleba Suiá Missu, entre Alto Boa Vista e São Félix do Araguaia, teve início em dezembro de 2012, com a retirada de sete mil famílias. A desintrusão ocorreu em janeiro de 2013. A fim de não deixar os produtores desabrigados, o governo federal verificou 619 pontos entre residência e comércios, tanto na área rural como no distrito de Posto da Mata. Todos estavam desocupados. Neste sentido, cerca de 271 famílias foram selecionadas para o programa nacional de Reforma Agrária. Destas, 97 de Posto da Mata foram para o Assentamento Casulo Vida Nova. Lá, receberam recursos de Crédito Apoio Inicial/Alimentação e Fomento, ao custo de R$ 3,2 mil, por família.

Apesar dos esforços, durante a desintrusão alguns produtores não aceitaram ser deslocados para o Assentamento Santa Rita, oferecido à época. Desde então, após um ano da primeira desocupação, 25 pessoas morreram por causas diversas, entre elas o suicídio e depressão. Problemas como alcoolismo, consumo de drogas e prostituição fazem parte do dia-a-dia dos produtores rurais.

Histórico

A Terra Indígena Marãiwatsédé foi reconhecida pelo Estado brasileiro como terra tradicional indígena, homologada por decreto presidencial em 1998. Na década de 1960, a Agropecuária Suiá Missu se instalou na região, onde sempre viveu o povo Xavante de Marãiwatsédé. Em 1980, a fazenda Suiá Missu foi vendida para a empresa petrolífera italiana Agip, que, durante a ECO 92, após reconhecimento público do direito indígena a terra, manifestou ao governo o interesse em devolver a terra indígena. 

Antes que a decisão se concretizasse, ocorreram invasões no local. De Segundo o processo sobre o caso, em poder do Ministério Público Federal, as invasões de não-indígenas foram planejadas e incentivadas por lideranças, muitas das quais passaram a ocupar grandes fazendas dentro da terra indígena. A intenção  dos invasores foi conhecida publicamente durante reunião, ocorrida na localidade de Posto da Mata e transmitida ao vivo pela Rádio Mundial FM, no dia 20 de junho de 1992. A gravação compõe o processo, que está disponível para consulta no MPF. Acredita-se que o ano de 1992 marcou o início da invasão em massa da terra por ocupantes não-índios. A ação de desocupação teve início em agosto de 2012, atendendo decisão do Juiz da Primeira Vara de Cuiabá. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • ALBINO PFEIFER NETO | Sexta-Feira, 21 de Março de 2014, 21h10
    3
    0

    Para bater em trabalhador a Policia Brasileira é muito competente, mas para prender político ladrão que tem aos montes em Brasilia, chega corta volta. Nunca vi a FUNAI analisar as fazendas do LULA no MT e no PA, tenho certeza que elas são áreas indígenas desocupadas para grandes grupos! ORDEM E PROGRESSO!!

  • EDNOR FERNANDES | Sexta-Feira, 21 de Março de 2014, 18h23
    2
    0

    ESSE DINHEIRO ESTA VINDO DE TARTARUGA POR QUE ATE O MOMENTOS ESSA PESSOAS NÃO RECEBERAM UM CENTAVO, E MAS O LOCAL ONDE ELES QUEREM COLOCAR ESSAS PESSOAS NÃO SERVE NEM PRA PLANTAR CAPIM, POU SEJA NAO PRODUZ NADA. VOCES TEM KE VIM VER COMO É.

  • nelson fleury | Sexta-Feira, 21 de Março de 2014, 17h23
    3
    0

    para que este montao de terra para tao poucos indios, quem trabalha tem que sucumbir a este absurdo..responda.. indio produz alguma coisas para naçao

O TROCO

Presidente do Senado não vê a hora de pedir pra Selma se retirar

Por 29/01/2020, 08h:30 - Atualizado: 28/01/2020, 20h:57

Marcos Oliveira

davi alcolumbre 680

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que abre os trabalhos legislativos de 2020, promovendo sessão solene na próxima segunda (3), está com sede de vingança política na colega Selma Arruda.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • walter liz | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 08h43
    3
    3

    este cidadão faria um grande favor em sair junto com ela e não voltar tambem, este presidente trabalha contra os interesses do povo Brasileiro

ELEIÇÃO AO SENADO

Principal nome da esquerda desiste; agora, PT saudações

Por 28/01/2020, 19h:44 - Atualizado: 28/01/2020, 19h:53

carlos abicalil 680

Embora na lista de sete opções petistas para a disputa ao Senado, na suplementar de 26 de abril, Carlos Abicalil resolveu pisar no freio. E não pretende mais concorrer ao pleito.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Elias | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 07h42
    1
    4

    que pena ... o melhor candidato....................

  • Benedita da Silva | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 23h39
    5
    1

    A nau dos afogados, querem dividir pra reinar, vão dividir pra morrerem abraçados, com a candidata do PCdoB.

  • Amosil | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 21h50
    11
    6

    Pode vir ,q vai levar um porrete d perder o rumo .. Vai parar lá em San Mathias.

BRIGA DOS CASSADOS

Suplente detona: "Jamais imaginei que dinheiro do empréstimo seria utilizado por Selma irregularmente"

Por 28/01/2020, 15h:05 - Atualizado: 28/01/2020, 15h:13

beto possamai 680

O empresário e primeiro-suplente Gilberto (Beto) Possamai questiona matéria neste Blog entitulada "Selma e os culpados pela cassação", assegurando, em nota, que não fez negociata com o advogado Lauro da Mata para simular empréstimo com vistas a justificar mais de R$ 1,5 milhão na conta bancária da senadora, que teve o mandato cassado junto com os suplentes.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Charles Ariel de Araújo Lemos | Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 09h19
    1
    0

    Será que ele pensava que o dinheiro do empréstimo era para comprar bocaiuva na feira do Porto???

  • Glaucia Coxipo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 17h55
    5
    8

    essa selma enganou ele, sujou o nome dele e enganou nós eleitores e ainda deu um prejuizo de que ter fazar outra eleição num gasto de quase 10 milhões

SEM INFRAESTRUTURA

Sob atoleiro e pontes caídas, BR-174 está intransitável no Noroeste de MT

Por 28/01/2020, 10h:41 - Atualizado: 28/01/2020, 10h:46

br 174 680

A BR-174 está praticamente intransitável, principalmente na altura do km 850, entre Castanheira e Juruena, no noroeste mato-grossense. A péssima infraestrutura da estrada, aberta há quatro décadas e até hoje sem pavimentação asfáltica, se agrava com o excesso de chuvas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Inácio Roberto Luft | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 13h50
    5
    0

    E onde está o Fethab? Fortunas arrecadas para quê?

  • REGINALDO BUFFER | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 12h47
    2
    9

    Essa obra foi construída em terra e apenas encascalhada pelo então Governador Júlio Campos entre 1983/87 e infelizmente até hoje não foi asfaltada como merecia. As pontes era de madeira só que no tempo do Governo dos Campos e do Maggi tinha a manutenção permanente e hoje não tem nada, a SINFRA desde o tempo do Silval e Taques no abandonaram a DEUS dará. Volta ...os 'Campos para o Governo para o Nortao ser valorizado de novo.

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

DEM abre prazo até 16 de fevereiro e Júlio será único a se lançar à disputa

Por 27/01/2020, 23h:42 - Atualizado: 27/01/2020, 23h:49

julio campos 680

A direção estadual do DEM abriu prazo até 16 de fevereiro, ou seja, daqui a 18 dias, para quem desejar ser candidato à suplementar de 26 de abril para o Senado se manifestar oficialmente.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • rubens | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 19h58
    2
    0

    chega dos Barões do Agronegócio e dos mega empresários. Não ligam a minima para o povo. Só pensam em seus interesses.

  • Danilo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 15h44
    0
    7

    Como um simples observador da politica de Mato Grosso, conversando com muita gente daqui e do interior, o Julio Campos, mesmo com 73 anos de idade, ainda é o mais forte candidato ao Senado para enfrentar o bilionário Otaviano Piveta. Vai uma luta de um cara simplorio,humilde e carismatico como é o Julio, contra um cidadão tido como metido a besta, bilionário do Agronegocios, e pouco comunicativo com o povão. Qualquer cidadão fala de igual por igual com o Julio, quem consegue chegar no Pivetta ? Ninguem...preparem para a luta em 26 de abril.

  • Marsofo | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 15h34
    1
    1

    Fiquei sabendo hoje. Senador significa " homem velho". Deriva do latim " senis" ou seja , senil. Sem intenção de analogia com qualquer pessoa.

EM PRIMEIRA MÃO

DEM prioriza 10 maiores, sobe pra 5 opções em Cuiabá e define em maio

Por 27/01/2020, 22h:11 - Atualizado: 28/01/2020, 15h:51

rogerio gallo 680 dem

Rogério Gallo, secretário de Fazenda, se filiará ao DEM, se tornando uma das 5 opções da sigla a prefeito de Cuiabá

Em reunião de cúpula há pouco, no Palácio Paiaguás, o DEM do governador Mauro Mendes decidiu que terá candidatura a prefeito prioritariamente nos 10 maiores municípios do Estado, como Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis. E, no caso da Capital, ampliou-se para cinco o número de pré-candidatos.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Henrique beltão | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 21h06
    0
    0

    Só coisa ruím, credo!!!

  • Servidora aposentada | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 11h18
    11
    3

    QUALQUER CANDIDATO DO DEM DE MAURO MENDES VAMOS DAR UMA SURRA NAS URNAS, TAXOU DE FORMA IRRESPONSÁVEL OS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS PRINCIPALMENTE OS VELHINHOS APOSENTADOS QUE AGORA TERÃO QUE SE VIRAR NOS 30 PRA NÃO MORREREM SEM REMEDIOS QUE A PRIORI AUMENTARAM DE PREÇO E DIMINUIU NOSSO PODER DE COMPRA

  • Vilmar | Terça-Feira, 28 de Janeiro de 2020, 10h52
    10
    2

    Mauro Mendes é tão ruim, mas tão ruim que não consegue alavancar um candidato a prefeito viável em Cuiabá. Aplausos à sua incompetência. Como militante do DEM espero que os Campos se livrem logo desse oportunista.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2482